Aula 03 arquitetura e arte bizantina

2.553 visualizações

Publicada em

Arquitetura na Idade Média - Aula 03

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.553
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 03 arquitetura e arte bizantina

  1. 1. Aula 03 Arquitetura e arte bizantina 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 arte & arquitetura PALEOCRISTÃ 1ª etapa CATACUMBAS 2ª etapa BASÍLICAS 1° momento SEPULCRO Congregação clandestina EDIFICAÇÃO RELIGIOSA Concebida para a liturgia Direcionadas aos RITUAIS RELIGIOSOS
  2. 2. 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 CATACUMBAS GALERIAS VESTÍBULOS (ambulacre) SEPULCROS LOCUS Ambulacrum: átrio circundado por colunasSEPULCROS 1° momento LOCUS (nichos) circundado por colunas e arcos. 1 ambulacrum 5 ambulacre SEPULCROS ARCOSOLIUM LOCUS (nichos) Arcosolium: nicho arqueado rebaixado usado como local de sepultamento (latim). ARCUS (arco) SOLIUM (parapeito) 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 CATACUMBAS GALERIAS VESTÍBULOS (ambulacre) SEPULCROS LOCUS Ambulacrum: átrio circundado por colunas SEPULCROS 1° momento LOCUS (nichos) circundado por colunas e arcos. 1 ambulacrum 5 ambulacre SEPULCROS ARCOSOLIUM LOCUS (nichos) Arcosolium: nicho arqueado rebaixado usado como local de sepultamento (latim). ARCUS (arco) SOLIUM (parapeito) Locus: lugar (latim). Neste tema, refere-se aos nichos escavados nas galerias subterrâneas.
  3. 3. 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 1° momento Locus Arcosolium Ambulacrum 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 O USO DOS ESPAÇOS NO EXERCÍCIO DA FÉ “... as missas eram realizadas em moradias privadas, onde cômodos domésticos comuns – normalmente o triclinium (sala de jantar) – bastavam para rezar. Os cristãos desenvolveram ritos com uma liturgia que focava na celebração da eucaristia (também conhecida como comunhão), símbolo da Última Ceia de Jesus com seus discípulos e da importância de seu sacrifício pela humanidade. Uma mesa era usada para a eucaristia e outra para as oferendas, e os participantes da missa sentavam-se nos móveis restantes ou permaneciam em pé. À medida que a liturgia tornou-se mais bem elaborada e a congregação cresceu, mais cômodos se tornaram necessários e estes precisavam ser mais espaçosos. Em muitas cidades, os cristãos estabeleceram casas comunitárias com um salão de culto, um batistério e cômodos para ajudar os necessitados. Eles também organizaram cemitérios separados para afastar seus funerais dos de outras religiões. Os cristãos desaprovavam a cremação; quando um terreno adequado para o cemitério não estava disponível, a comunidade criava cemitérios subterrâneos, geralmente iniciados em pedreiras abandonadas, hoje reconhecidos como catacumbas.”
  4. 4. 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 1° momento Antioquia Alexandria ROMA • arte realizada por homens comuns, sem preparo Mapa das Catacumbas na cidade de Roma comuns, sem preparo artístico • produção simples e rudimentar • arte simbólica, ornamental e figurativa 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 1° momento SIMBOLOS – ÍCONOGRAFIA CRISTÃ Cordeiro Bom Pastor Bom Pastor
  5. 5. 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 1° momento SIMBOLOS – ÍCONOGRAFIA CRISTÃ Maria e o Menino JesusPeixe 1. RELEMBRANDO E REFORÇANDO Aula 03 1° momento SIMBOLOS – ÍCONOGRAFIA CRISTÃ Daniel na fornalha Jesus curando a mulher que sangrava Adão e Eva
