• Compartilhar
  • Email
  • Incorporado
  • Curtir
  • Salvar
  • Conteúdo privado
Totalitarismo na Europa
 

Totalitarismo na Europa

on

  • 10,807 visualizações

trabalho de Historia

trabalho de Historia
turma 3M5
G1

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
10,807
Visualizações no SlideShare
10,807
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
3
Downloads
202
Comentários
2

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar

12 de 2anterioresseguinte

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
  • eu adoro
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
  • Agora sim, aew esta o bendido slide que vai nos ajudar neste trimentre
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

    Totalitarismo na Europa Totalitarismo na Europa Presentation Transcript

    • Totalitarismo Europeu
    • Introdução
      Após a 1ª Guerra mundial, as democracias liberais , que se tinha imposto em quase toda Europa tiveram que enfrentar problemas como:
      As dificuldades econômicas da pós-guerra, agravadas pela crise de 1929.
      O triunfo da revolução comunista na Rússia.
      Isso requeria soluções rápidas.
      Por toda Europa surgem Ditadores que implantam regimes totalitários.
    • O totalitarismo: O sistema fascista era antidemocrático e concentrava poderes na mão do líder de governo. Este líder podia tomar qualquer tipo de decisão ou decretar leis sem consultar políticos ou representantes da sociedade.
      Nacionalismo: Entre os fascista era a ideologia baseada
      Na idéia que só o que e do pais tem valor. Valorização extrema da cultura do próprio pais em detrimento das outras que são considerados inferiores.
      Definições empregadas nesses regimes:
    • Militarismo
      Altos investimentos na produção de armas e equipamentos de guerra. Fortalecimento das forças armadas como forma de ganha o poder entre outras nações. Expansão territorial através de guerras.
    • Culto a força física: Nos países fascistas. Os jovens eram treinados e preparados para a guerra. Com objetivo de preparar soldados fortes e saudáveis.
      Violência contra as minorias: Na Alemanha por exemplo, os nazistas perseguiram e enviaram para campos de concentrações e mataram milhões de judeus, ciganos, homossexuais e ate mesmo deficientes.
      Censura: Nenhuma noticia ou ideia, contrarias ao sistema poderia ser vinculados em jornais, revistas rádios ou cinema. Aqueles que arriscavam criticar o governo era preso e ate mesmo condenado a morte.
    • Propaganda: Meios de comunicação usados como meios de divulgação de suas Ideologias. Os discursos de eram normalmente divulgados em rádios ao povo alemão. Desfiles militares eram realizados para mostrar o poder bélico
      Anti-socialismo: Os fascistas eram totalmente contrários ao sistema socialista. Defendiam amplamente o capitalismo, tanto que obtiveram apoio político e financeiro de banqueiros, ricos cormeciantes e industriais alemães e italianos.
    • Itália sec. xx
      Fascismo
    • Itália após 1ª guerra mundial
      Ocupação de terras e fabricas por trabalhadores
      Desvalorização da moeda
      Situação econômica da Itália
      Subida dos preços
      Descontentamento com o tratado de Versalhes
      Crise de 1929. Agravamento da crise pós-guerra
      Desemprego elevado
      Cerca de 1 milhão de mortos na guerra
      Desacreditação do parlamento( que se mostrava incapaz de resolver os problemas).
      Aumento de inflação
    • Implantação do fascismo na Itália e ascesnção de Mussolini
      1921: Fundação do partido nacional fascista
      1922: Marcha sobre Roma desencadeada por Mussolini, sendo nomeado 1º ministro
      1924: Vitória da PNF nas eleições legislativas
      1925: Mussolini recebeu o titulo de chefe do governo, 1º ministro e secretário de estado
