Radioatividade histórico

1.739 visualizações

Publicada em

2o ano

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.739
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
364
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radioatividade histórico

  1. 1. Profa Ana Karoline Maiakaroline.quimica@gmail.com
  2. 2. O que é radioatividade?
  3. 3. A descoberta da eletricidade • Experiências que comprovam a eletricidade nos materiais • Sec XVIII físico inglês William Crookes • Descargas elétricas em ampolas de vidro com gás em baixa pressão
  4. 4. Características do experimento • Geralmente os gases são maus condutores de eletricidade • Surgiram fluxos luminosos ( raios catódicos) • Possuem massa • Caminham em linha reta • Possuem carga negativa (elétrons)
  5. 5. Qual o modelo atômico?• Baseados nesses princípios• Trabalho com raios catódicos• Chamou os raios catódicos de elétrons• 1897 Joseph John Thomson
  6. 6. Raios Canais• 1886: o físico alemão Eugen Goldstein adaptou um cátodo perfurado à ampola de Crookes e observou um feixe de raios coloridos surgir atrás do cátodo, então os denominou de raios anódicos ou raios canais. Posteriormente eles passaram a ser chamados de raios positivos pois se movimentavam em direção oposta aos raios catódicos. PRÓTONS
  7. 7. Introdução à radioatividade • 1895: físico alemão Wilhelm Konrad Röentgen fazia experiências com as ampolas de Crookes • Tela de material fluorescente brilhava quando a ampola em que realizava experiências recebia uma descarga elétrica. • O tubo estar coberto com material opaco à luz - a tela estava recebendo uma emissão misteriosa de energia, que atravessava os corpos e atingia a tela. Sem saber o que eram esses raios, completamente desconhecidos até então, chamou-os de X. Raios X. Em 1901, Röentgen tornou-se o primeiro físico a receber um prêmio Nobel.
  8. 8. Descoberta do Raio X• Não sofriam nenhum reflexo ou refração na presença de um raio magnético• Henri Jules Poincaré : Suspeita que as substâncias fluorescentes devem emitir raio X• Becquerel: trabalho com materiais que ficavam fluorescentes ao receber energia solar• Materiais ficavam impressos no filme fotográfico: emitiam raio X
  9. 9. Mais experimentos...• Becquerel guardou uma amostra de urânio em uma gaveta escura com filme fotográfico• Resolveu revelar as chapas fotográficas• Surgimento de imagem bastante nítidas• Minério havia impressionado o filme fotográfico na ausência de luz• Não era raio X nem fluorescência
  10. 10. Descoberta da radioatividade • O urânio era responsável pelos raios emitidos • Radioatividade: capacidade do urânio em emitir raios • Busca para desvendar a natureza da radioatividade • Experimento de Rutherford
  11. 11. Experimento de Rutherford
  12. 12. Conclusões do experimento... • 3 tipos de partículas distintas: • Partículas alfa (α) sofrem pequeno desvio em direção à placa negativa: são partículas de massa elevada de carga POSITIVA • Partículas beta (β) sofrem grande desvio em direção à placa positiva: são partículas de massa pequena e de carga NEGATIVA • Raios gama (γ) : emissões que não sofrem desvio e atravessam a chapa- são radiações
  13. 13. Conclusão...• Através desse experimento concluiu-se que o átomo é INDIVISÍVEL...
  14. 14. Experimento das emissões espontâneas (Rutherford e Kaufmann)
  15. 15. Características das partículas radioativas
  16. 16. • Exercícios texto a respeito do tema Ao acessar a rede Internet, procurando algum radioatividade no Cade?"(http://www.cade.com.br), um jovem deparou-se com a seguinte figura, representativa do poder de penetração de diferentes tipos de radiação.• Com o auxílio da figura, julgue os itens que se seguem.• (0) A radiação esquematizada em II representa o poder de penetração das partículas beta.• (1) A radiação esquematizada em III representa o poder de penetração das partículas alfa.• (2) As partículas alfa e beta são neutras.• (3) Quando um núcleo radioativo emite uma radiação do tipo I, o numero atômico fica inalterado.

×