Desafios da crise e do
    crescimento

   Carlos Alberto Sardenberg
Vitória, 29 de setembro de 2009


                   ...
O mundo decolou
PIB            2003   2004   2005   2006   2007
% ao ano
Mundo          3,6    4,9    4,5    5,1    5,2
EU...
As razões do crescimento
•   Tecnologia da Informação
•   Sistema Financeiro
•   Globalização (o fim do socialismo)
•   Em...
Brasil - sortes e competência
• Crescimento mundial
• Crescimento forte emergentes e Ásia
  (demanda de produtos brasileir...
Comércio externo - Brasil pegando a onda
BRASIL – na onda do capital abundante e barato




Emissões de ações, debêntures, notas promissórias, recebíveis
SAEM AS AÇÕES E DEBÊNTURES,
   VOLTAM EMPRÉSTIMOS
A CRISE                          Economist
PIB            2006 2007     2008   2009   2010
% ao ano
Mundo          5,1    ...
E o mundo não acabou
• BCs reduzem juros e dão liquidez
• Pacotes dos governos (EUA) – dinheiro para os
  consumidores, ca...
BRASIL, BEM NA FITA
PIB T2/T109
   6
                                                      Cingapura
   5
   4
   3
      ...
Brasil
      Canais de transmissão
• Comércio Externo

• Confiança

• Crédito
Vendas e compras em queda

        200

        150

  US$ bi 100

         50

          0
               2008       2009...
Efeitos da crise-
      desaceleram vendas no varejo
 12
      10,5
 10

  8

% 6
                        4,4
  4

  2

  ...
Sem gerar empregos
      pessoas trabalhando em junho

          25

          20

          15
milhões
          10

    ...
Seguro desemprego
      pagamentos no 1º. semestre


10
 9
 8
 7
 6
 5
                                   R$ bi
 4
 3
 2
 ...
Criação de empregos formais – Caged – mil vagas


 150

 100

  50

    0

  -50

 -100

 -150
        jan/09      mar/09 ...
Massa real de salários
          variação anual (%)


  8
  6
  4
  2
  0
  -2
  -4
  -6
  -8
       2003 2004 2005 2006 2...
•PIOR EFEITO
•INVESTIMENTO/PIB - 2o. Trimestre
   20
   18
   16
   14
   12
 % 10
    8
    6
    4
    2
    0
        2...
Mas, vícios que se tornam
            virtudes
• Exportações/PIB
  – Brasil 14%
  – México 44%
  – Chile     42%
  – Asiát...
Mas, vícios que se tornam
              virtudes
• Crédito/PIB
   – Brasil   41%
• Crédito para automóveis
   – EUA 9,2%
 ...
Mas tem virtudes
         Brasil não quebra mais
•   2002
                        •   2008/2009
•   Fuga/saída de US$   • ...
Fundamentos

                 2002           2008
Inflação (%)     12,5           5,9
PIB (% year)     1,9            5,5
...
Fundamentos
                2002              2008

Desemprego      11,7              6,8 (dezembro)
% da PEA
Renda real  ...
2002/2008
                        Que virada!
27 de dezembro   2002        2008

Juro básico BC   24,9%       13,75
Juros ...
POR QUE PASSAMOS BEM PELA
              CRISE EXTERNA
US$ bilhões 2001         2002      2007      2008
Exportação      58...
Governo é credor em dólares

                  2003           2008

Dívida Pública    US$ 138,6 bi   82,5
Externa
Reservas...
Que virada!
• Em Set/02, uma desvalorização de 10% do
real elevava a relação Dívida pública/PIB em
3.1 pontos percentuais....
Real desvaloriza, governo
             ganha
• Reservas hoje: US$ 207 bi = 3 vezes a
  dívida externa que vence em 12 mese...
QUEDA E RECUPERAÇAO
 PIB T/T anterior
   2

   1

   0

% -1

  -2

  -3

  -4
       T308   T408   T109   T209
ju




                          100
                                200
                                      300
       ...
TAXA BÁSICA DE JUROS NOS ÚLTIMOS 7 ANOS
% AO ANO

