Palestra proferida por Lara Selem na Fenalaw 2009 MG

1.900 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
179
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra proferida por Lara Selem na Fenalaw 2009 MG

  1. 1. Advocacia corporativaUm mesmo Time. Um só Cliente.<br />
  2. 2. Lara Selem<br />laraselem@estrategianaadvocacia.com.br<br />Advogada e Consultora em Gestão de Serviços Jurídicos. Executive MBA pela B-W College (EUA), especialista em Gestão de Serviços Jurídicos pela FGV-EDESP (São Paulo, SP) e em Liderança de Empresas de Serviços Profissionais pela Harvard Business School (EUA). Colaboradora da Revista Consulex, Advogados: Mercado & Negócios, e outras. Autora dos livros “Advocacia: Gestão, Marketing e outras Lendas”, “Estratégia na Advocacia”, “Gestão de Escritório”, “A Reinvenção da Advocacia” , “Gestão Judiciária Estratégica” e “Advocacia Sustentável” (no prelo).<br />
  3. 3. Em algum momento da década de 90, a advocacia romântica foi substituída pela de resultados, num processo irreversível.<br />
  4. 4. Modelo Mental<br />15/out/2009<br />
  5. 5. Evolução no formato dos Departamentos Jurídicos<br />
  6. 6. Interrelações no Jurídico<br />
  7. 7. Pessoas<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  8. 8. Pessoas<br />Departamento Jurídico<br />Escritório Externo<br />Programa de Estágio e trainees<br />Plano de Carreira em Y<br />Treinamento e Desenvolvimento<br />Plano de Carreira e Remuneração<br />Baixo Turnover<br />Equipe Motivada<br />Foco no Cliente<br />Treinamento e Desenvolvimento<br />
  9. 9. Medições<br />Produção<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  10. 10. Sistemas<br />Departamento Jurídico<br />Escritório Externo<br />Controle do Contencioso<br />Gestão de Contratos<br />ERP Jurídico<br />GED<br />Controle de Prazos<br />Controle de teses<br />Controle de Agenda de Audiências<br />Controle de Despesas e Honorários<br />GED<br />
  11. 11. Produção<br />Departamento Jurídico<br />Escritório Externo<br /><ul><li>Análise e redesenho de processos internos
  12. 12. Identificação de riscos e controles associados
  13. 13. Implementação e execução de controles internos
  14. 14. Administrador Legal
  15. 15. Paralegal</li></ul>Gestão Profissional<br />Rotinas padronizadas<br />Divisão de tarefas<br />Controladoria<br />Organograma<br />
  16. 16. Comando<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  17. 17. Indicadores<br />Departamento Jurídico<br />Escritório Externo<br />Avaliação de Performance<br />Resultados Gerais<br />Estratégica<br />Atuação Preventiva<br />Equipe do Jurídico<br />Qualidade dos trabalhos<br />Prestação de informações<br />Rapidez na adoção das medidas<br />Antecedência no protocolo das peças<br />Combatividade<br />Criatividade<br />Resultado<br />
  18. 18. Clientes<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  19. 19. Clientes Internos<br />Assimilação do Papel<br />Integração com outras áreas<br />Conhecimento da equipe do Jurídico<br />Endomarketing<br />Gestão da informação<br />Funções não limitadas à operação jurídica<br />Alinhamento à estratégia corporativa<br />Influência nas decisões<br />
  20. 20. Clientes Internos<br />Distribuição de Responsabilidades<br />Compreensão de Prerrogativas<br /><ul><li>Não vinculação do administrador à opinião técnica.
  21. 21. Chancela do Jurídico não elimina responsabilidade do administrador na tomada de decisão, nem atenua riscos na execução não conforme.</li></ul>Exclusividade no posicionamento jurídico e interlocução com advogados externos tem fonte científica e gerencial, e não burocrática ou corporativista.<br />
  22. 22. Clientes Internos<br />Fluxo de Informações<br />Aperfeiçoamento da Interação<br />Compartilhar sistemas e aplicativos de controle, bem como consulta para intercâmbio de informações gerenciais entre as áreas.<br />Definir claramente papéis e responsabilidades sobre determinados assuntos em comum.<br />Aprimorar processo, consistência e senso de urgência no envio de insumos e informações para a área Jurídica.<br />Envolvimento prévio do Jurídico é fundamental para a consistência do projeto, racionalizando custos e cronograma.<br />Cliente interno continua “dono do assunto”.<br />Comunicação interna e externa gera conseqüências jurídicas.<br />
  23. 23. Confiança<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  24. 24. O mesmo Time Corporativo<br />Advogado in house<br />Advogado externo<br />Conhecedor do negócio, setor e cultura empresarial, promove e facilita a solução jurídica e opera especificamente no core business.<br /><ul><li>Complementariedade na alta especialização, no apoio transitório e contencioso de massa.</li></li></ul><li>Sob Medida<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  25. 25. Desafios do Advogado Corporativo<br />Adaptar-se rapidamente às mudanças<br />Responsabilizar-se com a própria carreira<br />Manter o foco de atuação<br />Conhecer bem o negócio da empresa<br />Equilibrar eficiência e alta qualidade<br />Facilitar a realização de projetos de outras áreas<br />Acompanhar a evolução tecnológica<br />Satisfazer o cliente interno e externo <br />Desenvolver a mentalidade estratégica<br />
  26. 26. Contratação de Escritórios Externos<br />Difusa e seletiva<br />Modelos de contratação<br /><ul><li>Contar com diversidade gerenciável de parceiros externos, atribuindo a cada um o serviço em que seu perfil melhor se encaixe, depurando a rede durante o decurso da relação.
  27. 27. Contratos de longo prazo não exclusivos, com mecanismos de aumento de produtividade e indicadores para aferição de performance.</li></li></ul><li>Contratação de Escritórios Externos<br />Na Contratação<br />Indicadores<br />Estabelecer critérios objetivos e transparentes para avaliação dos escritórios.<br />Criar condições para relacionamento de longa duração.<br />Induzir o desenvolvimento de parcerias.<br />Possibilitar reconhecimento pelo desempenho.<br />Preservar a imagem e as relações com a Instituição Judiciária e a comunidade.<br />Eficiência Operacional.<br />Gestão do Contrato.<br />Conformidade de Processos.<br />Imagem Institucional junto ao Judiciário.<br />
  28. 28. Demandas dos Jurídicos<br />Inovação em serviços e tecnologia.<br />Alinhamento aos objetivos corporativos e conhecimento do negócio e cultura.<br />Disponibilidade dos sócios e senioridade da equipe.<br />Agilidade - pró-atividade - combatividade.<br />Interlocução transparente e leal - não vender “ilusões”.<br />Reuniões presenciais ou virtuais, especificas ou regulares.<br />Estabelecimento de metas de performance e produtividade. <br />Tabelas de honorários flexíveis, racionalização de custeio.<br />Sistemas integrados via web, customização e consistência em provisões, relatórios gerenciais específicos, lançamento de horas etc.<br />
  29. 29. Transparência<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  30. 30. O que transforma a realidade não são as idéias, mas as idéias executadas.<br />Carlos Ghoshn<br />Presidente da Aliança Renault-Nissan<br />
  31. 31. Futuro<br />15/out/2009<br />Copyright (c) 2009 Lara Selem<br />
  32. 32. Obrigada e Sucesso!!!!www.estrategianaadvocacia.com.br<br />

×