A corrida EUA-UE pela liderança em C&T: indicadores qualitativos e quantitativos Apresentação: Letícia Strehl The US-EU ra...
A meta de C&T do governo norte-americano desde a década de 50 <ul><li>Manter a liderança mundial nas atividades científica...
Contudo... <ul><li>Ao contrário dos resultados obtidos em termos globais, há evidências de que os EUA não são lideres de d...
Em 2000, a Meta Européia <ul><li>Tornar-se, em 2010, a economia mais competitiva e com dinâmica baseada no conhecimento </...
A Pesquisa <ul><li>Objetivos: comparar o status de liderança em C&T dos EUA versus a EU </li></ul><ul><li>Metodologia : se...
Indicadores Quantitativos <ul><li>Indicadores de insumo (input), tais como: montante dos investimentos anuais em pesquisa ...
Indicadores de insumo (input) <ul><li>Investimento total em P&D </li></ul><ul><li>Investimento do PIB </li></ul><ul><li>N....
Indicadores de insumo X indicadores de resultado : a situação da UE <ul><li>Relatórios mostram que a UE não tem feito esfo...
Indicadores de resultado
Quantidade de artigos <ul><li>Até 1991 os EUA tinham o  maior número de trabalhos  em 17 dos 20 campos científicos </li></...
O domínio das áreas
Qualidade dos artigos (impacto relativo) <ul><li>A produção dos EUA apresenta maior impacto relativo do que a UE </li></ul...
Invenções patenteadas em 3 regiões: UE, EUA e Japão <ul><li>As diferenças verificadas não são consideradas significativas ...
Formação de novos pesquisadores
Prêmios Nobel ( Física, Química e Medicina) <ul><li>EUA lideram este indicador há 50 anos </li></ul><ul><li>Muitos prêmios...
Participação no mercado de alta tecnologia Áreas de Liderança  norte-americana
Participação no mercado de alta tecnologia
Balança comercial externa <ul><li>Os EUA são líderes mundiais, mas com enorme e crescente déficit comercial. </li></ul><ul...
Indicadores Qualitativos : Benchmarking  <ul><li>Resultados obtidos em estudos de benchmarking no âmbito de dois projetos:...
Estudo de Benchmarking do WTEC  <ul><li>Estudo realizado por uma comissão de análise composta por importantes cientistas n...
 
Benchmarking da NAS : Metodologia <ul><li>Áreas analisadas: matemática, ciência dos materiais e imunologia </li></ul><ul><...
A organização do Congresso Virtual
Os palestrantes convidados : como está a liderança dos EUA? <ul><li>são em posição dominante na matemática </li></ul><ul><...
WTEC X NAS <ul><li>Nos estudos da NAS os EUA são considerados mais competitivos do que nas pesquisas do WTEC: </li></ul><u...
Quem é o líder mundial:  os EUA ou a UE? <ul><li>A UE está consolidando sua posição no quadro da liderança científica com ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A corrida EUA-UE pela liderança em C&T: indicadores qualitativos e quantitativos

2.674 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.674
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.092
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A corrida EUA-UE pela liderança em C&T: indicadores qualitativos e quantitativos

