Introdução ao Jornalismo de Dados

602 visualizações

Publicada em

Introdução ao Jornalismo de Dados

Publicada em: Dados e análise
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
602
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao Jornalismo de Dados

  1. 1. JORNALISMO DE DADOS
  2. 2. INFORMAÇÕES PRELIMINARES
  3. 3. INFORMAÇÕES PRELIMINARES Diferença entre dados e informação
  4. 4. INFORMAÇÕES PRELIMINARES Diferença entre dados e informação ■ DADOS: são registros “crus” que, para se tornarem úteis, precisam ser processados. ■ INFORMAÇÃO: dados são processados de maneira que os tornem significativos para o receptor. Os dados se transformam em informação quando são processados, estruturados, organizados ou apresentados em um determinado contexto.
  5. 5. INFORMAÇÕES PRELIMINARES Diferença entre dados e informação A partir dessa diferenciação, já podemos inferir o que seria Jornalismo de Dados. Porém, antes... o que não é Jornalismo de Dados?
  6. 6. INFORMAÇÕES PRELIMINARES O que não é Jornalismo de Dados ■ Um novo jornalismo ■ Uma nova modalidade de jornalismo ■ Um “concorrente” de outras especialidades do jornalismo
  7. 7. CONCEITOS DE JORNALISMO DE DADOS
  8. 8. CONCEITOS Alguns conceitos simples: ■ É a prática de explorar dados para a construção de histórias
  9. 9. CONCEITOS Alguns conceitos simples: ■ É a prática de explorar dados para a construção de histórias ■ É uma série de técnicas e ferramentas para se explorar bases de dados e extrair dali histórias interessantes
  10. 10. CONCEITOS Alguns conceitos simples: ■ É uma forma de utilizar a tecnologia digital para extrair informações de bases de dados; informações estas que podem formar uma nova história ou complementar uma história que já estava sendo construída textualmente
  11. 11. CONCEITOS Alguns conceitos simples: ■ Jornalismo de dados é o processo de descobrimento, coleta, análise, filtragem e combinação de dados com o objetivo de construir histórias; além disso, as técnicas do jornalismo de dados permitem construir visualizações mais inteligíveis e interessantes das informações presentes nas bases de dados exploradas.
  12. 12. CONCEITOS Conceitos trazidos por autores:
  13. 13. CONCEITOS Conceitos trazidos por autores: ■ Para Simon Rogers, do The Guardian: “... é uma forma de se obter histórias interessantes a partir de coleções de dados que, em seu estado bruto, não parecem contar história alguma”
  14. 14. CONCEITOS Conceitos trazidos por autores: ■ Para Sandra Crucianelli, do Knight Center: “... é o mesmo jornalismo de sempre, só que agora podemos agregar dois componentes novos: 1) incorporação de um programador à equipe jornalística, e 2) a [nova] forma que visualizamos os dados. Vivemos em um mundo rodeado por uma GRANDE quantidade de dados”
  15. 15. JORNALISMO
  16. 16. COMPUTAÇÃO JORNALISMO
  17. 17. COMPUTAÇÃO DESIGN JORNALISMO
  18. 18. COMPUTAÇÃO DESIGN MATEMÁTICA (estatística) JORNALISMO
  19. 19. COMPUTAÇÃO DESIGN MATEMÁTICA (estatística) JORNALISMO JORNALISMO DE DADOS
  20. 20. JORNALISMO DE DADOS O Jornalismo de Dados é algo novo?
  21. 21. JORNALISMO DE DADOS O Jornalismo de Dados é algo novo? ■ Não exatamente!
  22. 22. JORNALISMO DE DADOS O Jornalismo de Dados é algo novo? ■ Não exatamente! ■ O jornalismo já explora tecnologias digitais na produção de notícias há muito tempo: ■ BDs nas redações nos anos 1970 (BARBOSA, 2007) ■ BD do The New York Times com 3 milhões de documentos nos anos 1980 (MACHADO, 2006) ■ RAC - Reportagem com Auxílio do Computador. Começou em 1967 nos EUA com Philip Meyer (TOLEDO, 2009)
