Dermatite de contato

7.165 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dermatite de contato

  1. 1. FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC ORGANIZAÇÃO DE ENSINO SUPERIORFACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE ITAJUBÁ ENFERMAGEM IMUNOLOGIA DERMATITE DE CONTATO ALÉRGICA Trabalho apresentado ao prof. MSc. Luiz Prudêncio Santos, na disciplina de Imunologia, no 4º período do curso de Enfermagem, para obtenção de pontos. ACADÊMICA: MARIANA FRANCO PRESSATO
  2. 2. DERMATITE DE CONTATODermatite de contato é uma reaçãoinflamatória cutânea caracterizadamorfologicamente por lesões do tipoeczema, ou seja, eritema, vesículas,exsudação, pápulas, escamas eliquenificação, que podem ocorrerisoladas ou simultaneamente.
  3. 3. DERMATITE DE CONTATO ALÉRGICA O processo inflamatório da dermatite de contato alérgica (DCA) é mediado por mecanismos imunológicos, podendo ser causada por substâncias inorgânicas, orgânicas, vegetais ou sintéticas
  4. 4. LOCAIS ACOMETIDOS
  5. 5. DERMATITE DE CONTATO POR IRRITANTESA dermatite de contato por irritantes(DCI) é causada por dano tissulardireto após contato com o agenteagressor que inicia a reaçãoinflamatória.
  6. 6. A DCA e a DCI podem serdiferenciadas quanto a:Causas, Mecanismos fisiopatológicos, Predisposição genética,Testes cutâneos.
  7. 7. PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE AS DERMATITES DECONTATO ALÉRGICA E IRRITATIVA
  8. 8. Apresentação clínica e tratamento das dermatites de contato alérgica e irritativa
  9. 9. FISIOPATOLOGIACom apenas alguns milímetros deespessura, a pele é o maior órgão do corpohumano funcionando como barreira. Noentanto, dependendo de vários fatores,pode ser vulnerável a alguns agentes, comoinfecções, alergias e traumas.
  10. 10. Outro fator que vem sendo avaliado nasDC é a barreira cutânea. Sabe-se que apele xerótica, onde ocorre diminuição doslípides e aumento da perdatransepidérmica de água, tem riscoaumentado para desenvolvimento deeczemas, tanto atópico, como de contato.
  11. 11. Estrutura do sistema imune cutâneo-mucoso
  12. 12. Resposta imunológica na dermatite decontato alérgica
  13. 13. FOTODERMATITESAs fotodermatites são muitosemelhantes às dermatites de contato,sendo os mecanismos fisiopatológicosparecidos aos da DCI e da DCA,porém requerem a ação de luzultravioleta (fótons) para a absorçãodo antígeno através da pele.
  14. 14. ALÉRGENOS COMUNS ASSOCIADOS
  15. 15. EXAMESO diagnóstico é baseadoprincipalmente na aparência dapele e no histórico de exposição aum irritante ou alérgeno.
  16. 16. SINTOMASCoceira (prurido) na pele de áreas expostasVermelhidão (eritema) ou inflamação na pele da área expostaSensibilidade na pele da área expostaInchaço localizado da peleCalor na área exposta (pode ocorrer)
  17. 17. TRATAMENTOO tratamento inicial inclui uma lavagemcompleta com bastante água para removerqualquer traço do irritante que possa terpermanecido na pele. A exposição aosirritantes ou alérgenos conhecidos deve serevitada.
  18. 18. Alergia de contato a henna (tatuagem)
  19. 19. REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ALERGIA E IMUNOPATOLOGIA – ASBAIARTIGO DE REVISÃO – DERMATITEDE CONTATODisponível em:http://www.asbai.org.br/revistas/vol343/V34N3-ar01 Acesso: 011112 às 17:13h.

×