Biografias 1º ano

3.210 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biografias 1º ano

  1. 1. Biografias<br />
  2. 2. Sócrates<br />Nascimento 470 a.C., Atenas <br />Falecimento 399 a.C., Atenas <br />Ocupação Filósofo<br />Principais <br /> interesses A ética, a epistemologia e a virtude <br />Idéias <br /> notáveis Ironia, método socrático <br />Principais <br /> obras Não deixou nada escrito<br />Pouco mais se sabe acerca da sua vida, para além de que participou na guerra do Peloponeso e foi condenado à morte sob a acusação de impiedade e de corromper a juventude. Também se sabe pouco acerca do seu pensamento, embora seja a figura central de muitos diálogos de Platão, uma vez que é difícil diferenciar o Sócrates histórico da personagem platónica. <br />
  3. 3. Platão<br />Nascimento 428/27 a.C., Atenas <br />Falecimento 347 a.C., Atenas <br />Ocupação Filósofo <br />Principais <br /> interesses Retórica, arte, literatura, epistemologia, justiça, virtude, política, educação, militarismo, filosofia <br />Idéias notáveis Realismo platônico<br />Principais obras Apologia de Sócrates, Críton, Fédon, Teeteto, Sofista, Político, Parmênides, Banquete, Fedro, Laques, Lísis, Protágoras, Górgias, Mênon,Hipias (maior), A República, Timeu, Crítias, Leis<br />Nasceu numa família aristocrática, e, como era comum na época e nos jovens da sua classe, ter-se-ia dedicado à política activa não o tivesse dela afastado, primeiro, o governo dos Trinta Tiranos e, depois, a execução de Sócrates, em 399. Apesar disso, fez várias viagens à Sicília com o objectivo de influenciar Dionísio II, tirano de Siracusa, e a sua filosofia está profundamente marcada por preocupações de carácter ético e político . Fundou em Atenas, em 387, uma escola dedicada ao ensino e à investigação, chamada Academia, onde ensinou até ao final da sua vida. <br />
  4. 4. Aristóteles<br />Nascimento 384 a.C., Estagira, Macedônia<br />Falecimento 322 a.C., Cálcis, Eubéia<br />Ocupação Filósofo e professor<br />Principais <br /> interesses Política, metafísica, ciência, lógica<br />Idéias notáveis Lógica, biologia, doutrina do meio-termo, metafísica, razão<br />Principais obras Organon, Física, Sobre o Céu, Sobre a Geração e a Corrupção, Meteorológicos, Parva Naturalia, Metafísica, Ética a Nicómaco, Ética a Eudemo, Magna Moralia, Política, Constituição de Atenas, Retórica , Poética<br />Foi discípulo de Platão em Atenas e mestre de Alexandre Magno, na Macedónia. Depois da morte de Platão, fundou em Atenas a sua própria escola, a que deu o nome de Liceu. Os seus interesses eram os mais variados. Não houve quase nenhum domínio do conhecimento sobre o qual não tivesse escrito e atribuía uma grande importância à observação da natureza. <br />
  5. 5. René Descartes<br />Nascimento 1596,La Haye (atual Descartes), França <br />Falecimento 1650, Estocolmo, Suécia <br />Ocupação Filósofo, matemático, físico <br />Principais <br /> interesses Metafísica, Epistemologia, Matemática, Ciência <br />Idéias notáveis Cogito ergo sum, dualismo cartesiano, dúvida metódica, sistema de coordenadas cartesiano, argumento ontológico para a existência de Deus<br />Principais<br /> obras Regras para a direção do espírito, O Mundo ouTratado da Luz , Discurso sobre o método, Geometria, Meditações<br /> Descartes nasceu na França, filho de uma família nobre. Foi educado na Universidade Jesuíta de La Flèche, em Anjou, onde aprendeu matemática e filosofia escolástica - o ramo de filosofia que dominava o pensamento na época -, além dos tradicionais estudos