E A D

2.212 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.212
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E A D

  1. 1. UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO HOSPITALAR LETÍCIA LOURENÇO SODRÉ Pelotas 2009
  2. 2. O QUE É EAD <ul><li>Ensino a distância é um processo de ensino-aprendizagem que utilizamos através de tecnologias onde alunos e professores não estão juntos fisicamente, mas através de conexão via tecnologias, principalmente pela internet, mas podem se comunicar também por rádio, televisão, vídeo, telefone, fax entre outros . </li></ul>
  3. 3. A EAD no mundo <ul><li>Destaca-se em vários países onde implantaram projetos de educação à distância. </li></ul><ul><li>Suécia: registra sua primeira experiência em 1833, com um curso de Contabilidade; </li></ul><ul><li>Inglaterra: inicia-se em 1840 e, em 1843, é criada a Phonografic Corresponding Society;  A Open University, criada em 1962, mantém um sistema de consultoria, apoiando outras nações a &quot;fazer&quot; uma educação a distância de qualidade; </li></ul><ul><li>Alemanha: fundou o primeiro instituto de ensino de línguas por correspondência em 1856; </li></ul><ul><li>EUA: em 1874 iniciou com a Illionois Weeleyan University; </li></ul>
  4. 4. A EAD no mundo <ul><li>Paquistão A partir de 1974, a Universidade Aberta Allma Iqbal inicia a formação de docentes via EAD; </li></ul><ul><li>Sri Lanka: A partir de 1980, a Universidade Aberta de Sri Lanka tem procurado atender setores importantes para o desenvolvimento do país: profissões tecnológicas e formação docente; </li></ul><ul><li>Tailândia: A Universidade Aberta Sukhothiai Thommathirat tem cerca de 400.000 alunos em diferentes setores e modalidades; </li></ul><ul><li>Indonésia: Criada em 1984, a Universidade de Terbuka surgiu para atender forte demanda de estudos superiores; prevê chegar a cinco milhões de alunos; </li></ul>
  5. 5. A EAD no mundo <ul><li>Índia: Criada em 1985, a Universidade Nacional Aberta Indira Gandhi tem objetivo de atender a demanda de ensino superior; </li></ul><ul><li>Austrália: É um dos países que mais investe em EAD, mas não tem nenhuma universidade especializada só nesta modalidade; Universidades de Queensland, New England, Macquary, Murdoch e Deakin: a percentagem de alunos a distância é maior ou igual a de alunos presenciais; </li></ul><ul><li>México: Programa Universidade Aberta, inserido na Universidade Autônoma do México, a partir de 1972; </li></ul><ul><li>Costa Rica: Universidade Estatal a Distância da Costa Rica, criada em 1977; </li></ul>
  6. 6. A EAD no mundo <ul><li>Venezuela: Universidade Nacional Aberta da Venezuela, criada a partir de 1977; </li></ul><ul><li>Colômbia: Universidade Estatal Aberta e a Distância da Colômbia, criada em 1983. </li></ul><ul><li>Os principais centros de divulgação da EAD são: França, Espanha e Inglaterra. </li></ul>
  7. 7. EAD no Brasil <ul><li>Destacou-se em vários projetos, onde contribuíram para a disseminação da Educação a Distância. </li></ul><ul><li>Em 1904: escolas internacionais que eram instituições privadas que ofereciam cursos pagos, por correspondência; </li></ul><ul><li>Em 1934: Edgard Roquete-Pinto instalou a Rádio-Escola Municipal no Rio; alunos tinham acesso prévio a folhetos e esquemas de aulas. Utilizava também correspondência para contato com alunos; </li></ul><ul><li>Em 1939: surge o Instituto Universal Brasileiro, em São Paulo; </li></ul>
  8. 8. EAD no Brasil <ul><li>Em 1941: 1ª Universidade do Ar; durou 2 anos; </li></ul><ul><li>Em 1947: Nova Universidade do Ar, patrocinada pelo SENAC, SESC e Emissoras Associadas; </li></ul><ul><li>Em 1961/65: Movimento de Educação de Base (MEB) - Igreja Católica e Governo Federal, utilizava um sistema radioeducativo: educação, conscientização, politização, educação sindicalista, ... </li></ul><ul><li>Em 1970: Projeto Minerva - convênio entre Fundação Padre Landell de Moura e Fundação Padre Anchieta para produção de textos e programas; </li></ul><ul><li>Em 1972, o Governo Federal enviou à Inglaterra um grupo de educadores tendo à frente o conselheiro Newton Sucupira: o relatório final marcou uma posição reacionária às mudanças no sistema educacional brasileiro, colocando um grande obstáculo à implantação da Universidade Aberta e a Distância no Brasil; </li></ul>
