O império romano

451 visualizações

Publicada em

Tudo sobre o Império Romano, essencialmente, a organização política.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
451
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Usurparam - Chegar a possuir sem direito.
  • Honoríficos- A honra; que torna distinto.
  • O império romano

    1. 1. O Império Romano A Organização Política
    2. 2. As Instituições Políticas da República: • A primeira forma do governo de Roma foi a Monarquia. Graças aos abusos do último rei serviram de pretexto para a instauração de um novo regime: a República.
    3. 3. O poder político passou a estar distribuído por: Magistrados que possuíam o poder executivo; Senado assembleia constituída por antigos magistrados. Exercia funções consultivas, dando pareceres sobre as leis, fiscalizava os magistrados e dirigia a política externa; Assembleias ou Comícios constituída pelos cidadãos que elegiam os Magistrados e votavam as leis.
    4. 4. As Instituições Políticas da REPÚBLICA(Cont.) • Como nos últimos anos da Republica tinha havido conflitos surgiu o primeiro triunvirato, o governo da República foi partilhado pelos generais Pompeu; Júlio César e Crasso com objectivo de impor a ordem e a paz, para isso usurparam os poderes dos órgãos republicanos. • Como em 44 a.C. Júlio César foi assassinado formou-se, então, um novo triunvirato, do qual fazia parte Caio Júlio Cesar Octaviano.
    5. 5. As Instituições Políticas do IMPÉRIO • Em 27 a.C, Octaviano, depois de ter eliminado os rivais pondo fim a uma guerra civil, devolveu-lhe os poderes usurpados à República. O Senado atribuiu-lhe o título de Augusto, pois o Octaviano passa a ser conhecido por Augusto. Ao longo da vida ele vai acumulando magistraturas políticas e títulos honoríficos. • Augusto estabeleceu assim em Roma um governo forte e centralizado, capaz de administrar um território vasto sem suprimir os órgãos republicanos.
    6. 6. A Administração das províncias (divisões territoriais do Império) podia depender directamente do Imperador ou do Senado. Cada província era subdividida em comunidades, destacando-se os municípios que gozavam de grande autonomia local desde que respeitassem as leis provinciais.
    7. 7. Confirma Controla IMPERADOR SENADO (Pareceres Políticos) MAGISTRADOS (As suas competências passaram em grande parte para o Imperador) OS COMÍCIOS (Assembleias do povo raramente convocadas pelo Imperador) PROVÍNCIAS SENATORIAIS PROVÍNCIAS IMPERIAIS Propõe Candidatos Confirma Controla Elegem As instituições politicas durante o Império
    8. 8. Trabalho realizado por: • Carolina Zeferino nº4 7ºB • Joana Jorge nº12 7ºB • Lídia Fortunato nº14 7ºB • Miguel Policarpo nº18 7ºB • Rita Pinto nº23 7ºB

    ×