EMEB FERNANDO PESSOA                  27 professoras                    560 alunos                  31 funcionários   A bi...
Projeto: João e o Pé de Feijão
Referência:      GOLDSEN,Bernette.     João e o Pé de Feijão.São Paulo: Global,     2004.   Produto final: contação de hi...
Projeto:João e o Pé de Feijão
Projeto:João e o Pé de Feijão
Projeto:João e o Pé de Feijão
Ação cultural: A importância da natureza  Participação: Professora Ana Paula doinfantil V. com parcerias de funcionários e...
Projeto Pé de Feijão      Ação cultural: A importância da      natureza Uma     das Propostas desenvolvidas nesse semestr...
Bibliografia do cartunista   Mauricio de Sousa
 Produto final: Caixa temática com os materiais                    do projeto Mauricio de    Sousa.   Justificativa: Int...
Público: Cada turma de 25 a 32 alunos.Produção : Conhecimento da infância do Mauricio de Sousa e doperiódico “GIBI”, a apr...
PROJETO:Mauricio de Sousa
Clipes:Turma da Mônica
Referência :DANTAS, Audálio. A infância de Mauricio de Sousa.São Paulo:Callis, 2005.SOUSA, Mauricio de Araújo: História em...
Sugestão:O mesmo projeto foiaplicado:•Mestre Vitalino;•Romero Brito.
História do Pequeno Coelho           Branco
 Produto final: materiais simples e de fácil acesso. Justificativa: A intenção é que podemos contar história com    mate...
PROJETO:Pequeno Coelho Branco                Materiais utilizados:                - Algodão (coelho);                - Tub...
Referência : BALLESTEROS, Xosé. O pequeno coelho branco. São Paulo:Callis, 2004. Galinha Pintadinha. O coelhinho. Clipes.....
Sugestão:O mesmo projeto foi aplicado:•Contos de fadas: ChapeuzinhoVermelho•Cachinhos dourados e os trêsursos.
BANNER
BANNER Produto final: Apresentação do banner, incluindo a    sinalização e localização do acervo, periódicos e equipament...
Apresentação daBiblioteca
Projeto do Primeiro Empréstimo
Projeto: Empréstimo Produto final: bilhete e a realização do empréstimo. Justificativa: Intenção e a conservação e devol...
Projeto: Empréstimo Nutrição: Este livro é meu!!! Charlie e Lola:Objetivo: entendimento que o livro é de todos e precisa ...
O QUE É INTERSALA?O intersala consiste na realização       de atividadespedagógicas diversificadas (como          oficinas...
INTERSALA NA BIBLIOTECAParticipantes; Professora: Ângela Maria da Silvae Auxiliar de Biblioteca: Magda Gonçalves eContador...
INTERSALA NA BIBLIOTECA Produto final: Juvenal ilustrado no Joelho da criança. Justificativa: Intenção de orientar e pre...
INTERSALA NA BIBLIOTECA
Avaliação geral:        Positivos e Negativos São     narradas para  Fica triste o aluno que  todas as turmas ;       fa...
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Práticas magda emeb fernando pessoa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Práticas magda emeb fernando pessoa

1.727 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.727
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
737
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Práticas magda emeb fernando pessoa

  1. 1. EMEB FERNANDO PESSOA 27 professoras 560 alunos 31 funcionários A biblioteca conta com a auxiliar Magda e acontadora de história Monalisa Cristiane (manhã) . “B.E.I. Adequação e mobiliário emprestado”.
  2. 2. Projeto: João e o Pé de Feijão
  3. 3. Referência: GOLDSEN,Bernette. João e o Pé de Feijão.São Paulo: Global, 2004. Produto final: contação de história lúdica e interativa. Justificativa:Observava quais eram os contos de fadas menos solicitados. Objetivo: contar uma história. Objetivo Específico: Montar uma História com recursos baratos e de fácil acesso. Orientação Pedagógica: não tive uma orientação. Orientação Didática:Apresentação de várias versões dos contos de fadas J.P.F. Duração: Construção dos personagens e cenário em uma semana . Tempo : 25 a 30 minutos. Público: Cada turma de 25 a 32 alunos. Etapas:1º Apresentação dos livros diversos contos de J.P.F. 2º Roda de conversa 3º Contação de História João e o pé de feijão 4º Perguntas sobre a história Observação: A contação virou ação cultural Dificuldade: Não identificado. Proposta: escolher uma história e contá-la.
  4. 4. Projeto:João e o Pé de Feijão
  5. 5. Projeto:João e o Pé de Feijão
  6. 6. Projeto:João e o Pé de Feijão
  7. 7. Ação cultural: A importância da natureza Participação: Professora Ana Paula doinfantil V. com parcerias de funcionários e da auxiliar de biblioteca.
