Determinar teor de sulfato de ferro (ii)

3.025 visualizações

Publicada em

Determinar teor de ferro em comprimidos de sulfato de ferro (Vitafer) por volumetria de oxi-redução e Permanganometria

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.025
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Determinar teor de sulfato de ferro (ii)

  1. 1. Volumetria de oxi-redução Determinar teor de Ferro
  2. 2. Introdução • Ferro • O ferro é um elemento não-radioativo de massa atômica de 55,847. Em temperatura ambiente seu estado é solido, sua a densidade é de 7,874 g.cm³.
  3. 3. Industria do Ferro  O ferro tem sido historicamente importante, e um período da história recebeu o nome de Idade do ferro. O ferro, atualmente, é utilizado extensivamente para a produção de aço, liga metálica para a produção de ferramentas, máquinas, veículos de transporte (automóveis, navios, etc.), como elemento estrutural de pontes, edifícios, e uma infinidade de outras aplicações. Barras Cantoneiras Chapas Perfis
  4. 4. Industria do Ferro Trilhos Tubos Vigas Chapa expandida
  5. 5. Industria do Ferro Ferro chato
  6. 6. Alimentos que contém ferro  O ferro é geralmente abundante na maioria dos alimentos de origem vegetal bem como animal. A carne magra contém entre 2 e 4 mg por 100 g, na maioria como mioglobina, que confere a cor vermelha da carne.
  7. 7. Alimentos que contém ferro  O fígado tem mais ferro, cerca de 9 mg por 100 g
  8. 8. Alimentos que contém ferro  As folhas verdes de vegetais, legumes, nozes e grãos de cerais contêm entre 2 e 4 mg por 100 g.
  9. 9. Alimentos que contém ferro  A maioria das frutas, batatas e peixes de carne branca como o bacalhau apresenta entre 0,3 e 1,2 mg por 100 mg.
  10. 10. Alimentos que contém ferro  Embora o espinafre seja um dos vegetais que contenha a mais alta concentração de ferro (~4mg por 100g), infelizmente não existe base cientifica para a dieta excêntrica do marinheiro Popeye.
  11. 11. Alimentos que contém ferro  Muito mais notário é o valor de 26 mg por 100g relatado no marisco, mas se isso é relevante para a dieta regular das pessoas é muito duvidoso.
  12. 12. Alimentos que contém ferro  O ferro presente no leite de vaca é extraordinariamente baixo, 0,1 a 0,4 mg por 100g, mas está concentrado em produtos derivados do leite como manteiga e queijo, cerca de 0,16 e 0,4 por 100g respectivamente.
  13. 13. Anemia • A anemia ferropriva (deficiência de ferro) é um dos principais problemas de saúde pública em todo mundo e é uma doença comum no Brasil, particularmente decorrente de deficiência nutricional, já que mais de 50% da população não possui nutrição adequada
  14. 14. Principais afetados • ela afeta principalmente pré-escolares aproximadamente 50% das crianças com até 5 anos de idade,
  15. 15. Principais afetados • gestantes ocorrendo em até 30% das gestantes, lactantes.
  16. 16. Principais afetados • e adolescentes com a porcentagem de 20% dos adolescentes
  17. 17. O déficit de ferro  O déficit de ferro pode levar às alterações de pele e mucosas.
  18. 18. O déficit de ferro  Anorexia, baixo peso
  19. 19. O déficit de ferro  distúrbios gastrintestinais,
  20. 20. O déficit de ferro  redução do trabalho físico em consequência da limitação do transporte de oxigênio e diminuição da função do sistema imune (LIMA, 2004).
  21. 21. Excesso de ferro  Os sintomas podem ser difíceis de se perceber, principalmente nos bebês. Os principais sintomas do excesso de ferro no sangue são: • Cansaço; • Fraqueza; • Impotência; • Dor abdominal; • Perda de peso; • Dor nas articulações; • Queda de cabelo; • Alterações nos ciclos menstruais; • Arritmias; • Inchaço; • Atrofia testicular.
