• Curtir
Leitura da vida e  obra de Vincent Willem Van Gogh
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Leitura da vida e obra de Vincent Willem Van Gogh

  • 7,908 visualizações
Carregado em

Leitura sobre sua vida e suas obras.

Leitura sobre sua vida e suas obras.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Be the first to like this
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
7,908
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13

Ações

Compartilhamentos
Downloads
57
Comentários
1
Curtidas
0

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  Professora: Iareli Mangueira de Figueiredo.
  • 2.  O que você vê na imagem? Descreva: Quais cores você identifica? Que nome você daria para a tela? Quem é o autor da pintura?
  • 3. AUTO RETRATO – 1890 - Um de seus últimos auto retratos, Van Gogh se mostra cansado e tenso, de olhar vago e perturbado. Seu paletó quase se integra ao fundo suave e espiralada, ambos em meios- tons, reforçando o destaque da barba e dos cabelos.
  • 4. NOITE ESTRELADA – 1899 – EM BUSCA DOS CÉUS Nesta pintura o céu era a parte mais importante em sua mente. Ele pode ter pensado na conhecida história do Antigo Testamento sobre José, que viu onze estrelas, o sol e a lua inclinando-se para ele, uma história que o pintor conhecia bem. Como a árvore a torre se levanta para o céu.Uma nebulosa precipita-se como um dragão, desviando se das estrelas. Contornando a montanha uma longa corrente de uma misteriosa luz amarela. A parte mais brilhante do firmamento é o sol e lua num só corpo. Uma pequena cidade pacato e tranquila contrasta com a impetuosidade da pintura.
  • 5. GIRASSÓIS – 1888 – ENERGIA E MOVIMENTO Os quinze girassóis tem personalidades diferentes. Cada um é de um tamanho alguns carregadas de pétalas outros perdendo. As seis flores mais do centro é carregado de laranja-escuro, fazendo parecer que as sementes estão prestes a arrebentar. Os outros girassóis projetam gravinhas verdes e laranjas. Essas linhas sinuosas e desdentadas parecem estar em constante movimento ondulatórios, preenchendo o espaço entre as flores animando o buquê. O vaso é dividido em duas partes contrastando som as duas cores do fundo. O topo é vivamente colorido. A parte de baixo é de um amarelo mais claro. É uma celebração da abundância da natureza. Para Van Gogh simbolizava também a gratidão. Pensou em seu irmão e seu amigo Gauguin. Enalteceu o sol por sua luz e calor.
  • 6. CORVOS SOBRE UM CAMPO DE TRIGO - 1890 Esta deve ser a ultima tela de Van Gogh. Alguns vêem nela a evidência de que o artista estava se sentindo nervoso e perturbado o céu assustador, as estradas que conduzem um lugar escuro e os corvos, que mais parecem morcegos. Pouco depois de finalizar essa pintura Van Gogh deu um tiro em si mesmo. Ele morreu dois dias depois.
  • 7. Nesta tela Van Gogh usouA PONTE EM LANGLOIS – 1888 – A EXPLOSÃO DA COR seis cores para criar uma cena viva: as margens e ás árvores alaranjadas contrastam com o azul do rio e do céu, enquanto a relva se realça com toques de um marrom- avermelhado. Só no grupo de lavadeiras e na ponte ele ampliou sua paleta, incluindo o branco e o preto. O céu e as água serenas, desenvolve uma nova forma de pintura tonal o colorido do quadro desenvolve-se a partir de variações de uma cor e tonalidades, um amarelo intenso, um vermelho vivo a cor é a portadora de uma expressão, e de imaginação. A cor não é para ser olhada, é par ser sentida.
