celular e educação

883 visualizações

Publicada em

celular na sala de aula, proibição do celular

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

celular e educação

  1. 1. O IMPACTO DASTECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
  2. 2. CELULAR E EDUCAÇÃOParticipantes:Daniel SôniaPauloCristianoJosé Wellington
  3. 3. Introdução  A entrada do Brasil na era da telefonia celular ocorreu em novembro de 1990.  Hoje somos: • 192 milhões de brasileiros.
  4. 4. O uso de celulares nas escolas.  Hoje em dia os telefones celulares são verdadeiras c e ntra is m ultim íd ia s c o m p uta d o riz a d a s onde se pode telefonar (Sim! Os telefones celulares ainda servem para telefonar!), ouvir rádio, mp3, assistir TV, tirar fotos, fazer filmes, gravar voz, jogar videogame, mandar e receber e-mails ou arquivos e acessar a Internet, dentre outras muitas funções.
  5. 5.  O acelerado desenvolvimento tecnológico aliado às suas potencialidades originais sinalizam condições favoráveis para que o celular se torne uma estratégia pedagógica na
  6. 6.  E é justamente por serem centrais multimídias computadorizadas que os telefones celulares deixaram de ser apenas telefones e passaram a ter múltiplas finalidades. E é claro que entre os muitos usos que podemos fazer deles, alguns também podem ser pedagógicos!
  7. 7.  Há uma falta de cultura digital da comunicação, levando a “demonizar” o celular, que tem levado a criar leis e regulamentos proibitivos que o impede de ser usado como ferramenta pedagógica na aula. (Moura)
  8. 8.  Se proibirmos o uso de cadernos acabaremos com os aviõezinhos de papel na classe?
  9. 9.  Claro que não podemos somente utilizar essa ferramenta sem também conscientizar, mas acredito que esse trabalho não deve ficar só a cargo do professor, a escola deve discutir isso, a escola precisa de um projeto político pedagógico com regras bem definidas, para que os pais e os alunos entendam o objetivo do trabalho.
  10. 10. Prós Permite acesso rápido à várias ferramentas como: Calculadora Bloco de anotações Câmera fotográfica e filmadora digital Acesso à internet
  11. 11. Contras Decreto nº 52.625 que regulamenta o uso de telefone celular nos estabelecimentos de ensino do Estado de São Paulo. Artigo 1º - Fica proibido, durante o horário das aulas, o uso de telefone celular por alunos das escolas do sistema estadual de ensino. Parágrafo único - A desobediência deste artigo acarretará a adoção de medidas previstas em regimento escolar. Artigo 2º - Caberá à direção da unidade escolar: I - adotar medidas que visem à conscientização dos alunos sobre a interferência do telefone celular nas práticas educativas. II - disciplinar o uso do telefone celular fora do horário das aulas. III - garantir que os alunos tenham conhecimento da
  12. 12. Aspectos negativos Desenvolvimento da aula Concentração e foco Atos ilícitos
  13. 13. Conclusão O celular é uma realidade na sala de aula, não temos como fugir dele ou proibir o seu uso em definitivo. O que podemos fazer é conscientizar os alunos a ter uma postura ética de como e quando usar o celular na sala de aula.
  14. 14. Bibliografia MOURA A., Geração Móvel: um ambiente de aprendizagem suportado por tecnologias móveis para a “Geração Polegar”. http://professordigital.wordpress.com/2010/01/13/uso-pedagogico-do-tele http://professordigital.wordpress.com/2012/01/30/tics-telefones- celulares-e-a-escolassaura http://escolaprofgabriel.blogspot.com.br/2010/12/artigo-celular-na- escola-um-processo-de.html http://www.educared.org/educa/index.cfm? pg=revista_educarede.especiais&id_especial=497 http://www2.dbd.pucrio.br/pergamum/tesesabertas/0310214_05_ca p_02.pdf http://udemo.org.br/Decreto%2052.625.htm

×