ApresentaçãO Institucional PortuguêS 18.08.2009

460 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
460
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO Institucional PortuguêS 18.08.2009

  1. 1. Apresentação Institucional<br />Agosto 2009<br />
  2. 2. 2<br />Aviso Importante<br />Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou qualquer informação aqui contida formam a base de qualquer tipo de contrato ou compromisso.<br />O material que se segue contém informações gerais sobre os negócios da LPS Brasil – Consultoria de imóveis S.A. e controladas (“Lopes”) datadas de 30 de Junho de 2009. Esta apresentação não deve ser entendida como aconselhamento a potenciais investidores. Estas informações não se propõem estarem completas e estão sob a forma de resumo. Nenhuma confiança deveria ser realizada na exatidão das informações aqui presentes e nenhuma representação ou garantia, expressa ou implícita, é feita em relação à exatidão da informação aqui presente. <br />Esta apresentação contém afirmações que podem contemplar previsões futuras e estas são somente previsões, não garantias de desempenho futuro. Os investidores são avisados de que tais previsões acerca do futuro estão e serão sujeitas a inúmeros riscos, incertezas e fatores relacionados às operações e aos ambientes de negócios da Lopes, tais como: pressões concorrenciais, o desempenho da economia brasileira e da indústria, mudanças em condições de mercado, entre outros fatores presentes nos documentos divulgados pela Lopes. Tais riscos podem fazer com que os resultados da Lopes sejam materialmente diferentes de quaisquer resultados futuros expressos ou implícitos em tais afirmações acerca do futuro.<br />A Lopes acredita que, baseada nas informações atualmente disponíveis para os seus Administradores, as expectativas e hipóteses refletidas nas afirmações acerca do futuro são razoáveis. Também, a Lopes não pode garantir eventos ou resultados futuros, bem como expressamente nega qualquer obrigação de atualizar qualquer previsões futuras aqui presentes.<br />
  3. 3. 3<br />Destaques de Investimento<br />
  4. 4. 4<br />Destaques de Investimentos<br />Administração Experiente e Excelente Histórico<br />de Negócio<br />Modelo de Negócio <br />Simples e Focado Baseado na Criação de Valor<br />Escala e Alcance Incomparáveis<br />Principal Canal de Distribuição da Indústria com um Plano de Nacionalização<br />Negócio de Baixo Risco com Base de Clientes Diversificada: Companhia Geradora de Caixa<br />Reestruturaçãoparaenfrentar novas condições de mercadoem 2009<br />
  5. 5. 5<br />O Mercado de Intermediação Imobiliária Não Possui Outra <br />Companhia com Histórico Similar ao da Lopes<br /><ul><li>Lançamento e venda de 14 edifícios comerciais na Av. Paulista
  6. 6. Lançamento e venda de 11 edifícios comerciais na Região da Faria Lima
  7. 7. Criação do sistema de lançamento com estandes de vendas e material de marketing, atraindo clientes especialmente durante o final de semana
  8. 8. Sr. Francisco Lopes inicia suas atividades intermediando a venda de propriedades
  9. 9. Introduz o conceito de clubes de condomínios
  10. 10. Conquista do primeiro prêmio Top Imobiliário em 1993 – Maior Corretora Imobiliária
  11. 11. Primeiro comercial de TV de um empreendimento imobiliário</li></ul>00´s<br /><ul><li>Torna-se referência em lançamentos imobiliários e apresenta seu novo logo</li></ul>90´s<br />80´s<br />70´s<br />60´s<br />50´s<br /><ul><li>Torna-se um importante “player” no segmento de loteamentos
  12. 12. Em uma década, triplica de tamanho, reforçando sua posição de liderança
  13. 13. Conquista o prêmio Top Imobiliário pela 15ª vez consecutiva
  14. 14. Realiza seu IPO
  15. 15. Inicia sua expansão geográfica
