Tétano

3.573 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
71
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tétano

  1. 1. Tétano <ul><li>Escola Secundária de Bocage </li></ul><ul><li>3º ciclo </li></ul><ul><li>Ciências Naturais/Estudo Acompanhado </li></ul><ul><li>Prof. Gabriela Bruno </li></ul><ul><li>Diogo Galo </li></ul><ul><li>Nº 16 </li></ul><ul><li>9º G </li></ul>
  2. 2. O que é o Tétano <ul><li>É uma infecção grave causada pela toxina de uma bactéria chamada Clostridium tetani que entra no organismo por lesões de pele tais como cortes, arranhões, mordidas de bicho. </li></ul><ul><li>O tétano não é uma doença contagiosa. </li></ul>
  3. 3. O que se sente? O tétano caracteriza-se por espasmos musculares e suas complicações. O primeiro sinal de tétano é a contracção dos músculos à volta da boca, o que impede a abertura da boca, seguido pela rigidez do pescoço, costas, riso causado pelo espasmo dos músculos à volta da boca, dificuldade em engolir e rigidez muscular do abdómen. Como se contrai? A bactéria Clostridium tetani pode ser encontrada no solo, nos intestinos e fezes de gado, ratos, cãe, gatos, porquinhos da Índia e galinhas. Os esporos também são encontrados nos solos tratados com adubo animal, na superfície da pele e na heroína contaminada. Hoje em dia, com os programas de vacinação universais, o tétano é raro nos países desenvolvidos.
  4. 4. Como Prevenir <ul><li>A população também deve ser ensinada a limpar todas as feridas e fracturas expostas, mordidas de animais e queimaduras de modo a evitar que a bactéria se espalhe pelo organismo. </li></ul><ul><li>O tétano pode ser evitado: </li></ul><ul><ul><li>vacinando os animais anualmente. </li></ul></ul><ul><ul><li>usando soro anti-tetânico antes das intervenções cirúrgicas </li></ul></ul><ul><ul><li>evitando o contacto das feridas profundas com terra ou qualquer sujidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>desinfectando, tão cedo quanto possível, feridas recentes dos equinos; </li></ul></ul><ul><ul><li>eliminando os objectos pontiagudos que possam causar feridas acidentais. </li></ul></ul>
  5. 5. Tratamento <ul><li>A ferida deve ser limpa. </li></ul><ul><li>É administrado antídoto, um anticorpo que se liga à toxina e inibe a sua função. </li></ul><ul><li>São também administrados fármacos relaxantes musculares. A penicilina e o metronidazol eliminam as bactérias mas não têm efeito no agente tóxico que elas produzem. </li></ul><ul><li>Os depressores do sistema nervoso central também são dados, reduzindo a ansiedade e resposta espásmica aos estímulos. </li></ul>
  6. 6. Bibliografia <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/T%C3%A9tano </li></ul><ul><li>http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?410 </li></ul>

×