tratado de enfermagem médico-cirúrgica lewis

25.415 visualizações

Publicada em

0 comentários
17 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8.617
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.048
Comentários
0
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

tratado de enfermagem médico-cirúrgica lewis

  1. 1. TRATADO DE ENFERMAGEM MÉDICO- CIRÚRGICA Avaliação e Assistência dos Problemas Clínicos Sharon L. Lewis, rn, phd, faan Research Professor Castella Distinguished Professor School of Nursing University of Texas Health Science Center at San Antonio San Antonio, Texas Shannon Ruff Dirksen, rn, phd Associate Professor College of Nursing and Health Innovation Arizona State University Phoenix, Arizona Margaret McLean Heitkemper, rn, phd, faan Professor and Chairperson, Biobehavioral Nursing and Health Systems Elizabeth Sterling Soule Endowed Chair in Nursing School of Nursing; Adjunct Professor, Division of Gastroenterology School of Medicine University of Washington Seattle, Washington Linda Bucher, rn, phd, cen Professor, School of Nursing College of Health Sciences University of Delaware Newark, Delaware; Staff Nurse, Emergency Department Virtua Memorial Hospital Mt. Holly, New Jersey Ian M. Camera, rn, msn, nd Professor Holyoke Community College Holyoke, Massachusetts OITAVA EDIÇÃO
  2. 2. © 2013 Elsevier Editora Ltda. Tradução autorizada do idioma inglês da edição publicada por Mosby – um selo editorial Elsevier Inc. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros. ISBN: 978-85-352-4541-7 ISBN (versão eletrônica): 978-85-352-6835-5 Copyright © 2011, 2007, 2004, 2000, 1996, 1992, 1987, 1983 by Mosby, Inc., an affiliate of Elsevier Inc. This edition of Medical-Surgical Nursing: Assessment and Management Of Clinical Problems, 8th edition, by Sharon L. Lewis, Shannon Ruff Dirksen, Margaret McLean Heitkemper, Linda Bucher and Ian M. Camera is published by arrangement with Elsevier Inc. ISBN: 978-0-323-06581-8 Nursing Diagnoses — Definitions and Classification 2009-2011 © 2009, 2007, 2005, 2003, 2001, 1998, 1996, 1994 NANDA International. Used by arrangement with Wiley-Blackwell Publishing, a company of John Wiley & Sons, Inc. In order to make safe and effective judgments using NANDA-I diagnoses it is essential that nurses refer to the definitions and defining characteristics of the diagnoses listed in this work. NANDA. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA: Definições e Classificação 2009-2011. Porto Alegre. Artmed. 2010. Capa Folio Design Editoração Eletrônica Rosane Guedes Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua Sete de Setembro, nº 111 – 16º andar 20050-006 – Centro – Rio de Janeiro – RJ Rua Quintana, nº 753 – 8º andar 04569-011 – Brooklin – São Paulo – SP Serviço de Atendimento ao Cliente 0800 026 53 40 sac@elsevier.com.br Consulte também nosso catálogo completo, os últimos lançamentos e os serviços exclusivos no site www.elsevier.com.br NOTA Como as novas pesquisas e a experiência ampliam o nosso conhecimento, pode haver necessidade de alteração dos métodos de pesquisa, das práticas profissionais ou do tratamento médico. Tanto médicos quanto pesquisadores devem sempre basear-se em sua própria experiência e conhecimento para avaliar e empregar quaisquer informações, métodos, substâncias ou experimentos descritos neste texto. Ao utilizar qualquer informação ou método, devem ser criteriosos com relação a sua própria segurança ou a segurança de outras pessoas, incluindo aquelas sobre as quais tenham responsabilidade profissional. Com relação a qualquer fármaco ou produto farmacêutico especificado, aconselha-se o leitor a cercar-se da mais atual informação fornecida (i) a respeito dos procedimentos descritos, ou (ii) pelo fabricante de cada produto a ser administrado, de modo a certificar-se sobre a dose recomendada ou a fórmula, o método e a duração da administração, e as contraindicações. É responsabilidade do médico, com base em sua experiência pessoal e no conhecimento de seus pacientes, determinar as posologias e o melhor tratamento para cada paciente individualmente, e adotar todas as precauções de segurança apropriadas. Para todos os