Globalização, Mercado e Produções simbólicas

1.198 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Globalização, Mercado e Produções simbólicas

  1. 1. UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO Faculdade de Humanidades e Direito Licenciatura em Ciências Sociais <ul><li>Módulo: Globalização, Democracia e Produções Simbólicas </li></ul><ul><li>Tema: Globalização, Mercado e Produções simbólicas </li></ul><ul><li>Profª : Verônica Aravena Cortes </li></ul><ul><li>Alcione Fátima da Silva Jurigan </li></ul><ul><li>PÓLO CAMPINAS – 5º PERÍODO </li></ul>
  2. 2. ATIVIDADE SOLICITADA: <ul><li>3.3: </li></ul><ul><li>Escolher 2 marcas e construir um PowerPoint apresentando </li></ul><ul><li>1. a origem dessa marca </li></ul><ul><li>2. como essas marcas são produzidas </li></ul><ul><li>3. apresentar os valores de indivíduos e/ou de sociedade que a marca veicula. </li></ul><ul><li>A atividade pode ser feita individualmente ou em duplas. </li></ul>
  3. 3. MARCAS ESCOLHIDAS: <ul><li>BMW </li></ul><ul><li>LOUIS VUITTON </li></ul>
  4. 4. ORIGEM BMW... <ul><li>A BMW ( Bayerische Motoren Werke ), em português “Fábrica de Aviões da Baviera” , começou com uma origem modesta em 1916, quando foi fundada por Karl Friedrich Rapp e Gustav Otto após a fusão de dois fabricantes de motores de avião da cidade de Munique: a Rapp Motorenwerke e a Gustav Otto Flugmaschinfabrik. Pouco mais de um ano depois, a empresa foi rebatizada com o nome que mantém até hoje. A Primeira Guerra Mundial proporcionou um crescimento rápido à empresa, que logo construiu amplas instalações a leste do antigo aeródromo de Oberwiesenfeld em Munique. Até 1918, forneceu motores para aviões militares. Sua história começou a mudar quando o Tratado de Versalhes, assinado após o fim do conflito mundial, proibiu à Alemanha de fabricar motores para aviões durante cinco anos. A BMW então, passou a fornecer motores de quatro cilindros para caminhões e barcos. A empresa deve o sucesso de seus produtos na fase inicial ao visionário engenheiro Max Friz. </li></ul><ul><li>Origem: Alemanha Fundação: 1916 Fundador: Karl Friedrich Rapp e Gustav Otto Sede: Munique, Bavária (BMW Tower) Proprietário da marca: BMW AG Valor da marca: US$ 21.61 bilhões (2007) Fábricas: 23 (espalhadas por 7 países) </li></ul>
  5. 5. ORIGEM LOUIS VUITTON <ul><li>Tudo começou em 1851, quando para cada viagem do imperador francês Napoleão III, era trazido ao Palais des Tuilleries um jovem aprendiz de cofreiro para embalar a bagagem da imperatriz Eugénie. O rapaz chamava-se Louis Vuitton, um suíço criado em Paris e filho de um marceneiro, que em 1854 fundou a MAISON LOUIS VUITTON no centro da capital francesa em plena Place Vendôme. E mesmo depois de aberta a loja ainda produzia sob encomenda produtos exclusivos e únicos como um baú que virava cama, sob solicitação de um explorador europeu, outro baú que virava charrete, para um viajante muito especial, e ainda, um baú flutuante para os praticantes de balonismo que volta e meia caíam no mar. Quase ao mesmo tempo, lançou as primeiras malles plates - um novo formato de baús, que facilitava a arrumação nos porões dos navios e o empilhamento nos trens - e o revestiu com sua assinatura em cinza. Tudo para atender às madames da época que viajavam de navio e precisavam de uma mala que pudesse ao mesmo tempo transportar de tudo e com muita classe. O material utilizado era sempre o mesmo: madeira, zinco, cobre e lonas impermeáveis. A ferramenta: seu apuro artesanal que conquistou ricos e nobres. As famosas caixas de chapéus eram feitas especialmente para estas viagens. Seus produtos despertavam inveja e inspiravam imitadores. Para boicotar as cópias, os baús se tornaram o primeiro produto manufaturado a levar uma assinatura do lado de fora: “marque L.Vuitton” . Foi em vão. A primeira utilização dos tradicionais monogramas das letras LV, granulados e nas cores ocre e café, que hoje é a marca registrada da LOUIS VUITTON, foi em 1896, quando Georges Vuitton, filho de Louis que morreu alguns anos antes, tentava diferenciar seus produtos das inúmeras imitações que eram produzidas. </li></ul><ul><li>Em 1987, o magnata francês Bernard Arnault comprou a grife da família Vuitton e, com ela, ergueu os pilares do LVMH (Louis Vuitton Moët Henessy), maior conglomerado de marcas de luxo do planeta. </li></ul>
  6. 6. COMO SÃO PRODUZIDAS... <ul><li>BMW </li></ul><ul><li>LOUIS VUITTON </li></ul>
