Aula 3b

560 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
560
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3b

  1. 1. Qualidade dos dados
  2. 2. <ul><li>Representatividade estatística </li></ul>- Uma amostra é estatisticamente representativa quando reproduz as características relevantes da população de que é retirada. - A regra básica para a constituição de uma amostra representativa é que haja a mesma probabilidade de ser escolhido para a amostra para cada elemento da população. - O tamanho da amostra (número de elementos que a compõem) é outro aspecto central e está relacionado com: - o intervalo de confiança, que é uma estimativa que usa uma série de valores (um intervalo, +3 a -3, por exemplo) para prever o valor provável de um parâmetro desconhecido e que está relacionado com - um determinado nível de confiança (por exemplo 95%), que representa a probabilidade que essa estimativa seja exacta (ou seja, que o intervalo definido contenha efectivamente o verdadeiro valor do parâmetro). Enviezamento - Uma forma de parcialidade que impede a objectividade na análise de uma questão ou situação.
  3. 3. Um exemplo de análise de dados Cartografia eleitoral de Moçambique - 1994
  4. 8. Um exemplo de ausência de lógica na argumentação Moçambique - Relatório Nacional do Desenvolvimento Humano - 1998 N
  5. 9. Extracto da página 41:
  6. 10. Exemplo de uma pequena pesquisa Os Condenados de Maputo
  7. 11. Ponto prévio: a pirâmide da criminalidade crimes cometidos crimes reportados crimes processados crimes punidos com prisão
  8. 12. Jovens , vadios e ladrões - 1
  9. 13. Jovens , vadios e ladrões - 2 Figura 2 - Estrutura etária dos condenados e da população de Maputo
  10. 14. Jovens, vadios e ladrões - 3
  11. 15. O problema das condenações
  12. 16. Trajectórias marginais - 1 Figura 6 - População e reclusos por área de residência
  13. 17. Trajectórias marginais - 2
  14. 18. Variáveis
  15. 19. Uma variável é qualquer elemento que pode tomar (ou ao qual se podem atribuir) diferentes valores. <ul><li>VARIÁVEIS INDEPENDENTES (aquela cuja modificação se supõe que pode produzir uma modificação numa outra variável)‏ </li></ul><ul><li>VARIÁVEIS DEPENDENTES (aquela que cuja modificação se supões que pode ser provocada por uma modificação na variável independente)‏ </li></ul><ul><li>VARIÁVEIS CATEGÓRICAS / QUALITATIVAS (variação em tipo/espécie)‏ </li></ul><ul><ul><li>variáveis nominais - são exclusivas e não ordenadas; </li></ul></ul><ul><ul><li>variáveis ordinais - organizam-se numa sequência e (crescente ou decrescente) interessa a ordem, mas não a diferença entre os valores. </li></ul></ul><ul><li>VARIÁVEIS QUANTITATIVAS (variação em grau/quantidade)‏ </li></ul>Ao nível nominal podem-se classificar casos em categorias e comparar os respectivos tamanhos; ao nível ordinal podem-se ordenar as categorias e os casos em relação uns aos outros; ao nível quantitativo podem-se aplicar todas as operações matemáticas.

×