Hist mat ernesto pedagogia

280 visualizações

Publicada em

Historia da Matemática

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hist mat ernesto pedagogia

  1. 1. HISTÓRIA DA MATEMÁTICA CURSO: PEDAGOGIA PROFESSORA: KÊNIA BOMTEMPO Instituto Federal Goiano Câmpus Morrinhos
  2. 2. Dados do Texto  Livro: Didática da Matemática Autor: Ernesto Rosa Neto Editora: Ática, 1992
  3. 3. Introdução • Contar a história da disciplina que está sendo estudada pode ser uma forma de ilustrar as aulas e motivar os alunos. Objetivos Mostrar o longo caminho percorrido pela humanidade em três milhões de anos de existência, ajudando a perceber as transformações que ocorreram e continuam a ocorrer, alterando a sociedade e a própria personalidade do homem, e depois fazer comparação entre essa história e a evolução da própria criança.
  4. 4. A Matemática: Uma História Social A Matemática foi inventada e vem sendo desenvolvida pelo homem em função de necessidades sociais. Durante todo o Paleolítico inferior, que durou cerca de três milhões de anos, o homem viveu da caça e da coleta, competindo com outros animais, só que utilizando paus, pedras e o fogo. Ele necessitava apenas das noções de mais- menos, maior-menor e algumas formas no lascamento de pedras e na confecção de porretes.
  5. 5. Paleolítico- Idade da Pedra Lascada Grupos nômades, caçadores e coletores; Instrumentos simples de galhos e pedras; Sem domínio pleno do fogo;
  6. 6. Pedra Lascada Pré –História Pedra Polida Paleolitico Superios: Instrumentos mais elaborados para caça e coleta: armadilhas, reder, cestos, arcos e flechas, roupas de peles e canoas.
  7. 7. • Novos materiais além de paus e pedras: ossos, cipós, peles, fibras; • Fazem pinturas e esculturas naturalistas; • Necessitam de números e figuras; • Contagem e noções intuitivas de paralelismo e perpendicularismo para confecção de cestos; • Surgem os desenhos geométricos e a pictografia. Final do Paleolítico- Início Neolítico
  8. 8. Imagens
  9. 9. Início do Neolítico  Domínio do homem sobre a natureza;  Domesticação de plantas e animais;  Revolução do Neolítico;  Inicio da agricultura e da pecuária, liberta o homem da necessidade da caça e coleta e da competição com outros animais;  Fixação do homem em determinados lugares em que a terra produz mais;  Novos Conhecimentos com tentativa e erro.
  10. 10.  Conhecimentos sobre: Terras, fertilidade, sementes, técnicas de plantio e colheita, datação do plantio, seleção.  Os rebanhos precisam ser contados, são elaborados calendários agrícolas, o armazenamento de grãos e o cozimento criam a necessidade da cerâmica.  A matemática se desenvolve, se expande, no sentido do saber prático. Início do Neolítico
  11. 11. Figura
  12. 12. Neolítico Produção pequena, homens muito dependentes da natureza; Com novas técnicas, avanço no suprimento de necessidades; Esse período compreende o início da produção até o ponto de os homens gerarem o necessário para sobrevivência; Caça transformou-se em esporte; Durou seis mil anos.
  13. 13. Período Histórico As tribos se estabelecem em lugares permanentes nas margens de grandes rios; Choupanas transformadas em casas; As aldeias, em cidades, supondo projetos e medidas; Surgem classes sociais, a propriedade, o Estado, a escrita fonética Mudanças causadas pelo aumento da produção, produção de excedentes. Necessidade de armazenamento em grande escala, contabilização, desenvolvimento da matemática.
  14. 14. Sociedade mais complexa; Cultura se acumula, mas sempre com sentido prático; Divisão da sociedade em classe; Propriedade privada, criação de medidas para regular posses e impostos.
  15. 15. Segundo Heródoto, as inundações do Nilo desmarcavam os limites das propriedades, gerando a necessidade de remarcá-las. Isso era feito com o auxilio de medidas e plantas, pelos chamados “esticadores de corda”. Desenvolvimento do número fracionário e matemática se desenvolve no Egito antigo e na Babilônia do mesmo modo que posteriormente, com os maias e astecas.
  16. 16. Início da Antiguidade Período desde a invenção da escrita (de 4.000 a.C. a 3.500 a. C.) até a queda do Império Romano do Ocidente (476 d. C); Na América, pode-e considerar como Idade antiga a época pré-colombiana, onde surgiram avançadas civilizações dos astecas, maias e incas. Em outras regiões, como no Brasil, considera-se o fim desta época a descoberta pelos europeus, pois os ameríndios ainda não haviam atingido o mesmo nível de complexidade social.
  17. 17. A Contribuição Egípcia
  18. 18. Mural Egípcio
  19. 19. Multiplicação
  20. 20. Frações
  21. 21. Matemática – Antigos Egípcios
  22. 22. Pitagoras
  23. 23. Teorema de Pitágoras
  24. 24. Calendário Grego
  25. 25. Calendário Grego
  26. 26. Grandes Monumentos
  27. 27. A Matemática entre os Gregos e os Romanos  Ferramentas mais eficientes podem ser criadas;  A produção aumenta muito;  O comércio se expande;  Intensificação da navegação, melhorando o transporte; Hegemonia Grega; Aparece o alfabeto, que democratiza a cultura e facilita seu registro;  Intercâmbio cultural; Acumulo de conhecimentos na Grécia provoca mudanças qualitativas na classificação e ordenação.  Surge a Filosofia.
  28. 28. Pensadores Gregos Desprezam o trabalho, seguem o caminho das abstrações; Se aprofundam nas matemáticas, e o estudo avança enfatizando mais qualidade do que quantidade, mais Geometria do que Aritmética. Geometria é a primeira a receber tratamento metodológico; Os Elementos de Euclides- 1ª obra lógica.
  29. 29. Grandes Pensadores Gregos
  30. 30. Pensadores Gregos Aristóteles com Organon, sintetizou a Lógica como transposição, em palavras, do método de demonstração geométrico que se iniciara com os pré- socráticos ( Tales, Pitágoras, Anaxágoras, etc...); Com o advento da lógica, a palavra tornou-se instrumento de poder, para controle da população. O escravismo entrava em sua crise final. Depois da Geometria e da Lógica, a terceira sistematização ocorreu na Mecânica, com Arquimedes.
  31. 31. Aristóteles
  32. 32. Tales de Mileto
  33. 33. Euclides
  34. 34. Erastotenes
  35. 35. Erastótenes
  36. 36. Erastótenes
  37. 37. Ptolomeu
  38. 38. Ptolomeu- Almagesto
  39. 39. Ptolomeu
  40. 40. Diofanto
  41. 41. Biblioteca de Alexandria
  42. 42. Os Árabes e a Álgebra
  43. 43. Avicena
  44. 44. Omar Khayyan
  45. 45. Nassir Eddin
  46. 46. Do Renascimento aos nossos dias
  47. 47. Revolução Matemática
  48. 48. Cálculo
  49. 49. A Matemática é Fácil

×