A chegada do homem na america
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A chegada do homem na america

on

  • 5,365 visualizações

Prof:Jane Gray

Prof:Jane Gray

Statistics

Visualizações

Total Views
5,365
Views on SlideShare
5,365
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
167
Comments
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

A chegada do homem na america A chegada do homem na america Presentation Transcript

  • De acordo com a teoria do Estreitode Bering, o homem teria chegado à América através do Estreito de Bering, localizado entre o extremo leste do continente asiático e o extremo oeste do continente americano, os dois pontos se encontram separados por 85 km.
  • Estreito de Bering ou Beríngia foi uma porção de terra firme,com aproximadamente 1600 km de norte a sul na sua máximaextensão, que juntou o Alasca ea Sibéria durante as glaciações.
  • Até que umadescoberta viria abalar todo ocorpo científico!
  • Ossadas humanas descobertas na região de Lagoa Santa-MG estão desafiando as teorias a respeito da ocupação humana do continenteamericano por dois motivos. Primeiro porque osfósseis encontrados são bem mais antigos do que as datas estabelecidas por essas teorias para a ocupação da América. Segundo porque o biólogo Walter Alves Neves, da USP, os humanos que habitavam essa região possuíam traços negróides, e não mongolóides do modo como são todos os povos indígenas americanos até então conhecidos.
  • A ossada de uma mulher encontrada na gruta de Lapa Vermelha IV, em Lagoa Santa, ganhou o apelido deLuzia, dado por Walter Neves numaalusão a Lucy,( a fêmea da espécie Australopithecus afarensis achada na Etiópia em 1974, que tem 3,2 milhões de anos.)
  • Lucy é um fóssil deAustralopithecus afarensis de 3,2 milhões de anos, descoberto em 1974 peloprofessor Donald Johanson epelo estudante Tom Gray em Hadar, no deserto de Afar(Etiópia) quando uma equipe de arqueólogos fazia escavações. Chama-se Lucypor causa da canção "Lucy in the Sky with Diamonds" dabanda britânica The Beatles.
  • Alguns pesquisadores identificam outroscaminhos migratórios, como as ilhas Aleutas,também por passagem terrestre, ou então poruma precária navegação iniciada nas ilhas daPolinésia. Remadores da Polinésia teriam navegado pelooceano Pacífico até alcançar o litoral sul-americano. Nessa aventura que durou muitasgerações, esses grupos de navegantes pré-históricos lançaram-se ao mar em diferentesmomentos.
  • Em meados dos anos 80, na Serra de capivara, sul doPiauí, uma equipe de arqueólogos encontrou vestígios de uma fogueira, cuja datação ultrapassa 50 mil anos, o registro mais antigo do homem nas Américas. Aarqueologia está sujeita a reviravoltas. Cada vez que seencontra um caco de osso, cerâmica ou qualquer outro objeto, isso pode alterar tudo o que se acreditava atéentão. De acordo com as últimas teorias o povoamento do continente americano teria começado pelo norte, vindo da Ásia pelo Estreito de Bering há cerca de 30 mil anos. Mas isso vem sendo contestado pelas pesquisas do Piauí. Foi reforçada a hipótese de que ohomem chegou ao sul do continente bem antes do que no norte.
  • Sambaqui (do tupi tambakï; literalmente"monte de conchas"), também conhecidos como concheiros, casqueiros, berbigueiros, sãodepósitos construídos pelo homem constituídos por materiais orgânicos, calcários e que, empilhados ao longo do tempo vem sofrendo a ação de intempérie; acabaram por sofrer umafossilização química, já que a chuva deforma asestruturas dos moluscos e dos ossos enterrados, difundindo o cálcio em toda a estrutura epetrificando os detritos e ossadas porventura ali existentes.
  • Mas essas elevações contêm ossos de mamíferos,equipamentos primitivos de pesca e até objetos de arte,num verdadeiro arquivo pré- histórico.
  • Os arqueólogos calculam que existam milharesde sambaquis espalhados pela costa do país. Não se sabe ao certo o que levou nossos ancestrais a construírem essas curiosas montanhas. Durantemuito tempo, pensou-se que elas eram formadas apenas por restos de alimentos, uma espécie de lata de lixo da pré-história. Mas uma investigação mais detalhada revelou que, alémde vestígios de comida, havia muitos esqueletos, levando especialistas a acreditarem que boa parte deles era também cemitério.
  • CHAPADA DIAMANTINA
  • A Serra da Capivara em São Raimundo Nonato, no Piauí, é a área ondeexiste a maior quantidade de sítios arqueológicos de toda a América. Foi reconhecido em 1991 como Patrimônio Cultural da Humanidade pelaUNESCO e sobre a administração da FUMDHAM - Fundação Museu do Homem Americano.
  • A Ponte Terrestre de Bering foiimportante porque permitiu a migração de seres humanos da Ásia para as Américas, assim como várias espéciesde animais terrestres, incluindo leões e chitas, que evoluíram para espécies endêmicas da América do Norte, atualmente extintas, e exportando camelídeos para a Ásia.
  • Sinopse do filme “A guerra do Fogo”O filme retrata um período na pré-história e dois grupos de hominídeos. Oprimeiro, que quase não se diferência dos macacos por não ter fala e se comunicaratravés de gestos e grunhidos, é pouco evoluído e acha que o fogo é algosobrenatural por não dominarem ainda a técnica de produzi-lo; o outro grupo émais evoluído e tem uma comunicação e hábitos mais complexos, como ahabilidade de fazer o fogo. Esses dois grupos entram em contato quando o fogo daprimeira tribo é apagado em uma guerra com uma tribo hominídeos maisprimitivos, que disputam pela posse do fogo e do território. Noah, Gaw e Amoukar(membros do primeiro grupo) são destacados a uma jornada para trazer umanova chama acesa para a tribo. Nesse caminho deparam -se com um grupo decanibais, e resgatam de lá Ika, uma mulher pertecente ao grupo mais evoluído. Docontato com essa mulher, os três caçadores do fogo aprendem muitas coisas novas,já que ela domina um idioma muito mais elaborado que o deles, assim comodomina também a técnica de produção do fogo. Levados por diversascircunstâncias a um encontro com a tribo de Ika, percebem que há uma maneiradiferente de viver; observam as diferentes formas de linguagem, o sorriso, aconstruções de cabanas, pintura corporais, o uso de novas ferramentas, e mesmoum modo diferente de reprodução.