   30



   25



   20



                                      Picos
 ...
Consenso - desaceleração e recuperação moderada

                 2005 2006 2007             2008        2009 2010
PIB %aa...
BONS SINAIS PARA O CONSUMO

             2007      2008    2009    2010

Varejo       9,7%      9,1%    3,8%    7,1%

Dese...
Emprestando dinheiro

45
40
35
30
25
20
15
10
 5
 0
     2002   2003   2004   2005   2006   2007   2008
                  ...
20 anos de reformas

• Inflação dominada (BC independente)
• Contas públicas sob controle; dívida em
  queda
• Dívida exte...
Porém ...
                   Padrão emergentes      Brasil
                   grau de investimento

Dívida Pública     30%...
Contratando
             funcionários federais (em mil)



1200               1129        1137
1000
       912
 800

 600
...
Gastando
               Superávit primário
            gov. Federal - acumulado 12 meses

3,5
                   3,2
 3
  ...
Menos receita/mais gastos
      acumulado no 1o.semestre/gov. Federal
                   variação %
18
16
14
12
10
 8
 6
 ...
Onde o governo gasta
            gov. Federal - 1o. semestre

     120

     100

      80

R$ bi 60

      40

      20

...
Carga tributária crescendo




       Receitas do governo federal
Salário de R$ 100,00
• Empresa paga:                 • Trabalhador recebe

• Inss           R$ 22,00       • Inss         ...
Gasto de rico e idoso
              Aposentadorias Idosos
              (% do PIB)     (% da pop.)
EUA           7,7      ...
RISCO MICRO
            para fazer negócios
1.Cingapura        32.Afr. Do Sul   113.Argentina 109

2.Nova Zelândia    48.P...
Fazendo (desfazendo) negócios
•   Iniciando negócio 127o (125).
•   Lidando c/licenças 108o. (105)
•   Empregando pessoas ...
Governo federal – arrecadando e gastando




Receita líquida – receita total menos transferências a estados e
municípios
D...
Governo federal – principais itens de despesa
Governo federal – continua arrecadando e gastando



                   300
                   250
                   200
...
Desenvolvimento exige
              reformas
•   Fiscal (inclui privatizações)
•   Previdenciária
•   Tributária
•   Traba...
As três doenças

Baixa qualidade dos políticos

Baixa qualidade da burocracia pública

Visão dominante no aparelho público...
Escolhas que não se quer ver

Salário mínimo X aeroportos
      30 reais = R$ 6,6 bilhões = 2 aeroportos

Infra-estrutura ...
Ou
• Dinamismo econômico X igualitarismo

• Crescimento X distribuição

• Empregos X inclusão via bolsas do estado
O motor da casa própria
A vez do crédito

         13                     Crédito Total/PIB        34                   13                        ...
Desafios da Crise e do Crescimento - Carlos Alberto Sardenberg
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Desafios da Crise e do Crescimento - Carlos Alberto Sardenberg

994 visualizações

Publicada em

Palestra de Carlos Alberto Sardenberg no dia 29 de setembro de 2009, no III Fórum de Finanças Empresariais, Vitória - ES.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
994
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
147
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desafios da Crise e do Crescimento - Carlos Alberto Sardenberg