  22. 22. Excesso de ferro  Geralmente, os indivíduos com excesso de ferro têm a pele cor cinza- azulada ou metálica
  23. 23. Excesso de ferro  O acúmulo de ferro no organismo pode gerar, ainda, o envelhecimento precoce devido ao acúmulo de radicais livres nas células
  24. 24. Excesso de ferro  O acumulo de ferro no organismo pode ser causado por problemas genéticos, como na hemocromatose, anemia prolongada, transfusões de sangue, alcoolismo ou dieta rica em ferro. O acumulo de ferro é bastante prejudicial à saúde podendo causar doenças cardíacas, câncer, diabetes e artrite.
  25. 25. Sulfato de ferro (II) • O sulfato ferroso ou sulfato de ferro (II) ( FeSO4) é um sal inorgânico utilizado na medicina (fonte de ferro, combate a anemia), percussor para síntese de corantes;
  26. 26. Volumetria de oxi-redução  Reações que ocorrem com transferências de elétrons, são chamadas de reações de óxido redução As substâncias que perdem elétrons, nas reações de óxido-redução, são chamadas agentes redutores ou simplesmente redutores e as que recebem elétrons, chamam-se de agentes oxidantes ou simplesmente oxidantes. (Diamantino, 2006).
  27. 27. Permanganometria  Permanganometria é uma das técnicas usadas em análise quantitativa em química. É uma titulação redox e envolve o uso de permanganatos e é usada para estimar-se a quantidade de Analito presente em uma amostra química desconhecida De acordo com Ohlweiler (1974) O método permanganométrico baseia-se nas reações de oxidação pelo íon permanganato. A oxidação tanto pode ser feita em meio ácido como básico (ou ainda em meio neutro).
  28. 28. Permanganometria Para acidular o meio, o ácido sulfúrico é o mais adequado. Porque não tem ação sobre o permanganato. Quando o meio é acidulado com ácido clorídrico ocorre a seguinte reação:
  29. 29. Permanganometria  Como a reação demonstra parte do permanganato é consumido durante a titulação para oxidar o íon cloreto. Em meio básico ou neutro, há a formação de MnO2 de coloração marrom escuro, o que dificulta a visualização do ponto final da titulação
  30. 30. Permanganato de potássio  O Permanganato de potássio é um composto químico de função química sal, inorgânico, formado pelos íons potássio (K+) e permanganato (MnO4−). É um forte agente oxidante. Tanto como sólido como em solução aquosa apresenta uma coloração violeta bastante intensa que, na proporção de 1,5g por litro de água (em média), torna-se vermelho forte
  31. 31. Perganamato de potássio  Muito usado em feriadas e ulceras o perganamato de potássio também é usado no tratamento de catapora.
  32. 32.  É preciso não esquecer que o permanganato de potássio não é uma substância pura, contém sempre produtos de redução como impurezas, por exemplo, MnO2. Em meio básico ou neutro, há a formação de MnO2 de coloração marrom escuro, o que dificulta a visualização do ponto final da titulação
  33. 33. Sequencia Analítica Definição do problema Seleção estratégica do método Amostragem Pré- tratamento da amostra Calibração e medida Validação Calculo dos resultados Avaliação dos resultados Ação
  34. 34. Seleção estratégica do método  Fatores que devem ser considerados:  1 - O tipo de análise;  2 - A natureza do material;  3 - A quantidade de amostra disponível;  4 - A quantidade relativa do componente presente na amostra;  5 - A Exatidão requerida;  6 - A Composição química da amostra;  7 - Os recursos disponíveis;  8 - O tempo para realizar a análise;  9 - O número de amostras a analisar;  10 - O ensaio ser destrutivo;  11 - O custo operacional
