LIGA ASSUENSE DE FUTSAL                                Fundada: 09 de Novembro de 2000 – CNPJ: 04.224.215/0001-47         ...
CAPÍTULO VI                                                   DOS JOGOS E SEUS HORÁRIOSArt. 8° - Para a categoria JUVENIL,...
Art. 17º - O Protesto é uma forma de manifestação diante da suspeita, expresso através de documento hábil (ofício) destina...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regulamento Juvenil - LAF 2011

524 visualizações

Publicada em

Regulamento Juvenil - LAF 2011

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento Juvenil - LAF 2011

  1. 1. LIGA ASSUENSE DE FUTSAL Fundada: 09 de Novembro de 2000 – CNPJ: 04.224.215/0001-47 Av. Sen. João Câmara, Nº1491, Bairro Dom Elizeu – Assu/RN (Sede Provisória) Filiada a Federação Norte-Riograndense de Futsal _______________________________________________________________________________________________ REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO DA CATEGORIA DE BASE 2011 – JUVENIL CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAISArt. 1º - Este regulamento é o conjunto das disposições que rege o CAMPEONATO DA CATEGORIA DE BASE 2011 – JUVENIL, que serealizará no período de 19 de Abril à 19 de Maio de 2011.Art. 2º - As equipes que participarem do CAMPEONATO DA CATEGORIA DE BASE 2011 – JUVENIL, serão considerados conhecedoresda Legislação Esportiva e deste Regulamento, no que diz respeito aos seus direitos e obrigações, ficando submetidas a todas as suasdisposições e penalidades que dela emanar, baseados nas regras oficiais do futsal.Art. 3º - O CAMPEONATO DA CATEGORIA DE BASE 2011 – JUVENIL, é uma realização da Liga Assuense de Futsal – LAF, em parceriacom a Prefeitura Municipal do Assú e o Governo Estadual do Rio Grande do Norte. CAPÍTULO II DOS OBJETIVOSArt. 4º - CAMPEONATO DA CATEGORIA DE BASE 2011 – JUVENIL, tem como finalidade principal, desenvolver o intercâmbioesportivo entre os jovens, incrementar as boas relações, exaltar a prática desportiva como instrumento imprescindível à superaçãodo indivíduo e formação de sua personalidade, fazendo surgir novos valores no panorama desportivo municipal. CAPÍTULO III DAS INSCRIÇÕESArt. 5º - Para que a equipe possa se inscrever é necessário o seguinte:a)- Inscrever-se através de Ficha de Inscrição Oficial, assinada pelo Diretor (a), enviá-la à LAF, até o dia 15/04/2011.b)- Toda informação contida nas Fichas de Inscrições, será de inteira responsabilidade da equipe participante.c)- No caso da ficha de inscrição não apresentar constituição máxima, as vagas existentes poderão ser preenchidas até o términoda primeira fase.d)- Cada atleta inscrito representará um custo de R$ 10,00 (dez reais), para a equipe responsável. CAPÍTULO IV DOS PARTICIPANTESArt. 6º - Para as inscrições dos atletas, deverão ser observados os seguintes limites de idades por categoria:a)- INFANTIL – Atletas nascidos em 93, 94, 95, 96 e 97. CAPÍTULO V DO CONGRESSO TÉCNICOArt. 7º - O Congresso Técnico será realizado no dia 04/04/2011.
  2. 2. CAPÍTULO VI DOS JOGOS E SEUS HORÁRIOSArt. 8° - Para a categoria JUVENIL, a duração da partida será de quarenta (40) minutos, dividido em dois tempos de vinte (20)minutos com cinco (05) minutos de intervalo.Art. 9º - O tempo de jogo será marcado de forma corrida, com paralisação do cronômetro nos pedidos de tempo técnico, ouquando o Árbitro julgar necessário.Art. 10º - Só será dado uma tolerância de 15 minutos apenas para o primeiro jogo do dia ou do turno quando houver um intervalo.Art. 11º - É proibido a qualquer pessoa que se encontre dentro do local de competição ( Quadra de Jogo), FUMAR e ou INGERIRBEBIDAS ALCOÓLICAS. CAPÍTULO VII DOS SISTEMAS DE COMPETIÇÕESArt. 12º - Os critérios de desempates são:a)- Confronto direto entre duas equipes;b)- Maior número de vitórias;c)- Saldo de gols, somente entre as equipes empatadas;d)- Menor número de gols sofridos, somente entre as equipes empatadas;e)- Menor número de cartões vermelhos;f)- Menor número de cartões amarelos;g)- Sorteio.§ 1º - As equipes jogarão entre si dentro do próprio grupo, se classificando as quatros primeiras colocadas, para a fase semi- final. O1º x 4º e o 2º x 3º. Na fase semi-final e final, se houver empate no tempo normal, haverá prorrogação, se persistir o empate,teremos tiros livres da marca do pênalti. CAPÍTULO VIII DOS ÁRBITROSArt. 