  8. 8. Projeto Pé de Feijão Ação cultural: A importância da natureza Uma das Propostas desenvolvidas nesse semestre e que significou aprendizagens para toda a turma e principalmente proporcionou momentos de grande prazer foi o projeto “Meu Pé de Feijão” que se iniciou a partir de uma contação de história na BEI – Biblioteca Escolar Interativa – do conto de fadas “João e o Pé de feijão”. Após esta sensibilização realizamos leituras de diferentes versões da história, comparamos as versões, desenhamos e realizamos o plantio de pés de feijão, um para cada criança. Com base nas histórias fizemos a interpretação oral das versões, a identificação dos personagens, e, atentamos para a sequência de fatos. Com base no plantio dos pés de feijão, fizemos a produção de texto instrucional coletivamente, tendo a professora como escriba, conhecendo a estrutura deste portador, identificando os materiais necessários para a experiência, bem como o modo de fazer. Diariamente regávamos e fazíamos observações, as quais foram registradas com fotos e através de registros escritos do relato das crianças, pela professora. Colocamos os pés de feijão no sol, verificamos a necessidade de colocar terra e de adequar o espaço – vaso –, pois, segundo a observação das crianças, os copinhos descartáveis estavam pequenos e impediam o melhor desenvolvimento da planta e deveriam ser maiores para que os pés crescessem. Fizemos o replantio, e finalizamos a observação na escola no dia 20 de abril, antecedendo o feriado de quatro dias, para que as crianças continuassem a cuidar das plantas em casa, pois segundo elas, se os feijões ficassem na escola morreriam de sede e por falta de sol, alimentos essenciais para a sobrevivência das plantas.
  9. 9. Bibliografia do cartunista Mauricio de Sousa
  10. 10.  Produto final: Caixa temática com os materiais do projeto Mauricio de Sousa. Justificativa: Intenção é apresentar a vida do Cartunista Mauricio de Sousa e os personagens que ele criou. Objetivo: Ampliar o conhecimento das crianças com os recursos disponíveis. Objetivos Especifico: Expor a vida e o trabalho do cartunista em ordem cronológica. Orientação Pedagógica: No infantil não podemos ensinar o Alfabeto. Orientação Didático: Leitura e pesquisa da bibliografia e dos personagens Mauricio de Sousa. Duração: 1 mês na seleção do material e preparação do projeto. Dois encontros cada turma. Tempo : 2 encontros de 25 a 30 minutos. Etapas: Tirinhas foram coladas na parede, parecendo uma exposição de Gibis. Roda de conversa, curiosidade sobre a Turma da Mônica. Apresentação da biografia do cartunista Mauricio de Sousa e do aniversário da turma da Mônica.
  11. 11. Público: Cada turma de 25 a 32 alunos.Produção : Conhecimento da infância do Mauricio de Sousa e doperiódico “GIBI”, a apresentação dos personagens em folhas A4.Para encerrar, passou-se os clipes de cada personagem.Observação: As crianças acompanhavam a música dos clipes ememorizavam os personagens .Proposta: Fazer uma leitura de Imagem compreendendo o enredodos quadrinhos, resultando no entendimento da história do Gibi.Avaliação: Verificando a proposta dada, obtive resultados deapreciação e entendimento, onde professoras e alunos requisitarama Caixa temática .Problemas: Os gibis contém muitas propagandas, assim dispersa aatenção.Resultado: Depois de apresentar o gibi, eles manuseavam commais atenção e observavam os quadrinhos; Diminuiu o descarte.
  12. 12. PROJETO:Mauricio de Sousa
  13. 13. Clipes:Turma da Mônica
  14. 14. Referência :DANTAS, Audálio. A infância de Mauricio de Sousa.São Paulo:Callis, 2005.SOUSA, Mauricio de Araújo: História em quadrões.São Paulo: Globo, 2001. (contém um CD-ROM deatividades).Google: Imagens e download dos clipes dospersonagens da turminha.Periódico : Gibis da turma da Mônica.
  15. 15. Sugestão:O mesmo projeto foiaplicado:•Mestre Vitalino;•Romero Brito.
  16. 16. História do Pequeno Coelho Branco
  17. 17.  Produto final: materiais simples e de fácil acesso. Justificativa: A intenção é que podemos contar história com materiais que se encontra em nossa escola. Objetivos: podemos contar varias histórias com a mesma ideia. Objetivos Especifico: Utilizar os fantoches que as professoras tanto desejavam. Orientação Pedagógica: A coordenadora me orientou à contar uma história com objetos, por que as professoras estavam criticando a falta de recursos e fantoches (assim não impede de contar uma história de modo diferente). Tempo:O planejamento durou duas semanas. Etapas: Apresentação do livro Contação de história clipes musical da galinha pintadinha: O coelhinho. Observação: Depois de contar a história uma professora fez o mesmo projeto, mas os contadores foram as crianças. Proposta: O entendimento da história associando objetos com os personagens. Avaliação: O projeto virou uma atividade cultural, cada um dos alunos das professoras Célia e Rita escolheram um livro com a
  18. 18. PROJETO:Pequeno Coelho Branco Materiais utilizados: - Algodão (coelho); - Tubo de cola (galo); - Papel higiênico (cabra); - Novelo de lã (boi); - Tesoura pequena (formiga); - Caixa (casa do coelho); - Furador de papel (cachorro);
  19. 19. Referência : BALLESTEROS, Xosé. O pequeno coelho branco. São Paulo:Callis, 2004. Galinha Pintadinha. O coelhinho. Clipes...Musical.