efeitos legais, nem a Editora, nem autores, nem editores, nem tradutores, nem revisores ou colaboradores, assumem qualquer responsabilidade por qualquer efeito danoso e/ou malefício a pessoas ou propriedades envolvendo responsabilidade, negligência etc. de produtos, ou advindos de qualquer uso ou emprego de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos no material aqui publicado. O Editor CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ E46 Tratado de enfermagem médico-cirúrgica: avaliação e assistência dos problemas clínicos / [Sharon L. Lewis ... et al.] ; [tradução Maiza Ritomy Ide] . - Rio de Janeiro : Elsevier, 2013. 1802p. : il. ; 28 cm Tradução de: Medical-surgical nursing : assessment and management of clinical problems, 8th ed. Inclui bibliografia e índice Apêndice ISBN 978-85-352-4541-7 1. Enfermagem. 2. Enfermagem perioperatória. I. Lewis, Sharon Mantik. 12-1877. CDD: 610.73 CDU: 616-083
  3. 3. R E V I S Ã O C I E N T Í F I C A E T R A D U Ç Ã O COORDENAÇÃO DA REVISÃO CIENTÍFICA Consuelo Garcia Correa Professora Titular do Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário Monte Serrat Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP) Mestre em Fundamentos de Enfermagem pela EEUSP Especialista em Cardiologia pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor- HCFMUSP) e pela EEUSP Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz Professora Titular do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP Doutora em Ciências pela EEUSP Enfermeira REVISÃO CIENTÍFICA Adriana Maria Duarte (caps. 30, 31, 68 e Apêndice C) Mestre em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Especialista na Área de Ensino e Desenvolvimento do Instituto de Oncologia Pediátrica – IOP/GRAACC/UNIFESP Especialista em Enfermagem Oncológica pela Fundação Antônio Prudente – A.C.Camargo Coordenadora de Pesquisa e Ensino do Instituto de Oncologia Pediátrica – IOP/GRAACC-UNIFESP Ana Cristina Mancussi e Faro (caps. 62 a 65 – parte) Professora Livre Docente do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP Coordenadora do Grupo de Pesquisa (CNPq) Reabilitação, Funcionalidade e Educação na Saúde Orientadora dos Programas de Pós-graduação em Enfermagem na Saúde do Adulto (PROESA) e do Programa Interunidades de Doutoramento da EEUSP e EERPUSP. Ana Lucia Siqueira Costa (caps. 8 e 43) Professora Doutora do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP Enfermeira Especialista em Enfermagem em Centro Cirúrgico Carla Roberta Monteiro (cap. 62 – parte) Doutoranda em Ciências pela EEUSP Mestre em Enfermagem pela EEUSP Especialista em Ortopedia e Traumatologia pelo HCFMUSP Enfermeira Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq) Reabilitação, Funcionalidade e Educação na Saúde. César Augusto Guimarães Marcelino (cap. 14) Mestrando pelo PROESA da EEUSP Especialista em Enfermagem Cardiovascular pela SOBENC Especialista em Doação, Captação e Transplantes pelo IEP Albert Einstein Residência em Enfermagem Cardiovascular pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia Enfermeiro Chefe da Seção de Enfermagem de Pronto Socorro e Coordenador de Enfermagem do Serviço de Procura de Órgãos e Tecidos (SPOT) do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia iii
  4. 4. iv REVISÃO CIENTÍFICA E TRADUÇÃO César da Silva Leite (caps. 53 e 65 – parte) Mestre em Enfermagem na Saúde do Adulto pela EEUSP Enfermeiro pela EEUSP Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq) Reabilitação, Funcionalidade e Educação na Saúde. Consuelo Garcia Correa (caps. 1, 11, 34 a 36, 51, 54, 55, 67, 69, Glossário e Índice) Cristina Helena Costanti Settervall (cap. 59) Doutoranda em Ciências da Saúde pelo PROESA da EEUSP. Mestre em Ciências da Saúde pelo PROESA da EEUSP Daniella Cristina Chanes (cap. 16) Mestre em Ciências pela UNIFESP Especialista em Enfermagem em Oncologia pela UNIFESP Enfermeira pela UNIFESP Consultora de Gerenciamento e Vigilância do Risco no Hospital Israelita Albert Einstein Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz (cap. 17) Elaine Machado de Oliveira (caps. 28, 29, 48 a 50 e 61) Mestre em Enfermagem pela Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP