Briófitas

1.105 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Briófitas

  1. 1. REINO VEGETAL BRIÓFITASProfa. Lilian Escobar
  2. 2. January 24, 2013 2EVOLUÇÃO DAS PLANTAS
  3. 3. January 24, 2013 3Ao longo dos estudos dos diferentes grupos vegetais, observaremos que ocorreuuma gradual redução da fase haploide (gametofítica) do ciclo ao longo daevolução das plantas
  4. 4. January 24, 2013 4Plantas avasculares: Briófitas• Filo Bryophyta: musgos. Possuem rizóides e um eixo principal – caulóide, de onde partem os filóides.• Filo Hepatophyta: hepáticas. Corpo achatado, fixadas ao solo por meio de rizóides.• Filo Antocerophyta: com corpo multilobados
  5. 5. Relações das briófitas com as plantas vasculares
  6. 6. CARACTERÍSTICASPlantas criptógamas (do grego: kruptos = oculto; gámos = casamento) estruturas produtoras de gametas poucos evidentes.Plantas avasculares (atraqueófitas)  não desenvolvem tecidosvasculares, xilema e floema.Seiva conduzida célula à célula, processos passivos lentos  osmose edifusãoPlantas de pequeno porte  maioria não ultrapassa 5 cm de altura(algumas com 50 cm)Alguns biólogos briologistas argumentam que, pela ausência de raiz,caule e folhas verdadeiras devem ser consideradas talófitas (do gregothallos, corpo vegetativo filamentoso ou laminar), com células poucodiferenciadas.Obs: Algumas espécies de musgos apresentam tecidos condutores deseiva, que são diferentes dos tecidos condutores das plantas vasculares
  7. 7. CARACTERÍSTICAS Musgos crescem eretos. Eixo principal  cauloide, com os filoides. Ancoram-se ao solo, rochas ou troncos de angiospermas através de rizoides. Absorção de água e sais minerais ocorre por todo o corpo OBS: é marcante o fato de o gametófito ser a fase mais desenvolvida do ciclo.
  8. 8. Reprodução das briófitasAssexuada: por fragmentação (propagação vegetativa). Fragmentos formam umgametófito (nas hepáticas e antóceros) ou produzem gemas (hepáticas emusgos).Sexuada:Gametas masculinos flagelados  dependem de água para a fecundação.Gametângios masculinos e femininos (anterídeos e arquegônios) com umacamada que protege da dessecaçãoAlternância de gerações: planta adulta  gametófito haploide (n) , geraçãomais desenvolvida e persistente.Esporófito diploide (2n)  vida passageira, degenera depois de produzir eliberar esporos. É dependente do gametófito e representa a geração menoscomplexa.Oogâmicas  oosfera e anterozoides diferentes na forma, tamanho emovimento.Isosporadas  esporos iguais quanto à forma e tamanho.Utilizadas como bioindicadores de poluição e de depósitos de minerais; naprevenção da erosão do solo, como retentores de umidade do ambiente; e emjardinagem, como componentes de terrários para bonsai e orquídeas.
  9. 9. ASSEXUADA E SEXUADAGametófito de Marchantia sp. com conceptáculoscom gemas com formato discoide que podem serlançados pela chuva e originam clones

×