  • 8. QUARTOO QUARTO EM ARLES – 1888 – UMA CASA E UM Uma casa em Arles foi o mais perto que chegou em toda a sua vida , de ter uma casa realmente sua. O sonho de um ateliê de artistas. Usou azul, verde amarelo e vermelho. Esta é a tela mais famosa, pois ao não usar sombras em baixo dos móveis fez com que parecessem planos, flutuando do chão. Como nas gravuras japonesas que estudou. Inclinou o piso, fazendo que o lado direito alto que o esquerdo. Tudo isso dá uma ideia de espaço desordenado. Os móveis têm um espírito familiar e tranquilizador. As duas cadeiras e dois travesseiros podem simbolizar o constante desejo de ter alguém para compartilhar sua vida.
  • 9.  Vida e Obras.
  • 10. VCENT WILLEM VAN GOGH EM 1866 Vincent nasceu na Holanda, no dia 30 de março de 1853. Era filho de Theodorus, um pastor e de Anna Cornelia Carbentus. Ao todo, Vincent teve dois irmãos: Theodorus, apelid ado de Theo, e Cornelius (Cor); e três irmãs: Elisabeth, Anna e Willemina (Will).
  • 11. Na infância, Van Gogh aprendeuinglês, francês e alemão. Mas, com apenas 15anos, deixou os estudos para trabalhar na loja deum tio, em Haia (Holanda). Com 24 anos, achouque a sua vocação era trabalhar com aevangelização, chegando a estudar teologia, emAmsterdã. Pouco tempo depois, dividiu os seuspoucos bens com os pobres e passou a sersustentado pelo irmão (Theo), ao mesmo tempoem que iniciava a carreira profissional comopintor. Em Haia, ele juntou-se a seu primo, AntonMauve, nos estudos de arte. Envolveu-se com umaprostituta grávida e já mãe de um filho, conhecidacomo Sien.
  • 12. Van Gogh, que também morou na Françae na Bélgica (onde conviveu com mineirosextremamente pobres), pintou mais de 400 telas, ostrês anos anteriores à sua morte foram os maisprodutivos, tornou-se um bebedor frequente deabsinto. Foi nesta altura que entrou em contactocom a arte japonesa, da qual se tornou fervorosoadmirador e que posteriormente o influenciariapelas cores fortes e uso das linhas. Uma mudançafundamental na vida do pintor holandês aconteceuquando Van Gogh trocou Paris por Arles, mais aosul da França. Na pequena cidade, Van Gogh alugauma casa e intensifica o seu trabalho, ao lado deGauguin.
  • 13. Após um período de ótimaconvivência, os dois pintores começam a discutirmuito e Van Gogh ataca Gauguin com umanavalha em dezembro de 1888. Inconformado como fracasso do ataque e completamentetranstornado, Van Gogh corta o lóbulo de suaorelha esquerda com a própria arma. Emseguida, embrulha o lóbulo e o entrega a umaprostituta. Internado em um hospital, recebe avisita do irmão Theodorus. No começo de janeirode 1889, Van Gogh deixa o hospital, mas apresentasinais evidentes de disfunção mental, àsvezes, aparenta tranquilidade, em outrasoportunidades, demonstra alucinações.
  • 14. A genialidade de Vincent Van Gogh somente foireconhecida após a sua morte. Em vida, o artista holandês, quepassou fome e frio, viveu em barracos e conheceu amiséria, vendeu apenas uma pintura, "O Vinhedo Vermelho". Emmaio de 1990, uma de suas mais conhecidas obras, "O Retrato deDr. Gachet", pintado um século antes, justamente no ano de suamorte, foi comercializado por US$ 82,5 milhões. Maior expoente do pós-impressionismo, ao lado dePaul Gauguin e Paul Cézanne, Vicent Willen Van Gogh, foisempre sustentado pelo irmão Theodorus, com quem trocou maisde 750 correspondências, documentos fundamentais para umestudo mais aprofundado de sua arte. Na sua fase mais produtiva(1880/90), Van Gogh foi completamente ignorado pela crítica epelos artistas. Atualmente, os seus quadros estão entre os maiscaros do mundo.
