Módulo a2.1 membrana.resumo

990 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
990
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo a2.1 membrana.resumo

  1. 1. Biologia – módulo A2 – Obtenção de matéria Página 1Profª Leonor Vaz PereiraBIOLOGIA – Módulo A2 – Obtenção de MatériaAutotrofia versus HeterotrofiaOs organismos em geral, e o nosso corpo em particular, obtêm energia a partir dos alimentos. Estes sãoutilizados para manter as estruturas celulares e para o crescimento do corpo.Nós gastamos energia, mesmo quando estamos a dormir!O ser humano, como muitos outros seres vivos, é um ser heterotrófico.Ser Heterotrófico - ser que se alimenta deoutros seres vivos, pois necessita de materialorgânico para conseguir a sua energia eproduzir os seus próprios constituintes.Os seres heterotróficos podem ser: herbívoros - alimentam-se essencialmente deprodutos de natureza vegetal; carnívoros - alimentam-se de produtos de origemanimal; omnívoros - incluem plantas e animais na suadieta;Quanto à relação que se estabelece entre os seresvivos, os seres heterotróficos podem ser: saprófitas - são seres vivos sem clorofila queobtêm os seus nutrientes a partir de tecidos mortose/ou em decomposição; predadores - alimentam-se de outros seres vivosque matam para comer; parasitas - alimentam-se de outros seres emvida prejudicando-os.No entanto, há seres vivos que produzem o seu próprio alimento - os seres autotróficos.Ser Autotrófico - seres que utilizam a energia solarpara produzir alimento (matéria orgânica) a partir dematéria inorgânica, no caso dos fotossintéticos, ouenergia química para obter alimento(quimiossintéticos)As plantas produzem, através do processo defotossíntese - que ocorre quando o sol incide nasfolhas verdes da planta, o seu próprio alimento.Dos seres unicelulares aos seres pluricelularesÉ nas células que as substâncias resultantes da digestão vão ser utilizadas. A vida das célulasdepende do movimento de substâncias através da membrana celular/plasmática.Os seres unicelulares fazem a digestão no interior da célula.Os seres pluricelulares efetuam-na, de modo geral, extracelularmente.
  2. 2. Biologia – módulo A2 – Obtenção de matéria Página 2Profª Leonor Vaz PereiraA membrana celularA membrana plasmática/celular mantém a integridade da célula e constitui uma fronteira entredois meios distintos, assegurando a troca de substâncias, de energia e de informação entre esses meios.Composição química e estruturaFosfolípidos Proteína extrínsecaLípidos Glicolípidos Proteínas Proteína intrínsecaColesterol GlicoproteínaModelos explicativos da estrutura da membrana celularConhecendo o comportamento dos fosfolípidos na presença de água, admitiu-se que a membrana deveriater uma estrutura complexa, na qual os fosfolípidos formariam uma bicamada. As cabeças polaresestariam viradas para os meios intra e extracelular e as cadeias hidrofóbicas estariam voltadas umas paraas outras.Segundo o modelo de Danielli e Davson, a bicamada fosfolipídica garantia que as cadeias hidrofóbicasficassem estabilizadas, enquanto que as proteínas se ligavam às extremidades hidrofílicas dos lípidos. Asinterrupções na bicamada formariam passagens, através das quais poderiam circular os iões e assubstâncias polares. As substâncias não polares entrariam diretamente, atravessando a bicamada.O modelo de Singer o Nicholson considera a existência de moléculas proteicas, chamadas proteínasintrínsecas, inseridas na bicamada de fosfolípidos. Outras proteínas estariam à superfície da membrana,sendo denominadas por proteínas periféricas ou extrínsecas. Existem também hidratos de carbono ligadosa proteínas na superfície da membrana constituindo glicoproteínas, ou ligados a lípidos, formandoglicolípidos.Modelo de mosaico fluido