      Ou seja, com recurso à fraude e à intimidação
    • corporativismo
      Ultra-nacionalismo
      Partido único
      O combate ao socialismo e ao comunismo
      Anti-individualismo
      Características fascistas
      Rejeição ao palarmentarismo
      Comandado de um único chefe
      Estado forte
    • Mussolini
       líder ("Duce") do fascismo italiano iniciou sua carreira política no Partido Socialista Italiano (PSI), em 1900. Durante alguns anos, foi professor na Suíça (1902-1904) e funcionário do partido em Trento, na época território austríaco. 
      Mussolini fundou em 1909 a revista Lotta di Classe, antes de se tornar chefe de redação do Avanti!, entre 1912 e 1914, órgão de propaganda do Partido Socialista. Foi também o porta-voz da ala esquerdista do partido.
      Nas vésperas da Primeira Guerra Mundial, em que defendeu a participação da Itália no conflito com a Áustria, Mussolini afastou-se do PSI. Em 1914, fundou o diário Popolo d'Italia, destinado à propagação da ideologia socialista. 
    • Mais tarde, faria desse jornal o órgão oficial do fascismo. Foi então expulso do PSI. Depois de sua participação na Primeira Guerra Mundial, constituiu em Milão o primeiro Fasci di combattimento (Feixes de combate), núcleo do futuro movimento fascista. O seu sinal distintivo era o "fasces" do Império Romano (símbolo do poder dos cônsules da Antiguidade). Em 1921, fundou o Partito Nazionale Fascista (PNF), a partir das associações fascistas que atuavam contra as organizações de trabalhadores. Com a "Marcha sobre Roma" (28-10-1922), conseguiu ser nomeado chefe de governo pelo rei Vítor Manuel II.
      Anos depois, construiria o primeiro Estado fascista na Europa. Por meio de uma política autoritária de ordem pública e do fortalecimento da economia italiana, debilitada pela guerra, Mussolini viu sua popularidade estender-se a um amplo setor da população no final da década de 1920. Depois do assassinato do líder da oposição Giacomo Matteoti por militantes fascistas, impôs um golpe de estado, em 1925. Legalizada a nova situação em 1926, governou com poderes ditatoriais, eliminando seus adversários políticos e criando um sistema de partido único baseado no corporativismo.   Mas deu-se a ruptura na frente de combate alemã e o antigo "Duce" foi capturado, mesmo antes do fim da guerra, pelos partisans italianos, quando tentava fugir com sua amante, Claretta Petacci. Foi sumariamente fuzilado.
    • Alemanha sec.XX
      Nazismo
    • Adolf Hitler
      Adolf Hitler, ditador alemão, nasceu em 1889 na Áustria. Filho de Alois Hitler e KlaraPoezl, alistou-se voluntariamente no exército bávaro no começo da Primeira Guerra Mundial. Tornou-se cabo e ganhou duas vezes a Cruz de Ferro por bravura. 
      Depois da desmobilizaçãodo exército, Hitler associou-se a um pequeno grupo nacionalista, o Partido dos Trabalhadores Alemães, que mais tarde se tornou o Partido Nacional-Socialista Alemão (nazista). Em Viena, ele havia assimilado as idéias anti-semitas (contra os judeus)que, insufladas por seus longos discursos contra o Acordo de Paz de Versalhes e o marxismo, encontraram terreno fértil em uma Alemanha humilhada pela derrota. 
    • Em 1921, tornou-se líder dos nazistas e, dois anos mais tarde, organizou uma malograda insurreição, o "putsch" de Munique. Durante os meses que passou na prisão com Rudolph Hess, Hitler ditou o MeinKampf (Minha Luta), um manisfesto político no qual detalhou a necessidade alemã de se rearmar, empenhar-se na auto-suficiência econômica, suprimir o sindicalismo e o comunismo, e exterminar a minoria judaica. Em 1929, ganhou um grande fluxo de adeptos, de forma que, ajudado pela violência contra inimigos políticos, seu partido floresceu. Após o fracasso de sucessivos chanceleres, o presidente Hindenburg indicou Hitler como chefe do governo (1933). 