  16. 16. Website da Lopes se torna líder no mercado imobiliário</li></ul>40´s<br /><ul><li>Identifica a Marginal Pinheiros como uma área atrativa e lança um dos primeiros edifícios na região
  17. 17. Inicia a venda de flats
  18. 18. Sócia do Grupo Espírito Santo na venda de um dos maiores lançamentos em Lisboa: Parque dos Príncipes</li></ul>1935<br /><ul><li>Inicia parcerias de longo prazo com a Gomes de Almeida Fernandez (Gafisa)
  19. 19. Primeiro logo da Companhia
  20. 20. Lançamento dos primeiros edifícios dentro do conceito de condomínios</li></li></ul><li>6<br />Atuação da Lopes<br />
  21. 21. 7<br />R$ 2,45<br />R$ 0,12<br />R$ 0,53<br />R$ 1,05<br />R$ 0,73<br />Comissão Líquida<br />Prêmio<br />Taxa de Consultoria<br />R$ 0,12<br />Modelo de Negócio Simples e Focado…<br />Lopes está exclusivamente focada em oferecer serviços de consultoria e intermediação imobiliária de valor agregado para seus clientes incorporadores, sem conflitos de interesses<br />Cliente - Comprador<br />Cliente - Incorporador<br /><ul><li>Relacionamento formal por meio de contratos de exclusividade
  22. 22. Mais de 160 clientes
  23. 23. 46.393 compradores efetivos1
  24. 24. 80.000 consumidores cadastrados em nossa base de dados em 2007</li></ul>Como operamos?<br />Reconhecimento de Receita<br />Preço da <br />Unidade<br />R$ 100<br />R$ 3,10<br />Como auferimos receita?2,3<br />R$ 10<br />Incorporadora<br />R$ 5<br />R$ 1,90<br />Entrada<br />Comissão<br />Bruta<br />Corretores+ Gerentes<br />1 Nos últimos 5 anos em São Paulo<br />2 Dados ilustrativos não-financeiros<br />3 Exemplo baseado em lançamentos na Região Metropolitana de São Paulo<br />
  25. 25. Comissão Líquida da Lopes<br />Comissão Líquida Nacional<br />2005 2006 2007 2008 2T09<br />VGV SP / VGV Consolidado 100% 95% 80% 50% 42%<br />Comissão Líquida em São Paulo<br />8<br />
  26. 26. 9<br />Papel Fundamental na Cadeia de Valor do Mercado Imobiliário<br />O negócio da Lopes é fundamental para a lucratividade e retorno de seus clientes….<br />Incorporação Imobiliária<br />Dinâmica do Mercado Imobiliário<br />Capital de Giro <br />é Fundamental<br />Pré-Venda<br />Velocidade de Vendas Concentrada no Período de Lançamento<br />Velocidade de Vendas é Fundamental para a Lucratividade<br />Confiança na Escala e Eficiência da Força de Vendas<br />Mais de 5.000 Corretores<br />…e sua escala e alcance – praticamente impossíveis de se copiar – reforçam essa importância<br />
  27. 27. 10<br />Serviços de Valor Agregado no Período de Incorporação<br />Lopes oferece a seus clientes uma linha completa de serviços de consultoria, desde a consultoria na aquisição do terreno até o desenvolvimento e venda do produto.<br />Desenvolve as Campanhas <br />de Marketing<br />Otimiza<br />a Negociação de Mídia<br />Coordena os Eventos para Lançamento de Produtos<br />Determinando <br />a <br />Vocação do <br />Local<br />Realiza Pesquisa<br />de Mercado Feita por Especialistas<br />Formata os<br />Produtos<br />Atendendo <br />aos Desejos e Necessidades dos Compradores<br />Cria Estratégias de Vendas Específicas para cada Produto<br />Coordinates Product Launching Events<br />
  28. 28. Diferencial Competitivo<br />Cultura “Lopes” em todas as unidades de diferentes estados<br />Uma única marca, reconhecida pelo mercado<br />Integração Nacional de Sistemas<br />Identidade que a diferencia das outras empresas<br />Diferencial Competitivo: Uma única Companhia sólida e integrada<br />11<br />
  29. 29. Website Institucional<br />Evolução da Audiência Site Lopes<br />Fonte: Google Analytics<br />12<br />
  30. 30. Experiência de Vendas em Todos os Segmentos de Mercado<br />ALTA<br />Le Paysage – Out / 08<br />CASE<br />Ibirapuera / SP<br />Local<br /><ul><li>65% vendido em 8 meses.
