CONAE 2014     EIXO II – EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL,INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS              Bárbara Carvalho ...
EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE
INTRODUÇÃO Educação e Diversidade: Justiça Social,  Inclusão e Direitos Humanos constitui o eixo  central da educação e o...
EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE Nas relações de poder, os grupos humanos  classificam as diferenças e hierarquizam–nas.  Com isso ...
EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE As políticas educacionais voltadas para a  diversidade estão interligadas à garantia dos  direitos...
EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE Os movimentos sociais contribuem para a  politização das diferenças, da identidade e  as colocam n...
Proposições e Estratégias Recursos. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação  das Relações Étnico-Raciais. PNE...
22. Implementar políticas e  programas que considerem as especifcidades da educação em       espaços de privação de liberd...
23. Implementar a modalidade da EJA para o jovem,          o adulto, e o idoso , orientada para   oreconhecimento do direi...
25. Assegurar que a escola cumpra seu papel de espaço     privilegiado na promoção dos direitos humanos,       buscando ga...
28. Fomentar a produção de material didático específco   para cada território etnoeducacional, bem como odesenvolvimento d...
31. Ampliar a oferta do atendimento educacional  especializado complementar e suplementar à  escolarização de estudantes c...
33. Disponibilizar recursos de tecnologia     assistiva, serviços de acessibilidade e formação continuada de professores, ...
38. Garantir condições institucionais para o debate e a   promoção da diversidade étnico-racial e de gênero               ...
41. Garantir financiamento específIco às políticas   de acesso e permanência, para inclusão dos     negros, povos indígena...
CONCLUSÃOA garantia do direito à diversidade na políticaeducacional e a efetivação da justiça social, dainclusão e dos dir...
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade  justiça social, inclusão e direitos humanos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direitos humanos

13.752 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.752
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
386
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direitos humanos

  1. 1. CONAE 2014 EIXO II – EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL,INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS Bárbara Carvalho Gomes Eliete Silva dos Anjos Franciele Menezes
  2. 2. EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE
  3. 3. INTRODUÇÃO Educação e Diversidade: Justiça Social, Inclusão e Direitos Humanos constitui o eixo central da educação e o objetivo da política educacional. Uma Educação pública, democrática, laica e com qualidade. A diversidade, como dimensão humana. Uma construção histórica, social, cultural, política.
  4. 4. EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE Nas relações de poder, os grupos humanos classificam as diferenças e hierarquizam–nas. Com isso as diferenças são descaracterizadas e transformadas em desigualdades. Os movimentos sociais: feminista, negro, indígena, quilombolas, LGBT, do campo, de pessoas com deficiências, entre outros, denunciam as ações de violências e atuam na perspectiva transformadora, reeducam a si a sociedade.
  5. 5. EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE As políticas educacionais voltadas para a diversidade estão interligadas à garantia dos direitos sociais e humanos e à construção de uma educação inclusiva. Faz-se necessária à realização de políticas, programas e ações concretas e colaborativas entre os federados. A participação da sociedade no debate e na elaboração das propostas a serem implementadas.
  6. 6. EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE Os movimentos sociais contribuem para a politização das diferenças, da identidade e as colocam no cerne das lutas pela afirmação e garantia dos direitos. Ainda existem muitos discursos, políticas e práticas de educação que se mantém neutro frente a luta da inclusão social, os mesmos negam a diversidade e reforça um determinado padrão de humano.
  7. 7. Proposições e Estratégias Recursos. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais. PNE e PNI. Acessibilidade. Valorização e formação dos/as profissionais da educação. Lei n.º 10.639/03. Lei n.º 11.525/07. Lei n.º 11.645/08.
  8. 8. 22. Implementar políticas e programas que considerem as especifcidades da educação em espaços de privação de liberdade (...) assim como de programas educativos namodalidade educação a distância (EAD),no âmbito das escolas do sistema prisional.
  9. 9. 23. Implementar a modalidade da EJA para o jovem, o adulto, e o idoso , orientada para oreconhecimento do direito humano e cidadão, a diversidade cultural, linguística, racial, étnica e de gênero. 24. Criar, incentivar e fortalecer, com apoio financeiro, comitês estaduais, distrital e municipais de estudos e pesquisas em direitos humanos e produção de materiais didáticos, de apoio pedagógico e tecnologia assistiva.
  10. 10. 25. Assegurar que a escola cumpra seu papel de espaço privilegiado na promoção dos direitos humanos, buscando garantir a inclusão, o respeito e a valorização das dife- renças (...) 26. Garantir que o espaço escolar propicie a liberdade de expressão, a promoção dos direitos humanos e a inclusão educacional.27. Desenvolver ações conjuntas e articuladas pelo diálo go e fortalecimento do FNE e Diversidade Étnico-Ra- cial, Fórum de Educação Escolar Indígena, Fórum de Educação do Campo, Fórum de Educação Inclusiva, Fórum de Educação em Direitos Humanos, Fórum de EJA, Fórum de Educação Profissional (...)
  11. 11. 28. Fomentar a produção de material didático específco para cada território etnoeducacional, bem como odesenvolvimento de currículos, conteúdos e metodolo- gias específcas para o desenvolvimento da educação escolar indígena. 29. Apoiar a alfabetização de crianças do campo, indígenas, quilombolas e de populações itinerantes, com a produção de materiais didáticos específicos (...)30. Inserir a temática dos direitos humanos nos projetos político-pedagógicos das instituições educacionais dos respectivos sistemas ensino.
  12. 12. 31. Ampliar a oferta do atendimento educacional especializado complementar e suplementar à escolarização de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, matriculados na rede pública de ensino regular, a oferta da educação bilíngue libras/língua portuguesa em contextos educacionais inclusivos (...)32. Promover a educação inclusiva, por meio daarticulação entre o ensino regular e o atendimento educacional especializado complementar, (...)
  13. 13. 33. Disponibilizar recursos de tecnologia assistiva, serviços de acessibilidade e formação continuada de professores, para o atendimento educacional especializado complementar, nas escolas urbanas e do campo.34. Inserir na avaliação de livros do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE), de maneira explícita, critérios eliminatórios para obras que veiculem preconceitos (...)
  14. 14. 38. Garantir condições institucionais para o debate e a promoção da diversidade étnico-racial e de gênero (...)39. Orientar a expansão da oferta de EJA integrada à educação profissional, de modo a atender às pessoas privadas de liberdade nos estabelecimentos penais, assegurando a formação específica dos professores;40. Mapear situações de violência, de discriminação, de preconceitos, de práticas de violência e de exploração do trabalho, bem como de consumo de drogas e degravidez precoce entre os jovens atendidos por progra-mas de transferência de renda e de educação do ensino fundamental e médio (...)
  15. 15. 41. Garantir financiamento específIco às políticas de acesso e permanência, para inclusão dos negros, povos indígenas, além de outros extratos sociais historicamente excluídos da educação superior.Eu sou um intelectual que não tem medo de ser amoroso, eu amo as gentes e amo o mundo. E é porque amo as pessoas e amo o mundo, que eu brigo para que a justiça social se implante antes da caridade. Paulo Freire
  16. 16. CONCLUSÃOA garantia do direito à diversidade na políticaeducacional e a efetivação da justiça social, dainclusão e dos direitos humanos implicam asuperação de toda e qualquer prática deviolência e discriminação, proselitismo eintolerância religiosa.

×