  • 15. Em julho, uma nova recaída no estado desaúde do pintor holandês, que também demonstrainconformismo com as dificuldades financeirasenfrentadas pelo seu irmão. No dia 27, Van Gogh saipara fazer um passeio e toma uma decisãodrástica, atira contra si mesmo, no tórax.Cambaleando, volta para a sua casa, mas não comentacom ninguém que tinha tentado o suicídio. Encontradopor amigos, Van Gogh passa as últimas 48 horas de suavida, conversando com o seu irmão, os médicos nãoconseguiram retirar a bala do tórax. No dia 29, pelamanhã, o pintor morreu e o seu caixão foi coberto comgirassóis, flor que ele amava. Aliás, a tela "OsGirassóis" é uma das obras-primas de Van Gogh.
  • 16. Recebeu o mesmo nome de seu avôpaterno e também daquele que seria oprimogênito da família, morto antes mesmo denascer exatamente um ano antes de seunascimento. Acredita-se que este fato tenhainfluenciado profundamente em certosaspectos de sua personalidade, e quedeterminadas características de sua pintura(como a utilização de pares de figurasmasculinas) tenham sido motivadas por isso.Vincent era uma criança séria, quieta eintrospectiva.
  • 17. Mencionava-se sobre perturbaçõesepiléticas, dados fornecidos pelo diretor doasilo, Dr. Peyron, mas este sequer era especialistaem psiquiatria. As crises ocorriam de tempos emtempos, precedidas por sonolência e em seguidaapatia. Duravam entre duas a quatrosemanas, período no qual Van Gogh não conseguiapintar. Nestas crises predominavam ocomportamento violento e as alucinações. No entanto, Van Gogh tinha consciênciade sua doença e lhe era repulsivo viver com osdemais doentes mentais da instituição. A doençade Van Gogh foi analisada durante os anosposteriores e existem várias teses sobre odiagnóstico. Alguns como o doutor DietrichBlumer, em artigo publicado no American Journal ofPsychiatry, mantém o diagnóstico de epilepsia dolobo temporal, agravada pelo uso do absinto.
  • 18. Segundo alguns, Vincent teria sofrido de xantopsia(visão dos objetos em amarelo), por isso exagerava no amareloem suas telas. Esta xantopsia pode ou não ter surgido peloexcesso de ingestão de absinto, que contém tujona, uma toxina.Outra teoria seria que doutor Gachet teria indicado o uso dedigitalis para o tratamento de epilepsia, o que poderia terocasionado visão amarelada a Van Gogh. Outros documentosrelatam ainda que na verdade Van Gogh seria daltônico. Há ainda diagnósticos de esquizofrenia e detranstorno bipolar de humor, sendo este último o diagnósticomais aceito. Consta que na família de Van Gogh existiram outroscasos de transtorno mental: Théo sofreu depressão e ansiedadee faleceu de "demência paralítica" (neurossífilis), no InstitutoMédico para Doentes Mentais em Utrecht. Willemina eraesquizofrênica e viveu durante 40 anos neste mesmo instituto eCornelius cometeu suicídio aos 33 anos de idade. Faleceu em 29 de julho de 1890. Encontra-sesepultado em Auvers-sur-Oise Town Cemetery, Auvers-sur-Oisena França.
