Teu corpo

182 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teu corpo

  1. 1. Poema : teu corpo Autor: Luiz Gonzaga PinheiroMúsica: serenity
  2. 2. Teu corpo nu é como um vale calmo
  3. 3. Com pequenos montes, gramíneas perfumadas
  4. 4. Onde o vento sussurra canções de ninar
  5. 5. Nele encontro travesseiros macios, luas, morangos silvestres
  6. 6. Um porto onde minha nau invade e ancora.
  7. 7. Teu corpo nu tem poemas que jamais escreverei
  8. 8. Porque são apenas meus.
  9. 9. És como um sino que chama minha almaobediente e encantada com a magia dos teus movimentos
  10. 10. És trigo dourado, delicadeza, suor temperado com sândalo
  11. 11. És a carcereira angelical dos meus sentidos
  12. 12. A fonte, o imã, o êxtase, o final de todos os caminhos.
  13. 13. Teu corpo Teu corpo nu é como um vale calmo Com pequenos montes, gramíneas perfumadas Onde o vento sussurra canções de ninar.Nele encontro travesseiros macios, luas, morangos silvestres Um porto onde minha nau invade e ancora. Teu corpo nu tem poemas que jamais escreverei Porque são apenas meus. És como um sino que chama minha alma obediente e encantada com a magia dos teus movimentos.És trigo dourado, delicadeza, suor temperado com sândalo. És a carcereira angelical dos meus sentidos A fonte, o imã, o êxtase, o final de todos os caminhos.

×