  1. 1. A corrida EUA-UE pela liderança em C&T: indicadores qualitativos e quantitativos Apresentação: Letícia Strehl The US-EU race for leadership of science and technology : qualitative and quantitative indicators by Robert D. Sheldon, Geofrey M. Holdridge Scientometrics, Vol. 60, no. 3 (2004), p. 353-363 http://www.itri2.org/s/USEU/
  2. 2. A meta de C&T do governo norte-americano desde a década de 50 <ul><li>Manter a liderança mundial nas atividades científicas em ciência, matemática e engenharia </li></ul><ul><li>Premissa que nos EUA considera-se já alcançada </li></ul><ul><li>Formulação do Government Performance and Results Act (GPRA) </li></ul>http://www.whitehouse.gov/omb/mgmt-gpra/gplaw2m.html
  3. 3. Contudo... <ul><li>Ao contrário dos resultados obtidos em termos globais, há evidências de que os EUA não são lideres de desempenho em campos ESPECÍFICOS importantes </li></ul>
  4. 4. Em 2000, a Meta Européia <ul><li>Tornar-se, em 2010, a economia mais competitiva e com dinâmica baseada no conhecimento </li></ul><ul><li>Estratégias implementadas: </li></ul><ul><ul><li>Reforçar a integração entre as atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumentar para 3% do PIB os investimentos em P&D </li></ul></ul>http://ec.europa.eu/research/era/index_en.html
  5. 5. A Pesquisa <ul><li>Objetivos: comparar o status de liderança em C&T dos EUA versus a EU </li></ul><ul><li>Metodologia : selecionar alguns indicadores de desempenho e comparar os resultados </li></ul><ul><ul><li>Indicadores quantitativos </li></ul></ul><ul><ul><li>Indicadores qualitativos </li></ul></ul>
  6. 6. Indicadores Quantitativos <ul><li>Indicadores de insumo (input), tais como: montante dos investimentos anuais em pesquisa </li></ul><ul><li>Indicadores de resultado (output), considera os resultados propriamente ditos: </li></ul><ul><ul><li>Trabalhos </li></ul></ul><ul><ul><li>Citações </li></ul></ul><ul><ul><li>Patentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Formação de doutores </li></ul></ul><ul><ul><li>Prêmios Nobel </li></ul></ul><ul><ul><li>Compartilhamento de mercado de alta tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Balanço comercial global </li></ul></ul>Revelam a intenção
  7. 7. Indicadores de insumo (input) <ul><li>Investimento total em P&D </li></ul><ul><li>Investimento do PIB </li></ul><ul><li>N. total de pesquisadores </li></ul><ul><li>Situação fortemente favorável aos EUA </li></ul>Este indicador sugere que a liderança é intransponível
  8. 8. Indicadores de insumo X indicadores de resultado : a situação da UE <ul><li>Relatórios mostram que a UE não tem feito esforços suficientes para suplantar o EUA quando o desempenho é medido por um indicador compósito que contempla a relação entre insumo e os resultados normalizados. </li></ul>http://www.oecd.org/document/ http://cordis.europa.eu/indicators/
  9. 9. Indicadores de resultado
  10. 10. Quantidade de artigos <ul><li>Até 1991 os EUA tinham o maior número de trabalhos em 17 dos 20 campos científicos </li></ul><ul><li>Em 2001 as posições começaram a ser revertidas: a UE lidera 12 campos e os países da Asia e do Pacífico dominam 1 campo </li></ul><ul><li>As causas deste brusco declínio são desconhecidas </li></ul>Último relatório disponível: http://www.nsf.gov/statistics/seind06/
  11. 11. O domínio das áreas
  12. 12. Qualidade dos artigos (impacto relativo) <ul><li>A produção dos EUA apresenta maior impacto relativo do que a UE </li></ul><ul><li>Alguns membros individuais da UE apresentam impacto relativo maior em 8 de 20 campos específicos </li></ul>Pesquisadores norte-americanos são propensos a citarem prioritariamente trabalhos produzidos em seu próprio país A Suíça (não UE) lidera o ranking de impacto relativo desde 1983
  13. 13. Invenções patenteadas em 3 regiões: UE, EUA e Japão <ul><li>As diferenças verificadas não são consideradas significativas e podem ser revertidas com estímulos concedidos aos pesquisadores para o registro de patentes </li></ul>
  14. 14. Formação de novos pesquisadores
  15. 15. Prêmios Nobel ( Física, Química e Medicina) <ul><li>EUA lideram este indicador há 50 anos </li></ul><ul><li>Muitos prêmios Nobel iniciaram sua formação e suas pesquisas na Europa </li></ul><ul><li>Em 2001, o Japão definiu sua meta: ter 30 laureados nos próximos 50 anos </li></ul>
  16. 16. Participação no mercado de alta tecnologia Áreas de Liderança norte-americana
  17. 17. Participação no mercado de alta tecnologia
  18. 18. Balança comercial externa <ul><li>Os EUA são líderes mundiais, mas com enorme e crescente déficit comercial. </li></ul><ul><ul><li>O déficit no setor de bens e serviços em 2002 foi de U$ 435 bilhões </li></ul></ul><ul><li>A UE tem um resultado positivo maior do que o Japão, conhecido como uma poderosa casa exportadora </li></ul>
  19. 19. Indicadores Qualitativos : Benchmarking <ul><li>Resultados obtidos em estudos de benchmarking no âmbito de dois projetos: </li></ul><ul><ul><li>Programa do World Technology Evaluation Center (WTEC) financiado por agências governamentais norte-americanas </li></ul></ul><ul><ul><li>Programa internacional experimental promovido pela U.S. National Academy of Science </li></ul></ul>Metodologia com alto custo
  20. 20. Estudo de Benchmarking do WTEC <ul><li>Estudo realizado por uma comissão de análise composta por importantes cientistas norte-americanos </li></ul><ul><li>Várias fontes de informação foram utilizadas para selecionar os laboratórios a serem estudados, entre elas: publicações, patentes e outros dados bibliométricos </li></ul><ul><li>Os estudos do WTEC tem verificado que muitas tecnologias não são lideradas por EUA </li></ul>Metodologia detalhada em: http://wtec.org/loyola/ar9798/001_intr.htm
  21. 22. Benchmarking da NAS : Metodologia <ul><li>Áreas analisadas: matemática, ciência dos materiais e imunologia </li></ul><ul><li>Análise de competitividade: CONGRESSO VIRTUAL </li></ul><ul><li>Composição de comissões com 12 especialistas em cada um destes campos </li></ul>
  22. 23. A organização do Congresso Virtual
  23. 24. Os palestrantes convidados : como está a liderança dos EUA? <ul><li>são em posição dominante na matemática </li></ul><ul><li>estão entre os líderes em todos os sub-campos de ciência e engenharia dos materiais e são líderes em alguns sub-campos, mas não no campo como um todo </li></ul><ul><li>são os líderes mundiais em todos os sub-campos da imunologia, mas está somente entre os líderes mundiais de alguns sub-subcampos específicos </li></ul>
  24. 25. WTEC X NAS <ul><li>Nos estudos da NAS os EUA são considerados mais competitivos do que nas pesquisas do WTEC: </li></ul><ul><ul><li>Os estudos realizados pela NAS nunca contemplam visitas a instituições estrangeiras; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os analistas do WTEC geralmente mudam sua opinião sobre a supremacia competitiva dos EUA quando retornam de suas viagens de estudos </li></ul></ul>
  25. 26. Quem é o líder mundial: os EUA ou a UE? <ul><li>A UE está consolidando sua posição no quadro da liderança científica com o aumento substancial dos recursos investidos em C&T. </li></ul><ul><li>As 15 nações da UE já supera os EUA em alguns indicadores importantes. A incorporação de mais 10 países à UE em 2004 só fortaleceu essa posição de liderança </li></ul><ul><li>A consolidação de uma identidade de pesquisa européia com a integração das atividades realizadas nos vários países torna razoável a comparação da performance global da UE com o desempenho dos EUA. </li></ul><ul><ul><li>Nesta perspectiva, verifica-se uma tendência de que a UE supere o desempenho científico dos EUA, há menos que a política norte-americana mude seus rumos. </li></ul></ul>

×