Impressão luiz

148 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
148
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Impressão luiz

  1. 1. Som Luiz Gustavo Ferraz Coelho
  2. 2. OBJETIVO Integrar os espaços da intervenção e despertar a curiosidade pela biquinha de quem estivesse afastado dela. Além de contribuir, junto com a iluminação, na ambiência. Havia 3 caixas de som no pergolado, 3 no jardim em frente a loja e uma no canto do portão. Esquema da ligação dos fios e conectores. Os fios vermelho, branco e os não isolados devem ser ligados separadamente, tanto ao conector quanto a outro pedaço de fio.
  3. 3. MATERIAIS • aparelho de som (amplificador) • 7 caixas de som • 42 metros de fio estéreo • 7 conectores P2 fêmea • 1 conector P2 macho • CD (com o som de água) • fita isolante Esquema do som. CD Caixas de som Emendas dos fios MONTAGEM
  4. 4. Para colocar caixas de som desde a frente da loja até o pergolado precisamos montar uma extensão utilizando fio estéreo e conectores P2. Montamos a parte 1 em Belo Horizonte e a parte 2 em Catas Altas para ter as medidas exatas e não desperdiçar fio. 1 2 Aparelho e caixinhas de som foram colocados embaixo dos arbustos para que os visitantes nao percebessem.
  5. 5. Iluminação Luiz Gustavo Ferraz Coelho 7 Foto: Guilherme de Vasconcelos
  6. 6. OBJETIVO A rua durante a noite é pouco iluminada e não torna o lugar convidativo para uso. Para isso usamos holofotes na biquinha e no pergolado, posicionados para dar ambiência e destacar as texturas e materiais. Holofotes no pergolado. Colocamos dois no fundo e outro em uma coluna, direcionado para as fitas.
  7. 7. Posicionamento dos holofotes na biquinha. A luz foi posicionada na base para dar destaque às texturas das pedras que revestem a biquinha. Foto: Guilherme de Vasconcelos
  8. 8. MATERIAIS • 6 holofotes caseiros • 1 papel celofane azul • fita de pano de vidro MONTAGEM Holofote caseiro. A estrutura é feita de madeira, por fora pintada de preto e por dentro revestida com papel alumínio. Estrutura de madeira Soquete Fio da tomada
  9. 9. Cobertura Luiz Gustavo Ferraz Coelho
  10. 10. OBJETIVO Em dias de sol, o ambiente torna-se desconfortável por causa do calor. Por isso, decidimos cobrir o pergolado e a biquinha. Como fomos em um mês chuvoso, pusemos um plástico por cima. Caso chovesse, nao atrapalharia a intervenção. Biquinha Retalhos Plástico Grampeador A cobertura de retalhos foi grampeada junto com o plástico na madeira.
  11. 11. MATERIAIS • Retalhos (azuis, pretos, brancos) • Plástico (usado para cobrir mesas de cozinha) • Grampeador industrial • Agulha e linha • Ferro de passar • Pepel vegetal • Cola quente MONTAGEM Como compramos o plástico em pedaços, basta uní-los e passar o ferro com o papel vegetal por baixo para soldar. Papel vegetal Ferro Plástico
  12. 12. Colamos os retalhos com cola quente. Mas como fez muito sol, a cola derreteu e precisamos costurar os buracos que abriram. 2,80m 2,80m 2,80m 1,40m Pergolado Biquinha A ideia de usar retalhos veio do mapa de sensações elaborado pelo grupo para pensar na proposta da intervenção.
  13. 13. Projeção Luiz Gustavo Ferraz Coelho
  14. 14. OBJETIVO Dar interatividade à intervenção para que quem estivesse na biquinha e no pergolado se comunicasse para criar algo interessante projetado no chão da garagem. Foto: Guilherme de Vasconcelos
  15. 15. A projeção foi posicionada no passeio em frente a garagem e se estendia até o outro lado da rua. Dessa forma ela podia ser vista de vários pontos da intervenção. A projeção funcionou como meio de comunicação entre a biquinha e o pergolado. Foto: Guilherme de Vasconcelos O makey-makey permite fazer com que a função das setas do teclado do computador seja transferida para outros objetos, como as fitas e o botão caseiro. O Motion FX é um apliclatico que permite criar efeitos visuais de diversas cores a partir de movimentos captados por uma webcam. Foto retirada da internet MONTAGEM
  16. 16. MATERIAIS • Projetor (cabo VGA 10 metros) • Notebook com sistema operacional Mac • 1 folha de papel paraná • Plástico • Aplicativo Motion FX • Webcam • Extensão USB de 2 metros • Makey-makey • 70 metros de fio de cobre • 4 botões caseiros (espuma 5mm e papel alumínio) • 40 metros de fita de cetim (tons de azul) • fita isolante Colocamos o computador em cima do muro que divide a loja e o terreno ao lado (atrás da biquinha). Para protegê- lo fizemos uma caixa com papel paraná revestida com plastico que sobrou das coberturas. MONTAGEM Computador Webcam Makey-makey (USB) (VGA) Fio de cobre (makey-makey) Espuma (5mm de espessura) Papel alumínio Fita de cetim Os botões caseiros são feitos com um pedaço de espuma. Em cada face é colada uma folha de papel alumínio, do mesmo tamanho da espuma, com o fio de cobre por cima. Assim, quando apertado, o papel alumínio entra em contato e fecha o circuito.
  17. 17. As fitas cumpriam a função de alterar as cores da imagem. Cada conjunto passava por cima de um botão e quando puxados acionavam as setas direita e esquerda do teclado do computador. Projetor Botoões
  18. 18. Posição da webcam na biquinha. Captava o movimento das mãos e da água. Foto: Guilherme de Vasconcelos Para que quem estivesse no pergolado também pudesse interagir com a projeção, utilizamos as opções de cores do aplicativo.

×