Reprodução Assexuada
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Curtiu isso? Compartilhe com sua rede

Compartilhar

Reprodução Assexuada

  • 56,331 visualizações
Uploaded on

Apresentação de Quinta-Feira 30/11/08 ...

Apresentação de Quinta-Feira 30/11/08

O ficheiro original era do Windows Vista, teve de ser convertido, pelo que pode apresentar algumas diferenças, imagens fora do sitio tal como algum texto sobreposto

Mais em: Educação
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Be the first to comment
No Downloads

Visualizações

Visualizações totais
56,331
No Slideshare
54,926
A partir de incorporações
1,405
Número de incorporações
21

Ações

Compartilhamentos
Downloads
577
Comentários
0
Curtidas
9

Incorporar 1,405

http://terragiratg.blogspot.com.br 543
http://terragiratg.blogspot.pt 462
http://terragiratg.blogspot.com 194
http://www.slideshare.net 82
http://terragiratg.blogspot.nl 36
http://eshc11c.blogspot.com 27
http://eshc11c.blogspot.com.br 16
http://www.google.pt 9
http://eshc11c.blogspot.pt 7
http://terragiratg.blogspot.in 7
http://www.eshc11c.blogspot.com 6
http://terragiratg.blogspot.no 3
http://terragiratg.blogspot.com.es 3
http://terragiratg.blogspot.jp 2
http://www.google.com.br 2
http://terragiratg.blogspot.co.nz 1
http://terragiratg.blogspot.de 1
http://terragiratg.blogspot.com.ar 1
http://terragiratg.blogspot.mx 1
http://codice.shinystat.com 1
http://terragiratg.blogspot.ro 1