  9. 9. EAD no Brasil <ul><li>Na década de 70: Fundação Roberto Marinho - programa de educação supletiva a distância, para 1º e 2º graus; </li></ul><ul><li>Em 1992, foi criada a Universidade Aberta de Brasília (Lei 403/92), podendo atingir três campos distintos: </li></ul><ul><li>Ampliação do conhecimento cultural: organização de cursos específicos de acesso a todos; </li></ul><ul><li>Educação continuada: reciclagem profissional às diversas categorias de trabalhadores e àqueles que já passaram pela universidade; </li></ul><ul><li>Ensino superior: englobando tanto a graduação como a pós-graduação. </li></ul>
  10. 10. EAD no Brasil <ul><li>UFSC: Educação a Distância Mediada por Computador (EDMC) - a partir de 1996, implantou um programa de pós-graduação em Engenharia de Produção (mestrado e doutorado) envolvendo uma rede estadual de oito universidades oficiais e privadas, além de diversas empresas de porte tecnológico significativo. </li></ul><ul><li>Mestrado Tecnológico em Logística para a Petrobrás: iniciado em 28/07/97, com duração de 2 anos, com 22 alunos (localizados no Rio, Macaé, Salvador, Belém e Natal), ministrado através do Laboratório de Ensino a Distância, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UFSC. Utilizam videoconferência, Internet, mídias tradicionais. </li></ul>
  11. 11. EAD no Brasil <ul><li>Faculdade Carioca: programa de graduação que está sendo implantado com base no Lotus Notes, envolvendo cerca de mil alunos em inúmeras disciplinas das áreas de Informática, Administração, Economia, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Desenho Industrial, Matemática e Letras.   </li></ul><ul><li>Escola do Futuro da Universidade de São Paulo (USP): programa mantido pela Escola de Comunicações e Arte da USP (ECA-USP) que oferece gratuitamente uma série de cursos via BBS tais como Astronomia, Tratamento de Imagens e Atualização de Professores de 1º e 2º graus.   </li></ul><ul><li>Universidade Federal Paulista (antiga Escola Paulista de Medicina ): seu Centro de Informática na Saúde (CIS-EPM) disponibiliza na Internet, além de outros serviços, programas de educação em Biologia Molecular e Engenharia Genética.   </li></ul>
  12. 12. EAD no Brasil <ul><li>Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMPINAS): que mantém uma opção de EDMC nas disciplinas de seu Mestrado em Informática voltado para a área gerencial de sistemas de informação. </li></ul><ul><li>4 - Alguns problemas observados com a EAD no Brasil </li></ul><ul><li>Organização de projetos-piloto sem a adequada preparação de seu seguimento; </li></ul><ul><li>Falta de critérios de avaliação dos programas projetos; </li></ul><ul><li>Inexistência de uma memória sistematizada dos programas desenvolvidos e das avaliações realizadas (quando essas existiram); </li></ul><ul><li>Descontinuidade dos programas sem qualquer prestação de contas à sociedade e mesmos aos governos e às entidades financiadoras; </li></ul><ul><li>Inexistência de estruturas institucionalizadas para a gerência dos projetos e a prestação de contas de seus objetivos; </li></ul>
  13. 13. EAD no Brasil <ul><li>Programas pouco vinculado às necessidades reais do país e organizado sem qualquer vinculação exata com programas de governo; </li></ul><ul><li>Permanência de uma visão administrativa e política que desconhece os potenciais e as exigências da educação a distância, fazendo com que essa área sempre seja administrada por pessoal sem a necessária qualificação técnica e profissional; </li></ul><ul><li>Pouca divulgação dos projetos, inexistência de canais de interferência social nos mesmos; </li></ul><ul><li>Organização de projetos-piloto somente com finalidade de testagem de metodologias. </li></ul>