  20. 20. Sugestão:O mesmo projeto foi aplicado:•Contos de fadas: ChapeuzinhoVermelho•Cachinhos dourados e os trêsursos.
  21. 21. BANNER
  22. 22. BANNER Produto final: Apresentação do banner, incluindo a sinalização e localização do acervo, periódicos e equipamentos multimeios. Justificativa: A intenção é atingir as professoras. Objetivos: Apresentar a classificação das áreas, o porque das cores das etiquetas e dos carimbos do sol (prosa) e da lua (poesia) e dos periódicos assinados. Objetivos Específico: Expor às professoras e alunos a importância da organização e do funcionamento da B.E.I. Orientação Pedagógica: Precisou de um estudo direcionado para idade de III á IV anos. Orientação Didática: Caderno REBI. Etapas: Apresentação da auxiliar de biblioteca e das contadoras. Atividade dirigida com as placas das sinalizações e classificações. Observação:A sinalização esta de fácil visibilidade e entendimento.
  23. 23. Apresentação daBiblioteca
  24. 24. Projeto do Primeiro Empréstimo
  25. 25. Projeto: Empréstimo Produto final: bilhete e a realização do empréstimo. Justificativa: Intenção e a conservação e devolução dos livros na data prevista. Objetivos: Cumprir com os combinados. Objetivos Especifico: Datas para a realização do empréstimo, a preparação da pasta e folha de empréstimo. Orientação Pedagógica: Bilhete colado nas pastas. Etapas: Fevereiro e março. Observação: Haviam poucos livros para realização dos empréstimos. Proposta: Realizar o empréstimo no último dia de semana da biblioteca, leitura com a família Avaliação: Mesmo com projeto desenvolvido, temos alguns casos de perda; mas a intenção do projeto é que
  26. 26. Projeto: Empréstimo Nutrição: Este livro é meu!!! Charlie e Lola:Objetivo: entendimento que o livro é de todos e precisa ser devolvido para a B.E.I.Avaliação: Compartilhavam entre eles as histórias. Nutrição: Tartaruga Franklin:Foi feito uma roda de conversa.Objetivo: Quando o livro estiver em casa é preciso tomar cuidados e devolver para bibliotecaAvaliação: Os livros estão sendo manuseados com mais cuidado. A apresentação da diferencia dos livros novos e velhos :Perguntas, como por exemplo: Quem gosta de um livro inteiro bonito? Quem gosta de livro vProposta: A diferença de um livro novo e de um livro velho. Foram selecionados livros rasga embolorado,mordido, sem página,etc.Objetivo: Manter os livros inteiros, assim diminui o descarte.Avaliação: Depois da apresentação, diminuiu o número de livros estragados. Criação do bilhete da pasta de empréstimo:Depois das propostas apresentadas, ajudou na elaboração do bilhete da pasta.Objetivo: Definir a data do empréstimo e devolução, os cuidados que devemos ter com o li identificação,nome, turma e professora.
  27. 27. O QUE É INTERSALA?O intersala consiste na realização de atividadespedagógicas diversificadas (como oficinas demodelagem, contação de história, dobraduras etc.),planejadas e organizadas pelas professoras. Nestemomento, as crianças poderão escolher livremente –respeitando-se as quantidades máximas de crianças porsalas – as atividades que realizarão, reagrupando-seconforme suas escolhas e interagindo diretamente comcolegas das outros turmas.
  28. 28. INTERSALA NA BIBLIOTECAParticipantes; Professora: Ângela Maria da Silvae Auxiliar de Biblioteca: Magda Gonçalves eContadora: MonalisaData: início em Fevereiro de 2012, data prováveldo término Dezembro de 2012.
  29. 29. INTERSALA NA BIBLIOTECA Produto final: Juvenal ilustrado no Joelho da criança. Justificativa: Intenção de orientar e prevenir as quedas/acidentes. Objetivo: Desenvolver o gosto pela história, por meio de sombras. Objetivos Especifico: Interação das crianças com a expressão corporal desenvolvida durante a narração. Orientação Pedagógica: Sim Orientação Didática: Consulta de diversos livros de apoio pedagógico, direcionado a contação de história. Etapas: Roda de conversa sobre a história a ser narrada, apresentação dos personagens fora e dentro da sombra e ilustração do Juvenal no joelho das crianças. Observação: A curiosidade de ver o cenário. Proposta: A satisfação de perceber a interação das crianças com o livro e com os colegas.
  30. 30. INTERSALA NA BIBLIOTECA
  31. 31. Avaliação geral: Positivos e Negativos São narradas para  Fica triste o aluno que todas as turmas ; falta, no dia seguinte A história e de livre os amiguinhos escolha; comentam; É uma oportunidade  Muitas vezes me cobra de interagir e divertir em contar com as crianças; semanalmente as Motivação de contar histórias; história para as  Poucos recursos e crianças. motivação para desenvolver projetos.

×