Prof. TeixeiraBARROCO
Nossa Senhora do Rosário dosHomens Pretos – Sabará-MG
Construção provavelmente  interrompida em 1878
igrejaN. S. do Pilar  Ouro Preto
Igreja N. S. do Pilar – Ouro Preto
Igreja N. S. do Ó      Sabará-MG
 Igreja N. S. do Ó     (interior)
 Detalhe:influência oriental no Barroco Mineiro
Santuário do Bom Jesus do Monte          (em Portugal)
Santuário do Senhor Bom Jesus deMatosinhos – em Congonhas-MG
Aleijadinho     (1730-1814) É considerado o maior expoente da arte barroca em Minas Gerais
Passos da Paixão    de Cristo 66 figuras  esculpidas em  cedro por  Aleijadinho (e  sua equipe) e  pintadas por  Manoel d...
 igreja São Francisco de Assis Ouro Preto
 Mestre Ataíde  (1762-1830) Manuel da  Costa Ataíde foi  um dos mais  brilhantes  artistas do  Barroco Mineiro.
Caravaggio“O santo sepulcro” Michelangelo  Merisi da  Caravaggio  (1571-1610): pintor  italiano  considerado um  dos prim...
Caravaggio “A decapitação  de São João  Batista”
 As obras dos pintores europeus, representantes do Barroco, valorizam as cores, as sombras e a luz, e privilegiam os cont...
Gregório de Matos e Guerra                (1633/1696) Gregório de Matos, o Boca do Inferno, nasceu na Bahia e foi o prime...
Epigrama                                               Gregório de Matos Juízo anatômico dos achaques que padecia o corpo...
Quais são seus doces objetos?... Pretos.Tem outros bens mais maciços?... Mestiços.Quais destes lhe são mais gratos?... Mul...
Que vai pela clerezia?... Simonia.E pelos membros da Igreja?... Inveja.Cuidei que mais se lhe punha?... UnhaSazonada caram...
Padre Antônio Vieira                 (1608-1697) Padre Antônio Vieira  nasceu em 1608 em  Lisboa, Portugal. Veio  para o ...
A pregação que frutifica, a pregação queaproveita, não é aquela que dá gosto aoouvinte, é aquela que lhe dá pena. Quandoo ...
Enfim, para que os pregadores saibamcomo hão-de pregar e os ouvintes a quemhão-de ouvir, acabo com um exemplo donosso Rein...
Mas um lente, que entre os mais tinha  maior autoridade, concluiu desta maneira:  «Entre dois sujeitos tão grandes não me ...
02. barroco pre
02. barroco pre
02. barroco pre
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

02. barroco pre

1.173 visualizações

Publicada em

Slide da aula do Prof. Marcos Teixeira

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.173
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02. barroco pre

