História da Semana Da Cidadania

6.798 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
278
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da Semana Da Cidadania

  1. 1. SEMANA DA CIDADANIA
  2. 2. HISTÓRIA DA SEMANA DA CIDADANIA A Semana da Cidadania, marcada por atividades que defendem a vida dos/as adolescentes e jovens, nasceu em 1995 e é coordenada pelas Pastorais da Juventude do Brasil.
  3. 3. Esse evento nos convida <ul><li>Darmos sentido à nossa existência construindo uma sociedade com os sinais do Reino, </li></ul>
  4. 4. O que é esta SEMANA <ul><li>É uma atividade dos grupos de jovens organizados como Igreja no Brasil. </li></ul><ul><li>É uma ação ligada à dimensão política </li></ul><ul><li>É uma atividade do/a discípulo/a missionário de Jesus. </li></ul><ul><li>É um modo concreto de manifestarmos como cristãos/ãs nossa fé na vida, nossa crença no protagonismo dos/as jovens. </li></ul><ul><li>É parte de um processo dos grupos organizados que desejam ir ao encontro dos outros/as jovens para anunciar a vida para todos/as e vida em abundância </li></ul>
  5. 5. Que quer esta SEMANA <ul><li>Discutir os grandes temas sócio-ambientais com perguntas geradoras que instiguem os/as jovens as se questionarem porque, como e quem, discorrendo sobre a relação homem/mulher/natureza e contextualizando o projeto desenvolvimentista e civilizatório para o Brasil. </li></ul>
  6. 6. Porque do tema ? <ul><li>Para dar unidade e um enfoque especial. </li></ul>
  7. 7. VEJAMOS OS TEMAS
  8. 8. Você não vai ficar de fora! Faça seu título e vote consciente 1996
  9. 9. Um grito por liberdade! 1997
  10. 10. Democracia: exercício de liberdade! 1998
  11. 11. Desemprego: Juventude sem sonho, país sem futuro! 1999
  12. 12. Sem essa de exclusão! Jovem, agora são outros 500. 2000
  13. 13. Vida que te quero viva! 2001
  14. 14. Animemos a Esperança. Construamos a Paz. Direito de ser diferente 2002
  15. 15. É preciso saber viver 2003
  16. 16. América Latina: construindo a democracia como bem-comum 2004
  17. 17. O Brasil que a Juventude quer 2005
  18. 19. Espaço de Vida. Tempo de Direitos! 2007
  19. 20. CONCLUSÃO <ul><li>Toda LUTA nasce do desejo de fazer algo. Nossa tarefa de Pastoralista, de cuidadores/as da vida, de gente que acredita que a missão é o anúncio da vida, ou seja, a mudança de uma situação de morte para uma situação de vida. Teremos que partir daí. Provocar os/as jovens a fazer a experiência do caminho. Acreditar no impossível, frente à morte, anunciar a ressurreição e a vida nova. </li></ul>

×