Projeto interdisciplinar

5.766 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.766
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto interdisciplinar

  1. 1. TEMA: ARTE AFRICANA
  2. 2. Eliza Lombardi CarneiroKarina Cançado ValérioKatiana Souza ReisMaria Fernanda Teixeira Herig
  3. 3.  PLANEJAMENTO DIDÁTICO:Desenvolver um projeto que deverá se desenvolver ao longo de 4 semanas, com duas aulas por semana, junto à crianças do 4 ano do Ensino Fundamental I, cuja culminância seja a exposição dos processos de aprendizagem e produções realizadas pelos alunos. OBJETIVOS: Meta 7 do PNE (Aumento do IDEB), estratégia 7.16: “Garantir o ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena, nos termos da Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, e da Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008, por meio de ações colaborativas com fóruns de educação para a diversidade étnico-racial, conselhos escolares, equipes pedagógicas e com a sociedade civil em geral.” A lei 11.645/2008 que regulamenta o ensino, em seu eixo transversal, da cultura afro-brasileira e indígena como também, a carência de subsídios sobre esta questão. Regulamenta o ensino da África e de sua cultura no currículo escolar, de forma a desmitificar a relação desse povo com o Brasil como até então tem sido estudado nas escolas, sob uma ótica vitimizada, escravista, subjugados ao trabalho braçal e à pobreza. O estudo da África deve se ater, sobretudo, às grandes contribuições que esses povos trouxeram ao Brasil, enriquecendo nossa nação com sua diversificada cultura, em suas mais diferentes formas de expressão. Dessa forma, resgatar a cultura e a arte africana tecendo-as sobre o ensino das artes é o principal objetivo deste projeto, que visa estabelecer relações entre os povos, desenvolver o reconhecimento e a apreciação da arte africana, compreendendo todo o universo histórico que o cerca, além de proporcionar aos alunos a possibilidade da recriação das artes africanas, sob a ótica atual de cada aluno.
  4. 4. Desta forma, a lei torna “obrigatória” nas escolas de educação básica a discussão afro-brasileira e indígena na disciplina de história, literatura e artes, sendo no caso da história,incluída como pontos transversais nas discussões historiográficas nas salas de aula. Nessesentido observemos o que decreta a constituição brasileira em seu Artigo 1º. Art. 1º O art. 26-A da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a "Art. 26-A. Nosestabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, torna-seobrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena. 1º O conteúdo programático a que se refere este artigo incluirá diversos aspectos dahistória e da cultura que caracterizam a formação da população brasileira, a partir desses doisgrupos étnicos, tais como o estudo da história da África e dos africanos, a luta dos negros edos povos indígenas no Brasil, a cultura negra e indígena brasileira e o negro e o índio naformação da sociedade nacional, resgatando as suas contribuições nas áreas social,econômica e política, pertinentes à história do Brasil. 2º Os conteúdos referentes à história e cultura afro-brasileira e dos povos indígenasbrasileiros serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas deeducação artística e de literatura e história brasileiras." (NR) Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Brasília, 10 de março de 2008; 187º da Independência e 120º da República. (TEXTO DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL)
  5. 5.  1 Atividade : Fazer o levantamento do conhecimento prévio que os alunos possuem sobre a África, retomando questões pertinentes ao cotidiano deles, como a copa de 2010 que ocorreu na África do Sul, a mistura de povos no Brasil, a escravidão e a influência cultural exercida pelos africanos sobre a cultura brasileira 2 Atividade : Após as anotações relevantes trazidas pelos alunos, conduzi-los à sala de informática, onde serão orientados a pesquisar na internet sobre a arte africana, fazendo os registros respectivos à ela. 3 Atividade : Como tarefa de casa, solicitar uma pesquisa junto aos amigos e família sobre objetos de arte africana ou fotos que tenham em casa e que possa ser levado à escola para apreciação de todos os alunos. Pedir que levem também material de sucata, principalmente caixas e vasilhas plásticas.