  23. 23. JORNALISMO DE DADOS O Jornalismo de Dados é algo novo? ■ Ainda antes disso, já experimentávamos a interpretação e a visualização de dados
  24. 24. Mapa da marcha de Napoleão à Russia entre 1812 e 1813 (Charles Joseph Minard, 1869)
  25. 25. Dados interpretados e visualizados por Minard: ■ As coordenadas geográficas (latitudes, longitudes) ■ As localizações da tropa de acordo com a passagem do tempo ■ As direções em que a tropa marchou ■ O tamanho da tropa e sua evolução no decorrer do tempo ■ Situações climáticas
  26. 26. Diagrama das causas de mortalidade de militares no Leste (Florence Nightingale, 1858)
  27. 27. Dados interpretados e visualizados por Nightingale: ■ Áreas em azul representam mortes preveníveis ■ Áreas em vermelho representam mortes decorrentes das lutas ■ Áreas em preto são mortes com outros origens
  28. 28. JORNALISMO DE DADOS ... se o Jornalismo de Dados não é algo novo, por que virou uma tendência agora?
  29. 29. JORNALISMO DE DADOS ... se o Jornalismo de Dados não é algo novo, por que virou uma tendência agora? ■ 1º: evolução da tecnologia digital (maior processamento de dados), que permite processar grandes quantidades de dados
  30. 30. JORNALISMO DE DADOS ... se o Jornalismo de Dados não é algo novo, por que virou uma tendência agora? ■ 2º: o mundo está produzindo muitos dados: ■ Governos lançam projetos de transparência ■ Gadgets geram dados a todo instante ■ ONGs se esforçam para divulgar dados ■ Vazamentos de bancos de dados confidenciais
  31. 31. JORNALISMO DE DADOS ... se o Jornalismo de Dados não é algo novo, por que virou uma tendência agora? ■ 2º: o mundo está produzindo muitos dados: ■ Governos lançam projetos de transparência ■ Gadgets geram dados a todo instante ■ ONGs se esforçam para divulgar dados ■ Vazamentos de bancos de dados confidenciais ■ ... vivemos na era do Big Data!
  32. 32. JORNALISMO DE DADOS A “atual onda” sobre Jornalismo de Dados já está sendo estudada há alguns anos.
  33. 33. JORNALISMO DE DADOS A “atual onda” sobre Jornalismo de Dados já está sendo estudada há alguns anos. ■ Em meados dos anos 2000, alguns autores chamavam esta prática por outros nomes: ■ Data Driven Journalism ■ Jornalismo Digital em Base de Dados ■ Visualização de dados ■ ... “jornalismo de dados” acabou virando um grande guarda-chuva para estes termos.
  34. 34. JORNALISMO DE DADOS O Jornalismo de Dados ganhou os holofotes (e virou tendência) principalmente a partir das eleições norte-americanas de 2012 ■ ... devido ao trabalho do jornalista de dados Nate Silver, que previu corretamente os resultados de 49 dos 50 estados daquele país
  35. 35. O PROCESSO PRODUTIVO NO JORNALISMO DE DADOS
  36. 36. Você conseguiria produzir uma matéria a partir desta tabela?
  37. 37. E dessa?
  38. 38. E dessa???
  39. 39. E dessa????????
  40. 40. E dessas?????????????????????
  41. 41. ... os arquivos vazados pelo Wikileaks em 2010 tinham mais de 300 mil registros!
  42. 42. JORNALISMO DE DADOS Paul Bradshaw, do The Guardian: O data journalist precisa saber: 1º) Encontrar os dados 2º) Interrogar os dados 3º) Visualizar os dados 4º) Combinar os dados
  43. 43. JORNALISMO DE DADOS Paul Bradshaw, do The Guardian: O data journalist precisa saber: 1º) Encontrar os dados 2º) Interrogar os dados 4º) Combinar os dados 3º) Visualizar os dados Ob s.: eu (o Iuri) trocaria a ordem destes dois aqui
  44. 44. JORNALISMO DE DADOS 1º) Encontrar os dados: Onde?
  45. 45. JORNALISMO DE DADOS 1º) Encontrar os dados: Os repositórios de dados ainda são poucos, mas eles existem: ■ Órgãos do governo (principalmente IBGE) ■ ONU/UNESCO ■ ONGs, observatórios, institutos... 3º setor ■ O próprio jornalismo!
