Tendências e perspectivas do mercado

2.246 visualizações

Publicada em

Material apresentado na palestra no dia 21/01/2012 na convenção de vendas no Hotel Fazenda Capetinga - Lamounier - MG

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tendências e perspectivas do mercado

  1. 1. Tendências e perspectivas do Mercado sob a ótica das relações de consumo
  2. 2. De Gutemberg à era da impressão digital <ul><li>De 1398 a 1976 : 578 anos de história em 16 minutos </li></ul>Johann Gutemberg Apresentação do filme: http://www.youtube.com/watch?v=p5npBuPzmvo&feature=youtu.be
  3. 3. Intercâmbio <ul><li>Quais fatos históricos mais lhe chamaram a atenção? </li></ul><ul><li>Quais outros fatos da história que você ressaltaria (mais recentes por exemplo)? </li></ul><ul><li>Qual a relação entre estes episódios e o nosso cotidiano? </li></ul>
  4. 4. Intercâmbio <ul><li>“ Revolução industrial” do Brasil” </li></ul><ul><li>“ Internacionalização” </li></ul><ul><li>Construção de Brasília </li></ul><ul><li>Bill Gates Microsoft </li></ul><ul><li>Apple com Steve Jobs </li></ul><ul><li>Collor e a “abertura aos mercados” </li></ul><ul><li>Reengenharia e Qualidade Total: ISO </li></ul><ul><li>Planos econômicos </li></ul><ul><li>Novos governantes </li></ul>
  5. 5. A ondas no Brasil <ul><li>1ª onda – chegada da imprensa - 1808 </li></ul><ul><li>2ª onda – abolição da escravatura - 1850 </li></ul><ul><li>3ª onda – início do mercado como o conhecemos 1950 </li></ul><ul><li>4ª onda – proliferação de veículos - 1960 </li></ul><ul><li>5ª onda – transição do mercado analógico para digital – rupturas </li></ul><ul><li>6ª onda (perspectiva) – integração de todas as mídias e objetos </li></ul>http://www.hsm.com.br Entrevista Ricardo Cavallini
  6. 6. Elementos de um cenário
  7. 7. Mega tendências <ul><li>Nova percepção e conceitos de responsabilidade ambiental e social </li></ul><ul><li>Evolução técnica acelerada </li></ul><ul><li>Saúde - a evolução da medicina e a preocupação com o bem-estar das pessoas </li></ul>Segundo o Zukunfts Institut (Instituto do Futuro), Berlim - DE
  8. 8. <ul><li>Aumento da expectativa de vida - alterações no comportamento dos adultos maduros </li></ul><ul><li>Voltam a estudar, empreendem mais, adotam estilo de vida e aparência mais jovial, interagem, têm recursos e educação </li></ul><ul><li>Mantém fidelização aos meios impressos, ao contrário das novas gerações acostumadas a hábitos digitais </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Globalização - com todos os seus efeitos, positivos e negativos, como já estamos sentindo há alguns anos </li></ul><ul><li>A qualidade, deixando de ser diferencial e passando a ser obrigação </li></ul><ul><li>Mulher - Mais ativa, autônoma, divide o mercado com os homens </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Mobilidade - acesso a informações, dados e comunicação pessoal ou em grupo onde estiver, conexão 24 horas </li></ul><ul><li>Ciclo de vida dos produtos mais curto </li></ul><ul><li>Importância do “eu” em uma sociedade menos privativa - pessoas querem produtos dirigidos a elas, mensagens personalizadas </li></ul>Luiza foi para o Canadá - Se ela foi você também pode ir. Anúncio da Submarino viagens Parceria com a Air Canadá
  11. 11. <ul><li>Conhecimento - verdadeiro nome desta era, na qual conhecer é mais do que ter (capital intelectual) </li></ul><ul><li>Velocidade na produção (Hamel) </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Era digital - evidente, por si só, com todas as suas conexões. </li></ul><ul><li>Necessidade crônica de menos desperdício </li></ul><ul><li>Urbanização - hoje, o número de habitantes nas cidades já ultrapassa com sobra os habitantes do campo </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Na junção da questão ambiental, saúde e estilo de vida há o crescimento de um movimento: </li></ul><ul><ul><li>o chamado LoHaS – Lifestyle of Health and Sustainability, algo como Estilo de Vida com Saúde e Sustentabilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>ou seja, viver bem, saudavelmente e consumindo produtos com sofisticação, mas que não afetem a natureza, como papéis reciclados </li></ul></ul>