  14. 14. NÚMEROS DA EAD NO BRASIL <ul><li>Mais de 2,5 milhões de brasileiros estudaram em cursos com metodologias a distância no ano de 2007, segundo levantamento feito pelo Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância (AbraEAD), em sua edição 2008. A pesquisa inclui não só os alunos em cursos de instituições credenciadas pelo Sistema de Ensino, mas também grandes projetos de importância regional ou nacional, como os da Fundação Bradesco, Fundação Roberto Marinho e os do Grupo S (Sesi, Senai, Senac, Sebrae etc). </li></ul>
  15. 15. O ALUNO EM EAD <ul><li>O aluno dos programas e cursos da EAD constrói seus conhecimentos: </li></ul><ul><li>Realizando os estudos em local e tempo adequados a ele; </li></ul><ul><li>Utilizando material educacional próprio - impresso, vídeo, áudio, CD-ROM; </li></ul><ul><li>Contando com a parceria do tutor, com quem interage por meio de uma ação educativa focal; </li></ul><ul><li>Relacionando-se com uma comunidade virtual via chat, fórum, lista de discussões e biblioteca; </li></ul><ul><li>Acompanhando os indicadores de sua avaliação por intermédio de um ambiente de gestão acadêmica. </li></ul>
  16. 16. Características do bom aluno EAD <ul><li>O aluno do EAD não pode ser dependente do professor e precisa ter disciplina. Sendo um pouco mais maduro, autônomo e que cumpra os seus prazos. Tem que saber organizar o seu tempo, tendo comprometimento com a rotina os estudantes da EAD têm, em média, 25 anos e procuram completar uma formação já existente. Normalmente já são graduados. São pessoas mais velhas que, em primeiro lugar, não têm disponibilidade de horário. O bom aluno é o que participa, desafia, investiga, contribui com os diversos grupos, soma com o outro, critica e toma decisões. </li></ul>
  17. 18. Papel do professor em EAD <ul><li>Partindo de análises e salientando o que muda em relação à educação presencial leituras a respeito dos papéis que os professores em cursos de EAD podem desempenhar, forma de: professor formador, realizador de cursos, pesquisador, tecnólogo educacional, professor recurso e monitor permitindo perceber a existência de uma complexidade de funções. A educação presencial é o curso regular, em qualquer nível, onde professores e alunos se encontram sempre em locais físicos. O chamado ensino convencional. </li></ul>
  18. 19. DIFERENÇAS DA EAD EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO PRESENCIAL <ul><li>A diferença de um curso presencial de EAD, é que geralmente, o aluno paga mais caro, por exemplo, valor de R$ 500,00 a R$ 700,00 em curso presencial, onde professores e alunos encontram-se sempre junto no mesmo local, já os cursos à distância estão entre R$ 150,00 e R$ 200,00, as instituições oferecem cursos, há uma quantidade de aulas presenciais obrigatórias, realizadas em data pré-estabelecida, onde o restante da carga horária é cursado via internet. As avaliações também são feitas nos pólos. O aluno tem um professor que acompanha as aulas via satélite. </li></ul>
  19. 20. O QUE É E-LEARNING? <ul><li>É o fruto de uma combinação ocorrida entre o ensino com auxílio da tecnologia e a educação a distância. Ambas modalidades convergiram para a educação on-line e para o treinamento baseado em Web, ampliou novos significados explodindo as possibilidades do conhecimento e da informação para os estudantes fazendo que acelere e abrindo um novo mundo para compartilhamento de conhecimento. </li></ul>
  20. 21. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS: <ul><li>< www.eca.usp.br/prof/moran > acesso em 8 de abr2009. </li></ul><ul><li>< http://www.mj.gov.br/data/Pages/MJE9CFF814ITEMIDD9B26EB2E3CD49B79C0F613598BB5209PTBRIE.htm > acesso em 8 de abr2009. </li></ul><ul><li>< http://www.ead.ftc.br/index. php > acesso em 8 de abr2009. </li></ul><ul><li><http://www.funedi.edu.br/moodle/mod/forum/discuss.php?d=3> acesso em 8 de abr2009. </li></ul><ul><li>< http://www.abraead.com.br/noticias. cod =x1.asp > acesso em 14 de abr2009. </li></ul>

×