Conarh 2007

278 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conarh 2007

  1. 1. GESTÃO DA CARREIRA DA GERAÇÃO DIGITAL
  2. 2. GESTÃO DA CARREIRA DA GERAÇÃO DIGITAL Denize Athayde Dutra Diretora da Athayde Dutra Consultoria Empresarial Karla Lopez Gerente ............
  3. 3. O IMPERATIVO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL INTEGRANDO PESSOAS E ORGANIZAÇÕES Nosso contexto:
  4. 4. • Desenvolvimento da relação: •indivíduo/sociedade -indivíduo/espécie Sustentabilidade Cidadania Ética Democracia Realização da Humanidade Edgar Morin
  5. 5. TECNOLOGIA = EIXO DA SUTENTABILIDADE: MEIO OU FIM? CONECTIVIDADE & REDES DISSEMINAÇÃO DO CONHECIMENTO RESPOSTA EM TEMPO REAL INTEGRAÇÃO MUNDO “PLANO” INSTRUMENTOS DE GESTÃO INOVAÇÃO E-LEARNING
  6. 6. Desenvolvimento - inclui entre seus indicadores a capacitação dos profissionais que pensarão e negociarão as novas formas de acesso a mercados e tecnologias. A tecnologia pode contribuir de forma significativa, na medida em que suas ações sejam economicamente viáveis, socialmente justas, culturalmente aceitas e ecologicamente corretas, para assegurarem a sustentabilidade.
  7. 7. Hoje: • 20% do mundo consome 80% dos recursos • ¼ da população possui um padrão de vida aceitável Sustentabilidade e a geração digital Uma esperança: na nova geração! Sem antigos preconceitos, Sem fronteiras, Habituadas a compartilhar... Nicholas Negroponte
  8. 8. Descentralização Globalização Harmonização Capacitação Características poderosas da era digital Nicholas Negroponte
  9. 9. PERFIL DAS GERAÇÕES “BOOMERS” “GERAÇÃO X” GERAÇÃO NET 1945/1965 1965/1977 1977/... Otimista Lado positivo Cético Questionador Conexão globais Contestadores Trabalho duro Envolvimento Crescimento pessoal Independência Autoconfiança Questiona autoridade Realização Diversidade Colaboração Têm conhecimento e experiência, mas são cercados de temor A vontade Proficientes na tecnologia Tecnologia é algo natural na vida Bem mais informados Necessidade de controlar toda a situação Permitem que outros participem, mas gostam de controlar Participação ativa Auto-estima elevada
  10. 10. VALORES DA GERAÇÃO NET Materialista X Preocupados com questões sociais Alienados da política formal X Conscientes da necessidade de mudança do atual modelo social e político Valorização o relacionamento de diferentes formas Determinados X Preocupados com os desafios do futuro Relação com o trabalho: colaborativo, inovadores, chefe? Imediatistas Exigência de tecnologias cada vez mais avançadas
  11. 11. O que entendemos por carreira? “ Carreira são as seqüências de posições ocupadas e de trabalhos realizados durante a vida de uma pessoa. ... envolve uma série de estágios e a ocorrência de transições que refletem as necessidades, motivos, aspirações individuais, expectativas e imposições da organização e da sociedade. Da perspectiva do indivíduo, a carreira encerra o entendimento e a avaliação de sua experiência profissional, enquanto da perspectiva da organização engloba, políticas, procedimentos e decisões ligadas a espaços ocupacionais, níveis organizacionais, compensação e movimento de pessoas. Essa perspectiva são conciliadas dentro de um contexto de constante ajuste, desenvolvimento e mudança”. (London & Stumpf,1982)
  12. 12. PESQUISASDEMONSTRAM: JOEL DUTRA (Manual Gestão de pessoas e equipes – ABRH) DÉCADA DE 90: 2% TINHAM PROJETO PROFISSIONALESTRUTURADO 98% DEIXAVAM O PROJETO DE CARREIRA POR CONTA DA EMPRESAOU DO ACASO TENDIAA ZERO O % DE PESSOAS QUE PASSAVAM PELO SERVIÇO DE RECOLOCAÇÃO E TINHAM PROJETODE CARREIRA ESTRUTURADO
  13. 13. ASPECTOS QUE INFLUENCIAM A BAIXA IMPORTÂNCIAATRIBUÍDAAO PROJETO DE CARREIRA: Característica cultural do brasileiro = não planejamento Apropriação das oportunidades de mercado Falta atitude proativa = gerar as próprias oportunidades Inexistência de estímulos à reflexão sobre o futuro JOEL DUTRA Manual Gestão de pessoas e equipes – ABRH
