Aula incisivos inferiores itpac 2013

6.413 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.413
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula incisivos inferiores itpac 2013

  1. 1. Prof Richard
  2. 2. INCISIVOS CENTRAL E LATERAL INFERIORProf Richard
  3. 3. Distribuição espacial da coroa dos incisivos inferioresProf Richard
  4. 4. v Coroa dental vista pela face mesialProf Richard
  5. 5. Coroa dental vista por oclusalProf Richard
  6. 6. Áreas decontatoProf Richard
  7. 7. Coroa dental vista pela face oclusalProf Richard
  8. 8. Coroa dental vista pelas faces proximais M DProf Richard
  9. 9. 1. Coroa 2. Raiz 3. Cavidade pulpar 4. Septo interalveolar 5. Crista alveolar 6. Cortical alveolar (lâmina dura) 7. Espaço periodontalProf Richard
  10. 10. Incisivocentralinferior V L MProf Richard
  11. 11. Incisivo central inferiorProf Richard
  12. 12. INCISIVOS CENTRAL E LATERAL INFERIORProf Richard
  13. 13. Incisivolateralinferior V L MProf Richard
  14. 14. Incisivo lateral inferiorProf Richard
  15. 15. Incisivo central inferior VProf Richard Incisivo lateral inferior
  16. 16. Incisivo central inferior MProf Richard Incisivo lateral inferior
  17. 17. Incisivo central inferior Incisivo lateral inferiorProf Richard
  18. 18. COMPARATIVO Acidentes Anatômicos Incisivo Central Inferior Incisivo Lateral Inferior Tamanho e simetria Menor, simétrico (difícil identificar os Maior, assimétrico lados mesial e distal) Sulcos de desenvolvimento e lobos Pouco evidentes Mais evidentes Contorno da face vestibular Trapezoidal muito alongada, quase Trapezoidal mais alargada, quase retangular(M e D paralelas) triangular (M e D convergem colo) Ângulos mésio e distoincisal Retos Ângulo M-I reto ou agudo e D-I obtuso e arredondado Relação borda incisal/cingulo Borda incisal ângulo reto com eixo V-L Não há ângulo reto na intersecção, coroa (ângulos MI e DI ficam em linha e torcida em relação a raiz,( âng DI cíngulo centralizado) projeta-se lingualmente e cíngulo deslocado para distal) Borda Incisal Retilínea ( ou inclinada para M, por Inclinada para D desgaste natural) Raiz Menor, reta, sulcada longitudinalmente Maior, desviada para distal, sulcos mais de ambos os lados profundos, principalmente o DProf Richard
  19. 19. ParalelismoProf Richard
  20. 20. Bossas pouco evidentesProf Richard
  21. 21. Inclinação do incisivo central inferiorProf Richard
  22. 22. Reabsorções radicularesProf Richard
  23. 23. Incisivo central inferiorProf Richard
  24. 24. Inclinação do incisivo lateral inferiorProf Richard
  25. 25. MProf Richard
  26. 26. COMPARATIVO Ângulos mesioincisal e distoincisal Parede mesial da raiz e coroa Comprimento M-D das incisaisProf Richard
  27. 27. IC IL Situação do Dente em relação a sua articulação 1. Localização 2. Situação nos alvéolosProf Richard
  28. 28. INCISIVOS INFERIORES IC ILProf Richard
  29. 29. IC IL Coroa 1. nº de faces 2. Forma 3. Convergência 4. Convexidade 5. Acidentes anatômicosProf Richard
  30. 30. FACE VESTIBULAR IC IL 1. face: lisa, convexa (horizontal e vertical) 2. Forma: trapezoidal, 4 margens (M, D, C e I)  3. Convergência: margens M e D convergem para a C, margem C forma  de meia lua com concavidade voltada para margem I e margem I reta   4. Convexidade: 2/3 inclinados para I 5. Relação com a raiz: margem M e D reta e continua com a raiz sem formar ângulo  6. Acidentes anatômicos: nâo tem Prof Richard
  31. 31. FACE LINGUAL IC IL1. face: côncava/convexa e menor que a vestibular e cristas marginaisdiscreta2. Forma: trapezoidal, 4 margens (M, D, C e I)3. Convergência: margens M e D convergem para a C, margem C forma emmeia lua com concavidade voltada para margem I, margem I reta para o IC e inclinada para a M no IL4. Convexidade: côncava suave   5. Relação com a raiz: margem M e D plana sem ângulo com a raiz, IL em ângulo com a raiz na face D 6. Acidentes anatômicos: fossa lingual rasa, cíngulo no 1/3 cervical discreto, 2 cristas marginais M e D, margem I em bisel vestibularProf Richard
  32. 32. IC IL Raiz 1. nº de raiz (s) 2. Forma 3. Cavidade internaProf Richard
  33. 33. RAIZ IC IL 1/3 cervical, médio e apical:  forma elipsóide com achatamento  proximal raiz única, forma elipsóide com achatamento proximal,  podendo determinar a presença de dois canais: vestibular e lingual  sulco longitudinal distal mais profundo que o mesialProf Richard
  34. 34. 42 41 31 32 82 81 71 72Prof Richard
  35. 35. CAVIDADE PULPAR Local existente dentro da coroa e raiz que aloja a Polpa. A polpa é composta por tecido conjuntivo, vasos e nervos. Responsável pela formação de dentina. É o elemento de defesa do dente.Prof Richard
  36. 36. Cavidade Pulpar é é dividida em: Câmara pulpar Canais radicularesProf Richard
  37. 37. Câmara Pulpar: Possui paredes vestibular, lingual, mesial e distal. A parede oclusal chamamos de teto da câmara pulpar. A parede cervical de assoalho.Prof Richard
  38. 38. Canal Radicular é dividido em : Canal dentinário Maior extensão Canal cementário 0,8 a 1mm final Termina no forame apicalProf Richard
  39. 39. Sistema de canaisradicularesProf Richard
  40. 40. Variação: canal bifurcadoProf Richard
  41. 41. Variação: canal fusionado canal bifurcado fusionadoProf Richard
  42. 42. Tamanho da Câmara Pulpar Ampla em dentes Diminuem de tamanho jovens com a idade, devido a deposição contínua de dentina.Prof Richard
  43. 43. Tamanho da Câmara Pulpar Também podem sofrer alteração devido a deposição de dentina mais intensamente em um local que necessita de proteção. Um exemplo é a deposição de dentina intensamente onde temos uma lesão cariosa, na tentativa de proteger a polpa.Prof Richard
  44. 44. Incisivos e Caninos: - acompanham a anatomia externa - geralmente unirradiculares - os superiores possuem canais mais volumosos, conóides e retos. - os inferiores canais mais estreitos devido ao achatamento mésio- distal.Prof Richard
  45. 45. Incisivo central inferiorProf Richard
  46. 46. Incisivo lateral inferiorProf Richard
  47. 47. Variações da anatomia radicular dos incisivos inferiores Prof Richard
  48. 48. FIMProf Richard

×