Estimativas em Times Ágeis

1.085 visualizações

Publicada em

Argumentos sobre uso de Horas (absoluta), Pontos de Esforço (relativa) ou Lead Time (onde não há estimativa)

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.085
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
480
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estimativas em Times Ágeis

  1. 1. Estimativas em Times Ágeis Argumentos sobre uso de Horas (absoluta), Pontos de Esforço (relativa) ou Lead Time (onde não há estimativa)
  2. 2. Estimativa Relativa ● Sempre ocorre em relação com algo; ● Tamanho? Tempo? Complexidade? ● Baselines: estórias de referência usadas para estimativa; ● Baselines são as mesmas por todo o projeto. Todas as estimativas posteriores utilizam os baselines + o histórico para realizar novas estimativas.
  3. 3. Que tal não estimar? http://www.industriallogic.com/blog/stop-using-story-points/
  4. 4. Lead Time é uma opção! http://pt.slideshare.net/rodrigoy/porque-estimar-e-porque-deixar-de-estimar
  5. 5. Estimativa em Horas é usada? Encontrei algumas poucas referências ao seu uso. Parece que quem experimenta uma unidade relativa, não vê vantagem em voltar a usar uma unidade absoluta. A única exceção que me intrigou é a recomendação do reconhecido Mike Cohn, para usar homens-hora no Sprint Planning.
  6. 6. http://agenciaupside.com/blog/2012/07/02/scrum-horas-story-points-e-o-ideal/
  7. 7. http://www.mountaingoatsoftware.com/blog/why-i-dont-use-story-points-for-sprint-planning
  8. 8. http://c2.com/cgi/wiki?UsingHoursInsteadOfStoryPoints
  9. 9. Estimativa em Pontos
  10. 10. http://pt.slideshare.net/marciosete/estimativa-planejamento-e-progresso-sob-uma-viso-gil
  11. 11. http://pt.slideshare.net/lhfaria/leandro-fariaporquepontossaomelhoesquehoras
  12. 12. Esforço não muda com o tempo, homens/hora muda: http://blog.lambda3.com. br/2011/09/porque-estimativas-com-story-points-sao-melhores-do-que-com-horas/
  13. 13. Importante para planejar o futuro: http://pt.slideshare.net/macaubas/globo-weekly-techtalk-sprint-riskforecasting
  14. 14. http://www.rodrigodetoledo.com/publications/Agile/StoryPoints.pdf
  15. 15. http://www.yaharasoftware.com/Blog/tabid/323/entryid/6/Benefits-of-Story-Point-Estimation.aspx
  16. 16. http://www.agilebuddha.com/agile/agile-estimation-9-reasons-why-you-should-use-story-points/
  17. 17. ● 1. Points make it compulsory to use team’s performance for release planning; ● 2. Prevents the need for frequent re-estimation; ● 3. Talking about “days of work” implies a level of specificity that isn’t real; ● 4. Story Points allays fear of commitment; ● 5. Focuses client conversation on the right questions if he understands Agile; ● 6. Story Points invites collaboration as team; ● 7. Story Points help drive cross functional behavior; ● 8. There is evidence that humans are good in relative estimation; ● 9. Story-points estimation is typically faster.
  18. 18. Pontos de Esforço e horas são contrários? Homens-hora podem funcionar, e talvez até ser usado como uma referência para começar o uso de story points, caso isso deixe o time mais confortável. O que importa é que a unidade seja relativa e não mude ao longo do projeto.
  19. 19. http://www.infoq.com/resource/minibooks/scrum-xp-from-the-trenches/pt/pdf/ScrumeXPDiretodasTrincheiras.pdf
  20. 20. Conclusões ● É importante estimar o tamanho, o tempo deve ser observado, não estimado. Com os dois, é possível planejar; ● Estimar em pontos de estória, de forma relativa, é essencial para colaboração e times multifuncionais; ● Para funcionar, o uso de pontos de estória precisa ser feito tendo Baselines sólidas como referência; ● Considerar Lead Time para o futuro é significativo.
  21. 21. Obrigado Time Meritt Kaléu Caminha, Scrum Master & Product Owner Certified

×