Kássia Quadros FerreiraKássia Quadros Ferreira
Orientadora: Carmen R. S. e SouzaOrientadora: Carmen R. S. e Souza
CENTRO U...
INTRODUÇÃO:
A escola visa tarefas como a formação social do
indivíduo:
Escola precisa:
• Compreender o meio social do
alun...
REFERENCIAL TEÓRICO:
Voltar-se para a infância uma recorrência
histórica.
As crianças
Eram vistas pela sociedade como:
•Ad...
O processo de socialização da criança na
educação infantil.
Expectativa marcante p/ a
vida dos pais e p/ os filhos.
Por me...
O processo de socialização da criança e da
educação infantil ocorre a partir da assimilação de
significados:
* assimilação...
A escola voltada para a autonomia.
A autonomia do aluno
ocorre quando:
A ação do professor
esta aprisionada
•O professor s...
METODOLOGIA:
Tipo de pesquisa
bibliográfica
de
campo
Permitiram compreender
informações escritas e
conceitos da realidade
...
ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS
RESULTADOS:
Os professores pesquisados possuem idade superior a 30 anos, tem
atuação no magistério...
• A escola tem desempenhado como possibilidades para a formação
social do indivíduo, condições que permitem a participação...
•A infância no séc. XXI é uma fase marcada pela vivência e criação de
significados; deve partir da relação com os outros e...
CONCLUSÕES:
Os resultados do estudo confirmaram que:
Proporcionam
diversidade e riqueza
de materiais.
Escola é um lugar
pa...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
ARIÉS, Philippe. Historia Social da Criança e da Família. Rio de
Janeiro: LTC, 1981.
BECK, Nes...
______. Pedagogia dos Sonhos Possíveis. São Paulo: Unesp, 2001.
FREITAS, Marcos C. (Org). História Social da Infância no B...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentaçãoç jornada de educ. 13

244 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentaçãoç jornada de educ. 13