  • 19.  Retrato do Dr. Gachet (1890): uma das obras mais famosas de Van Gogh
  • 20.  Os comedores de batatas (1885)
  • 21.  Caveira com cigarro acesso (1886)
  • 22.  A ponte Debaixo de Chuva
  • 23.  Natureza morta com absinto
  • 24.  A italiana (1887)
  • 25.  A vinha encarnada
  • 26.  A casa amarela (1888)
  • 27.  Girassóis
  • 28.  Auto Retrato com a Orelha Cortada
  • 29.  Vista de Arles com Lírios
  • 30.  Noite Estrelada
  • 31.  O Escolar
  • 32.  O velho moinho (1888)
  • 33.  Oliveiras (1889)
  • 34.  Vista de Arles, Pomar em flor
  • 35.  A Igreja de Auvers
  • 36.  Música feita em homenagem a Van Gogh Vicent (Starry, Starry Night) Dom Mclean
  • 37. Vincent (Estrelada, NoiteVincent (Starry, Starry Night) Estrelada) Estrelada, noite estreladaStarry, starry night Pinte sua paleta azul e cinzaPaint your palette blue and grey Olhe ao redor em um dia de solLook out on a summers day Com olhos que conhecem aWith eyes that know the darkness escuridão na minha alma in my soul Sombras nas colinasShadows on the hills Desenhe árvores e narcisosSketch the trees and daffodils Pegue a brisa e a friagem doCatch the breeze and the winter inverno chills Em cores da terra enevoadaIn colors on the snowy linen land
  • 38. Now I understand Agora eu entendoWhat you tried to say to me O que você tentou me dizerAnd how you suffered for your E o quanto você sofreu por causa sanity da sua sanidadeAnd how you tried to set them E como você tentou libertá-los free Eles não ouviriamThey would not listen Não saberiam comoThey did not know how Talvez escutarão agoraPerhaps theyll listen now
  • 39. Estrelada, noite estreladaStarry, starry night Flores flamejantes que resplandeceFlaming flowers that brightly blaze brilhantementeSwirling clouds and violet haze Nuvens rodopiando e nevoeiroReflect in Vincents eyes of china violento blue Refletem nos olhos deColors changing hue Vincent, olhos azuis de porcelanaMorning fields of amber grain Cores mudam a coloraçãoWeathered faces lined in pain Campos matinais de grãosAre soothed beneath the artists ambarino loving hand Suportando rostos alinhados em dor São acalmadas pelas mãos amorosas dos artistas
  • 40. Now I understand Agora eu entendoWhat you tried to say to me O que você tentou me dizerAnd how you suffered for your E o quanto você sofreu por causa sanity da sua sanidadeAnd how you tried to set them E como você tentou libertá-los free Eles não ouviriamThey would not listen Não saberiam comoThey did not know how Talvez escutarão agoraPerhaps theyll listen now
  • 41. For they could not love you Por eles não poderem amar vocêBut still your love was true Mas ainda assim seu amor eraAnd when no hope was left inside verdadeiroOn that starry, starry night E quando nenhuma esperança foiYou took your life as lovers often deixada dentro do Daquela estrelada, noite estreladaBut I could have told you Vincent Você tomou sua vida como osThis world was never meant for amantes geralmente fazem one as beautiful as you Mas eu poderia ter-lhe dito, Vincent Esse mundo nunca foi feito para alguém tão bonito como você
  • 42. Like the strangers that youve met Como os estranhos que vocêThe ragged men in ragged clothes conheceuThe silver thorn of bloody rose O homem esfarrapado em roupasLie crushed and broken on the esfarrapadas virgin snow O espinho prateado da rosa ensanguentada Estende-se esmagada e quebrada na neve virgem
  • 43. Now I think I know Agora, acho que seiWhat you tried to say to me O que você tentou me dizerAnd how you suffered for your E o quanto você sofreu por causa sanity da sua sanidadeAnd how you tried to set them E como você tentou libertá-los free Eles não ouviriamThey would not listen Ainda não o estão escutandoTheyre not listening still Talvez eles nunca ouçam...Perhaps they never will...
  • 44.  http://educacao.uol.com.br/biografias/van- gogh.jhtm http://www.vangoghgallery.com/catalog/Pai nting/10/Auvers-Town-Hall-on-14-July- 1890.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Vincent_van_G ogh http://www.suapesquisa.com/vangogh3/ http://www.vagalume.com.br/don- mclean/starry-starry-night.html
  • 45. "Após a experiência dos ataques repetidos, convém-me a humildade. Assim pois: paciência. Sofrer sem se queixar é a única lição que se deve aprender nesta vida."— Vincent Van Gogh