  7. 7. BMW... <ul><li>Presente em todas as partes do mundo, o grupo BMW emprega mais de 107 mil pessoas em 23 fábricas de produção e montagem espalhadas por 7 países, com faturamento em torno de US$ 87.3 bilhões. </li></ul><ul><li>PAÍSES: </li></ul><ul><li>ÁFRICA DO SUL </li></ul><ul><li>ESTADOS UNIDOS </li></ul><ul><li>ÍNDIA </li></ul><ul><li>CHINA </li></ul><ul><li>CANADÁ </li></ul><ul><li>ÁUSTRIA </li></ul><ul><li>EGITO </li></ul>
  8. 8. LOUIS VUITTON... <ul><li>O processo de produção é de primeira. Os testes para avaliar a resistência dos produtos, por exemplo, são feitos em máquinas de raio ultravioleta a equipamentos que abrem e fecham o zíper das bolsas 5.000 vezes. Em vez de um artesão fazer uma bolsa do começo ao fim, como acontecia antes, as funções foram divididas. Cada bolsa é feita por um grupo de seis a doze funcionários. Além de tornar mais ágil a produção e ajudar a reduzir os defeitos, o novo modelo permitiu que a LOUIS VUITTON lançasse mais produtos a cada ano (em 2008 foram 71 modelos de bolsas lançados). O tempo para a chegada de produtos às lojas também foi reduzido à metade. Para isso, também foi importante a construção de um novo centro logístico. Localizado na cidade de Cergy, a 30 quilômetros de Paris, dali saem os produtos que serão enviados a seis centros regionais de distribuição espalhados pelo mundo. A marca LOUIS VUITTON ostenta o título de campeã de falsificações no mundo. Duas batidas policiais são feitas a cada semana no mundo, a pedido da empresa para tentar conter a falsificação de seus produtos. </li></ul><ul><li>Origem: França </li></ul><ul><li>● Fundação: 1854 ● Fundador: Louis Vuitton ● Sede mundial: Paris, França ● Proprietário da marca: LVHM Group </li></ul><ul><li>● Valor da marca: US$ 21.12 bilhões (2009) ● Lojas: 414 ● Fábricas: 14 ● Presença global: + 65 países ● Presença no Brasil: (5 lojas) ● Maiores mercados: Estados Unidos, Japão, China e França ● Funcionários: 14.000 </li></ul>
  9. 9. VALORES QUE ESSAS MARCAS DESPERTAM... <ul><li>BMW </li></ul><ul><li>LOUIS VUITTON </li></ul>
  10. 10. BMW... <ul><li>Ter uma BMW é privilégio de poucos... </li></ul><ul><li>A BMW é um carro que não deixa nada a desejar, se impõe em qualquer situação, pois dentro de uma BMW o valor que comunica a sociedade é : status, moral, respeito, auto estima ... </li></ul><ul><li>Para quem a possui o importante é aquele emblema e aquelas 3 letras é o que faz á diferença... </li></ul><ul><li>O carro mais barato lançado no Brasil , custa em torno de R$ 109.500,00... </li></ul>
  11. 11. LOUIS VUITTON... <ul><li>O monograma da marca caracteriza as pessoas ricas e de bom gosto </li></ul><ul><li>É sinônimo de poder, luxo e sofisticação... </li></ul><ul><li>O segredo de seu sucesso é aliar qualidade e exclusividade, criar objetos de desejo em número limitado, que muitas pessoas sonham ter, mas nem todas conseguem. Muito mais do que uma grife: uma lenda.... </li></ul><ul><li>A marca é tão almejada que existe a preocupação da empresa com as falsificações, que são inúmeras... </li></ul>
  12. 12. CONCLUSÃO: <ul><li>Essas marcas apresentadas são expressões de luxo e poder nas sociedades do mundo todo. O poder que essas marcas exercem sob o indivíduo que a possui aumenta seu prestígio e sua ascensão social, uma vez que, seu status social é refletido por esses valores que o indivíduo opta por assumir, demonstrando dessa forma com suas “marcas” uma maior projeção e de poder na sociedade . </li></ul>
  13. 13. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: <ul><li>disponível em: http://translate.google.pt/translate?hl=pt-BR&langpair=en%7Cpt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/BMW , acessado em 07/04/10 </li></ul>disponível em: http://edutp.com.br/?p=699 , acessado em 07/04/2010 Imagens: disponível em: http://images.google.pt/imgres? imgurl =http://www.mundodomarketing.com.br/images/materias/bolsa_louis_vuitton.jpg& imgrefurl =http://www.mundodomarketing.com.br/13,11398, a-sua-marca-e-autentica -. htm&usg =__TsOZhmiAXZnFBu2p-H7fZvQ7P1g=&h=303&w=380& sz =112&hl= pt-BR&start =15&um=1& itbs =1& tbnid =Z_yvo8xy6JvttM:& tbnh =98& tbnw =123& prev =/ images %3Fq%3Dimagem%2BLOUIS%2BVUITTON%26um%3D1%26hl%3Dpt-BR%26rlz%3D1T4MOOI_ pt -BRBR310BR310%26tbs%3Disch:1 , acessado em: 07/04/2010 disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Louis_Vuitton , acessado em: 08/04/2010.

×