Surrealismo

621 visualizações

Publicada em

movimento surrealisté

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Surrealismo

  1. 1. • A palavra surrealismo foi criada em 1917 pelo escritor Guillaume Apollinaire, para descrever exemplos de inovações artísticas. • Surgido em Paris, 1920. • André Breton publica o Manifesto Surrealista em 1924, (documento público com fundamentos) firmado em teorias Freudianas. • 1925 exposição em Paris revela o Surrealismo ao mundo. • Movimento que aconteceu num período suscetível (entre as duas guerras mundiais): reflexão nas obras. • Década de 30 simboliza a expansão do movimento.
  2. 2. • Movimento multidisciplinar, ou seja, ocorreu em diversas áreas da arte. Tal qual: pintura, escultura, literatura e cinema. • Os surrealistas inventaram o cadavre exquis (cadáver delicad0), um jogo verbal e visual cujos resultados eram regularmente publicados na revista La Révolution Surréaliste. O grupo costumava recorrer a jogos a fim de captar o inconsciente e desenhar diretamente a partir da imaginação liberada. • O jogo é um exemplo do permanente intercâmbio entre o poético e o pictórico. • Para as artes plásticas, o automatismo significava confiar na força criativa da linguagem visual.
  3. 3.  Grupos se encontravam em cafés, ateliês e principalmente no Cabaret Voltaire para escrever e falar em estado de transe.  Breton definiu o automatismo como a prática artística surrealista mais importante, o principal caminho de acesso ao maravilhoso: “ausência do controle exercido pela razão, livre de qualquer preocupação estética ou moral”.  Poesia, prosa e supostamente a pintura deveriam se originar do encadeamento das primeiras palavras ou imagens que ocorressem à mente. Para os escritores isso significava confiar no poder criativo da linguagem, por si só.
  4. 4.  Andre Breton manifestou-se sobre a música no texto “Silence is Golden” (1946 – “silêncio é ouro”), ponderando a importância do silêncio na transcendência da música.  Coincidência ou não, poucos anos mais tarde, John Cage expressou ideias similares às de Breton ao falar sobre a importância do silêncio na música, compondo inclusive, uma peça exclusivamente de silêncio. Porém, John Cage não é considerado um compositor essencialmente surrealista, apesar das ideias parecidas com as de Breton. Os compositores mais próximos temporalmente do Manifesto Surrealista são Erik Satie e Igor Stavinski.  Trilhas sonoras de peças  Não existe definição para música surrealista
  5. 5.  Os artistas surrealistas buscavam agir sob o inconsciente  Aversão aos paradigmas burgueses como: moral  Influências das teorias Freudianas  Projeções oníricas  Automatismo psíquico  Os artistas não se preocupavam com a racionalidade e a estética  Intercâmbio entre o poético e o pictórico
  6. 6.  Oficialmente , em 1945 o surrealismo acabou (mas expirou definitivamente em 1966). Com o fim da segunda guerra, o expressionismo abstrato ganhou força. André Breton, contudo, continuou fiel aos ideais surrealistas até sua morte, em 1966. Muitos outros artistas também continuaram, e continuam, a produzir trabalhos com o espírito surrealista até os dias de hoje  O movimento exerceu enorme influência sobre sucessivas gerações de artistas.
  7. 7. • Foi um neurologista austríaco, considerado pai da psicanálise, Freud influenciou o movimento surrealista com suas teses psicanalíticas. • De acordo com Freud, o homem deve libertar sua mente da lógica imposta pelos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade e dar vazão aos sonhos e as informações do inconsciente. • A teoria freudiana começa assim a ser divulgada em uma leitura própria do surrealismo e de acordo com seus objetos estéticos. A analise dos sonhos são métodos da psicanalise Freudiana ,que transformou-se no procedimento básico do surrealismo. Sobre esta, os artistas surrealista adotam técnicas de expressão da quais acredita ser possível a mente não exercer nenhum tipo de controle. • Um exemplo destas são a escrita automática, a Frottage e o método critico e paranóico de Salvador Dalí.
