VALAS: RISCOS
• Desprendimento de terras ou rochas por alteração
do equilíbrio natural do terreno;
• Desprendimento de ter...
VALAS: RISCOS
• Queda de terras ou rocha em “sapada”;
• Alteração do corte do terreno, e consequente aluimento,
devido ás ...
PRINCIPAIS MEIOS DE PROTECÇÃO
NAS ESCAVAÇÕES
 TaludesTaludes
SocalcosSocalcos
EntivaçõesEntivações
Escudos ou caixas d...
VALAS: EPC
– Existência de taludes
apropriados ao tipo de vala;
– Entivação das valas;
– Proteger com guarda-corpos e
roda...
CorrimãoCorrimão
CintaCinta
EstroncaEstronca
Prumo/Prumo/
estaca ouestaca ou
pranchapranchaGuardaGuarda
Entivação de acord...
Materiais mais utilizados
De acordo com o art.º 70 do Dec. 41821De acordo com o art.º 70 do Dec. 41821
 Madeira - Quando ...
Características mínimas das madeiras
Natureza do solo
Prumos Cintas Estroncas
Secção
Cm
Espaçamento
m
Secção
Cm
Espaçament...
ESCUDOS OU CAIXAS PARA
TRINCHEIRAS
 São estruturas pré – montadas, preparadas para resistirSão estruturas pré – montadas,...
VALAS: EPI
• Capacete de protecção;
• Botas impermeáveis com protecção mecânica;
• Botas de protecção mecânica;
• Semi-más...
MEDIDAS DE SEGURANÇA
• Eliminar , remover ou estabilizar todos os objectos que
ofereçam risco de desprendimento, na frente...
MEDIDAS DE SEGURANÇA
• Organizar o trânsito dos veículos de carga de tal modo que os
efeitos das sobrecargas e vibrações p...
MEDIDAS DE SEGURANÇA
• Eliminar, desviar ou estabilizar as estruturas da
vizinhança que possam vir a constituir risco dura...
MEDIDAS DE SEGURANÇA
• Definir e calcular previamente o processo de entivação, de acordo
com os esforços previsíveis;
• Ma...
• quando um acidente acontece, vários
factores entraram em acção
anteriormente por forma a permitir o
acidente.
• .. Ambiente social
• .. Causa pessoal
• .. Causa mecânica
• .. Acidente
• .. Lesão
• exemplos de aplicação de EPCs:
• 􀀻 sistema de exaustão que elimina gases, vapores ou
poeiras
• contaminantes do local de...
Valas
Valas
Valas
Valas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Valas