    • Hitler criou uma ditadura unipartidária e no ano seguinte eliminou seus rivais na "noite das facas longas". Com a morte de Hindenburg, ele assumiu o título de presidente do Reich Alemão. Começou então o rearmamento, ferindo o Tratado de Versalhes, reocupou a Renânia em 1936 e deu os primeiros passos para sua pretendida expansão do Terceiro Reich: a anexação com a Áustria em 1938 e a tomada da antiga Tchecoslováquia. O ditador firmou o pacto de não-agressão nazi-soviético com Stalin, a fim de invadir a Polônia, mas quebrou-o ao atacar a Rússia em 1941. A invasão à Polônia precipitou a Segunda Guerra Mundial. Seguia táticas "intuitivas", indo contra conselhos de especialistas militares, e no princípio obteve vitórias maciças. Em 1941, assumiu o controle direto das forças armadas. Como o curso da guerra mostrou-se desfavorável à Alemanha, decidiu intensificar o assassinato em massa, que culminou com o holocausto judeu. 
    • Conhecido como um dos piores massacres da história da humanidade, o holocausto -termo utilizado para descrever a tentativa de extermínio dos judeus na Europa nazista- teve seu fim anunciado no dia 27 de janeiro de 1945, quando as tropas soviéticas, aliadas ao Reino Unido, Estados Unidos e França na Segunda Guerra Mundial, invadiram o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau, em Oswiecim (sul da Polônia). No local, o mais conhecido campo de concentração mantido pela Alemanha nazista de Adolf Hitler, entre 1,1 e 1,5 milhão de pessoas (em sua maioria judeus) morreram nas câmaras de gás, de fome ou por doenças. Ainda em 1945, quando o exército soviético entrou em Berlim, Hitler se casou com a amante, Eva Braun. Há evidências de que os dois cometeram suicídio e tiveram seus corpos queimados em um abrigo subterrâneo em 1945.
    • Situação da Alemanha
      Instauração das república de Welmar
      Ocupação da região alemã pelos franceses
      Cláusulas do tratado de Versalhes
      Crise econômica
      Inflação
      Desemprego
    • Hitler nomeado primeiro- Ministro
      Partido Nazi torna-se maior partido alemão
      Eliminação dos partidos de oposição e sindicatos
      Morte do presidente da republica
      Hitler torna-se o Fuhler(guia) da Alemanha
    • Totalitarismo
      Estado forte e disciplinado
      Racismo
      Características nazistas
      Era a diferença de raças, ou seja, a raças dos arianos, de onde alemães se consideravam descendentes. sendo superior as demais.
      Ódio aos judeus
      Anti-semitismo
    • Hitler dizia que a razão dos problemas que a Alemanha atravessava era por causa de:
      Tratado de Versalhes em 1919
      E o governo ter aceitado o Tratado
      Hitler perseguiu:
      #Deficientes
      # Homossexuais
      # Judeus
      # Ciganos
    • Hitler foi um líder único e carismático que arrastava consigo, milhões de alemães com seus discursos delirantes.
    • Campos de concentração e extermínio:
    • A tortura dos judeus
      Quando se fala em Nazismo, Um fato que é realçado de imediato é o ódio e a discriminação dos judeus e dos ciganos, que eram perseguidos e enviados para campos de concentração, onde eram torturados.
    • Entrada de um campo de concentração
      Locais onde eram aprisionados e torturados os judeus e ciganos
    • Curiosidades
      Apesar da características do nazismo ser o anti-semitismo, a avó de Hitler era judaica.
      Hitler não admitia que os oficiais e aliados fumassem
      Embora Itália e Alemanha tenha sido o exemplos mais nítidos de sistemas totalitários, em Portugal (Governo de Salazar) e Espanha (Governo de Francisco Franco), neste período, característica fascista se fizeram presentes.
    • "Se eu avançar sigam-me, se eu retroceder matem-me, se eu morrer, vinguem-me.“
      BenitoMussolini
      FIM
      "Quanto maior a mentira, maior e a chance de ela ser acreditada.“
      Adolf Hitler