  8. 8. • Nascido na Alemanha em 1891. Seu aprendizado na arte se deu em tentativas de copiar as paisagens de Van Gogh e sua inspiração teve muita influência em sua experiência na Primeira Guerra Mundial. Após ter cumprido seu Serviço Militar obrigatório, ele teve uma breve fase cubista, que durou até o momento em que ele fundou o grupo dadaísta com a proposta de destruir os padrões estéticos da época. • Max Ernst fazia colagens recortadas de catálogos da virada do século e os colocavam em uma ordem fora da lógica, que por sinal, refazia a realidade na relação entre as figuras. Com estes trabalhos, Breton passou a tomar conhecimento da existência de Ernst, que o levou a dar atenção em suas obras. • Em 1922, Max realiza uma viagem a França, onde ele conhece André Breton, líder do movimento surrealista Francês. O Autor expressava em suas obras a sua impressão do mundo e suas preocupações. • Max Ernst aprendeu algumas ténicas, dentre elas está a técnica de Grottage, onde várias camadas de tintas são aplicadas e, após secarem, são raspadas, fazendo com que as camadas mais claras sejam reveladas. • Max também tinha interesse na pintura automática, onde ele contrariava alguns membros do movimento surrealista que negavam a possibilidade de existir uma pintura surrealista por não haver como produzi-la sob o pressuposto do automatismo, no qual a técnica seve para libertar o que está no inconsciente sem ser transformado drasticamente pela racionalidade do superego repressor.
  9. 9. • Max chega a escrever o seguinte “graças ao estudo entusiástico do mecanismo da inspiração, os surrealistas tiveram êxito na descoberta de certos processos poéticos essenciais, por meio dos quais a elaboração do trabalho plástico pode ser liberta da influência das tão chamadas faculdades conscientes. Chegando ao encantamento tanto do gosto como da razão e da vontade, esse processo resulta na aplicação rigorosa da definição surrealista para o desenho, a pintura, e, até certo ponto, para a fotografia”. • “Trabalhando mais e mais para conter minha ativa interferência no desenvolvimento do quadro, e, dessa forma, ampliando a interferência das faculdades alucinantes da mente, eu passo a existir como espectador no nascimento de todas as minhas obras”. Isso abre uma perspectiva do autor enquanto mero espectador do inconsciente. Max Ernst não aceitava a padronização da arte e também dizia que qualquer ser humano normal carregava dentro de sí a capaidade de se tornar um artista. • Max não era relativista, mas tinha certeza de que o gênio artístico não era verdade. Max morre em 1976 em Paris.
  10. 10. • René François Ghislain Magritte • Um dos nomes mais importantes do surrealismo • René Magritte nasceu em 1898 em Lessines, na Bélgica • Desde a sua infância já gostava de desenhar e começou a pintar aos 12 anos • Estudou na Academia Rural de Belas Artes em Bruxelas. Em 1920 já fez sua primeira exposição. • Quando tinha 14 anos sua mãe se suicidou, esse acontecimento marcou muitas de suas obras • Em 1927, Magritte entrou no surrealismo onde conheceu outros grandes artistas como Dalí, Duchamp, Breton, Miró entre outros
  11. 11. • Suas pinturas eram bem reconhecidas e expostas em vários lugares; Bruxelas, Nova York e Londres. Trabalhou com outros materiais nas artes plásticas, mas a pintura foi sempre sua marca. Estilo Artístico: • Retratava objetos em contextos inesperados. • Pinturas de imagens bem humoradas e divertidas. • Arranjos bizarros. • Utilizava jogos de duplicações. • Manipulações com imagens do cotidiano. “Eu não pinto aquela mesa, exatamente, e sim a emoção que ela produz em mim.”
  12. 12.  Salvador Dalí, . Salvador Domingo Felipe Jacinto Dali i Domènech, 1º Marquês de Dalí de Púbol (1904-1989), foi um grande pintor, artista, cineasta. Conhecido pelo seu trabalho surrealista.  O seu trabalho mais conhecido, A persistência da memória, foi concluído em 1931.  Salvador Dalí teve também trabalhos artísticos no cinema, escultura, e fotografia.  No ano de 1921, entrou para a Escola de Belas Artes de São Fernando, localizada na cidade de Madri. Porém, em 1926, foi expulso desta instituição, pois afirmava que ninguém era suficientemente competente para avaliá-lo.  Dalí tinha uma personalidade excêntrica, o que incomodava os críticos da época que diziam que suas atitudes e comportamento, ofuscavam o teor de sua arte.
  13. 13.  Em 1929, conheceu Pablo Picasso, artista que muito influenciou sua produção artística. No ano seguinte, começou a fazer parte do movimento artístico conhecido como surrealismo.  1930 foi um período de grande produção artística, Dalí representava imagens do cotidiano de uma forma inesperada e surpreendente. As cores vivas, a luminosidade e o brilho também marcaram o estilo artístico de Dali. Os trabalhos psicológicos de Freud influenciaram muito o artista neste período.  Em 1934, Dali casou-se com uma imigrante russa chamada Elena Ivanovna Diakonova, conhecida como Gala.  Em 1939, foi expulso do movimento surrealista por motivos políticos. Grande parte dos artistas surrealistas era marxista e justificaram a expulsão de Dalí, alegando que o artista era muito comercial.