  1. 1. Desafios da crise e do crescimento Carlos Alberto Sardenberg Vitória, 29 de setembro de 2009 www.sardenberg.com.br
  2. 2. O mundo decolou PIB 2003 2004 2005 2006 2007 % ao ano Mundo 3,6 4,9 4,5 5,1 5,2 EUA 2,5 3,6 3,1 2,9 2,0 Japão 1,4 2,7 1,9 2,4 2,4 Zona do Euro 0,8 1,9 1,8 3,1 2,6 Índia 6,9 7,8 9,2 9,7 9,2 China 10,0 10,1 10,4 11,1 13,0 Brasil 1,1 5,7 3,2 4,0 5,7 Emergentes 6,0 7,5 6.9 7,6 7,7 AL 2,1 6,2 4,6 5,4 5,7
  3. 3. As razões do crescimento • Tecnologia da Informação • Sistema Financeiro • Globalização (o fim do socialismo) • Emergentes • China • Reformas econômicas prévias
  4. 4. Brasil - sortes e competência • Crescimento mundial • Crescimento forte emergentes e Ásia (demanda de produtos brasileiros) • Comodities em alta • Energia alternativa • O pré-sal • Chuvas
  5. 5. Comércio externo - Brasil pegando a onda
  6. 6. BRASIL – na onda do capital abundante e barato Emissões de ações, debêntures, notas promissórias, recebíveis
  7. 7. SAEM AS AÇÕES E DEBÊNTURES, VOLTAM EMPRÉSTIMOS
  8. 8. A CRISE Economist PIB 2006 2007 2008 2009 2010 % ao ano Mundo 5,1 5,2 3,2 -0,7 3,8 EUA 2,9 2,2 1,3 -2,5 2,2 Japão 2,4 2,1 0,3 -5,0 2,1 Zona do Euro 2,8 2,6 0,8 -3,6 2,3 Índia 9,7 9,2 7,3 5,9 7,5 China 11,1 11,4 9,6 8,0 8,7 Brasil 5,7 5,1 -1,0 2,7 AL 5,5 5,6 4,3 -2,4 3,8 Emergentes 7,9 8,0 5,8 1,7 5,5
  9. 9. E o mundo não acabou • BCs reduzem juros e dão liquidez • Pacotes dos governos (EUA) – dinheiro para os consumidores, capital para os bancos • Fundos compram ações de bancos • Regatando mutuários e empresas • Resgatando bancos • Obama e China • G20
  10. 10. BRASIL, BEM NA FITA PIB T2/T109 6 Cingapura 5 4 3 Corˇia % 2Brasil China 1 Jap‹o Fran¨a 0 EUA -1 Mˇxico -2 Brasil EUA Jap‹o Corˇia
  11. 11. Brasil Canais de transmissão • Comércio Externo • Confiança • Crédito
  12. 12. Vendas e compras em queda 200 150 US$ bi 100 50 0 2008 2009 Export Import
  13. 13. Efeitos da crise- desaceleram vendas no varejo 12 10,5 10 8 % 6 4,4 4 2 0 Junho08/junho07 Junho09/junho08
  14. 14. Sem gerar empregos pessoas trabalhando em junho 25 20 15 milhões 10 5 0 2008 2009 Pop. Ocupada Desocupados
  15. 15. Seguro desemprego pagamentos no 1º. semestre 10 9 8 7 6 5 R$ bi 4 3 2 1 0 2008 2009
  16. 16. Criação de empregos formais – Caged – mil vagas 150 100 50 0 -50 -100 -150 jan/09 mar/09 mai/09 jul/09
  17. 17. Massa real de salários variação anual (%) 8 6 4 2 0 -2 -4 -6 -8 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
  18. 18. •PIOR EFEITO •INVESTIMENTO/PIB - 2o. Trimestre 20 18 16 14 12 % 10 8 6 4 2 0 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
  19. 19. Mas, vícios que se tornam virtudes • Exportações/PIB – Brasil 14% – México 44% – Chile 42% – Asiáticos 80%
  20. 20. Mas, vícios que se tornam virtudes • Crédito/PIB – Brasil 41% • Crédito para automóveis – EUA 9,2% – Coréia 17% – Brasil 3% • Crédito imobiliário – EUA 86% – Coréia 53% – Brasil 2,1%
  21. 21. Mas tem virtudes Brasil não quebra mais • 2002 • 2008/2009 • Fuga/saída de US$ • Fuga/saída de US$ • R$ desvaloriza • R$ desvaloriza • Inflação sobe • Inflação cai • D P dispara • D P cai • BC sobe juros • Gov corta gastos • BC reduz juros • Recessão • Gov eleva gastos • Desaceleração
