FUNDAMENTOS HIDRODINÂMICOS DA
AÇÃO FLUVIAL
• Escoamento fluvial – corresponde à
quantidade total de água que alcança os
cu...
• Por meio da descarga líquida, ou vazão, são
definidas a competência (tamanho máximo do
material que pode ser transportad...
• Carga em suspensão – constituir-se de partículas
finas, silte e argila, que se conservam suspensa
na água até a velocida...
Transporte Fluvial
Em suspensão - pelo fluxo turbulento (silte e
argila)
Em rolamento ou arrastamento - no fundo
(seixos e...
A erosão fluvial
• CORROSÃO - engloba todo e qualquer processo
químico que se realiza como reação entre a água e as
rochas...
Formação de marmitas- CORRASÃO
PROCESSOS LINEARES
• São processos que se exercem em linha, e
são realizados pelas águas correntes
concentradas e organiza...
NÍVEL DE BASE
• NÍVEL DE BASE FINAL - é o nível do mar, onde a
energia potencial da queda da água é igual a
zero e nenhuma...
Perfil Longitudinal X Perfil Transversal
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bacias Hidrográficas - Parte II

538 visualizações

Publicada em

...

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bacias Hidrográficas - Parte II

  1. 1. FUNDAMENTOS HIDRODINÂMICOS DA AÇÃO FLUVIAL • Escoamento fluvial – corresponde à quantidade total de água que alcança os cursos fluviais, incluindo o escoamento pluvial, que é imediato e a quantidade de água que por infiltração, vai se juntar a ela de modo lento.
  2. 2. • Por meio da descarga líquida, ou vazão, são definidas a competência (tamanho máximo do material que pode ser transportado) e a capacidade do rio (volume de carga que pode ser transportado). A velocidade das águas de um rio depende: 1-declividade do perfil longitudinal 2-volume das águas 3-forma da secção transversal 4-coeficiente de rugosidade do leito 5-viscosidade da água
  3. 3. • Carga em suspensão – constituir-se de partículas finas, silte e argila, que se conservam suspensa na água até a velocidade do fluxo decrescer, atingindo o limite crítico. • Carga de fundo - é formada por partículas de tamanhos maiores (areia, cascalho ou fragmento de rocha) que saltam ou deslizam no leito fluvial. • Carga dissolvida - constituir-se do material dissolvido na água. É determinada a partir da analise química e não afeta as propriedades físicas da corrente.
  4. 4. Transporte Fluvial Em suspensão - pelo fluxo turbulento (silte e argila) Em rolamento ou arrastamento - no fundo (seixos e areia) Em saltação - por correntes ascendentes (areia e pequenos seixos)
  5. 5. A erosão fluvial • CORROSÃO - engloba todo e qualquer processo químico que se realiza como reação entre a água e as rochas superficiais que com ela estão em contato; • CORRASÃO - é o desgaste pelo atrito mecânico, geralmente através do impacto de partículas carregadas pela água; • CAVITAÇÃO - erosão fluvial que ocorre somente sob condições de grande velocidade da água, quando as variações de pressão, que incidem nas paredes do canal fluvial, facilitam a fragmentação das rochas (rios acidentados).
  6. 6. Formação de marmitas- CORRASÃO
  7. 7. PROCESSOS LINEARES • São processos que se exercem em linha, e são realizados pelas águas correntes concentradas e organizadas em canais, que em seu percurso para o mar torna-se efetivo agente de esculturação da paisagem, sendo a carga sólida o principal agente de erosão.
  8. 8. NÍVEL DE BASE • NÍVEL DE BASE FINAL - é o nível do mar, onde a energia potencial da queda da água é igual a zero e nenhuma transformação de energia potencial em trabalho é possível. niveisdebase.lnk
  9. 9. Perfil Longitudinal X Perfil Transversal

×