  1. 1. Prof. TeixeiraBARROCO
  2. 2. Nossa Senhora do Rosário dosHomens Pretos – Sabará-MG
  3. 3. Construção provavelmente interrompida em 1878
  4. 4. igrejaN. S. do Pilar Ouro Preto
  5. 5. Igreja N. S. do Pilar – Ouro Preto
  6. 6. Igreja N. S. do Ó Sabará-MG
  7. 7.  Igreja N. S. do Ó (interior)
  8. 8.  Detalhe:influência oriental no Barroco Mineiro
  9. 9. Santuário do Bom Jesus do Monte (em Portugal)
  10. 10. Santuário do Senhor Bom Jesus deMatosinhos – em Congonhas-MG
  11. 11. Aleijadinho (1730-1814) É considerado o maior expoente da arte barroca em Minas Gerais
  12. 12. Passos da Paixão de Cristo 66 figuras esculpidas em cedro por Aleijadinho (e sua equipe) e pintadas por Manoel da Costa Ataíde e Francisco Xavier Carneiro. Datam entre 1796 a 1799.
  13. 13.  igreja São Francisco de Assis Ouro Preto
  14. 14.  Mestre Ataíde (1762-1830) Manuel da Costa Ataíde foi um dos mais brilhantes artistas do Barroco Mineiro.
  15. 15. Caravaggio“O santo sepulcro” Michelangelo Merisi da Caravaggio (1571-1610): pintor italiano considerado um dos primeiros representantes do Barroco.
  16. 16. Caravaggio “A decapitação de São João Batista”
  17. 17.  As obras dos pintores europeus, representantes do Barroco, valorizam as cores, as sombras e a luz, e privilegiam os contrates. As imagens não são tão centralizadas quanto as renascentistas e aparecem de forma dinâmica, valorizando o movimento.
  18. 18. Gregório de Matos e Guerra (1633/1696) Gregório de Matos, o Boca do Inferno, nasceu na Bahia e foi o primeiro de nossos satíricos. Fez o Curso de Leis na Universidade de Coimbra. Voltou ao Brasil com 47 anos, sob a proteção do arcebispo da Bahia. Tantas e tais fez que não só perdeu a proteção do prelado, como ainda foi degredado para Angola. Reabilitado, voltou, indo para Recife, onde conquistou simpatias e viveu com menos turbulência que na Bahia.
  19. 19. Epigrama Gregório de Matos Juízo anatômico dos achaques que padecia o corpo da República em todos os membros, e inteira definição do que em todos os tempos é a Bahia. Que falta nesta cidade?... Verdade. Que mais por sua desonra?... Honra. Falta mais que se lhe ponha?... Vergonha. O demo a viver se exponha, Por mais que a fama a exalta, Numa cidade onde falta Verdade, honra, vergonha. [...] achaque: imperfeição moral; vício, defeito
  20. 20. Quais são seus doces objetos?... Pretos.Tem outros bens mais maciços?... Mestiços.Quais destes lhe são mais gratos?... Mulatos.Dou ao Demo os insensatos,Dou ao Demo o povo asnal,Que estima por cabedal,Pretos, mestiços, mulatos. [...]
  21. 21. Que vai pela clerezia?... Simonia.E pelos membros da Igreja?... Inveja.Cuidei que mais se lhe punha?... UnhaSazonada caramunha,Enfim, que na Santa SéO que mais se pratica éSimonia, inveja e unha [...] simonia: venda ilícita de coisas sagradas. caramunha: careta, choro de criança, queixa. sazonado: 1. (fruto) maduro; 2. refletido, pensado.
  22. 22. Padre Antônio Vieira (1608-1697) Padre Antônio Vieira nasceu em 1608 em Lisboa, Portugal. Veio para o Brasil aos sete anos. Estudou na Companhia de Jesus da Bahia. A maior parte de sua obra foi escrita no Brasil. O Sermão da Sexagésima foi proferido em 1653 em Lisboa.
  23. 23. A pregação que frutifica, a pregação queaproveita, não é aquela que dá gosto aoouvinte, é aquela que lhe dá pena. Quandoo ouvinte a cada palavra do pregador treme;quando cada palavra do pregador é umtorcedor para o coração do ouvinte; quandoo ouvinte vai do sermão para casa confusoe atônito, sem saber parte de si, então é apreparação qual convém, então se podeesperar que faça fruto: Et fructum afferunt inpatientia.
  24. 24. Enfim, para que os pregadores saibamcomo hão-de pregar e os ouvintes a quemhão-de ouvir, acabo com um exemplo donosso Reino, e quase dos nossos tempos.Pregavam em Coimbra dois famosospregadores, ambos bem conhecidos porseus escritos; não os nomeio, porque oshei-de desigualar. Altercou-se entre algunsdoutores da Universidade qual dos doisfosse maior pregador; e como não há juízosem inclinação, uns diziam este, outros,aquele.
  25. 25. Mas um lente, que entre os mais tinha maior autoridade, concluiu desta maneira: «Entre dois sujeitos tão grandes não me atrevo a interpor juízo; só direi uma diferença, que sempre experimento: quando ouço um, saio do sermão muito contente do pregador; quando ouço outro, saio muito descontente de mim.» Sermão da Sexagésima – Padre Antônio Vieira

×