Meus locais | Início>.: Equipamentos>Índice da sala Voltar | Pasta | Avançar
Alexandre Reis Pinto de Castro | Sair
Conteúd...
correspondente. O limite de pressão normalmente corresponde à c
(rating), porém se algum outro componente tiver limites de...
N-116 - Sistemas de Purga de Vapor em Tubulações
N-1522 - Identificação de Tubulações Industriais
N-1542 - Tubulação – Lis...
Autor: Medeiros - chave BR15
Última atualização em 26 de Maio de 2004
Este documento pertence à PETROBRAS e não pode ser u...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

57400200 56684390-tubulacao-1 (2)

197 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

57400200 56684390-tubulacao-1 (2)

  1. 1. Meus locais | Início>.: Equipamentos>Índice da sala Voltar | Pasta | Avançar Alexandre Reis Pinto de Castro | Sair Conteúdo Ir para cima .: Equipamentos .: Tecnologias .: Fórum .: Arquivo Técnico Índice da sala Ferramentas Pesquisa avançada Novidades Mapa da sala Notificar | Descarregar | Imprimir | Ajuda Equipamentos Tubulações Industriais Introdução - Metodologia de projeto - Detalhes construtivo Equipamentos auxiliares - Experiências operacionais - Pr Normas - Programas de cálculo - Referências - Introdução Tubulações são definidas como o conjunto de tubos e seus ace conexões, filtros, flanges, etc. Em unidades de processo, são os elem os equipamentos (vasos de pressão, reatores, tanques, bombas, troc circulam os fluídos de processo e utilidades. Nesta página, serão apresentadas as práticas e recomendações industriais a serem utilizadas na indústria do petróleo dentro do es N-57. Condições específicas das tubulações para determinados serv UHDT e de UFCC, serão tratadas nas páginas específicas corresponde Metodologia de projeto As tubulações são projetadas, construídas, inspecionadas e testad normas de tubulações do ASME B31. As normas utilizadas na Indú B31.3, o ASME B31.4 e o ASME B31.8. Nesses códigos são defin mecânico, critérios de cálculo e dimensionamento, materiais, cri requisitos de montagem e normas complementares e de referênci compõe um sistema de tubulação, dentro do escopo das normas citad Para uma descrição das etapas em que consiste o projeto de tubulaçõ Detalhes construtivos Seleção de materiais A seleção de materiais para tubulações abrange um conjunto de req pela padronização ou especificação de materiais de tubulação, tam (pipe spec). A ESPEC é o documento que estabelece os componente requisitos exigidos para o serviço do sistema de tubulação. São defin de: válvulas, tubos, conexões, flanges, parafusos, juntas de veda limites de pressão e temperatura e outros requisitos complementares ESPEC. As normas referentes a cada componente são também definid No CENPES são utilizadas as ESPECS da norma N-76 e, quando nã norma, utiliza-se a BPE-200-G4.03. Estas últimas ESPECS serão, po inclusão ou revisão da N-76. Para elaborar uma ESPEC de tubul requisitos definidos na norma norma N-1693. Para dimensionamento de espessuras de parede e verificação de re utilizadas as expressões dos códigos de projeto da família ASME PETROBRAS N-1673. Para determinação da condição a ser cons devem ser utilizados os limites de pressão da ESPEC e as tensõe Página 1 de 4Equipamentos - Tubulações - equipamentos 11/4/2008http://qp.petrobras.com.br/QuickPlace/equipamentos/PageLibrary83256DE0006CA657...
  2. 2. correspondente. O limite de pressão normalmente corresponde à c (rating), porém se algum outro componente tiver limites de pressã estes devem ser utilizados como condições de cálculo. Exemplo de seleção de condição de cálculo: Para uma tubulação de aço carbono API 5L Gr.B da ESPEC Ba cujo limite de temperatura é 400°C, a condição de cálculo será a onde: P – Pressão máxima da ESPEC na temperatura T; Sadm – Tensão máxima admissível na temperatura estabeleci temperatura T. Assim, a condição assinalada na tabela é a que resultará na m tubo. Equipamentos auxiliares • Suportação • Componentes especiais • filtros de linha • ejetores • aspersores • edutores • Juntas de vedação Experiências operacionais • Suportes de mola da linha de sucção do turbo expansor Práticas recomendadas • BPE-200-G4.03 – Especificação de Materiais de Tubulação Normas Normas PETROBRAS N-42 - Projeto de Sistemas de Aquecimento Externo Instrumentação, com vapor N-46 - Vãos máximos entre suportes de tubulação N-57 - Projeto Mecânico de Tubulações Industriais N-59 - Símbolos Gráficos para Desenhos de Tubulação N-76 - Materiais de tubulação N-105 - Espaçamento entre Tubos N-108 - Suspiros e Drenos para Tubulações e Equipamen N-115 - Montagem de Tubulações Metálicas Temperatura (°F) 100 200 300 400 500 600 65 P (psi) 285 260 230 200 170 140 12 Sadm (psi) 20000 20000 20000 20000 18900 17300 170 P/Sadm 0,0143 0,013 0,0115 0,01 0,009 0,0081 0,0 Página 2 de 4Equipamentos - Tubulações - equipamentos 11/4/2008http://qp.petrobras.com.br/QuickPlace/equipamentos/PageLibrary83256DE0006CA657...
  3. 3. N-116 - Sistemas de Purga de Vapor em Tubulações N-1522 - Identificação de Tubulações Industriais N-1542 - Tubulação – Lista de Linhas N-1647 - Material para Tubulação – Folha de Padronização N-1673 - Critérios de Cálculo Mecânico de Tubulação N-1692 - Apresentação de Projetos de Detalhamento de T N-1693 - Critério para Padronização de Material de Tubula N-1758 - Suporte, Apoio e Restrição para Tubulação N-2668 - Válvulas Industriais Normas ABNT NBR 6123 - Forças devidas ao vento em edificações Normas ASME B31.3 – Process Piping B31.4 – Pipeline Transportation System for Liquuid Hydroc B31.8 – Gas Transmission and Distribution Piping Systems B31.G – Manual for Determining the Remaining Strength o Normas ASTM ASTM A106 – Seamless Carbon Steel Pipe for High-Temper ASTM A182 – Forged or Rolled Alloy-Steel Pipe Flanges, F Parts for High-Temperature Service. Normas API API SPEC 5L – Specification for line pipe Normas ISO ISO 3123 – ISO 15649 – Petroleum and Natural Gas Industries - Piping Programas de cálculo • Referências Bibliografia: • Design of Piping Systems, The M.W. Kellogg Company, John W • Piping Handbook, Reno C. King, McGraw–Hill • Process Piping – The Complete Guide to ASME B31.3, Charles • Tubulações Industriais, Pedro C. Silva Telles, Livros Técnicos e Sites: • Piping Design Central - informações técnicas de tubulações Fabricantes COADE Engineering Software - Desenvolvedor do programa CAESAR I http://www.coade.com/ Contato no Brasil: STEI Telefone: e-mail: Página 3 de 4Equipamentos - Tubulações - equipamentos 11/4/2008http://qp.petrobras.com.br/QuickPlace/equipamentos/PageLibrary83256DE0006CA657...
  4. 4. Autor: Medeiros - chave BR15 Última atualização em 26 de Maio de 2004 Este documento pertence à PETROBRAS e não pode ser usado ou distribuído s Voltar | Pasta | Avançar Ir para topo Página 4 de 4Equipamentos - Tubulações - equipamentos 11/4/2008http://qp.petrobras.com.br/QuickPlace/equipamentos/PageLibrary83256DE0006CA657...

×