Fiesp 06.09

231 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
231
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fiesp 06.09

  1. 1. Federação do Estado de São Paulo – FIESPCentro das Indústrias do Estado de São Paulo – CIESP ENCONTRO DE INOVAÇÃO BRASIL-SUÉCIA A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM DE INOVAÇÃO Moyses SimantobProfessor da FGV, Co-fundador do Fórum de Inovação 02 de junho de 2009
  2. 2. Agenda• Inovação no Brasil• Sistema Nacional de Inovação• A Experiência do Fórum de Inovação• Resultados da relação entre as empresas e a escola.
  3. 3. Inovação no Brasil Investimento Nacional em P&D (empresa + Governo)Folha de S. Paulo 24 de abril de 2009
  4. 4. Investimento público em educaçãoOECD
  5. 5. Meta de investimento para o BrasilOECD• Investimento médio em educação: 5,3% PIB – Dos quais 29% em Ensino Superior Brasil• Investimento em educação: 4,0% PIB – Dos quais 21% em Ensino Superior Meta para o Brasil – em 10 anos?• Investimento em educação: 6% PIB (7% no PNE) – Dos quais 25% em Ensino Superior: 1,5% PIB
  6. 6. Sistema Nacional de Inovação Sistema Nacional de Inovação ENSINO universidades escolas técnicas educação continuada PESQUISA- universidades GOVERNO- inst. pesquisa formulação e gestão - centros P&D da política de C&T de empresas ENTIDADES NÃO SETOR PRODUTIVO GOVERNAMENTAIS -empresas de - associações de classe engenharia - ONGs - empresas industriais - instituições de fomento e de serviços
  7. 7. University of Alaska Anchorage, 1987/www.educause.edu/ir/library/powerpoint/NLI0230a.pps University of Alaska Anchorage
  8. 8. O que é o Fórum de InovaçãoO Fórum de Inovação é uma associação entre aFGV-EAESP e organizações de sucesso no Brasil,interessadas em desenvolver, juntas, acompreensão e a prática da capacidade deinovar.Através do estudo e pesquisa das OrganizaçõesInovadoras, o Fórum visa alavancar tanto aprática como o ensino da Inovação no Brasil.
  9. 9. Atividades realizadasLivros Publicados
  10. 10. Atividades realizadas•Teses de Doutorado•Dissertações de Mestrado• Estudos de Casos• Artigos em Revistas Especializadas• Artigos em Anais de Congressos Científicos•Cursos e Disciplinas sobre Inovação na EAESP
  11. 11. ParceriasUnisinos• Criação do Fórum de Inovação da Unisinos.•Cursos de Educação Continuada.•MBA de Inovação(em preparo).UFBA•Criação do Fórum de Inovação da Bahia
  12. 12. “Roda” da Inovação® Inovação®Meio Inovador Pessoas Interno Liderança e EstratégiaResultados da Processo de Organização Inovação
  13. 13. Atividades realizadasLivros Publicados
  14. 14. Gestão/ Processo de Inovação
  15. 15. Gestão / Processo de uma “Jornada de Inovação” Fonte:Innovation Journey, Van de Ven et al.
  16. 16. Extremos da escala de Intensidade da Inovação
  17. 17. Gestão / Processo de Inovaçãowww.emeraldinsight.com
  18. 18. Diferentes visões de um mesmo Processowww.emeraldinsight.com
  19. 19. Model of Five Stages in theInnovation-Decision Process, by individuals
  20. 20. Five Stages in the Innovation Process in Organizations
  21. 21. Alianças para Inovação
  22. 22. gibbons: modos de produção deconhecimento…• Modo 1 • Modo 2 – contexto acadêmico – contexto da aplicação – barreiras disciplinares – multidisciplinaridade – homogeneidade de – heterogeneidade de percepções percepções – controle de qualidade e – qualidade e relevância relevância pelos pares definidos externamente – estrutura e organização – organizações ad-hoc e hierárquica e estática estruturas planas – responsabilidade interna – responsabilidade externa – liberdade (acadêmica) e – usuários e interesses definem “desafio do conhecimento” a agenda... http://www.intermedia.uio.no/konferanser/skikt-02/skikt-research-conferance.html
  23. 23. Nessa relação Empresa –Escola• Gibbons: nos oferece novos modos de produção de conhecimento…os quais ainda precisam ser aprendidos pelos agentes de desenvolvimento do nosso país.
  24. 24. Contatoswww.inovforum.org.brwww.moysessimantob.com.br

×