clássicos. Sob a influência dos jesuítas e devido ao cenário na França, o catolicismo exerceu uma grande influência sobre Descartes ao longo de sua vida. Após terminar a escola, Descartes estudou direito na Universidade de Poitiers, tendo se formado em 1616. Porém, ele nunca exerceu a profissão. Em 1618, Descartes entrou para o exército holandês, com a intenção de seguir carreira militar. Durante vários anos, ele serviu em outros exércitos; foi enquanto servia ao exército bavário que Descartes decidiu dedicar sua vida à filosofia. Descartes nunca se casou.<br />
  6. 6. John Locke<br />Nascimento 1632, Somerset, Inglaterra<br />Falecimento 1704, Essex, Inglaterra<br />Ocupação Filósofo e político<br />Principais <br /> interesses Metafísica, epistemologia, política, filosofia da mente, educação<br />Idéias <br /> notáveis Tábula rasa, lei natural<br />Principais<br /> obras Dois Tratados Sobre o Governo, Ensaio Acerca do Entendimento Humano, Pensamentos Sobre a Educação, Carta Acerca da Tolerância<br />Estudou medicina, ciências naturais e filosofia em Oxford, principalmente as obras de Bacon e Descartes. Em 1683 John Locke fugiu para Holanda. Voltou à Inglaterra quando Guilherme de Orange subiu ao trono, em 1688. Locke nunca casou ou teve filhos.<br />
  7. 7. David Hume<br />Nascimento 1711,Edimburgo, Reino Unido<br />Falecimento 1776, Edimburgo, Reino Unido <br />Ocupação Filósofo, diplomata, político, historiador<br />Principais <br /> interesses Epistemologia, Ética, Estética, Teologia, Política, História, Economia<br />Idéias notáveis Ceticismo radical, o problema da indução, utilitarismo moral, refutação do princípio de causalidade e do livre-arbítrio<br />Principais<br /> obras Tratado da Natureza Humana, Investigação sobre o Entendimento Humano<br />Hume pertencia a uma família abastada. Fez bons estudos no colégio de Edimburgo , cujo professor de "filosofia", isto é, de física e ciências naturais, era um cientista discípulo de Newton. Em 1734 viajou para a França onde permaneceu até 1737, completando a redação de seu "Tratado", iniciado com pouco mais de vinte anos de idade. Retornando à Grã-Bretanha, ocupou cargos públicos, incluindo o de secretário de Estado (1768). Ao falecer, revelou extraordinária tranqüilidade diante da morte.<br />
  8. 8. Immanuel Kant<br />Nascimento 1724, Königsberg, Prússia (Alemanha)<br />Falecimento 1804, Königsberg, Prússia (Alemanha)<br />Ocupação Filósofo e professor<br />Principais <br /> interesses Metafísica, epistemologia, ética, estética, lógica <br />Idéias notáveis Criticismo, idealismo transcendental, imperativo categórico, juízos a priori e a posteriori<br />Principais<br /> obras Crítica da Razão Pura, Crítica da Razão Prática, Doutrina do Direito, Fundamentação da Metafísica dos Costumes, Crítica da Faculdade do Juízo, Prolegômenos para toda metafísica futura que se apresente como ciência, Fundamentos da metafísica da moral <br /> Kant nasceu, viveu e morreu em Konisberg, uma cidade da Prússia Oriental (Alemanha). Era filho de um humilde comerciante protestante. Dedicou-se ao ensino, vindo a desempenhar as funções de professor na Universidade de Konisberg. Foi um pacifista convicto.É lendária a forma extremamente regrada como vivia. Conta-se que a população de Konisberg acertava os relógios por ele quando passava pelas suas janelas nos seus passeios diários, sempre às 16h30. Morreu aos 80 anos. <br />
  9. 9. Fontes<br />Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/<br />10 em tudo http://www.10emtudo.com.br/<br />

×