13º - É obrigatório aos árbitros atuarem uniformizados, de acordo com as regras oficiais ou com o designado por esteRegulamento.Art. 14º – Os árbitros serão escalados pelo o diretor de árbitros , não sendo permitido de forma alguma, o veto de sua atuação, pornenhuma equipe participante da competição. CAPÍTULO IX DO MATERIALArt. 15º - Compete a LAF, fornecer o material necessário para o bom andamento das competições.§ 1º - Será obrigatório o uso da caneleira por parte dos atletas, como também o número frontal nas camisas. A numeração tem queser de 01 a 99. As camisas com mangas e calções padronizados, predominando a mesma cor em todos eles, a única exceção serápara o goleiro que usará cores diferentes dos demais. CAPÍTULO X DOS PRÊMIOSArt. 16º - Feita à classificação final, será premiado o primeiro e segundo colocado, com medalhas e troféus, o terceiro com troféucomo também o artilheiro e o goleiro menos vazado. (Para ser premiado o atleta tem que ter disputado no mínimo a fase semi-final, com exceção do artilheiro). O terceiro colocado vai ser a equipe que enfrentou o campeão na semi-final. CAPÍTULO XI DOS PROTESTOS
  3. 3. Art. 17º - O Protesto é uma forma de manifestação diante da suspeita, expresso através de documento hábil (ofício) destinado aLAF.§ 1º - Tem competência para protestar: Diretores de equipes ou seus Representantes legais; O Protesto só será aceito, se atender as seguintes determinações: a) O Protesto deverá ser apresentado dentro do prazo máximo de doze (12) horas, após a realização do jogo e entregue a LAF; b) O Protesto deverá ser expresso de maneira clara e objetiva, assinado pelo Diretor ou Representante legal. c) A equipe que estiver protestando pagará uma taxa de R$ 100,00 (Cem reais). Após julgado e comprovado que a equipe queprotestou estava com a razão, à taxa será devolvida e a equipe perdedora deverá pagar a taxa, assim não fazendo ficaráimpossibilitada de participar ou continuar no campeonato.Art. 18º - A LAF, em qualquer oportunidade, intervirá quando houver irregularidade constatada, independente de Protesto. CAPÍTULO XII DAS DISPOSIÇÕES GERAISArt. 19º - A LAF, não se responsabilizará por acidente ocorrido com atletas ou torcedor, ou por este ocasionado a terceiro, antes,durante ou depois de qualquer competição.Art. 20º - A Comissão técnica da equipe, será responsável pela parte disciplinar de todos os seus integrantes , dentro e fora dacompetição.Art. 21º - Quando a partida for interrompida ou deixar de ser realizada por motivo de força maior, caberá a LAF, tomar as decisõesdentro do prazo de vinte e quatro (24) horas, a partir do momento da interrupção, ressalvada os casos previstos em Regras Oficiais.Art. 22º - A Tabela da Competição só poderá ser modificada (adiada ou antecipada), no interesse do próprio certame, a juízoexclusivo, da LAF.Art. 23º - Qualquer membro citado em súmula, por ato de indisciplina, estará automaticamente relacionado e convocado paracomparecer a COMISSÃO DISCIPLINAR da LAF, mesmo aqueles que estiverem na arquibancada xingando a arbitragem. Todos osinscritos nas competições promovidas pela, LAF em 2011, estão passíveis de punições, estando ou não dentro de quadra. Asagressões físicas de qualquer maneira a qualquer pessoa envolvida com o evento (jogador, torcedor, dirigente e arbitragem), serãopunidas de forma rigorosa pela COMISSÃO DISCIPLINAR, baseado no que foi relatado na súmula.Art. 24º - Os participantes serão identificados em qualquer jogo pela a carteira de identidade (RG), Carteira Nacional de Habilitação(CNH) ou Carteira Profissional.Art. 25º - O atleta que for expulso e/ou desqualificado do jogo estará automaticamente suspenso do jogo seguinte, só podendovoltar a jogar por sua equipe após o cumprimento da punição.Art. 26º - Qualquer membro da Comissão Técnica que for expulso e/ou desqualificado do jogo estará automaticamente suspensodos dois (02) jogos seguintes de qualquer categoria, só podendo voltar a dirigir a sua equipe após o cumprimento da punição.Art. 27º - O (W x O) contará como placar de 3x0 a favor da equipe presente, como também servirá para todos os critérios de desempates.Art. 28º - Os Cartões serão acumulativos em todas as fases da competição.Art. 29º - A equipe que sofrer o 1º Wx0, dentro da sua categoria, terá que pagar uma taxa de R$ 100,00 (Cem reais), para continuarna competição, e no 2º Wx0, terá que pagar uma taxa de R$ 200,00 (Duzentos reais) e estará eliminada da competição.Art. 30º - Os casos omissos, serão resolvidos pela diretoria da LAF e pelo que determina a Legislação vigente. Assú/RN, 05 de Abril de 2011.

×