Audiência e Engajamento em Mídias Sociais

6.851 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
2 comentários
38 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.583
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
2
Gostaram
38
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Audiência e Engajamento em Mídias Sociais

  1. 1. Audiência eEngajamento em Mídias Sociais http://www.slideshare.net/luanabaio luana.baio@dp6.com.br @luanabaio
  2. 2. audiência:conjunto de pessoas “ligadas” a determinado canal.
  3. 3. Surgiu dentro de um contexto comunicacional,tecnológico e de negócios específico: A) Relação com a informação: passiva. B) Objetivos de negócio: geração de awareness e desejo de compra. C) Modelo de comercialização: por possíveis impactados. D) Mensuração de audiência: através de pesquisa.
  4. 4. são quase 70 anostrabalhando dentrodeste modeloUm mercado educado e formado nos conceitos de audiência. Não é pouca coisa.
  5. 5. (um parêntesiscurioso:)A indústria do star system e do cinema comoum todo se desenvolveu ao redor da respostado público aos filmes e estrelas, expressos emcartas enviadas aos estúdios.O rádio, a TV, as revistas, todos os meiossubsequentes mantiveram abertos os canaispara comunicação do público com asemissoras.
  6. 6. dinâmica da audiência na mídia tradicional:Pessoas utilizando determinado meio, ligados a um canal específico,onde é divulgado um conteúdo cujo “consumo” pode ser controlávelno tempo ou no espaço.
  7. 7. dinâmica da audiência na mídia tradicional: Controle de Métricas de Meio Canal Conteúdo Audiência No tempo Pontos de e no espaço audiência, Penetração No espaço Circulação quanto maior o controle, menos “poréns” ao se falar de audiência
  8. 8. dinâmica da audiência na mídia digital: Controle Métricas de Meio Canal de conteúdo Audiência Portais Impressões,Bought Blogs No tempo Impressões Buscadores e no espaço Únicas Redes Sociais Visitas,Owned Site No espaço Visitantes únicos, Perfis Sociais fãs, followers, etc.Earned Redes Sociais Nem tempo Alcance (Buzz) nem espaço potencial
  9. 9. consumo focado de mídia vs. convergência de mídias
  10. 10. como você lê sua timeline? Ontem já era complicado medir. Hoje, estamos falando de conteúdo competindo entre mídias e dentro da mesma mídia.
  11. 11. não existe métrica errada existem apenas aplicações e interpretações equívocas.
  12. 12. aplicação correta depende de objetivos bem traçados Objetivos de Planejamento Definição de Objetivos de Social de Canais/ Métricas e Negócio/Campanha Marketing Ações KPI’s... Muitas vezes é papel Como? do profissional de Por que? Por que? Por que? métricas fazer perguntas até encontrar o objetivo.
  13. 13. interpretação correta dependede bom senso• ex: alcance potencial impacto Assunto X impactou 10.000.000 de pessoas no Twitter, o equivalente à audiência da Novela Y!!!
  14. 14. métricas com contexto falammais e melhor Assunto X Restante “Assunto X impactou 100%potencialmente 10.000.000 90% de pessoas no Twitter!!!” 80% 70% 60% Ok, isso é muito 50% ou pouco? 40% 30% 20% ... 10% 0% Buzz Alcance
  15. 15. métricas com contexto falam mais e melhor Novos fãs por mês (000)400 A base de fãs tá crescendo, parece bacana!300 Mas é preciso ir além.200100 0 Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Minha estratégia de segmentação Tivemos mídia? de anúncios está funcionando? Quantos % dos fãs vieram por mídia? É possível perceber impacto da mídia nos likes diretos? Como evolui a efetividade da minha Posso previsionar investimento mídia mensalmente? (custo por fã) necessário para alcançar X fãs?