  31. 31. Incorporador: Yuny.</li></ul>Vendas<br />24 un. – R$ 60.000.000<br />322 a 367m²<br />Área Útil<br />MaxHausPanamby– Abr / 09<br />MÉDIA-ALTA<br />CASE<br />Panamby/ SP<br />Local<br /><ul><li>85% vendido em 2 meses.
  32. 32. Incorporador: Maxcasa.</li></ul>201 un. – R$ 55.000.000<br />Vendas<br />70 m2<br />Área Útil<br />LuganoClub– Mai / 09<br />MÉDIA<br />CASE<br />Local<br />Vila Carrão / SP<br /><ul><li>100% vendido no lançamento.
  33. 33. Incorporador: Yuny</li></ul>Vendas<br />104 un. – R$ 42.150.000<br />96 a 206 m2<br />Área Útil<br />Dez Vila Curuça – Jun / 09 <br />CASE<br />ECONÔMICA<br />São Miguel / SP<br />Local<br /><ul><li>100% vendido 10 dias.
  34. 34. Incorporador: Living / Cury</li></ul>252 un. – R$ 22.105.440<br />Vendas<br />43 / 45 m2<br />Área Útil<br />HelborOffices Norte Sul – Abr / 09<br />CASE<br />COMERCIAL<br />Campinas / SP<br />Local<br /><ul><li>100% vendido em 1 dia
  35. 35. Incorporador: Helbor</li></ul>238 un. – R$ 45.000.000<br />Vendas<br />34 / 44 / 53 / 78 m2<br />Área Útil<br />Notas: Relatórios Gerenciais. <br />Absorção calculada sobre unidades disponíveis<br />13<br />
  36. 36. Expansão Geográfica<br />14<br />
  37. 37. Expansão Nacional da Lopes <br />SUDESTE:<br />São Paulo – Início das operações em 1935. Aquisição de 60% da Cappucci & Bauer, em outubro de 2007, por R$9,0 milhões (7,1x P/E 2008) e uma parcela de earn out.<br />Rio de Janeiro – Ingresso por operação greenfield, com início das operações em julho de 2006, pela LCI-RJ. <br />Espírito Santo – Aquisição de 60% da Actual, em julho de 2007, por R$5,76 milhões (7,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out.<br />Minas Gerais – Ingresso por operação greenfield, com início das operações em fevereiro de 2008.<br />SUL:<br />Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina –Aquisição de 75% da Dirani, em maio de 2007, por R$15,1 milhões (7,5x P/E 2008) e duas parcelas de earn out. Em Julho de 2008, adquiriu os 25% restantes pelo mecanismo de call/put.<br />CENTRO-OESTE: <br />Distrito Federal – Aquisição de 51% da Royal, em novembro de 2007, por R$12,0 milhões (9,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out.<br />Goiás – Ingresso por operação greenfield, com início das operações em agosto de 2008.<br />NORDESTE:<br />Bahia – Ingresso por operaçãogreenfield, com início das operações em outubro de 2007.<br />Pernambuco –Aquisição de 60% da Sergio Miranda, em agosto de 2007, por R$3,0 milhões (10,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out.<br />Ceará – Aquisição de 60% da Immobilis, em janeiro de 2008, por R$2,4 milhões (10,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out. <br />CE<br />PE<br />BA<br />DF<br />GO<br />MG<br />ES<br />SP<br />RJ<br />PR<br />SC<br />RS<br />Lopes acompanha os movimentos dos principais incorporadores brasileiros, consolidando sua posição de maior player de consultoria e vendas.<br />15<br />
  38. 38. Mix de Mercado Lopes<br />Outros*<br />Nordeste<br />Sul<br />Brasília<br />Rio de Janeiro<br />São Paulo<br />*Outros: ES, MG e GO.<br />16<br />