Doutoranda pelo PROESA da EEUSP Erika de Souza Guedes (cap. 66) Enfermeira Especialista em Enfermagem em Cardiologia pelo InCor-HCFMUSP Mestre em Ciências da Saúde pela EEUSP Doutoranda pela EEUSP Fabiana Gonçalves de Oliveira Azevedo Matos (caps. 18 a 20) Professora Adjunta do Colegiado de Enfermagem da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE) Doutora em Ciências pela EEUSP Mestre em Enfermagem na Saúde do Adulto pela EEUSP Especialista em Enfermagem com Ênfase em Centro Cirúrgico pela UNIOESTE Especialista em Administração Hospitalar pela FAMERP Enfermeira pela UNIOESTE. Gisela Cardoso Ziliotto (caps. 12 e 60) Enfermeira Especialista em Psiquiatria e Saúde Mental pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Mestre em Ciências da Saúde pela UNIFESP Doutoranda em Ciências da Saúde pela UNIFESP Idalina Brasil Rocha da Silva (cap. 63 – parte) Enfermeira Especialista em Ortopedia e Traumatologia pelo HCFMUSP Mestranda pela EEUSP Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq) Reabilitação, Funcionalidade e Educação na Saúde Juliana Rizzo Gnatta (cap. 7) Doutoranda em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem do Adulto da EEUSP Membro do Grupo de Pesquisa Estudo das Práticas Complementares em Saúde da EEUSP Leticia Faria Serpa (caps. 39 e 40) Doutora em Enfermagem na Saúde do Adulto pela EEUSP Mestre em Enfermagem na Saúde do Adulto Institucionalizado pela EEUSP Especialista em Cuidados Intensivos pela EEUSP Especialista em Terapia Nutricional pela SBNPE Enfermeira Supervisora do Instituto de Educação e Ciências do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
  5. 5. vREVISÃO CIENTÍFICA E TRADUÇÃO Lilia de Souza Nogueira (caps. 57 e 58) Doutora em Ciências pela EEUSP Mestre em Enfermagem na Saúde do Adulto pela EEUSP Especialista em Terapia Intensiva pelo Centro Universitário São Camilo Especialista em Cardiologia pela UNIFESP Magda Aparecida dos Santos Silva (cap. 10) Doutoranda em Ciências pela EEUSP Mestre pela EEUSP Enfermeira de Dor Especialista em Cardiologia pelo InCor-HCFMUSP Maria de Fátima Fernandes Vattimo (caps. 45, 46, 47 e 52) Professora Associada (Livre Docente) do Departamento de Enfermagem Médico Cirúrgica da EEUSP Mestre e Doutora em Fisiologia e Fisiopatologia Renal pela UNIFESP Mariana Alvina dos Santos (cap. 9) Doutoranda pelo PROESA da EEUSP Residência em Enfermagem Cardiovascular pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia Mestre em Ciências pelo PROESA da EEUSP Meire Cristina Novelli e Castro (caps. 37 e 44) Doutorando em Enfermagem pela UNESP Mestre em Enfermagem pela UNESP Enfermeira Especialista em Cardiologia e Cuidados Intensivos Melina Aparecida Ferreira (cap. 64 – parte) Docente do Centro Universitário Ítalo Brasileiro Enfermeira Especialista em Unidade de Terapia Intensiva e Emergência e em Medicina Tradicional Chinesa (acupuntura) Paolo Meneghin (caps. 23 a 25) Doutor em Enfermagem pela USP Mestre em Enfermagem pela USP Enfermeiro Executivo Hospitalar pelo Insituto Brasileiro de Desenvolvimento de Pesquisas Hospitalares (IPH) – Sociedade Beneficente São Camilo Rafaela Andolhe (caps. 26 e 27) Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem na Saúde do Adulto da EEUSP Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSM Enfermeira pela UFSM Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem na Saúde do Adulto da EEUSP Renata Eloah de Lucena Ferretti-Rebustini (caps. 21 e 22) Professora Doutora do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP Professora Assistente do Curso de Enfermagem do Centro Universitário São Camilo Pós-doutoranda pela Universidade de Quebec em Trois-Rivières, Canadá Doutora em Ciências pela FMUSP Enfermeira e Especialista em Enfermagem Geriátrica e Gerontológica pela UNIFESP Coordenadora do Laboratório de Fisiopatologia no Envelhecimento do SGHC-FMUSP/LIM 22 Rita de Cássia Almeida Vieira (cap. 56) Doutoranda em Enfermagem pela USP Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) Enfermeira pela UFS Especialista em Nefrologia e Auditoria de Serviços de Saúde