  1. 1. Kássia Quadros FerreiraKássia Quadros Ferreira Orientadora: Carmen R. S. e SouzaOrientadora: Carmen R. S. e Souza CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO “O Papel Social da Escola”
  2. 2. INTRODUÇÃO: A escola visa tarefas como a formação social do indivíduo: Escola precisa: • Compreender o meio social do aluno; •Não negar a realidade do aluno Problemática: •Será que a escola se constitui c/ um espaço importante para a formação social do aluno. Esta pesquisa teve como objetivos a reflexão sobre o papel social da escola, bem como a verificação de qual a concepção que o prof. têm do papel da escola na formação do indivíduo, como estes articulam o processo ensino-aprendizagem a partir da realidade do aluno, bem como o desempenho de possibilidades para a formação social do indivíduo..
  3. 3. REFERENCIAL TEÓRICO: Voltar-se para a infância uma recorrência histórica. As crianças Eram vistas pela sociedade como: •Adultos em miniatura; •Não possuíam direitos; •Eram castigados; •exclusão social. A creche: As crianças passaram a ir para as creches no início do séc. XX: • P/ combater a pobreza; •mortalidade infantil; •era assistencialista; •mantida pelas primeiras damas; •objetivos de cuidar, alimentar e higienizar. Foi necessário devido a precariedade das creches, resgatar a infância por meio da educação, investindo no processo educativo em favor da criança como indivíduo social.
  4. 4. O processo de socialização da criança na educação infantil. Expectativa marcante p/ a vida dos pais e p/ os filhos. Por meio da educação ocorre a socialização e a interação com o mundo. A criança não é receptora passiva de informação. Socializar-se é reconhecer as questões que envolvem os indivíduos, significar a vida. A criança de 0 a 6 anos auto/constrói-se na sociedade por meio de significados (signos) que organiza seu pensamento. Repensar ações educativas que valorizem as idéias pré- concebidas e os modelos sociais não pertinentes á realidade. Professor (re) descobrir a essência do trabalho pedagógico, criar novas metodologias que amplie as experiências dos alunos.
  5. 5. O processo de socialização da criança e da educação infantil ocorre a partir da assimilação de significados: * assimilação por meio do simbolismo; * expressão musical; * expressão artística; * outras expressões. As ações desenvolvidas pelo professor, deve respeitar o ser criança validando seu pensamento e compreendendo suas significações que permite condições de viver no mundo.
  6. 6. A escola voltada para a autonomia. A autonomia do aluno ocorre quando: A ação do professor esta aprisionada •O professor sanciona questões de desenvolvimento de idéias; •criação de possibilidades para a sua produção; •permite a sua construção como ser humano crítico e reflexivo; •Convive com outros seres sociais integrando-os ao meio; •ensino fundamentado na sua realidade; •negação da ideologia dominante. Idéias estabelecidas Reproduções sociais e condicionantes A autonomia do aluno só ocorrerá quando o mesmo for levado a sério e respeitado em toda a sua plenitude.
  7. 7. METODOLOGIA: Tipo de pesquisa bibliográfica de campo Permitiram compreender informações escritas e conceitos da realidade investigada. Abordagem qualitativa Permitiu a análise da realidade com maior clareza, valorizando os indivíduos pesquisados e a realidade em que se encontram. O contexto de investigação foram 2 escolas de educação infantil de Santa Maria/RS. Os sujeitos envolvidos foram 6 professores, sendo 3 da rede municipal e 3 da rede estadual de ensino. O instrumento para coleta de dados que permeou a pesquisa foi uma entrevista semi-estruturada Permitiu perceber as intenções e angustias dos entrevistados sobre a inserção do aluno á realidade e ao meio social em que está inserido por meio do ato educativo.
  8. 8. ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS: Os professores pesquisados possuem idade superior a 30 anos, tem atuação no magistério a mais de 5 anos, atendem 20 alunos ou mais, a idade dos alunos varia de 2 a 4 anos e de 4 a 6. Cinco dos professores possuem formação superior em Pedagogia e uma delas formação em Letras-português. Três professores possuem pós-graduação, as áreas são: ensino-aprendizagem de língua portuguesa, psicopedagogia com orientação sexual e espec. em educação ´pré-escolar. Conforme as entrevistas, os professores responderam uniformemente que: • Procuram articular o processo de aprendizagem dada ao aluno de acordo com metodologias que permitem a compreensão do real, adequando-as a clientela da escola; Não se pode agir de forma contrária a realidade do aluno.
  9. 9. • A escola tem desempenhado como possibilidades para a formação social do indivíduo, condições que permitem a participação, questionamentos e relações com a realidade; a escola é um lugar onde o aluno constrói-se socialmente, se respeitado seus saberes e a sua realidade. •A relação professor/aluno se estabelece dentro da sala de aula ao longo do ano letivo; não é apenas o aluno que aprende e socializa-se, mas ambos, por meio do convívio social e da evolução de cada indivíduo. •O significado de autonomia é o exercício da cidadania; respeito a todos e a qualquer significado da essência humana, negando a indiferença e o individualismo. •Professor democrático p/ as entrevistadas é aquele que estimula o aluno no seu direito de opinar, escolher, optar e participar; permitir que o aluno veja e discuta além daquilo que lhe é permitido. •Para a realização da prática pedagógica, os professores se utilizam de várias expressões, como o simbolismo, expressão artística, musical entre outros; a diversidade permite a criação de significados do mundo e da realidade.
  10. 10. •A infância no séc. XXI é uma fase marcada pela vivência e criação de significados; deve partir da relação com os outros e da participação social. •O processo de socialização na ed. Infantil segundo os professores, deve ser feito por meio da convivência com os outros, na troca de diferentes experiências, no respeito ás diferenças, através da afetividade e pelo resgate da literatura; Todos os fatore mencionados, poderão ser unidas, fundindo-se com a compreensão destas para poder com competência media-las ao aluno. •A concepção dos professores sobre o papel da escola na formação social do indivíduo é dar continuidade a educação vinda de casa; O dever de promover o desenvolvimento da criança não é só da escola, mas também da família, proporcionando e assegurando seus direitos. •A instituição escola, na opinião dos professores, como está organizada colabora em parte para a formação social, necessita de uma maior valorização do profissional de educação.A escola ainda não acompanha as mudanças com a mesma velocidade ocorridas na sociedade, idealizando o aluno estereotipado não compreendendo ás diferenças que há dentro da própria sala de aula; é necessário a reflexão crítica acerca das condições sociais e reais, anunciando possibilidades e assumindo os desafios da prática educativa, que vise a criança, seu universo e a educação infantil.
  11. 11. CONCLUSÕES: Os resultados do estudo confirmaram que: Proporcionam diversidade e riqueza de materiais. Escola é um lugar para expressar o que é apreendido pelas crianças. Importância significativa no desenvolvimento da leitura A escola precisa dar suporte técnico e valorativo aos professores Olhar sensível das políticas públicas para ensino de qualidade Professores devem procurar por meio da reflexão incitar os alunos á compreender o mundo e a realidade Processo de socialização na educação infantil é limitada apenas a convivência com os outros O aluno deve ser reconhecido como ser socializado
  12. 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ARIÉS, Philippe. Historia Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: LTC, 1981. BECK, Nestor L. J. Educar para a Vida em Sociedade: Estudos em Ciência da Educação. Porto Alegre: Edipucrs, 1996. BORGES, Teresa Maria M. A Criança em Idade Pré-Escolar. São Paulo: Ática, 1994. CALLAI, H. C.; CALLAI, J. L. Fichas Metodológicas para o Ensino de Geografia e História. Ijuí: Unijuí, 2002. CRAIDY, Carmem; KAERCHER, Gládis E. (Orgs). Educação Infantil: Pra que te quero? Porto Alegre: Artmed, 2001. ______. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2004.
  13. 13. ______. Pedagogia dos Sonhos Possíveis. São Paulo: Unesp, 2001. FREITAS, Marcos C. (Org). História Social da Infância no Brasil. São Paulo: Cortez, 2001. LÜDKE, Menga & ANDRÉ, Marli. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986. MALDANER, Maridalva B. Contexto & Educação. Ano 4, nº. 15. Ijuí, jul./set. 1989. VYGOTSKY, L. S. A Formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

×