  39. 39. Lopes no SegmentoEconômico<br />17<br />
  40. 40. 18<br />HABITCASA: Foco no Segmento Econômico<br />Voltada para o Segmento de Baixa Renda<br />Unidades com Valor de até R$ 180 mil<br />Utilização da marca em todos os mercados de atuação da Lopes<br />Utilização da marca em todos os mercados de atuação da Lopes<br />
  41. 41. Vendas por Segmento de Renda 2T09<br />Unidades Vendidas<br />VGV Contratado<br />Total de unidades vendidas = 8.321<br />Total de VGV contratado = R$2.183 milhões<br />O segmento econômico do mercado imobiliário brasileiro será um dos principais vetores do crescimento de longo prazo do setor, frente ao déficit habitacional de 8 milhões de moradias1.<br />1 Fundação Getúlio Vargas - FGV<br />19<br />
  42. 42. Melhora da Situação Econômica das Classes Mais Baixas...<br />Fonte: IBGE, FGV, Ernst & Young<br />Fonte: FGV<br />Fonte: Programa “ Minha Casa, Minha Vida”<br />20<br />
  43. 43. ...e do Fornecimento de Crédito Imobiliário <br />Fonte: IBGE, BC<br />Fonte: ABECIP, Banco Central do Brasil, CEF e FGV<br />21<br />
  44. 44. Aumento da Demanda Potencial <br />Empréstimo<br />R$96.000<br />Valor da Unidade<br />R$120.000<br />30% de comprometimento de renda<br />80% do valor total financiado<br />Prestação Mensal (R$)<br />Em salários mínimos<br />Taxa de juros (%)<br />Taxa de juros (%)<br />22<br />
  45. 45. Lopes no Mercado Secundário<br />23<br />
  46. 46. JointVentureItaú Lopes<br />Lopes e Itaú criaram a primeira e maior companhia de financiamento imobiliário pura do Brasil.<br /><ul><li>Excelência na prestação de serviços
  47. 47. Condições e termos de financiamento competitivos
  48. 48. Velocidade e qualidade de processamento
  49. 49. Experiência em análise de crédito
  50. 50. Histórico de sucesso em financiamento e jointventures
  51. 51. Base de dados de clientes impar no mercado brasileiro
  52. 52. Operação integrada e consistente com o processo de venda, incluindo plano de remuneração baseado em incentivos
  53. 53. Exposição à mídia da Lopes</li></ul>Posição de liderança nos respectivos mercados<br />Excelência <br />de gestão<br />Marcas de <br />grande valor<br />24<br />Fortalecimento da originação de hipotecas e outros serviços relacionados.<br />
  54. 54. CrediPronto!<br />Inovação do Processo de Financiamento Imobiliário<br />Os prazos mencionados estão vinculados a entrega completa da documentação e podem ser alterados caso seja encontrada alguma restrição<br />25<br />
  55. 55. CrediPronto!<br />Única empresa de financiamento imobiliário do mercado e dificilmente copiável<br />Foco no Mercado Secundário<br />Oportunidade de Atuar no Mercado Primário com Incorporadores Menores<br />VantagensCompetitivas<br /><ul><li>Eficiência na liberação do financiamento;
  56. 56. Agilidade nos prazos; e
  57. 57. Melhores custos no processo.</li></ul>26<br />
  58. 58. CrediPronto!<br />FinanciamentosCrediPronto! <br />(R$ MM)<br />147,9<br />Estoque Acumulado de Financiamentos em 2008 e 1S09:<br /><ul><li>VGV: R$148MM;
  59. 59. Volume Financiado: R$95MM
