Aluna: Vaniria Lima
O acidente ocorreu às 19:45 h do dia 15 de novembro de 2004,
decorrente de duas explosões a bordo do Navio Vicuña,
atracad...
METANOL
Propriedades físico-químicas:
• Fórmula química: CH3OH
• Densidade relativa: 0,792
• Ponto de ebulição: 64,5 ºC a ...
ÓLEO COMBUSTÍVEL (MF - 180)
Características físico-químicas:
- Ponto de fulgor: 61,0 ºC
- Ponto de fluidez: 30,0 ºC
- Dens...
ÓLEO DIESEL MARÍTIMO (MDO)
Características físico-químicas:
- Ponto de fulgor: 60,0 ºC
- Ponto de fluidez: não consta.
- D...
Obrigado pela sua
atenção !
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Acidente ambiental com navio vicuña
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acidente ambiental com navio vicuña

305 visualizações

Publicada em

acidente ambiental,envolvendo leis .

Publicada em: Engenharia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acidente ambiental com navio vicuña

  1. 1. Aluna: Vaniria Lima
  2. 2. O acidente ocorreu às 19:45 h do dia 15 de novembro de 2004, decorrente de duas explosões a bordo do Navio Vicuña, atracado no terminal privado da empresa Cattalini Terminais Marítimos, na cidade de Paranaguá/PR, em operação de descarga de metanol. A explosão provocou a ocorrência de um incêndio sobre o navio e na superfície das águas da baía no entorno do navio, além do derramamento de grande quantidade de óleo.
  3. 3. METANOL Propriedades físico-químicas: • Fórmula química: CH3OH • Densidade relativa: 0,792 • Ponto de ebulição: 64,5 ºC a 760 mmHg • Ponto de fusão: - 97,8 ºC • Ponto de fulgor: 11 ºC • Temperatura de autoignição: 385 ºC • Produto incompatível com oxidantes, ácidos e bases fortes. Informações toxicológicas: Toxicidade aguda: DL50: 5,6 – 13,0 g/kg (pele para ratos); DL50: 20ml/kg (pele para coelhos). Informações ecológicas: O metanol é facilmente bio degradado na água, decompondo-se em formaldeído e ácido fórmico, podendo causar sérios efeitos na vida aquática. Sua combustão libera gases tóxicos, principalmente formaldeído e monóxido de carbono.
  4. 4. ÓLEO COMBUSTÍVEL (MF - 180) Características físico-químicas: - Ponto de fulgor: 61,0 ºC - Ponto de fluidez: 30,0 ºC - Densidade a 20 ºC: 0,9878 - Viscosidade: 180 cSt (mm2/s) a 50 ºC - Teor de enxofre (máximo): 4,5% - Teor de vanádio (máximo): 200 mg/kg Informações toxicológicas: Toxicidade aguda: DL50 > 3,0 g/kg (pele para coelhos); DL50 > 5,0 g/kg (dose oral para ratos). Informações ecológicas: É um produto que sofre poucas perdas por evaporação (apenas 5 a 10% do total após uma semana), tem poucas frações solúveis em água, apresenta potencial elevado de bio-acumulação e maior potencial para toxicidade crônica, embora alguns de seus componentes não sejam biodisponíveis. Da mesma forma, tende a persistir por mais tempo nos sedimentos ou substratos biológicos. Suas taxas de degradação são muito lentas, podendo causar impactos severos a aves e mamíferos, por ingestão ou revestimento.
  5. 5. ÓLEO DIESEL MARÍTIMO (MDO) Características físico-químicas: - Ponto de fulgor: 60,0 ºC - Ponto de fluidez: não consta. - Densidade: 0,82 – 0,88 a 20 ºC/4 ºC - Viscosidade: 1,6 – 6,0 cSt a 40 ºC - Temperatura de decomposição: 400 ºC - Teor de enxofre (máximo): 1,0% Informações toxicológicas: Toxicidade aguda: DL50 > 5,0 g/kg ( pele para coelhos); DL50 > 5,0 g/kg (dose oral para ratos). Informações ecológicas: É um produto moderadamente volátil, deixando até um terço de seu volume sob a forma de resíduos após uma semana e apresentando potencial para impactos sublitorais (por dissolução, mistura e adesão a sedimentos). Pode formar um filme sobre a superfície da água, sendo moderadamente tóxico para os organismos aquáticos. Vazamentos e derramamentos podem causar mortalidade dos organismos aquáticos e prejudicar a vida selvagem, particularmente as aves.
  6. 6. Obrigado pela sua atenção !

×