Gestalt nas capas de revistas

2.374 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestalt nas capas de revistas

  1. 1. Gestalt nascapas de revistasLívia Priscilla da Frota AraújoMatrícula: 3113072º semestre – Jornalismo UFC
  2. 2. • Capa da revista Época de maio de 2009. Percebe-se a lei da semelhança através da igualdade de formas e cores, despertando-se uma tendência para construir unidades e formando a imagem da capa.Semelhança
  3. 3. • Capa da revista Istoé de abril de 2012. Percebe-se a lei da proximidade através da aproximação entre os cubos, que parecem se completar, de tal forma que nossa mente percebe a formação do rapaz presente na foto.Proximidade
  4. 4. • Capa da revista Época de março de 2011. Percebe-se a lei da continuidade através da formação do redemoinho, dando a impressão de que a mente continua o movimento retratado na imagem.Continuidade
  5. 5. • Capa da revista Mundo estranho de abril de 2012. Percebe-se a lei do fechamento através da formação do rosto na imagem, mesmo com a aparência de espelho quebrado.Fechamento
  6. 6. • Capa da revista Istoé de março de 2012. Percebe-se a lei da unificação através do agrupamento de vários elementos que são percebidos pela nossa mente como um todo, neste caso, vemos o formato de um rosto.Unificação
  7. 7. • Capa da Scientific American de março de 2011. Percebe-se a lei da segregação através da distinção que se faz entre o que é a silhueta da pessoa retratada na capa e o que é o fundo da imagem.Segregação
  8. 8. • Capa da revista Superinteressante de setembro de 2007. Percebe-se a lei da pregnância através da sintetização do nazismo e dos campos de concentração, sendo simplificados com a formação da cruz suástica em arame farpado.Pregnância

×