  60. 60. Contratos: 321</li></ul>94,6<br />27<br />
  61. 61. Mercado Secundário: Modelo de Negócios da Pronto!<br />Liderança como Meta<br />Crescimento Rápido<br />Lojas credenciadas<br />Lojas Convertidas<br />Lojas Próprias<br />Start Up Altamente Estruturada<br />Pioneira: uníca one-stop-shop do Brasil<br />Geração de<br />Alto Volume<br />A Pronto! está presente em 11 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Possui 50 lojas, sendo <br />31 na cidade de São Paulo.<br />
  62. 62. Modelo de Negócio da Pronto!<br />2009<br />50 Lojas<br />Agosto<br />34 Lojas<br />Julho<br />Junho<br />23 Lojas<br />17 Lojas<br />Maio<br />11 Lojas<br />Abril<br />Março<br />9 Lojas<br />Fevereiro<br />7 Lojas<br />6 Lojas<br />Janeiro<br />
  63. 63. Conceito Lojas Pronto!<br />OneStop Shop <br />Compra / Venda do Imóvel<br />+<br />Financiamento<br />30<br />
  64. 64. Sinergia entre Credipronto! e Pronto! – Vantagem Competitiva<br />Facilidade de acesso ao Crédito<br />(Financiamento)<br />Canal de Distribuição<br />Atuação em conjunto significa vantagem competitiva dificilmente replicável.<br />31<br />
  65. 65. 32<br />Mercado Imobiliário Brasileiro<br />
  66. 66. Brasil<br />1,8x<br />México<br />4,0x<br />G-7<br />9-10x<br />Cenário Econômico-Social e Déficit Habitacional<br />Pirâmide Etária no Brasil<br />Segmentos por Renda no Brazil<br />A/B<br />&gt; 10 Salários mínimos - US$ 1,900<br />52%<br />19%<br />5 – 10 salários mínimos- <br />US$ 950 - US$ 1,900<br />C<br />28%<br />30%<br />&lt; 5 salários mínimos- US$ 950<br />D/E<br />20%<br />51%<br />Fonte: IBGE<br />47 milhões de residências<br />Fonte: Losango<br />Déficit Habitacional Quantitativo<br />(milhões de residências)<br />Déficit Habitacional Qualitativo<br />7,9<br />6,7<br />5,4<br />Fonte: Credit Suisse<br />1991<br />2006<br />2000<br />* O Déficit Habitacional Quantitativo é o número de vezes que uma família se muda para diferentes residências ao longo de suas vidas.<br />Fonte: Fundação João Pinheiro e Ministério das Cidades<br />33<br />
  67. 67. Mercado Hipotecário e Investment Grade<br />Mercado Hipotecário como % do PIB <br />AAA<br />AAA<br />AA<br />BBB+<br />A+<br />A+<br />A<br />BBB+<br />A-<br />BBB-<br />BBB-<br />X<br />RatingS&P<br />Fonte: Lopes, FMI, S&P e Santander<br />34<br />
  68. 68. 20,6<br />Lançamentos RMSP – Dados históricos (1996 - 2008)<br />VGV Lançado¹ (R$ bn) - RMSP<br />1996<br />1997<br />2007<br />2008<br />2009E*<br />2006<br />¹ Valores dos Lançamentosajustadospelo INCC atéJunho/09.<br />O VGV nominal lançado em 2008 foi o mesmo que em 2007: R$ 20 bn.<br />Número de Lançamentos - RMSP<br />Unidades Lançadas (‘000) - RMSP<br />+14%<br />+37%<br />1997<br />1998<br />1999<br />2000<br />2001<br />2002<br />2003<br />2004<br />2005<br />2006<br />2007<br />2008<br />1S09<br />1997<br />1998<br />1999<br />2000<br />2001<br />2002<br />2003<br />2004<br />2005<br />2006<br />2007<br />2008<br />1S09<br />Fonte: Inteligência de Mercado Lopes<br />*2009E – 1997 + crescimento do PIB ou valor similar a 2006 (crescimento PIB – CAGR dado divulgadopelo IBGE, PIB de 2008 foianualizado).<br />35<br />