  14. 14. TENDÊNCIAS NA GESTÃO DA CARREIRA DA GERAÇÃO DIGITAL: Competitividade do mercado exige aumento da qualificação profissional Características e demandas diferenciadas da geração NET Necessidade de dar mais foco ao aprendizado, as redes de relacionamento, a sua área de especialização (sem perder a visão sistêmica); Perspectiva de crescimento horizontal; Autoconhecimento é a base do processo de desenvolvimento da carreira.
  15. 15. GERAÇÃO DIGITAL E OS NOVOS PARADIGMAS: DEMANDA PELA AUTO-GESTÃODA CARREIRA Sujeito assumindo a autoria de sua história Sujeito como “produto”_”reprodutor”_”produtor” do meio; Responsabilidade da carreira na mão do indivíduo; Competência crítica = autodesenvolvimento; Visão holística: projeto de vida + projeto de carreira; Significado do trabalho: missão, visão, valores; Maior ênfase no potencial individual e menor no mercado;
  16. 16. Conhecimentos: Conhecimento especializado Conhecimento do negócio Visão sistêmica Habilidades: Comunicação Efetiva. Espírito de equipe. Desenvolvimento e implementação de projetos Uso da tecnologia e de suas ferramentas Competências críticas para os profissionais da geração digital
  17. 17. Competências críticas para os profissionais da era digital Atitudes: Compromisso com o aprendizado Síntese de conteúdo. Multitarefa & Flexibilidade Criatividade. Proatividade Liderança ????????
  18. 18. Pilares da Educação do Futuro Jaques Delors Aprender a conhecer Aprender a fazer Aprender a viver juntos, aprender a conviver com os outros Aprender a SER
  19. 19. “BOOMERS” “YOUNGER LEARNER “ Ritmo uniforme e pausado Ritmo acelerado Instruções e diretrizes centradas no instrutor/facilitador Incentivo à interação e engajamento no processo Focado no conteúdo Aprendizagem Significativa Abordagem linear Variedade de Opções Prudência no uso do lúdico Divertido/ Lúdico/Dinâmico Desenvolvimento da carreira Ações de T&D nas diferentes gerações
  20. 20. qComputador/Internet = ampliam a interação social, a construção e a democratização do conhecimento. qUso intensivo de mídia = ferramentas do Google, Orkut, Skype, MSN, Blogs, Wikis, Podcasts, YouTube, etc. qNecessidade de lidar com maior volume de informações COMO TRABALHAA GERAÇÃO DIGITAL?
  21. 21. Como agir com a geração digital ? Emocione. Não subestime o poder da diversão para manter a atenção das pessoas. Crie um ritmo para o conteúdo, alternando a parte do cérebro que está sendo exercitada. O seu trabalho gira em torno de como o “NET” se sente sendo parte de uma experiência.
  22. 22. Na visão de Jack Welch: Impactos no negócios: - participação ativa na rede = aproximação do consumidor - aumento da capacidade de aprendizado da organização - entrega de bens e serviços com maior valor possível - poder = velocidade de reação Gestão na era digital
  23. 23. Na visão de Jack Welch: Geração NET deve assumir o papel de mentor das gerações “anteriores”: ensinar a utilizar a tecnologia que eles dominam a serviço do negócio. Favorecimento à inovação. Impactos na forma de “viver”. Gestão na era digital
  24. 24. Gestão da carreira na era digital Como podemos usar a tecnologia para fazer a gestão das carreiras?
  25. 25. Quais são os nossos desafios? NÓS , Profissionais da Gestão de Pessoas estamos preparados para: Atrair a geração NET para nossas empresas? Mantê-los produtivos, comprometidos, satisfeitos, felizes? Contribuir com a sua formação e com o desenvolvimento de sua carreira? Prover políticas e práticas que sustentem as demandas da geração NET quanto a suas atuais carreiras e as novas que ainda irão surgir?
  26. 26. Nossa pergunta crítica: Que impacto os conceitos aqui abordados e os desafios identificados podem ter sobre a sua carreira e o seu negócio?
  27. 27. Obrigado! Contato: Denize:ddutra@athaydedutra.com.br Karla: karla@xnx.com.br

×