Região Centro Oeste

6.883 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região Centro Oeste

  1. 2. <ul><li>Colégio Estadual Gov. Otávio Mangabeira </li></ul><ul><li>Serié:6v4 </li></ul><ul><li>Aluno:Magno Junior S. Farias </li></ul><ul><li>Aluno:Jeferson Fagundes </li></ul><ul><li>Professora:Rosilene </li></ul>
  2. 3. <ul><li>O Planalto Central é um grande bloco rochoso, formado por rochas cristalinas , sobre as quais se apóiam camadas de rochas sedimentares . Existem trechos em que as rochas cristalinas aparecem livres dessa cobertura sedimentar, surgindo aí um relevo ondulado. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Mapa físico da Região Centro-Oeste do Brasil. </li></ul><ul><li>Como em quase todo o território brasileiro , o relevo da região é marcado por unidades suaves, raramente ultrapassando mil metros de altitude . O relevo da Região Centro-Oeste é composto por três unidades dominantes </li></ul>
  4. 5. Clima <ul><li>Clima </li></ul><ul><li>O clima da região Centro-Oeste do Brasil é tropical , quente e chuvoso, sempre presente nos Estados de Mato Grosso , Mato Grosso do Sul e Goiás . A característica mais marcante deste clima quente é a presença de um verão chuvoso, entre os meses de outubro e março , e um inverno seco, entre os meses de maio e setembro . </li></ul><ul><li>O noroeste da região, ocupado pela Amazônia , é abrangido pelo clima equatorial , e o restante pelo clima tropical . As temperaturas , são mais altas do que no sul . O inverno apresenta temperaturas acima de 18°C; durante o verão , a temperatura pode alcançar temperaturas superiores a 25°C. Existe declínio sensível de temperatura quando ocorre o fenômeno da friagem , que é a chegada de uma massa polar atlântica que através do vale do rio Paraguai , atinge todo o oeste dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul . </li></ul>
  5. 6. <ul><li>As chuvas , além de concentradas em apenas uma estação do ano , se distribuem irregularmente na região , atingindo-se mais de 2.500 mm a noroeste de Mato Grosso e reduzindo-se a pouco mais de 1.200 mm grande parte do território. </li></ul><ul><li>Nas regiões mais elevadas do Planalto Central ocorre o clima tropical de Altitude e as mínimas são menores podendo ocorrer geadas nessas regiões. Em outras partes da região também é norma ocorrer geadas. </li></ul><ul><li>Os meses de verão são úmidos, porque nessa época, a Planície do Pantanal é uma das áreas mais quentes da América do Sul , e por esse motivo, forma um núcleo de baixa pressão que atrai os ventos úmidos conhecidos como alísios de nordeste . A chegada desses ventos corresponde às chuvas fortes que caem na região . O norte da região, de altas temperaturas e grande quantidade de chuvas , engloba características do clima equatorial . No restante da região , o efeito da continentalidade faz com que o clima tropical apareça mais seco, e por conseqüência, a paisagem vegetal revele densidade menor, apresentando sob a forma de cerrado. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Indústria </li></ul><ul><li>Trata-se de uma atividade pouco significativa no Centro-Oeste. As indústrias mais expressivas são recentes, atraídas pela energia abundante fornecida pelas usinas do complexo de Urubupungá , no rio Paraná ( Mato Grosso do Sul ), de São Simão e Itumbiara , no rio Paranaíba , de Cachoeira Dourada (em Goiás ) e outras menores. As indústrias mais importantes são as de produtos alimentícios , de minerais não-metálicos e a madeireira . </li></ul><ul><li>A área mais industrializada e desenvolvida do Centro-Oeste estende-se no eixo Goiânia - Anápolis - Brasília . Tem como destaque as indústrias automobilística , farmacêutica , alimentícia , têxtil , de produtos minerais e bebidas . Outros centros fabris importantes são Campo Grande ( indústria alimentícia ), Cuiabá ( indústria alimentícia e de borracha ), Corumbá , favorecida pela proximidade do Maciço do Urucum para a obtenção de matérias-primas minerais, Catalão e Rio Verde em goiás e Três Lagoas ( Mato Grosso do Sul ), que sozinha foi responsável por 0,15% do crescimento PIB brasileiro em 2007. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Goiás é o estado mais industrializado da Região, neste estado está localizado o DAIA (Distrito Agro-Industrial de Anápolis) que na última década recebeu diversos tipos de indústrias, principalmente de medicamentos (o que faz da cidade maior pólo farmo-químico do Brasil) e a montadora de automóveis sul-coreana Hyundai , além de Catalão, importante pólo mínero-químico e metal-mecanico, com destaque para montadores de automóveis Mitsubishi e a montadora de máquinas agrícolas John Deere , além de Rio Verde , Itumbiara , Jataí , Mineiros e Mozarlândia , com importantes indústrias alimentícias; Uruaçu , Minaçu e Niquelândia , com indústrias de extração e processamento de minérios; Jaraguá , um pólo da indústria do vestuário e Senador Canedo , com a indústria calçadista. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>No estado de Mato Grosso do Sul, as indústrias se baseam no extrativismo mineral já que nessa região a concentração de minérios de ferro é muito grande. Além disso em Três Lagoas é de considerável vulto a produção de papel e celulose </li></ul>

×