  16. 16. métricas com contexto falammais e melhor Quem fará mais barulho se falar bem (ou mal) da minha marca? Não é apenas uma questão de audiência. É influência. Depende de alinhamento entre conteúdo, perfil e público.
  17. 17. um novo contexto comunicacional, tecnológico e denegócios:A) Relação com a informação: diversas possibilidades.B) Objetivos de negócio: geração de awareness,relacionamento, engajamento.C) Modelo de comercialização: variado (Earned,bought, owned media).D) Mensuração de audiência: possibilidades oferecidaspela própria plataforma web. Censo ou pesquisa.
  18. 18. antes, audiência eengajamento trabalhavamseparadas. hoje, a 1ªtrabalha em favor do 2º.
  19. 19. engajamento
  20. 20. VESTIR uma camisa...
  21. 21. ...LEVANTAR uma bandeira...
  22. 22. ...se ENVOLVER com uma causa...
  23. 23. ...EMPENHAR tempo e esforço...
  24. 24. ...ASSUMIR um compromisso...
  25. 25. ...CURTIR meu post? (Pode ser que sim. Mas pode ser mais.)
  26. 26. diferentes públicos reagem e interagem de forma diferente dentro da rede. (logo, não há um ER padrão ideal a ser buscado por todas as categorias de produto. Mas há a vontade de melhorar o conteúdo.) Participation Inequality: regra 90-9-1, aplicável para comunidades online Like? Favorite? Rate? Ambiente está ficando mais complexo, perfis de uso mais variados.Fonte: Jacob Nielsen, 2006
  27. 27. Padronização de métricas de engajamento ajudam na comparação entre concorrentes e na evolução do mercado como um todo. Mas quem deve definir o que é engajamento para determinadacampanha (e KPI’s de engajamento) é a marca.
  28. 28. audiência é base para métricasde engajamento Replies + Mentions + RT’s Likes + Comentarios + Shares Total de followers Video Views Etc, etc, etc... A Likes + Shares + Comments fórmula se repete Impressões de conteúdo para todas as redes.
  29. 29. mas quantificar engajamento, apenas, pode ser um problema Engagement Rate não propicia perceber movimentos de detratores dentro da página, destaques em engajamento, etc. Lembrar que a mensuração de engajamento deve servir para um objetivo muito claro: otimizar conteúdo, planejar segmentação dos meios, etc.Fonte: SocialBakers
  30. 30. Dica valiosa: calcular engajamentosegmentado por conteúdo... Por tipo de Por hora de Por assunto? conteúdo? postagem? ER ER ER ...e analisar qualitativamente o que está sendo dito sobre sua marca (alto engajamento é real?).
  31. 31. ...só concluindo...
  32. 32. Por que não assim?eng aud
  33. 33. obrigada! ;) @luanabaiohttp://www.slideshare.net/luanabaio
  34. 34. Crédito Imagens:http://www.connectioncafe.com/assets/blog-images/audience.jpghttp://www.agrorevenda.com.br/wp-content/uploads/2011/08/dealership-social-media-mix.jpghttp://code.google.com/apis/socialgraph/images/the-web.pnghttp://3.bp.blogspot.com/-Waq1A26CJtA/Tq7km2y5STI/AAAAAAAAAKc/8PcBmX_LNTc/s1600/tumblr_lfnm13T3Gc1qeyo39o1_500.jpghttp://www.tatazadiamonds.com.au/Files/Images/Diamond%20Shape%20Images/ROUND.JPGhttp://outrapolitica.files.wordpress.com/2008/06/bicicletada-185.jpghttp://3.bp.blogspot.com/-f4RiDYh1snM/Tv9y80RemYI/AAAAAAAADHM/H48zzSl4ncQ/s1600/historia%2Bdo%2Brock%2B3.JPGhttp://2.bp.blogspot.com/_-Ed8m1-kyII/TUAFBmLE27I/AAAAAAAAAEA/gsUO1zVnY9g/s1600/facebook_like_buton.pnghttp://www.almightydad.com/wp-content/uploads/2010/08/engagement.jpghttp://1.bp.blogspot.com/_zvTibpwAbcs/TEdeE6CERtI/AAAAAAAAAEw/UGcpFU4EkPQ/s1600/antigas_anistia.jpghttp://santopaulo.files.wordpress.com/2009/01/sptorcidaflu_fd_301104.jpghttp://www.antseyeview.com/90-9-1-principle/http://www.mxstudio.com.br/wp-content/uploads/2010/10/imagem_internet2008.jpg

×