  6. 6. 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03 A CONVERSÃO DE CONSTANTINO • Sua mãe, a imperatriz Helena teria descoberto em Jerusalém, a cruz em que Cristo teria sido crucificado; • Essa cruz teria curado um leproso diante de dezenas de pessoas, fato que impressionou Constantino;Constantino; • Durante uma batalha, Constantino teria visto no céu a frase: Im hoc signus vincas ... que significa: Com esse signo vencerás O signo ao lado da frase era a Cruz de Cristo, que ele passou a adotar nos documentos do Império. 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03 ÉDITO DE MILÃO 313 d.C. Imperador Constantino Também conhecido como Édito da Tolerância. • declarava que o Império Romano seria neutro em relação ao credo religioso de cada um • acaba oficialmente a perseguição a todos os• acaba oficialmente a perseguição a todos os que não seguem as crenças romanas, em particular os cristãos • devolveu os lugares de culto e as propriedades que haviam sido confoscadas aos cristãos • desestabeleceu o paganismo como religião oficial do Império • deu a todas as religiões estatuto de legitimidade
  7. 7. 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03 323 d.C. Transferência da capital do Império de Roma para Bizâncio BIZÂNCIO: • Antiga cidade grega, fundada pelos povos Gregos Megara em 657 a.C. • Restaurada e reinaugurada pelo Imperador Romano Constantino, em• Restaurada e reinaugurada pelo Imperador Romano Constantino, em 330 d.C., e a fez a nova capital do Império Romano. • Bizâncio passou a ser chamada de Constantinopla em homenagem ao Imperador. BIZÂNCIO CONSTANTINOPLA ISTAMBUL 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 02 CRISTIANISMO OFICIALIZADO Imperador Teodósio (391 d.C.) • o Imperador Teodósio declarou o Cristianismo a religião oficial do Império • outros cultos foram considerados pagãos e passaram a ser proibidos A CISÃO DO IMPÉRIO 395 d.C. Imperador Teodósio • o Imperador Teodósio dividiu o Império Romano entre seus dois filhos: → Honório – Ocidente (Roma) → Arcádio – Oriente (Bizâncio)
  8. 8. 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03 fim do séc III ( 395 ) IMPÉRIO ROMANO Imperador Teodósio IMPÉRIO ROMANO DO ORIENTE IMPÉRIO ROMANO DO OCIDENTEORIENTE (Bizâncio / Constantinopla) OCIDENTE (Roma) • sofreu muitas invasões bárbaras • pestes • dificuldades econômicas • prevaleceu até 1453 (muçulmanos) • após sucessivas invasões bárbaras, foi totalmente dominado em 476 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03
  9. 9. 2. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Aula 03 Império Romano FÉ CRISTÃ unificada I. R. do ORIENTE (Bizâncio / Constantinopla) I. R. do OCIDENTE (Roma) …divisão da igreja… (Bizâncio / Constantinopla) • Igreja Ortodoxa • patriarca da igreja e Imperador governavam juntos • tinham poder absoluto (Roma) • Igreja Católica Apostólica Romana • a igreja é autônoma e é governada pelo Papa Devido ao rápido declínio do I.R. do Ocidente, a nova arte e arquitetura cristãs (agora livres de expressão) se manifestam principalmente no Oriente. Por ser Bizâncio a capital, esta produção levou seu nome. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 GRECO-ROMANO CRISTÃO BIZANTINO → surgem os primeiros tempos Cristãos – as Basílicas → as basílicas mantêm externamente características das construções→ as basílicas mantêm externamente características das construções gregas e romanas → internamente, apresentam amplo espaço para acolher o grande número de adeptos da nova religião → paredes internas eram ornamentadas com mosaicos e pinturas, que tinham finalidade de educar seus novos seguidores segundo seus preceitos da fé cristã
  10. 10. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 ARTE SACRA → exuberância, riqueza e suntuosidade dos templos. → finíssimos mosaicos, muitos deles feitos com ouro. → cores vivas, cores chapadas, sem meios tons: não existia a preocupação em representar a natureza → uma forma de se redimir pela morte de centenas de cristãos 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 A EVOLUÇÃO DOS ESPAÇOS ATÉ À BASÍLICA MORADIAS PRIVADAS MISSAS triclinium (s. jantar) EUCARISTIA mesa OFERENDASOFERENDAS mesa CEMITÉRIOS TERRENOS APROPRIADOS subterrâneos CATACUMBAS pedreiras abandonadas