  22. 22. Fundamentos 2002 2008 Inflação (%) 12,5 5,9 PIB (% year) 1,9 5,5 Juro real % 5,9 6,7 (jan08) Dólar de R$ 3,53 2,33 C/C (% do PIB) 7,7 1,78 Com externo US$ 13,14 bi 24,7 IED 16,5 45,0
  23. 23. Fundamentos 2002 2008 Desemprego 11,7 6,8 (dezembro) % da PEA Renda real -1,8% +3,6% (variação aa) DLSP 56,0 36,0 % do PIB Pessoas 19 milhões (03) 22,1 milhões trabalhando Juros pagos 14,2 6% % do PIB
  24. 24. 2002/2008 Que virada! 27 de dezembro 2002 2008 Juro básico BC 24,9% 13,75 Juros 360 dias 28,8% 12,17 em R$ Juros 360 dias 23,42% 4,55 em US$ Dólar R$ 3,63 R$ 2,33 Bovespa 11.234 37.550 Risco Brasil 1.483 403
  25. 25. POR QUE PASSAMOS BEM PELA CRISE EXTERNA US$ bilhões 2001 2002 2007 2008 Exportação 58,2 60,4 160,6 196 Saldo 2,7 13,1 40,0 D. E. T. 209,9 210,7 193,5 198 Dólar (dez) R$ 2,32 R$ 3,53 R$ 1,77 DET/PIB (%) 41,2 45,9 16 Reservas 35,9 37,8 180,3 207 IED 22,5 16,6 37,5 45 C/C (-) 23,2 (-) 7,6 3,6 28,2 DET/Export 3,6 3,5 1,2 0,0
  26. 26. Governo é credor em dólares 2003 2008 Dívida Pública US$ 138,6 bi 82,5 Externa Reservas US$ 15,9 bi 200,0 Dívida Pública US$ 55,0 bi -US$ 39,1 indexada a US$ Dívida em dólar 31% -13,6% como % do PIB
  27. 27. Que virada! • Em Set/02, uma desvalorização de 10% do real elevava a relação Dívida pública/PIB em 3.1 pontos percentuais. • Hoje, a desvalorização de 10% reduz a relação dívida pública/PIB em 1.3 ponto percentual.
  28. 28. Real desvaloriza, governo ganha • Reservas hoje: US$ 207 bi = 3 vezes a dívida externa que vence em 12 meses • D.E.L. em 1T/2002: US$ 166,7 bi • Em 2002: dívida interna pública indexada ao dólar • D.E.L. Hoje: (-) US$ 16,6 bi • D.E.P. Hoje: +/- 90 bi • Reservas: 207 bi
  29. 29. QUEDA E RECUPERAÇAO PIB T/T anterior 2 1 0 % -1 -2 -3 -4 T308 T408 T109 T209
  30. 30. ju 100 200 300 400 500 600 0 l.0 8 se t.0 8 RISCO BRASIL no v. 08 ja n .0 9 m ar .0 9 EMBI m ai .0 9 ju l.0 9 se t.0 9
  31. 31. TAXA BÁSICA DE JUROS NOS ÚLTIMOS 7 ANOS % AO ANO 30 25 20 Picos 15 Vales 10 5 0
  32. 32. Consenso - desaceleração e recuperação moderada 2005 2006 2007 2008 2009 2010 PIB %aa 2,9 3,7 5,4 5,6 0,0 4,5 IPCA % aa 5,7 3,1 4,5 5,9 4,30 4,4 Juro BC 13,3 11,25 13,75 8,75 9,5 DLSP/PIB % 46,5 44,9 43,0 36,0 43,2 41,2 Dolar dez R$ 2,34 2,15 1,70 2,27 1,80 1,80 Com Ext US$ bi 45,1 46,1 40,0 23,8 25,0 18,0 IED- US$ bi 18,8 37,5 45,0 25,0 30,0 Reservas-US$ bi 53,8 85,8 180 206,8 214 224 C/C - US$bi 3,6 -29,0 -15,0 -23,6
  33. 33. BONS SINAIS PARA O CONSUMO 2007 2008 2009 2010 Varejo 9,7% 9,1% 3,8% 7,1% Desemp 9,3% 7,9% 8,7% 8,0% Caged 1,62 mi 1,45 0,43 1,56 M.Salarial 3,2% 5,9% Crédito 27,7% 31,1% 12,7% 13,3% (cresc.) Inadimplê 7,0% 8,0% 9,5% 8,6% ncia PF
  34. 34. Emprestando dinheiro 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Crédito % do PIB
  35. 35. 20 anos de reformas • Inflação dominada (BC independente) • Contas públicas sob controle; dívida em queda • Dívida externa morreu • Comércio externo mais intenso e aberto • Privatizações e abertura ao K estrangeiro • Reformas pró-mercado
  36. 36. Porém ... Padrão emergentes Brasil grau de investimento Dívida Pública 30% 42% Líquida /PIB Dívida Bruta/PIB 38% 60,5% Carga 22% 37% tributária/PIB Gasto Até 6% 13% c/Previdência % do PIB Juro real 2% a 3% 7% Investimentos 22% do PIB (AL) 17,6%