  69. 69. 36<br />Mercado Imobiliário de São Paulo – Preços<br />Evolução dos Preços Médios dos Lançamentos na RMSP<br />R$/m2<br />R$/m2<br />Nominal<br />Ajustado pelo INCC<br />Fonte: EMBRAESP<br />
  70. 70. O Mercado Secundário<br />Mercado ImobiliárioporSegmento<br />Diferença (em %) entre o preço médio por m² em lançamentos vs. imóveis usados<br />(Total em R$ Bilhões, % do total de VGV)<br />100%<br />118<br />Primário<br />Secundário<br />Na cidade de São Paulo, a diferença é aindamaior, entre 30% ~ 50%<br />Fonte: Arrecadação de ITBI, Prospecto Gafisa, Relatório CushmanWakefield e análise da equipe<br />37<br />
  71. 71. Fatores que Sustentam o Crescimento do Mercado Imobiliário<br />38<br />
  72. 72. 39<br />Índice Lopes de Confiança<br />
  73. 73. 116,9<br />Índice Lopes de Confiança (ILC) – Julho/09<br />A Lopes é a primeiracompanhia a criar um Índice de Confiança do Consumidor do Mercado Imobiliário<br />Índice Lopes de Confiança (ILC) <br />Julho/09<br />+42%<br />O Índice Lopes de Confiança da Lopes Consultoria de Imóveis pretende captar a confiança de clientes, possibilitando monitorar e antecipar, a curto prazo, tendências de compra de imóveis.<br />Amostra composta por 585 pesquisas realizadas com clientes, residentes na Grande São Paulo, que entraram em contato com a Lopes nos últimos 3 meses e estão interessados em comprar imóvel.<br />(base: jan/2009=100)<br />Fonte: Inteligência de Mercado Lopes<br />40<br />
  74. 74. 116,9<br />Índice Lopes de Confiança (ILC) - Julho/09<br />O cenário é positivo ao comparar a intenção atual de compra de imóvel e a intenção para os <br />próximos 6 meses, principalmente para o segmento econômico.<br />Os fatores que mais demonstram o otimismo dos entrevistados são: <br />(i) a percepção sobre a situação econômica brasileira da família para os próximos 6 meses; e <br />(ii) a intenção de compra de imóvel para os próximos 6 meses. <br />39%<br />43%<br />49%<br />Econômico<br />Médio<br />Alto<br />Índice Lopes de Confiança<br />Índice de Expectativas<br />Índice da Situação Atual<br />(base: jan/2009=100)<br />Fonte: Inteligência de Mercado Lopes<br />41<br />
  75. 75. 42<br />Destaques Operacionais<br />
  76. 76. Desempenho Operacional<br />2007<br />2008<br />1S09<br />Lançamentos<br />4.535<br />9.285<br />21.260<br />VendasContratadas<br />3.595<br />5.221<br />10.099<br />Mercado Primário<br />9.370<br />3.359<br />4.873<br />348<br />Mercado Secundário<br />728<br />235<br />11<br />Estados<br />13<br />12<br />Valor de Mercado (R$ milhões)<br />519,2<br />1.683,5<br />326,4<br />Funcionários<br />508<br />699<br />563<br />5.495<br />4.993<br />Corretores<br />5.799<br />43<br />
  77. 77. Histórico de Vendas Contratadas*<br />VGV Escriturado Lançamentos <br />(R$ MM)<br />CAGR: 36%<br />* Números gerenciais,não auditados.<br />44<br />
  78. 78. Vendas Contratadas<br />Vendas Contratadas<br />(R$ MM)<br />3.279<br />2.183<br />55%<br />1.411<br />45<br />
