Visita de Estudo à Renova e ao PNSAC                        Tudo começou por volta das 8:25 do dia 17 de Abril, quando a t...
Visita de Estudo à Renova e PNSAC com o 8ºC e 8ºDNo dia 17 de abril, os alunos das turmas 8ºC e 8ºD começaram a sua visita...
Na passada terça-feira, dia 17 de abril, as turmas 8ºC e 8ºD da Escola Artur Gonçalves foram a uma visita de estudo onde v...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Visita de estudo

442 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Visita de estudo

  1. 1. Visita de Estudo à Renova e ao PNSAC Tudo começou por volta das 8:25 do dia 17 de Abril, quando a turma D se juntou à turma C do 8º ano. Ficámos uns minutos à espera da professora Margarida e da professora Fátima Lopes, e também do professor Raúl Abraão, professores de Ciências Naturais, Físico-química e Geografia, respetivamente.Quando os professores chegaram prosseguiu-se a chamada primeiro da turma C e a seguir da turma D.Depois de todos juntos no autocarro, deu-se início à viagem, «comandada» pelo motorista Jorge Sirgado.A primeira paragem foi na fábrica nº 1 da Renova,onde nos distribuíram uns coletes e onde pudemos ver anascente do Rio Almonda e pouco mais... Incluindo uma fotografia à frente de um mega poster a fazerpublicidade à gama Colors da Renova.Mas a viagem à Renova não acabava aqui. Seguiu-se a viagem à fábrica nº2 da Renova. Duas simpáticassenhoras que já nos tinham acompanhado à fábrica nº 1 com as suas tesourinhas dividiram as turmas a C eD e foi aqui que nos separámos.A nossa guia era a senhora Fátima. Começamos por ouvir um bocado da história da Renova e depois fomosaté dois grandes tanques que transformam águas poluídas, em águas límpidas. Depois fomos visitar ointerior da fábrica, que era um bocadinho barulhenta e não cheirava propriamente bem... Havia uma regrada Renova que tínhamos de seguir que era não sair do carreirinho das formiguinhas ,o que nemsempre foi fácil de cumprir! A seguir atravessámos uma ponte que nos levava ao outo lado da fábrica paravermos a pasta de papel a ser «fabricada». Depois fomos para um dos dois laboratórios da Renova ondeverificavam as máquinas(estava um bocadinho de calor lá dentro). Continuámos a andar pelo carreirinhodas formiguinhas e fomos vendo alguns robots.Chegámos a outro laboratório,mas desta vez controlavam o papel: suavidade, peso e outras coisasrelacionadas.O que vimos a seguir foi o empacotamento dos papéis, seguido do seu armazenamento, terminando a visitaà Renova no armazém de carga. Alguns de nós aproveitaram para ir comprar lembranças.A viagem continuou, mas o tempo não estava do nosso lado,visto que estava a chover! Não conseguimosalmoçar no PNSAC e tivemos de recorrer à Pousada da juventude em Alvados , onde fomos bem recebidose onde nos gentilmente facultaram o seu refeitório.Ás 14:30 chegou o , que desta vez nos conduziu até Alqueidão da Serra.Quando chegámos, fomos ver moinhos eólicos, pedreiras, tirar fotografias e ver o mar.Regressámos ao autocarro e era tempo de mudar de lugares para ser uma viagem justa. Parámos aindapara lanchar e ver a Serra de Santo António. Prosseguimos a viagem e chegámos à escola às 17:05.Foi uma viagem muito interessante e divertida. Nádia Alexandra de Oliveira Marques 8ºC
  2. 2. Visita de Estudo à Renova e PNSAC com o 8ºC e 8ºDNo dia 17 de abril, os alunos das turmas 8ºC e 8ºD começaram a sua visita de estudo na fábrica daRenova. À espera dos alunos estava uma guia que mostrou e deu várias informações sobre estaempresa. A Renova é uma fábrica que se dedica à produção de artigos feitos de papel, como porexemplo, papel de cozinha, lenços de papel, papel higiénico, etc. É também uma fábrica compreocupações ambientais, pois tem um processo de reciclagem do papel e possuí um aterrosanitário, além de uma ETAR para tratamento de resíduos líquidos. À hora de almoço, a Pousada da Juventude ofereceu-lhes o seu espaço para que pudessemalmoçar, pois estava a chover. Seguidamente os alunos deslocaram-se, juntamente com os seusprofessores, no autocarro e foram ver de perto o Parque Eólico de Chão Falcão, com grandeimportância na produção de energias alternativas. Aqui os alunos aproveitaram para tirar fotoscom a turma. Nesta visita foi ainda observada a extração de recursos minerais nas pedreiras. Já noregresso, fizeram ainda uma pequena paragem no Parque de Merendas da Serra D’Aire eCandeeiros para lanchar e desfrutar da paisagem em redor. Esta visita foi uma experiência muitointeressante, tendo os alunos aprendido coisas novas fora da sala de aula e convivido com todosos colegas. A chegada à escola aconteceu por volta das 17h. Catarina Policarpo Inês Duarte 8ºD
  3. 3. Na passada terça-feira, dia 17 de abril, as turmas 8ºC e 8ºD da Escola Artur Gonçalves foram a uma visita de estudo onde visitámos a Renova, uma fábrica de papel, e ainda o Parque Natural de Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC). Começámos por ir à Renova. Na fábrica 1, tivemos a oportunidade de ver a nascente de água e como a fábrica da Renova retira essa água e a utiliza para fazer papel. Em seguinte, fomos ao Aterro Sanitário onde aprendemos que nesse Aterro havia um grande “saco de plástico” para os resíduos não se infiltrarem no solo e poluírem. Depois fomos até à fábrica 2 da Renova onde conseguimos ver a ETAR, a utilização de papel velho, pasta de papel e água para fazer papel novo. Observámos também “robôs” a carregar grandes cargas de papel novo. Como o tempo não estava muito bom, em vez de almoçarmos no Parque de Merendas do PNSAC tivemos de ir para uma pousada. Depois do almoço fomos até à Serra onde pudemos ver pedreiras e a extração do calcário e ainda os campos eólicos, onde os aerogeradores eram enormes e conseguem transformar a força do vento em energia elétrica. Apesar dos campos de aerogeradores serem um grande benefício, podem trazer vários prejuízos como a poluição sonora e a destruição de paisagens (foram aqueles que conseguimos observar). Na Serra observámos as lindas paisagens e conseguimos ver o mar, mas não muito nitidamente por causa do mau tempo. Neste dia, conseguimos aumentar o nosso conhecimento sobre a fabricação de papel, o papelque utilizamos e gastamos todos os dias, sobre a energia eólica e aerogeradores e ainda sobre aextração de calcário branco e preto das pedreiras. Foi um dia em passeio mas foi bem gasto pois adquirimos novos conhecimentos e aprendemosmuito mais sobre cada uma das coisas que observámos. Daniela Batista - 8ºC

×