  14. 14. Perspectivas <ul><li>Ascensão da classe média - fenômeno que vemos com clareza no Brasil, e que se repete em quase todos os emergentes: China, Índia e México </li></ul><ul><li>Em alguns anos, a classe média será a classe econômica dominante mundialmente, com todas as suas implicações de demanda </li></ul>Melhor do mundo em 2011 Escolha feita pela World Label Awards Association
  15. 15. <ul><li>O poder no mundo dos negócios caminhando na direção do consumidor final </li></ul><ul><li>Todas essas tendências, impactam a indústria e conhece-las fará toda a diferença no futuro </li></ul><ul><li>O novo estilo de vida altera a forma como as pessoas e as empresas se comunicam e isso muda todo o quadro envolvendo o futuro </li></ul>
  16. 16. <ul><li>A decisão do consumidor se dá pela comodidade, custo e benefícios proporcionados por esse produto, pela experiência positiva proporcionada, pela sua conveniência e pelo valor que o usuário nele enxerga </li></ul><ul><li>A discussão entre a validade de ser o maior versus ser o melhor </li></ul>
  17. 17. Perspectivas em números $ <ul><li>Indústria gráfica mundial teve um faturamento de US$ 700 bilhões em 2008, devendo atingir US$ 725 bilhões em 2014 </li></ul><ul><li>Transformações no mapa político/econômico/so­cial do mundo </li></ul><ul><li>Diminuição da participação % do setor gráfico nos PIBs dos mercados chamados maduros: Estados Unidos, Japão e Canadá </li></ul>Fonte: Revista Abigraf Edição 250
  18. 18. <ul><li>A indústria gráfica é reflexo do uso dos produtos que imprime </li></ul><ul><li>Para entender o que a afeta e o que irá afetá-la nos próximos anos precisamos: </li></ul><ul><ul><li>compreender as principais tendências que alteram e alterarão o modo de vida em sociedade </li></ul></ul><ul><ul><li>e com isso entender quais as tecnologias disruptivas que podem substituir os seus produtos. </li></ul></ul>
  19. 19. Para uma densa reflexão <ul><li>Pensar nos ainda não clientes, aqueles que hoje não usam intensamente nossos produtos </li></ul><ul><li>Conhecer e usar, na própria empresa, os novos meios de comunicação </li></ul><ul><li>Pensar nas futuras aplicações em resposta a “comoditização” </li></ul>Costa, Terni Hamilton ANconsulting, ex-presidente da ABTG
  20. 20. <ul><li>Entender e desenvolver um fluxo de trabalho que possa conectá-lo aos clientes. </li></ul><ul><li>Acompanhar os trabalhos de ponta a ponta e entender as dificuldades dos clientes. </li></ul><ul><li>Medir resultados fora e dentro. Quanto mais auxiliar seus clientes a medir resposta do trabalho feito, maior a chance de continuar a fornecer. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Trabalhar em rede, buscar parcerias complementares e suplementares e gerar redes conjuntas de fornecimento. </li></ul>
  22. 22. Desafios para as vendas consultivas 2.0 <ul><li>Exchange (troca) - preço </li></ul><ul><li>Experience - produto </li></ul><ul><li>Engagement - promoção </li></ul><ul><li>Everyplace - praça </li></ul>
  23. 23. Considerações e intercâmbio <ul><li>Como voce traduz os temas apresentados para a realidade das vendas consultivas? </li></ul><ul><li>Qual a sua análise sobre o atual mercado em que estão colocadas suas empresas? </li></ul>
  24. 24. Considerações finais <ul><li>Rótulos e etiquetas fazem história. Ex.: Gallo, Moça, Nescau. </li></ul><ul><li>Temos fontes para sólidas argumentações. </li></ul><ul><li>Temos conhecimento disponíveis e suficientes para excelência em vendas consultivas. </li></ul>
  25. 25. Créditos e referências <ul><li>Marcos Anghinoni – Diretor de vendas Sellerink </li></ul><ul><ul><li>http://sellerink.com.br/blog/series/historia-da-industria-grafica/ </li></ul></ul><ul><li>Qual o futuro da gráfica? – Texto de Hamilton Terni Costa (Fonte: Revista Abigraf Edição 250) </li></ul><ul><li>Revista Tecnologia Gráfica </li></ul>
  26. 26. Mensagem <ul><li>“ Há que trabalhar, pois; trabalhar constantemente. Não fiquem um só dia com a mente em franca indisciplina; o pior inimigo que pode ter um ser humano, ao longo de todo o processo de sua vida, é a inércia mental.Inércia mental significa falta de atividade, falta de domínio, ausência de responsabilidade e paralisação dos recursos da inteligência.” </li></ul><ul><li>Carlos Bernardo Gonzalez Pecotche </li></ul><ul><li>Autor da Logosofia </li></ul>

×