  14. 14. • Quadros apresentavam imagens bizarras, com excelente qualidade plástica • Influência mestres da Renascença e foi um artista com grande talento e imaginação • Conhecido por fazer coisas extravagantes para chamar a atenção, o que as vezes incomodava os críticos da época
  15. 15. • 1916 - Escola de Desenho Municipal (descoberta da pintura impressionista) • 1919 - primeira exposição foi no Teatro Municipal de Figueres (Espanha) • 1922 - foi viver em Madri, onde estudou na Academia de Artes de San Fernando (experiências com cubismo e dadaísmo) • 1926– foi expulso da Academia de Artes – disse: que ninguém era competente para avaliá-lo • 1926 – viajou para Paris e conheceu Pablo Picasso e Miró, e fez vários trabalhos influenciados por esses dois artistas
  16. 16. • 1929 - fez exposições importantes e juntou-se ao grupo surrealista no bairro parisiense de Montparnasse. • 1939 – foi expulso do grupo surrealista por motivos políticos • Viveu 8 anos nos Estados Unidos • 1960 - começou a trabalhar no Teatro-Museu Gala Salvador Dalí, em Figueres. Foi o maior projeto de toda a sua carreira e seu principal foco até 1974. • 1974 – encerrou sua carreira
  17. 17. • Criança geopolítica observando o nascimento do homem novo. • Foi feita durante a "Segunda Guerra Mundial" e a pintura transmite a preocupação do artista com o futuro da humanidade diante da perspectiva sombria da época.
  18. 18. • É um Polonês, nascido em 1952 • Teve incentivo dos pais na área de arte, mas não tinha por anseio se tornar artista, visava estudar medicina ou astronomia, quando num belo dia tentou trabalhar com tinta, desde então, nunca mais parou. • Suas obras refletem sonhos de infância, paisagens, animais enigmáticos e construções fantásticas, mas não se limita apenas a isso. São mundos surreais de encantar os olhos. • Cores, ilusão e influências flamengas na meticulosidade. • www.yerkaland.com
  19. 19. • Nasce no dia 06 de Julho de 1907 • 1913 ela contrai poliomielite, uma das primeiras doenças da sua vida. • Entre 1922 e 1925 frequentou a Escola Nacional Preparatória do Distrito Federal do México e assistiu a aulas de desenho e modelagem. • Em 1925, aos 18 anos, aprendeu a técnica da gravura com Fernando Fernandez. Então sofre um grave acidente. Um bonde, no qual viajava, chocou-se com um trem. O para-choque de um dos veículos perfurou-lhe as costas, atravessou sua pélvis e saiu pela vagina, causando uma grave hemorragia. Frida ficou muitos meses entre a vida e a morte no hospital, teve que operar diversas partes e reconstruir por inteiro seu corpo, que estava todo perfurado. Tal acidente obrigou-a a usar coletes ortopédicos de diversos materiais, e ela chegou a pintar alguns deles (como o colete de gesso da tela intitulada A Coluna Partida').
  20. 20.  Bissexual, se casa aos 22 anos.  Não se considerava Surrealista.  Em 1938 André Breton qualifica sua obra de surrealista em um ensaio que escreveu para a exposição de Kahlo na galeria Julien Levy de Nova Iorque. Não obstante, ela mesma declarou mais tarde: Pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade.  Flagrou seu marido, transando com sua irmã , onde teve 6 filhos, e após disso em um momento de fúria cortou seus longos cabelos.
  21. 21. • Após essa outra tragédia de sua vida, separa-se dele e vive novos amores com homens e mulheres, mas em 1940 une-se novamente a Diego. • Embora tenha engravidado mais de uma vez, Frida nunca teve filhos, pois o acidente que a perfurou comprometeu seu útero e deixou graves sequelas, que a impossibilitaram de levar uma gestação até o final, tendo tido diversos abortos. • Tentou diversas vezes o suicídio com facas e martelos. • Em 13 de julho de 1954, Frida Kahlo, que havia contraído uma forte pneumonia, foi encontrada morta. Seu atestado de óbito registra embolia pulmonar como a causa da morte. Mas não se descarta a hipótese de que tenha morrido de overdose (acidental ou não), devido ao grande número de remédios que tomava. A última anotação em seu diário, que diz "Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar - Frida", permite a hipótese de suicídio. Seu corpo foi cremado, e suas cinzas encontram-se depositadas em uma urna em sua antiga casa, hoje Museu Frida Khalo.
  22. 22. https://www.youtube.com/watch?v=S7c_JdPpaQE (link 1: trailer Frida) https://www.youtube.com/watch?v=kXfJkbMxdUI (link 2: escultura surrealista)
  23. 23. “O surrealismo não é um estilo. É o grito da mente que se volta para si mesma.”

×