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. Reprodução Assexuada Chama-se Reprodução Assexuada aos processos através dos quais um organismo sozinho se multiplica, sem recurso a gâmetas, gerando assim uma nova geração.
    • O principais tipos de Reprodução Assexuada são:
    • Bipartição
    • Fragmentação
    • Gemulação
    • Esporulação
    • Partenogénese
    • Multiplicação Vegetativa
  • 3. Bipartição
    • Um individuo divide-se em dois iguais
    A Bipartição é um modo de reprodução assexuada a partir do qual um organismo se divide originando dois novos iguais a si e iguais entre si
  • 4. Embora seja o modo de reprodução primário usado por bactérias (Procariontes) também é usado por Eucariontes (como as amibas e paramécias) e até por seres multicelulares (como a planária). Paramécias Planária Amiba
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.  
  • 9. A bipartição assenta na já estudada Mitose. Como tal os seres assim gerados são Clones .
  • 10. Clone Um clone é um indivíduo derivado de outro e que possui o mesmo património genético do indivíduo original, produzido por reprodução assexuada. Natural Artificial
  • 11. Fragmentação Separação de fragmentos do corpo de um organismo, originando cada fragmento um novo individuo por regeneração.
  • 12. A Fragmentação é um processo que assenta na capacidade regenerativa dos organismos. O organismo ao fragmentar-se propositadamente ou por acidente origina vários fragmentos que se regeneram separadamente, dando origem a novos organismos iguais ao inicial.
  • 13. Este processo é usado principalmente por algas, estrelas do mar, planárias, etc.
  • 14. No entanto há limitações no processo. A capacidade de regeneração está limitada ao número e tipos de células que o fragmento consegue gerar com os materiais de reserva que possui. Como tal certos fragmentos podem regenerar muito mais lentamente ou até serem inviáveis
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19. Gemulação A gemulação é um processo mais complexo que os anteriores. Num organismo formam-se uma ou mais dilatações - gomos ou gemas - que crescem e desenvolvem-se originando novos organismos. Neste caso os descendentes, embora ainda Clones do organismo progenitor, são mais pequenos.
  • 20. Este tipo de reprodução é usado principalmente por Leveduras, Espongiários e Cnidarios. As gemulas podem separa-se do organismo progenitor ou manterem-se fixas a este originando colónias (como é o comum em esponjas e corais)
  • 21.  
  • 22.  
  • 23.  
  • 24.  
  • 25. Esporulação Esporulação é a formação de células reprodutoras especializadas (através de mitose) os esporos. Estas células são altamente resistentes, sendo pequenas e protegidas por uma forte parede celular. São capazes de se manter em forma latente germinando quando as condições forem favoráveis e gerando novos seres. É um modo de reprodução assexuado típico de fungos.
  • 26. A quantidade de esporos que é produzida deste modo por cada fungo é muito elevada. Conjuntamente com o seu pequeno tamanho e resintência estas estruturas podem ser dispersadas facilmente e sobreviver muito tempo em modo latente.
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30. Partenogénese Possivelmente um dos processos mais complexos de reprodução assexuada. A Partenogénese é um processo através do qual um gâmeta feminino se desenvolve originando um novo organismo, sem ter havido fecundação.
  • 31. Um caso interessante de partenogénese é o das abelhas: Tarefas das Obreiras por Idade
  • 32. Outros seres que usam Partenogénese são insectos, artrópodes, peixes e alguns lagartos. Carcharhinus limbatus C. inornatus C. neomexicanus C. tigris Dragão-de-Komodo
  • 33.  
  • 34.  
  • 35.  
  • 36. Este processo é bastante versátil. Vários seres, mesmo bastante diferentes o usam. Em casos como o dos insectos (abelhas) o dimorfismo sexual típico desta espécie é assim conseguido. Outros artrópodes como os pulgões e as dáfnias usam-no para conseguir um elevado número de descendentes em pouco tempo enquanto as condições do meio são favoráveis. Em casos como répteis e peixes a partenogénese é a resposta que estes apresentam face a uma diminuição do número de efectivos da sua população.
  • 37. Multiplicação Vegetativa Este é um método exclusivo das plantas. As estruturas vegetativas destas, raízes, caules ou folhas, por vezes modificadas, originam, por diferenciação, novos indivíduos.
  • 38. Existem modos de Multiplicação Vegetativa Naturais e Artificiais.
  • 39. Dentro da Multiplicação Vegetativa pode-se encontrar:
    • Enxertia
    • Estacaria
    • Mergulhia
    Naturais: Artificiais:
    • Estolhos
    • Folhas
    • Rizomas
    • Tubérculos
    • Bolbos
  • 40. Por este método resultar em clones do original, torna-se particularmente importante para a agricultura, pois assim é possível garantir a multiplicação de plantas com características importantes (como o caso da laranja sem sementes). Garfo Borbulha Encosto Enxertia Estacaria Por Caule Por Folha Mergulhia Alporquia (Mergulhia Aérea)
  • 41. Folha Bolbo Rizoma Estolho Tubérculos
  • 42. Vantagens
    • É simples e rápido
    • É possível conseguir uma grande quantidade de descendentes deste modo, pois de geração em geração os números aumentam exponencialmente.
    • Se começarmos com 1, na geração seguinte temos 2, depois 4, 8, 16… ao fim de 10 gerações 1024, de 20 serão 1048576, de 30 são 1073741824, etc…
    • Assim um organismo saudável, bem adaptado ao ambiente, consegue geral um grande numero de seres com as mesmas características, e logo, perfeitamente adaptados ao mesmo ambiente.
    • A não alteração da informação genética, ou seja, o processo de Clonagem é usado como um beneficio.
  • 43. Desvantagen s
    • Não há variabilidade genética:
      • Qualquer doença que afecte um membro da população afecta os outros
      • Baixa capacidade de resposta a alterações do meio
      • Sem mudanças a nível de material genético o fundo genético da população estagna
  • 44. Vantagens para o Homem Como os descendentes de um organismo que se reproduza assexuadamente apresente exactamente as mesmas características que o progenitor isto permite ao Homem ter um maior controlo de qualidade sobre os produtos que pode produzir com o recurso a estes organismos. Também lhe permite usar a multiplicação vegetativa em seu proveito, como demonstram os processos Artificiais desenvolvidos por si.
  • 45. Cerveja
  • 46. Iogurte
  • 47. Pão
  • 48. Queijo
  • 49. Vinho
  • 50. Agricultura
  • 51. Produtos Mistos
  • 52. Kimchi : Couve Fermentada, Prato emblemático da Coreia do Sul Kefir : Conjunto de leveduras e bactérias que produzem uma bebida de base de leite típica das estepes