  46. 46. JORNALISMO DE DADOS 2º) Interrogar os dados: Quais perguntas?
  47. 47. JORNALISMO DE DADOS 2º) Interrogar os dados: ■ O que o leitor gostaria de saber? ■ O que os dados poderiam desvendar? ■ Obs. 1: jornalista ruim se dá mal nesta parte ■ Obs. 2: é bom conhecer informática e estatística
  48. 48. JORNALISMO DE DADOS 4º) Combinar os dados: ■ Os dados possuem correlações?
  49. 49. JORNALISMO DE DADOS 4º) Combinar os dados: ■ Os dados possuem correlações? ... essas correlações podem desvendar novas informações!
  50. 50. JORNALISMO DE DADOS 4º) Combinar os dados: ■ Os dados possuem correlações? ... essas correlações podem desvendar novas informações! ■ Como exemplo, poderíamos cruzar: ■ BD sobre índices de homicídios, com ■ BD sobre índice de pobreza, com ■ um mapa da região coberta pelos BDs
  51. 51. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: É a mesma coisa que impresso/TV/rádio?
  52. 52. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: ■ Infográficos ■ Vídeos interativos ■ Timelines ■ Aplicativos ■ ... o cérebro humano é, em sua maior parte, uma máquina de processamento visual
  53. 53. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados:
  54. 54. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: técnicas Técnica exploratória
  55. 55. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: técnicas Técnica explanatória
  56. 56. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: técnicas Técnica pictórica
  57. 57. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: técnicas Técnica densa
  58. 58. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados: tipos de gráficos
  59. 59. JORNALISMO DE DADOS
  60. 60. JORNALISMO DE DADOS
  61. 61. JORNALISMO DE DADOS
  62. 62. JORNALISMO DE DADOS
  63. 63. JORNALISMO DE DADOS 3º) Visualizar os dados + 4º) Combinar os dados = ■ Vídeo do Hans Rosling
  64. 64. RESUMINDO...
  65. 65. O Jornalismo de Dados é uma parte do jornalismo que trabalha intensivamente com computação para:
  66. 66. O Jornalismo de Dados é uma parte do jornalismo que trabalha intensivamente com computação para: ■ Processar dados brutos ■ Apresentar estes dados em um modo fácil de compreender e interessante (visualização de dados)
  67. 67. O Jornalismo de Dados é produzido por:
  68. 68. O Jornalismo de Dados é produzido por: ■ Uma equipe que possui, no mínimo, um jornalista e um programador ou ■ Um jornalista-programador
  69. 69. Em poucas palavras, o Jornalismo de Dados busca executar as seguintes etapas:
  70. 70. Em poucas palavras, o Jornalismo de Dados busca executar as seguintes etapas: ■ Encontrar dados brutos
  71. 71. Em poucas palavras, o Jornalismo de Dados busca executar as seguintes etapas: ■ Encontrar dados brutos ■ Limpar e filtrar estes dados
  72. 72. Em poucas palavras, o Jornalismo de Dados busca executar as seguintes etapas: ■ Encontrar dados brutos ■ Limpar e filtrar estes dados ■ Analisar e combinar os dados (Descobrir novidades a partir desta análise/combinação)
  73. 73. Em poucas palavras, o Jornalismo de Dados busca executar as seguintes etapas: ■ Encontrar dados brutos ■ Limpar e filtrar estes dados ■ Analisar e combinar os dados (Descobrir novidades a partir desta análise/combinação) ■ Apresentar estes dados de maneira interessante e com fácil compreensão (Visualização de dados)
  74. 74. E, por fim:
  75. 75. E, por fim: ■ O resultado das análises dos dados não gera uma matéria jornalística completa ■ Geralmente, esse resultado é um elemento que complementa a matéria jornalística ■ O Jornalismo de Dados enriquece o trabalho jornalístico: gera novas pautas, novas maneiras de interpretar um cenário, novas informações...

×