Livro de Daniel.

159 visualizações

Publicada em

Livro de Daniel. Capítulo IX
Parte II

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
159
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro de Daniel.

  1. 1. Daniel cap. 09 - parte 02 A oração que move o céu
  2. 2. A resposta de Deus à oração de Daniel Aspectos de como Deus ouviu e respondeu a oração do profeta Daniel
  3. 3. A oração de Daniel foi respondida prontamente por Deus – (2023). A resposta foi pronta e imediata. Daniel pediu urgência em sua oração. Somos informados que enquanto Daniel orava a resposta chegou (20-21). A resposta veio por intermédio de um anjo que assiste diretamente a Deus em Seu trono. Deus pode fazer muito mais do que pedimos e imaginamos. Daniel orava pela restauração da cidade de Jerusalém, mas a resposta de Deus tratou de coisas mais profundas, não apenas da restauração da cidade, mas da salvação eterna de Seu povo. Deus estava mais interessado em vidas do que na cidade. Deus sempre vai além do que imaginamos, isto faz parte de Seu maravilhoso caráter!
  4. 4. A oração de Daniel foi ouvida porque Deus amava muito a Daniel (23). Porque Daniel era amado no céu, Deus ouviu rapidamente suas preces. Sabemos que Deus ouve nossas orações por causa de Sua inúmera misericórdia. É a Graça e não por méritos próprios. Entretanto a Bíblia diz que o sacrifício dos perversos é abominação ao Senhor, mas, a oração dos retos de coração é Seu contentamento. Se há iniquidade no coração, Deus não nos ouve. A piedade do profeta moveu rapidamente as mãos de Deus em seu favor e em favor de toda uma nação. Daniel andou com Deus em sua juventude e velhice, como escravo e depois governador, na humilhação e na promoção, mas nunca, jamais se contaminou com as coisas desta vida. Esta é uma lição que devemos aprender! Intimidade com Deus resulta em vitória na oração!
  5. 5. É uma oração que recebe grande revelação do céu (24-27). Daniel recebe estupendas revelações de Deus. As janelas do futuro foram abertas! Que tipo de revelação ele recebeu? Em 1º lugar: Revelação sobre o Messias prometido (25). O Messias é descrito como o ungido de Deus, o grande sacerdote, o Rei, o cumprimento das leis dos profetas. O grande juiz, o Príncipe da paz, o Rei dos reis. Em 2º lugar: Daniel recebe revelação da Obra do Messias (24). Ele viria trazer a solução definitiva para o problema do pecado. Sua morte justificaria todo aquele que Nele cresse e livraria a alma da morte eterna. O perdão pelos pecados chegaria ao mundo e a justiça de Deus seria conhecida em sua plenitude!
  6. 6. Em 3º lugar: Daniel recebe a revelação sobre a rejeição do Messias (26). O Messias seria morto. Ele viria para morrer. Ele é sofredor mas o grande vencedor! O mais rejeitado entre os homens, alguém que conheceria a dor e o sofrimento. Ele seria moído por causa de nossos pecados. Ele beberia o cálice da ira de Deus por amor a nós. No verso seguinte o profeta recebe a revelação da vitória do Messias. Jesus é o fim da era da lei. Ele seria sacrificado de uma vez por todas. Não haveria mais necessidade de rituais com sangue e morte, pois o Cordeiro Santo seria sacrificado em nosso lugar. Tudo Ele consumará nos últimos dias!
  7. 7. 4º lugar: O anticristo será derrotado no final (27). Os que rejeitam a Cristo recebem o espírito do anticristo. Agora Deus fala da destruição do Inimigo mais mortal que a Igreja conhecerá. O apóstolo Paulo diz que o anticristo, o homem da iniquidade, será destruído pela manifestação da última vinda de Cristo (II Tess. 02.08). 5º lugar: Daniel recebe a revelação sobre o tempo de Messias, as setenta semanas (24-27). As setenta semanas são divididas entre 3 períodos de setes: 1) o primeiro período de sete “setes”. 2) o segundo período de sessenta e dois setes. 3) o terceiro período de uma semana. Assim temos: 7+62+1=70.
  8. 8. Como entender esta conta? Vejamos em primeiro lugar a posição dos pré-milenistas: Eles entendem que a primeira semana é u espaço entre a primeira e a segunda vinda de Cristo. Portanto seria uma “lacuna” profética. Em segundo lugar há os “dispensacionalistas”. Eles creem que a última semana foi adiada para ser a última semana dos últimos dias da Terra. Isso é obviamente impossível. Gabriel indica que o Messias seria morto nesta semana. Se isto fosse verdade, significaria que Jesus ainda não morreu por nós. Agora há os amilenistas: estes não creem na chamada “lacuna” profética. Cristo morreu na última semana para expiação de nossos pecados.
  9. 9. O mais importante aqui não é ficarmos fazendo contas e mais contas para se chegar a uma resposta. O mais significativo para nós é saber que Deus revelou ao profeta que Jesus virá no final dos tempos para destruir de vez as obras de Satanás. Quando, isso não importa tanto, mas que Ele virá e fará com que Satanás e seus demônios sejam derrotados por tora a eternidade, isso sim, tem grande força e poder em nossas vidas, pois, pela fé sabemos que Cristo já venceu as obras das trevas e um dia voltará para buscar Sua Igreja porque jamais se esqueceu dela. Todo o mal um dia terá fim e prevalecerá o bem, o amor, a paz que só Cristo pode nos proporcionar. O anticristo terá um tempo determinado para vencer e assolar o mundo, mas, este tempo acabará e virá do Dia do Senhor! Aleluia!

×