  35. 35. Amostragem  É uma sequência de estágios de preparação (britagem, moagem, secagem, homogeneização, transferência etc.) e estágios de amostragem propriamente dita (redução da massa de material), ambos suscetíveis a alteração do teor da característica de interesse e, portanto, à geração de erros de preparação e erros de amostragem
  36. 36. Pré-tratamento  A primeira etapa de uma análise química consiste em submeter a amostra a um tratamento adequado, visando a sua preparação para progredir nas etapas que formam uma análise química.  • Idealmente, um procedimento de digestão de uma amostra deve apresentar simplicidade, rapidez, utilizar pequenos volumes de ácidos, permitir a dissolução de grande número de amostras e, finalmente, produzir resultados precisos e exatos.  • Mesmo amostras líquidas podem necessitar de um preparo prévio para a análise.  Assim, a maneira de se decompor uma amostra para a análise depende:  • da sua natureza do analito, • do analito que se quer determinar, • bem como da sua concentração, • do método de análise e, • da precisão e exatidão desejadas.
  37. 37. Calibração e medida  Calibração Analítica (Relação: sinal vs. concentração)  Padrões internos Calibração Analítica Padrões externos  É realizada obtendo-se o sinal de resposta (absorbância, altura do pico, área do pico) como uma função da concentração conhecida do analito.  Os dados obtidos são colocados na forma de gráfico ou ajustando-os por meio de uma equação matemática adequada, como a relação linear utilizada no método dos mínimos quadrados.
  38. 38. Objetivos • Principais: • Determinar a quantidade de sulfato ferroso em comprimidos vitafer. • Determinar a quantidade de ferro em comprimidos vitafer • Específicos • Determinar a eficácia da volumetria de oxido-redução para esse experimento. • Determinar se a quantidade de sulfato de ferro entra dentro das especificações da Anvisa
  39. 39. Parte Experimental • Instrumentos • Balança Analítica (JKI)
  40. 40. Parte Experimental Exaustor (Permution, CE0702)
  41. 41. 2. Utensílios Almofariz com Pistilo
  42. 42. Utensílios  Balão Volumétrico de 250 ml
  43. 43. Utensílios  Béquer de 100 ml
  44. 44. Utensílios  Bureta de 50 ml
  45. 45. Utensílios  Erlenmeyer de 125 ml
  46. 46. Utensílios  Funil de Vidro
  47. 47. Utensílios  Pipeta Volumétrica de 10 ml
  48. 48. Utensílios  Suporte Universal
  49. 49. Reagentes Ácido Clorídrico (HCL)
  50. 50. Reagentes  Água Destilada
  51. 51. Reagentes  Comprimidos de Sulfato Ferroso (Vitafer)
  52. 52. Reagentes  3.4. Solução de Permanganato de Potássio (a 0,01 mol/L)
  53. 53. Resultado e discursão Comprimidos de vitafer Massa (g) 1. 0,32 2. 0,31 3. 0,30 4. 0,31 5. 0,31 Média 0.31
  54. 54. Resultados e discursão Ao adicionar Ácido Clorídrico (HCl) ao sulfato de ferro (II) 𝑭𝒆𝑺𝑶 𝟒 + 𝟐𝑯𝑪𝓵 → 𝑭𝒆𝑪𝓵 𝟐 + 𝑯 𝟒 𝑺𝑶 𝟒 Reações que ocorrem com o cloreto de ferro, perganamato de pótissio e ácido sulfurico 𝟏𝟎 𝑭𝒆𝑪𝓵 𝟐 + 𝟔𝑲𝑴𝒏𝑶 𝟒 + 𝟐𝟒𝑯 𝟐 𝑺𝑶 𝟒 → 𝟏𝟎 𝑪𝓵 𝟐 + 𝟑𝑲 𝟐 𝑺𝑶 𝟐 + 𝟔𝑴𝒏𝑺𝑶 𝟒 + 𝟓𝑭𝒆 𝟐(𝑺𝑶 𝟒) 𝟑 𝟐𝟒𝑯 𝟐 𝑶
  55. 55. Resultados e discursão KMn04 á 0,01 mol/L Volume 1 8,3 2 8,2 3 8,1 Média 8,2
  56. 56. Conclusão  Os resultados obtidos neste estudo reveleam a possibilidade de se utilizar a volumetria de oxido-redução pois ela é um metado de facil manuseio e de facil obtençam de reagentes além de ser barata.
  57. 57. Referencias • Sites: • http://pt.wikipedia.org/wiki/Ferro • http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfNT4AL/permanganometria • http://www.zemoleza.com.br/carreiras/trabalhos/6698- permanganometria.html#gsc.tab=0 • Livros: • Química Básica experimental: Diamatino Fernandes Trindade. et al. São Paulo: Ícone, 2006. • Alimentes a química de seus componentes: Coultate; trad. Jeverson Frazzon et al. Porto Alegre: Artmed, 2004.

×