  37. 37. Contratando funcionários federais (em mil) 1200 1129 1137 1000 912 800 600 400 200 0 2002 2008 2009
  38. 38. Gastando Superávit primário gov. Federal - acumulado 12 meses 3,5 3,2 3 2,7 2,5 2 1,5 1,3 1 0,5 0 mai.08 0ut/08 mai.09
  39. 39. Menos receita/mais gastos acumulado no 1o.semestre/gov. Federal variação % 18 16 14 12 10 8 6 4 2 0 -2 2008/2007 2009/2008 Receitas Despesas 3-D Column 3
  40. 40. Onde o governo gasta gov. Federal - 1o. semestre 120 100 80 R$ bi 60 40 20 0 2008 2009 Previd ncia Pessoal Custeio Investimentos
  41. 41. Carga tributária crescendo Receitas do governo federal
  42. 42. Salário de R$ 100,00 • Empresa paga: • Trabalhador recebe • Inss R$ 22,00 • Inss -R$ 11,00 • Sistema S R$ 5,80 • IR -R$ 15,00 • --------------------------- • --------------------------- • R$ 127,80 • R$ 74,00 Governo arrecada R$ 53,80
  43. 43. Gasto de rico e idoso Aposentadorias Idosos (% do PIB) (% da pop.) EUA 7,7 14 Argentina 6,2 10,6 Alemanha 12,1 19,4 BRASIL 13 6
  44. 44. RISCO MICRO para fazer negócios 1.Cingapura 32.Afr. Do Sul 113.Argentina 109 2.Nova Zelândia 48.Portugal 122.India 120 3. EUA 56.México (44) 125.BRASIL 122 9. Austrália 59.Turquia 114.Egito 165 12. Japão 62.Peru (58) 174.Venezuela 172 13.Tailândia 53.Colômbia 66 181. Congo 23.Coréia do Sul 83.China 93 40.Chile 92.Vietnã 91 120.Rússia 106
  45. 45. Fazendo (desfazendo) negócios • Iniciando negócio 127o (125). • Lidando c/licenças 108o. (105) • Empregando pessoas 121o (120). • Registrando propriedades 111 (115) • Acesso ao crédito 84 (79) • Proteção aos investidores 70 (66) • Pagamento de impostos 145 (138) • Comércio Externo 92 (98) • Cumprimento de contratos 100 (103) • Encerrando empresas 127 (134)
  46. 46. Governo federal – arrecadando e gastando Receita líquida – receita total menos transferências a estados e municípios Despesa total
  47. 47. Governo federal – principais itens de despesa
  48. 48. Governo federal – continua arrecadando e gastando 300 250 200 R$ bilh›es 150 100 50 0 jan/jun08 jan/jun09 Despesas prim‡rias Receita l’quida
  49. 49. Desenvolvimento exige reformas • Fiscal (inclui privatizações) • Previdenciária • Tributária • Trabalhista • Ambiente de negócios • Uma agenda liberal
  50. 50. As três doenças Baixa qualidade dos políticos Baixa qualidade da burocracia pública Visão dominante no aparelho público: o Estado é bom e inclui; o capital produz desigualdades
  51. 51. Escolhas que não se quer ver Salário mínimo X aeroportos 30 reais = R$ 6,6 bilhões = 2 aeroportos Infra-estrutura privada X infra-estrutura nenhuma rodovias porto de Santos Hidrelétricas X Bagres
  52. 52. Ou • Dinamismo econômico X igualitarismo • Crescimento X distribuição • Empregos X inclusão via bolsas do estado
  53. 53. O motor da casa própria
  54. 54. A vez do crédito 13 Crédito Total/PIB 34 13 Crédito 290 Prazo Médio 12 12 Expectativas do Mercado para o 11 Expectativas do 11 IPCA para os 270 Mercado para o 10 Próximos 12 Meses 30 IPCA para os 10 Próximos 12 Meses % a.a. 9 9 % do PIB % a.a. 250 dias 8 8 7 26 7 6 230 6 5 5 4 22 4 210 jan jul jan jul jan jul jan jul jan dez jan jul jan jul jan jul jan jul jan dez 02 02 03 03 04 04 05 05 06 06 02 02 03 03 04 04 05 05 06 06

×