638 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Valas

  1. 1. VALAS: RISCOS • Desprendimento de terras ou rochas por alteração do equilíbrio natural do terreno; • Desprendimento de terras ou rochas por sobrecarga dos bordos da escavação; • Aluimento do terreno por talude inadequado; • Desprendimento de terras ou rochas por introdução no terreno de vibrações anormais; • Aluimento ou desprendimento do terreno ou rochas por infiltrações de água; • Desprendimento ou aluimento de terreno ou rochas devido a alterações das condições atmosféricas (frio, calor, chuva, ventos fortes); • Desprendimento ou aluimento de terreno ou rochas por alterações bruscas nas condições de escavação devidas a corte inadvertido de condutas subterrâneas de água; • Desabamento de estruturas vizinhas por descalce ou descompressão; • Desabamento do coroamento da escavação;
  2. 2. VALAS: RISCOS • Queda de terras ou rocha em “sapada”; • Alteração do corte do terreno, e consequente aluimento, devido ás intempéries; • Desabamento estrutural devido a sobreesforços imputáveis á perda de estabilidade de árvores, postes telefónicos, muros, etc., vizinhos dos trabalhos; • Interferência com outras condutas enterradas (gás, electricidade ou outras, com riscos específicos provenientes da natureza da conduta e/ou do conteúdo da mesma); • Queda de altura de pessoas (bordo da escavação ou talude); • Atropelamento ou esmagamento na manobra dos veículos industriais; • Capotamento ou derrapagem dos veículos industriais devido ao estado do piso e/ou inclinação inadequada do terreno; • Electrocussão por contactos directos ou indirectos com corrente eléctrica; • Afogamento por queda em poço de drenagem ou retenção.
  3. 3. PRINCIPAIS MEIOS DE PROTECÇÃO NAS ESCAVAÇÕES  TaludesTaludes SocalcosSocalcos EntivaçõesEntivações Escudos ou caixas de trincheirasEscudos ou caixas de trincheiras Nota:Nota: Escavações superiores a 6 metros deEscavações superiores a 6 metros de profundidade requerem um sistema de protecçãoprofundidade requerem um sistema de protecção desenhado por um Engenheirodesenhado por um Engenheiro
  4. 4. VALAS: EPC – Existência de taludes apropriados ao tipo de vala; – Entivação das valas; – Proteger com guarda-corpos e rodapé todo o bordo superior da escavação; – Evitar sobrecargas e vibrações motivadas pelo trânsito dos veículos pesados – Sinalizar o local de movimentação das máquinas.
  5. 5. CorrimãoCorrimão CintaCinta EstroncaEstronca Prumo/Prumo/ estaca ouestaca ou pranchapranchaGuardaGuarda Entivação de acordo com o Decreto nº 41821
  6. 6. Materiais mais utilizados De acordo com o art.º 70 do Dec. 41821De acordo com o art.º 70 do Dec. 41821  Madeira - Quando a profundidade < 5 mMadeira - Quando a profundidade < 5 m  Metal - Quando a profundidade > 5 mMetal - Quando a profundidade > 5 m
  7. 7. Características mínimas das madeiras Natureza do solo Prumos Cintas Estroncas Secção Cm Espaçamento m Secção Cm Espaçamento m Secção Cm Espaçamento vertical m Espaçamento horizontal m Consistência Média 5x15 1,80 - - 10x15 1,20 1,80 Pouca Consistência 5x15 0,90 10x15 1,20 10x15 1,20 1,80 Sem Consistência 5x15 Continuo 10x15 1,20 10x15 1,20 1,80 Art.º 72º do DL 41 821 – Tabela para profundidades entre 1,20 m e 3 mArt.º 72º do DL 41 821 – Tabela para profundidades entre 1,20 m e 3 m
  8. 8. ESCUDOS OU CAIXAS PARA TRINCHEIRAS  São estruturas pré – montadas, preparadas para resistirSão estruturas pré – montadas, preparadas para resistir a desmoronamentos, protegendo os trabalhadores.a desmoronamentos, protegendo os trabalhadores. REGRASREGRAS  Devem estar fixas na valaDevem estar fixas na vala  Devem passar 45 cm acimaDevem passar 45 cm acima do lado vertical da valado lado vertical da vala
  9. 9. VALAS: EPI • Capacete de protecção; • Botas impermeáveis com protecção mecânica; • Botas de protecção mecânica; • Semi-máscaras com filtro físico; • Cintos de segurança com fixação á faixa de cintura (tipo guarda-fios ou arnês); • Luvas de protecção mecânica; • Luvas de PVC (trabalhos com humidade ou água); • Protectores auriculares.
  10. 10. MEDIDAS DE SEGURANÇA • Eliminar , remover ou estabilizar todos os objectos que ofereçam risco de desprendimento, na frente da escavação; • Evitar todas as sobrecargas no bordo da escavação, nomeadamente terras removidas ou materiais, mantendo, pelo menos, uma faixa de 1,20 m livre, ao longo do bordo do talude; • Antes da retoma dos trabalhos verificar minuciosamente a frente do talude e o terreno circundante no sentido de detectar fissuras ou cortes que indiciem instabilidade do terreno; • Na presença de elementos de estabilidade duvidosa mandar sanear, com auxílio de alavanca (ferro de desmonte), a frente de escavação (sempre de cima para baixo e com recurso a cinto de segurança e espia); • Só permitir a permanência dos trabalhadores voltados para a frente do talude (nunca de costas); • Proteger com rodapé e guarda-corpos todo o bordo superior da escavação. A aproximação á parte superior do talude sem protecção colectiva deverá ser feita, obrigatoriamente, recorrendo ao cinto de segurança e espia.
  11. 11. MEDIDAS DE SEGURANÇA • Organizar o trânsito dos veículos de carga de tal modo que os efeitos das sobrecargas e vibrações por eles introduzidas no terreno não afectem a estabilidade do talude; • Sinalizar as pistas de circulação dos veículos de carga que deverão ser diferentes dos acessos de pessoas; • Estabelecer planos de fuga e informar os trabalhadores das medidas a tomar em caso de ocorrência de acidentes; • Logo depois da marcação no terreno da zona a escavar abrir, a uma distância razoável dos bordos, uma valeta impermeável destinada a desviar as águas da chuva ou outro tipo de escorrências; • Promover passadiços dotados de guarda-corpos e rodapé para colocar nas zonas de passagem em valas de comprimento superior a 15 metros; • Condicionar a circulação de veículos, de modo a reduzir ao mínimo as vibrações nos terrenos vizinhos da escavação;
  12. 12. MEDIDAS DE SEGURANÇA • Eliminar, desviar ou estabilizar as estruturas da vizinhança que possam vir a constituir risco durante a escavação; • Colocar guardas a toda a volta da escavação e reforçar com sinalização luminosa de balizamento os locais em que haja circulação nocturna de veículos ou pessoas; • Dotar a escavação com acessos (que poderão ser escadas de mão) e colocá-los na abertura de modo a assegurar caminhos de fuga suficientes, de tal modo que a distância máxima a percorrer na vala para atingir uma escada não seja superior a 7,5 metros; • Calcular a largura da vala para o tipo de trabalho a executar tendo em conta a entivação, o equipamento e os modos operatórios;
  13. 13. MEDIDAS DE SEGURANÇA • Definir e calcular previamente o processo de entivação, de acordo com os esforços previsíveis; • Manter constante a bombagem da água do fundo da escavação, de modo a não permitir grandes acumulações de líquidos que poriam em causa a estabilidade do terreno; • Vigiar constantemente os trabalhos e interrompê-los sempre que se detecte algo de anormal que possa constituir um risco; • Colocar a entivação de tal modo que sobressaia pelo menos 15 cm acima da cota superior do terreno criando assim um rodapé a toda a volta da abertura; • No caso de se prever a aproximação de veículos ao bordo da vala para transporte de materiais, criar um “batente” que garanta a paragem do veículo a uma distância segura (em princípio a 4 metros do coroamento);
  14. 14. • quando um acidente acontece, vários factores entraram em acção anteriormente por forma a permitir o acidente.
  15. 15. • .. Ambiente social • .. Causa pessoal • .. Causa mecânica • .. Acidente • .. Lesão
  16. 16. • exemplos de aplicação de EPCs: • 􀀻 sistema de exaustão que elimina gases, vapores ou poeiras • contaminantes do local de trabalho; • 􀀻 enclausuramento de máquina ruidosa para livrar o ambiente • do ruído excessivo; • 􀀻 comando bimanual, que mantém as mãos ocupadas, fora da • zona de perigo, durante o ciclo de uma máquina; • 􀀻 cabo de segurança para conter equipamentos suspensos • sujeitos a esforços, caso venham a se desprender.

×