  79. 79. Unidades Vendidas por Região e por Segmento de Renda<br />Vendas por Região<br />(em unidades)<br />Vendas por Segmento<br />(em unidades)<br />46<br />
  80. 80. Velocidade de Vendas sobre Oferta<br />VSO Consolidado Brasil <br />Lopes+Habitcasa<br />VSO Habitcasa<br />47<br />*Informações Gerenciais<br /> O VSO é calculado com base nos valores de VGV vendido mediante estoque e lançamento, em números absolutos do trimestre em questão.<br />
  81. 81. Destaques Financeiros<br />48<br />
  82. 82. Comissão Líquida por Mercado<br />Comissão Líquida<br />2T08<br />2T09<br />49<br />
  83. 83. Resultado 2T09<br />Sem os efeitos da Pronto! e da Credipronto!, o EBITDA da Lopes seria de R$22,1 milhões, margem de 43% e o Lucro Líquido seria de R$11,2 milhões, margem de 22%.<br />Brasília obteve um lucro de R$6,9 milhões, enquanto que Campinas obteve um lucro de R$2,8 milhões, o que explica a participação dos minoritários de R$5,7 milhões.<br />50<br />
  84. 84. Custos dos Serviços Prestados e Despesas Operacionais<br />Custos e Despesas<br />(R$ MM)<br />Outros<br />51<br />
  85. 85. Alavancagem Operacional<br />Custos e Despesas Lançamentos<br />Receita Líquida<br />Custos e Despesas Lançamentos<br />Receita Líquida<br />(R$ MM)<br />(R$ MM)<br />55%<br />18%<br />Alavancagem operacional, como premissa básica para o crescimento.<br />Resultado: Aumento do Lucro Pro Forma em 246% com margem de 20% <br />52<br />
  86. 86. Guidance 2009<br />53<br />
  87. 87. Guidance de Vendas 2009<br />(R$ MM)<br />* O Valor Geral de Vendas das vendas contratadas (Vendas Contratadas) projetadas nesse relatório podem variar de acordo com inúmeras variáveis. Esse material inclui previsões e expectativas futuras relacionadas com perspectivas de negócios, resultados estimados e, também, o crescimento esperado para a Lopes. Essas previsões podem ser materialmente afetadas por mudanças nas condições de mercado, decisões do governo, competição mais forte, performance da indústria assim como pela performance da economia brasileira, adicionalmente, em razão dos riscos apresentados nesse documento e outros arquivados pela Lopes, essas perspectivas podem ser alteradas sem aviso prévio.<br />54<br />
  88. 88. Informações Adicionais<br />55<br />
  89. 89. Sazonalidade das Vendas Contratadas da Lopes<br />Dois componentes sazonais:<br /><ul><li> Variação natural das vendas durante o ano devido a feriados e ao período de férias. O 1T é mais prejudicado devido às férias e ao feriado do Carnaval.
  90. 90. Variação resultante do pipeline das Incorporadoras – os lançamentos estão sujeitos a adiamentos devido a aprovações legais, gerando distorções relevantes entre os trimestres.</li></ul>Comportamento Instável das Contribuições Trimestrais para as Vendas Anuais<br />*O ano de 2008 não segue a tendência de sazonalidade devido aos efeitos da crise mundial financeira.<br />56<br />
  91. 91. Estrutura Societária<br />Estrutura Societária Pós IPO<br />Total de 49,448,033 de ações ordinárias<br />57<br />
  92. 92. Cobertura de Analistas<br />58<br />
  93. 93. Contatos<br />59<br />

×