  11. 11. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 A EVOLUÇÃO DOS ESPAÇOS ATÉ À BASÍLICA “Após 313, a arquitetura cristã derivou, em grande parte, dos precedentes romanos, e as edificações paleocristãs e bizantinas seguem certos aspectos da antiguidade clássica... As mudanças de estilo desse período contribuíram para as edificações posteriores do estilo medieval, criando, então, uma transição do passado clássico para a era medieval na Europa Ocidental.”Ocidental.” “O processo trilhado pela arte primitiva cristã, que, de simples e grosseira nas catacumbas passa a ser rica e apurada nas basílicas, prediz mudanças que determinam uma nova época na História da Humanidade, e indica o grau de comprometimento entre arte e doutrina cristã, que se tornará maior a cada dia e se consolidará na Idade Média.” 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 BASÍLICA ROMANA BASÍLICA BIZANTINA • vem das gregas ágoras colunadas, porém a basílica é uma espaço fechado • edifícios multifuncionais • áreas públicas políticas, comerciais e sociais • baseadas nas basílicas romanas • interior espaçoso, adaptado à realização de assembléias – reunião das largas congregações comerciais e sociais • espaços destinados a assembléias cívicas •podiam funcionar como tribunais ou espaços comerciais (leilões) • indispensável à cidade romana • localizadas no fórum
  12. 12. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 FÓRUM ROMANO 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 1. Curia 2. Arco de Sétimo Severus 3. Rostra 4. Templo de Vespasian 5. Via Sacra 6. Templo de Saturno 7. Coluna de Foca 15. Templo de antônio e Faustina 16. Templo de Rômulo 17. Templo de Vênus 18. Basília Nova (Maxentius) 19. Coliseu 20. Arco de Titus 21. Palatine7. Coluna de Foca 8. Basílica Júlia 9. Basílica Emília 10. Templo de Júlio César 11. Templo de Vestals 12. Templo de Castor 13. Igreja de Sta. Maria Antiqua 14. Templo de Augusto 21. Palatine
  13. 13. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 ÁGORA GREGA 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 ÁGORA GREGA
  14. 14. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 FÓRUM ROMANO 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 FÓRUM ROMANO
  15. 15. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 BASÍLICA ROMANA Basílica Emília 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 BASÍLICA ROMANA
  16. 16. 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 BASÍLICA ROMANA 3. O ESTILO BIZANTINO Aula 03 BASÍLICA BIZANTINA
  17. 17. 4. AS BASÍLICAS Aula 03 TIPOS DE PLANTAS RETANGULAR Santa Sofia CENTRAL San Vital CRUZ GREGA São Marcos 4. AS BASÍLICAS Aula 03 planta e corte da basílica romana planta e corte da basílica bizantina
  18. 18. 4. AS BASÍLICAS Aula 03 planta típica da basílica bizantina SEÇÃO A → crentes → átrio: • fonte • nártex SEÇÃO B → cristãos batizados → naves → coro → arco do triunfo SEÇÃO C → hierarquia religiosa → altar → transcepto → ábside 4. AS BASÍLICAS Aula 03
  19. 19. 4. AS BASÍLICAS Aula 03 fonte nártex arco triunfal ábside naves laterais nave central 4. AS BASÍLICAS Aula 03 basílica de são pedro
  20. 20. 4. AS BASÍLICAS Aula 03 basílica de são pedro 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03 pendente
  21. 21. 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03 pendente 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03
  22. 22. 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03
  23. 23. 5. SISTEMA CONSTRUTIVO Aula 03 6. BASÍLICA DE SANTA SOFIA – Constantinopla Aula 03
  24. 24. 6. BASÍLICA DE SANTA SOFIA Aula 03 6. BASÍLICA DE SANTA SOFIA – Constantinopla Aula 03
  25. 25. 7. BASÍLICA DE SÃO VITAL – Ravena, Itália Aula 03 7. BASÍLICA DE SÃO VITAL – Ravena, Itália Aula 03
  26. 26. 8. BASÍLICA DE SÃO MARCOS – Veneza, Itália Aula 03 8. BASÍLICA DE SÃO MARCOS – Veneza, Itália Aula 03
  27. 27. 8. BASÍLICA DE SÃO MARCOS – Veneza, Itália Aula 03 8. BASÍLICA DE SÃO MARCOS – Veneza, Itália Aula 03
  28. 28. 8. BASÍLICA DE SÃO BASÍLIO – Moscou, Rússia Aula 03 8. BASÍLICA DE SÃO BASÍLIO – Moscou, Rússia Aula 03
  29. 29. 8. BASÍLICA DE SÃO BASÍLIO – Moscou, Rússia Aula 03 8. BASÍLICA DE SÃO BASÍLIO – Moscou, Rússia Aula 03

×