Relatório de física ( molas elásticas )

679 visualizações

Publicada em

relatório de física sobre elasticidade das molas.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
679
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de física ( molas elásticas )

  1. 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS – IFAM DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR CURSO DE TECNOLOGIA EM ALIMENTOS KARINA COSTA FUNDAMENTOS DE BIOLOGIA: CITOLOGIA Manaus 2014
  2. 2. KARINA COSTA CARVALHO EXPERIMENTO DE REAGENTES NAS CÉLULAS ANIMAL E VEGETAL. Trabalho de desenvolvimentos de relatório durante a disciplina de Biologia, Curso de Tecnologia em Alimentos. Professor: Kleber da Luz Bastos Manaus 2014
  3. 3. LISTA DE FIGURAS FIGURA 01 – ......................................................................... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED. FIGURA 02 – ......................................................................... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED. FIGURA 03 – ........................................................................ ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED.
  4. 4. SUMÁRIO INTRODUÇÃO......................................................................................................................... 5 1. OBJETIVOS ..................................................................................................................... 6 2. MATERIAIS UTILIZADOS ........................................................................................... 6 3. CONCLUSÃO ................................................................................................................... 9 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.................................................................................... 9
  5. 5. 5 INTRODUÇÃO A célula foi um grande passo de descoberta para os seres vivos, percebida pelo Inglês Roberth Hooke em 1667. Ela é a menor unidade estrutural básica dos seres vivos a palavra célula vem da palavra cella, que significa caixa pequena, no corpo humano existem cerca de 100 trilhões de células e cada uma dels tem uma capacidade extraordinária de criar cópias delas mesmas e divisão em duas, portanto as células são as principais unidades de Vida. A célula possui membrana plasmática, citoplasma e núcleo. A membrana plasmática exerce três funções: revestimento da célula, proteção e impermeabilidade seletiva. Ela tem a capacidade de selecionar qual substancia entra ou saem da célula, composta basicamente de lipídios e proteína, também chamada de composição lipoproteica. A membrana celular tem uma bicamada de fosfolipídios, que é uma camada interna e externa da célula contém também uma parte hidrófila que gosta de água, mas a parte interna é chamada de hidrofóbica não tem muito envolvimento com água. Essa membrana possui dois tipos de proteína as integrais que fazem parte de toda a membrana e as periféricas que como o nome já nos diz fazem parte da periferia dessa membrana, também são encontradas açúcar, carboidratos e colesterol. Há uma diferença entre célula animal e célula vegetal : a célula animal não possui parede celular ela contem uma membrana suave e núcleo escuro, já na célula vegetal observa-se que tem parede celular que é uma borda mas forte com estômato e feichos vasculares. O estômato e responsável pela entrada e saída de oxigênio o Co2 e os feichos, são para a entrada de água, nutrientes, ou seja, xilema de água e floema de nutrientes, também pode ser encontrado cera e cutícula que faz o processo de impermeabilidade protegendo o vegetal da dissecação. Essas são as principais características de uma célula.
  6. 6. 6 1. OBJETIVOS Nosso objetivo está estruturado da seguinte forma: a) Observar as características da parede celular vegetal.. b) Observar as características da membrana celular animal. 2. MATERIAIS UTILIZADOS  Placa de petri  Água  Pincel  Álcool  Agua destilada  Folhas do (ifam)  Isopor  Lamina  Pipeta  Piceta  Azul de toluidina  Lugol  Cloreto de ferro III  Ácido tônico  Xilidine ponceau  Lamínula de vidro  Sudam  Microscópio  Lamina de vidro
  7. 7. 7 3.PROCEDIMENTO 1 a) Procedimento do experimento animal: foi retirado material genético bucal, no caso o meu colocado na lamina de vidro e aplicado o reagente azul de toluidina com o uso do microscópio para observação da membrana celular. Núcleo Membrana celular
  8. 8. 8 3. PROCEMENTO 2
  9. 9. 9 4. CONCLUSÃO Neste experimento foi desenvolvidos conceitos da Lei de Hooke, caracterizado pelo cálculo da constante elástica, o mesmo demonstrou um desempenho satisfatório em relação. Devido ao condicionamento foi observado que quando a mola em serie ela tem o seguinte sistemas de forças: Fr= Força peso – força elástica Já o sistema em paralelo tem duas forças elásticas atuando a força contraria a do peso: Fr= força peso – 2 forças elásticas. Então entendemos por que as 2 formas tem resultados de deformação diferentes a mola em serie se torna mas flexível do que a mola em paralelO. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SAMPAIO, José Luiz; Calçada, Caio Sérgio. Física, 2ºed. São Paulo: Atual editora, v. único, 2005. SANT ANNA, Blaidi; Martini, Glória; Reis, Hugo Carneiro; Spinelli, Walter. Conexões com a Física, 1º ed. São Paulo: Moderna, v.1, 2010.
  10. 10. 10 SOUZA, João Leno Antônio. Determinação da Constante Elástica de Arranjos de Molas em Série e em Paralelo (Equilíbrio). São João Del –Rei. 2010. http://www.ebah.com.br/content/ABAAABSY4AA/relatorio-fisica-experimental- determinacao-constante-elastica-massa-mola-3. 17/04/2014.

×