  3. 3. Biologia – módulo A2 – Obtenção de matéria Página 3Profª Leonor Vaz PereiraTransporte de materiais através da membrana plasmáricaEm todas as células e membrana plasmática permite a entrada e saída de substâncias de que as célulasnecessitam e a saída de produtos resultantes da sua atividade. Uma das suas propriedades fundamentais éa permeabilidade seletiva (apenas deixa passar o que lhe interessa). Os mecanismos pelos quaisocorrem as trocas de materiais através da membrana celular são variados. Alguns são controlados porprocessos físicos (transporte não mediado) e noutros intervêm proteínas da membrana (transportemediado).Transporte não mediadoMuitas substâncias atravessam a membrana celular a favor do gradiente de concentração, ou seja, domeio onde se encontram em maior concentração para o meio onde se encontram em menor, atingindoassim um equilíbrio térmico entre os dois meios.Difusão simples:Difusão simples: ocorre sem mediadores; sem gasto de energia; a favor do gradiente de concentração,até se atingir uma distribuição uniforme dessas partículas. A agitação térmica daspartículas determina a sua movimentação.Osmose: movimento da água através de uma membrana seletivamente permeável, é um caso particularde difusão de difusão simples. Membrana semipermeável (membrana que é permeávelao solvente, neste caso a água e impermeável aos solutos [substâncias dissolvidas nosolvente]), de um meio hipotónico para um meio hipertónico.As moléculas em solução tendem a deslocar-se de um meio hipertónico (local de maior concentração)para um meio hipotónico (local de menor de concentração), até que as concentrações se igualem, ouseja, até os meios se tornarem isotónicos (tendo em conta que nos estamos a referir a concentração desoluto).Tipo de soluçãoConcentração desolutosPotencial da água DescriçãoIsotónica (isos = igual;tónos = vigor)Igual à soluçãocomparadaIgual à soluçãocomparadaA concentração desolutos à igual nas duassoluções.Hipertónico (hiper =muito; tónos = vigor)Elevado BaixoSolução ou meio comelevada concentraçãode soluto.Hipotónico ( hipo =pouco; tónos = vigor)Baixa ElevadaSolução ou meio combaixa concentração desoluto.Quando uma célula vegetal absorve água – por osmose - até atingir o estado de equilíbrio dizemos que seencontra túrgida, sendo que o conteúdo celular exerce pressão de turgescência que é contrabalançadapela resistência oferecida pela parede celular. Nesta situação o vacúolo aumenta e empurra o citoplasmacontra a parede celular. No caso em que uma célula vegetal perde água ao ser mergulhada numa soluçãohipertónica, o citoplasma contrai-se parcialmente e fica preso à parede celular apenas por algunsfilamentos, dizendo-se que a célula se encontra plasmolisada.Meio hipotónico – a célula sofre pressão de turgescência, fica túrgida.Meio hipertónico – a célula sofre plasmólise, fica plasmolisada.
  4. 4. Biologia – módulo A2 – Obtenção de matéria Página 4Profª Leonor Vaz PereiraTransporte mediadoO movimento de algumas substâncias através da membrana celular verifica-se devido á intervenção deproteínas transportadoras específicas (permeases).Ao nível celular são comuns os processos de difusão facilitada e de transporte ativo.Difusão facilitada:o transporte de certas substâncias como a glicose e osaminoácidos ocorre a favor do gradiente deconcentração, ou seja, da região de maior concentraçãode soluto para a região de menor concentração; esteprocesso ocorre a maior velocidade do que na difusãosimples na qual a velocidade de movimentação do solutoé diretamente proporcional à diferença de concentraçãoentre os meios intracelular e extracelular.As partículas não se movimentam livremente, intervindo nesse transporte proteínas transportadoras damembrana. Essas proteínas são específicas e designam-se por permeases (enzimas). Etapas da difusãofacilitada:- Ligação de uma molécula de soluto á permease;- Alteração da forma da proteína, o que permite a transferência dessa partícula através da membrana:- Retorno da permease à sua conformação inicial.Transporte ativo:Caracteriza-se por ser o transporte de uma substância através de uma membrana biológica contra ogradiente de concentração, havendo assim gasto de energia. Intervêm proteínas específicas (enzimas)da membrana pelo que é também um transporte mediado.

×