Portfólio digital kézia silmara

332 visualizações

Publicada em

Primeiro slideshare para a disciplina da professora Lúcia Serafim

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
332
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfólio digital kézia silmara

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO HUMANO E EDUCAÇÃO ESCOLAR DISCIPLINA: TECNOLOGIA, MÍDIA E EDUCAÇÃO ESCOLAR PROFESSORA: MARIA LÚCIA SERAFIM ALUNA: KÉZIA SILMARA COSTA FARIAS Portfólio Digital
  2. 2. Portfólio Digital ❖ Este objetiva nos capacitar a trabalhar com ferramentas digitais, a qual esta disciplina nos disponibilizou; ❖ O mesmo é pré-requesito para a obtenção da nota final nesta disciplina; ❖ É uma maneira criativa e prática de construção da aprendizagem e avaliação de forma digital; ❖ É o meio pelo qual podemos avaliar e praticar nossos processos ensino-aprendizagens; ❖ Através deste podemos fazer reflexão sobre nosso desempenho e nos possibilitar fazer uma auto-avaliação dos processos dos quais estamos participando nessa era da tecnologia.
  3. 3. Quem sou... Kézia Silmara Costa Farias, imigrante digital, segundo a entrevista de Mark Prensky, e apaixonada por esta nova descoberta. Uma frase que me identificou muito nesta nova etapa: [...] Na construção da aprendizagem mostro o que sei, o que sou, o que penso e como cresci. Não é preciso decorar. É necessário aprender. Construir aprendizagem é fazer acontecer a aprendizagem. É a interação do que sei com o novo. É o que realmente irá ficar, é o que fará mudar. É significativo. Não se constrói aprendizagem de maneira passiva, acomodada. Para construir é preciso ousar, fundamentar e fazer acontecer. Entrelaçar teoria e prática num único processo, não fragmentando os saberes. Cleide Regina Oliveira
  4. 4. O que ficou... Descobri que sou imigrante digital e que a geração homo zappiens está bem pertinho de mim, dentro da minha casa, com minhas filhas, elas desenrolam a tecnologia, mesmo sem a aprendizagem de leitura. Há várias maneiras de está conectado e diversos tipos de ferramentas para qualquer forma de trabalho. Em uma outra disciplina trabalhamos portfólio, mas o de aprendizagem e este, é o de aprendizagem digital, utilizando as ferramentas que a professora de maneira excelente e dinâmica nos apresentou. Então Segundo (GUSMAN apud HERNÁNDEZ, 2000), o Portfólio é continente de diferentes classes de documentos (notas pessoais, experiências de aula, trabalhos pontuais, acompanhamento do processo de aprendizagem, conexões com outros temas fora da escola, representações visuais, dentre outros) que
  5. 5. proporciona uma reflexão crítica do conhecimento construído, das estratégias utilizadas, e da disposição de quem o elabora em continuar aprendendo. O Portfólio constitui uma forma de avaliação dinâmica realizada pelo próprio aluno e que mostra seu desenvolvimento e suas mudanças através do tempo. Há várias técnicas de se trabalhar essa tecnologias em sala de aula, isto dependerá de como o professor irá abordar o assunto e do seu interesse em pesquisar e buscar, pois segundo Duarte 2002, o crescimento vertiginoso das tecnologias de informação nas duas últimas décadas acentuou o interesse pelos meios de comunicação e trouxe a televisão, o videocassete e os computadores para dentro da prática pedagógica.
  6. 6. Minhas considerações ... Ser inserido na tecnologia da informação neste atual período que vivemos, de certa forma é muito recompesador, lidar ou aprender a encontrar meios que nos qualifique e contribua para nossa prática, principalmente para nós voltados a licenciatura, é algo que nos habilita de algum requisito para tornar mais atraente as aulas ministradas. Criar, pesquisar, zapear, conectar condição necessária para transformar a atual ordem social digital e nos colocar antenados a nova formação do saber digital.
  7. 7. Minhas referências ... DUARTE, Rosália. Cinema na escola. In: Cinema & Educação. Belo Horizonte: AUTÊNTICA, 2002. VEEN, Wim; VRAKKING, Ben. Homo zappiens: educando na era digital. Porto Alegre: ARTMED, 2009. GUSMAN, Antônio Barioni. Portfólio: conceito e construção. Disponível em:< http: //www.uniube.br/biblioteca/novo/udi/rondon/arquivos/portfolio_biblioteca_uniube. pdf> Acesso em: 13.11.2014.

×