  6. 6.  Conversar com os alunos sobre o que trouxeram e colocar os objetos e fotos à apreciação deles, pedindo que registrem suas impressões, ressaltando a importância da preservação da memória de produções artísticas, que ajudam a contar histórias, assim como a compreender os hábitos e costumes de determinado povo. Passar o vídeo sobre arte africana disponível em www.portaldarte.com.brarteafricana.html e após toda a contextualização histórica e leitura de imagem, iniciar o processo de produção artística, baseados na leitura e conhecimento histórico já apreendidos anteriormente. Oficina 1: Trabalhar com as principais cores das artes africanas (vermelho, preto, laranja e amarelo)assim como a forma geométrica dos traços nas pinturas africanas, na pintura das caixas e vasilhas, utilizando-as como porta- trecos, dando utilidade às sucatas que iriam para o lixo, de acordo com a pintura e a geometria africana.
  7. 7.  “ A arte africana representa os usos e costumes das tribos africanas. O objeto de arte é funcional, desenvolvido para ser utilizado”
  8. 8.  ”A escultura foi uma forma de arte muito utilizada pelos artistas africanos usando-se o ouro, bronze e marfim como matéria prima. Representando um disfarce para a incorporação dos espíritos e a possibilidade de adquirir forças mágicas, as máscaras têm um significado místico e importante na arte africana sendo usadas nos rituais e funerais. As máscaras são confeccionadas em barro, marfim, metais, mas o material mais utilizado é a madeira.”
  9. 9. “Nas pinturas, assim como nas esculturas, a presença da figurahumana identifica a preocupação com os valores étnicos, morais ereligiosos.”
  10. 10.  “Observem como a imagem criada por Pablo Picasso, nesse auto-retrato, o artista revela toda a influência da arte africana sobre o seu trabalho. Observe também nas cores a predominância dos tons terrosos”.
  11. 11.  Na 5º semana, os trabalhos confeccionados pelos alunos e os trazidos por eles de casa deverão ser expostos no pátio da escola,assim como uma apresentação de capoeira, sendo aberta à visitação pela comunidade, numa feira artística e cultural, que deverá se repetir bimestralmente ou semestralmente, utilizando o ensino da arte-educação como fio condutor da aprendizagem formal e cultural.
  12. 12.  A tecnologia é uma recurso muito importante que pode e deve ser usado a favor da educação. Com a internet o que estava tão longe pode se aproximar e o que não era entendido pode clarear diante dos olhos como uma grande mágica a favor da cultura e do processo de aprendizagem. A internet é um instrumento e não o agente do processo. O docente sim, o profissional da educação tem que dominar os recursos que faz uso para que os instrumentos utilizados tenham uma função clara e satisfatória. Com a internet a África não é mais um continente tão distante, fazer máscaras com argila passa a ter outros referenciais, o uso de roupas se amplia quando se entra em contato com o clima da África e a cultura como um todo. O aluno pode circular entre as carrancas ou assistir um vídeo de capoeira e tudo será mais amplo no seu mapa de mundo e no seu processo de aprendizagem como um todo.
  13. 13.  http://www.anpuhpb.org/anais_xiii_eeph/textos/ST%2003% 20- %20Li%C3%A9lia%20Barbosa%20Oliveira%20e%20Thomas%2 0Bruno%20Oliveira%20TC.PDF www.portaldarte.com.brarteafricana.html http://www.google.com.br/imgres?q=arte+africana&um=1&hl=p t-BR&rlz=1R2ADRA_pt- BRBR433&biw=1024&bih=414&tbm=isch&tbnid=WPvxCbQkK gs23M:&imgrefurl=http://www.soniamoura.com.br/%3Fm%3D2 01004&docid=oTWta_agazaQyM&imgurl=http://www.soniamou ra.com.br/wp- content/uploads/2010/04/mascaras_africanas.jpg&w=450&h=372 &ei=- eCvTvKnD869tgef2qmAAg&zoom=1&iact=hc&vpx=734&vpy=8 9&dur=359&hovh=204&hovw=247&tx=216&ty=206&sig=111596 842857987189225&page=6&tbnh=87&tbnw=105&start=92&ndsp =18&ved=1t:429,r:17,s:92

×