  6. 6. vi REVISÃO CIENTÍFICA E TRADUÇÃO Rita de Cassia Gengo e Silva (caps. 3, 5, 32, 33, 38, Apêndices A e B) Professora Doutora do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP. Doutora e Mestre em Ciências pela FMUSP Enfermeira do Serviço de Educação do InCor-HCFMUSP Rita Lacerda Aquarone (cap. 64 – parte) Mestranda do Programa em Saúde do Adulto – PROESA Enfermeira Pós-Graduada em Gerontologia e Geriatria, Administração Hospitalar, Clínica Médica e Cirúrgica e Neurologia Rodrigo Jensen (caps. 2, 4, 6 e 13) Doutorando em Enfermagem pela UNICAMP Mestre em Enfermagem pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Enfermeiro Suzana Maria Bianchini (caps. 41 e 42) Doutoranda em Enfermagem pela EEUSP Mestre em Enfermagem pela Universidade Guarulhos Especialista em Cardiologia Clínica pela Real e Benemérita Sociedade Portuguesa de Beneficência. Enfermeira pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) TRADUÇÃO Amanda Chaves Pinto (cap. 30) Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Mestre em Biologia pela UERJ Ana Julia Perrotti-Garcia (caps. 2, Apêndices A, B e C, Glossário e Índice) Doutoranda em Língua Inglesa pelo DLM-FFLCH-USP Mestre em Linguística Aplicada pelo LAEL-PUCSP Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela Metodista Especialista em Tradução pela FFLCH-USP Cirurgiã-dentista pela Faculdade de Odontologia da USP Tradutora Intérprete pela UniFMU Fernando Diniz Mundim (cap. 24) Professor Adjunto do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Ione Araújo Ferreira (caps. 21, 22, 25 a 28) Tradutora da Área de Saúde Mestre em Comunicação pela UFRJ Bacharel em Jornalismo pela UFRJ José Eduardo Ferreira de Figueiredo (cap. 23) Tradutor Inglês/Português Luiz Claudio de Queiroz Faria (caps. 39 a 55) Tradutor Técnico Inglês/Português Maiza Ritomy Ide (caps. 32 a 38 e 56 a 65) Pós-doutora em Reumatologia pela Universidad de Cantabria, Espanha Doutora em Reumatologia pela FMUSP Mestre em Ciências pela FMUSP Especialista em Morfofisiologia pela UEL Fisioterapeuta pela UEL
  7. 7. viiREVISÃO CIENTÍFICA E TRADUÇÃO Maria Inês Corrêa Nascimento (caps. 66 a 69) Bacharel em Letras (Tradução Bilíngue) pela PUC-RJ Monica Farah Pereira (caps. 29 e 31) Pós-Doutora do Instituto Oswaldo Cruz – Fiocruz Mestre e Doutora em Biologia pela UERJ Bacharel em Ciência Biológicas (Genética) pela UFRJ Regina Machado Garcez (caps. 3 a 8 e 10 a 12) Pós-graduada em Inglês pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) Graduada em Letras pela Unisinos Certificado de Proficiência em Inglês por Cambridge – Inglaterra Sergio Jesus-Garcia (caps. 1 e 9) Médico pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (FCMSCSP) Especialista em Otorrinolaringologia pela FCMSCSP Medical Writer Tradutor freelancer Autor – dicionarista Soraya Imon de Oliveira (caps. 13 a 20) Doutora em Imunologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP Biomédica pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) Especialista em Imunopatologia e Sorodiagnóstico pela Faculdade de Medicina da UNESP
  8. 8. Sharon L. Lewis, RN, PhD, FAAN Sharon Lewis é professora pesquisadora da School of Nursing e Castella, Distinguished Professor no University of Texas Health Science Center, em San Antonio, Texas, Estados Unidos. Obteve o titulo de Bacharel em Enfermagem pela University of Wisconsin-Madison, Mestre em Enfermagem e Ciências Biológicas pela University of Colorado-Denver e PhD em imunologia pelo Department of Pathology da University of New Mexico School of Medicine. A Dra. Lewis recebeu uma bolsa de pós-doutorado de 2 anos da National Kidney Foundation. Seus mais de 40 anos de experiência docente incluem ensino teórico e prático em cursos básicos e programas de bacharelado, mestrado e doutorado nos estados norte-americanos de Maryland, Illinois, Wisconsin, Novo México e Texas. Suas áreas de ensino favoritas são fisiopatologia, imunologia e cuidado familiar. A Dra. Lewis tra- balha ativamente na pesquisa clínica há 30 anos, investigando respostas imunológicas alteradas em diversas doenças. Atualmente pesquisa como disseminar seu Programa de Redução de Estresse para Cuidadores de Família. Em seu tempo livre, gosta de jogar tênis, praticar paisagismo e jardinagem e cuidar dos netos. Shannon Ruff Dirksen, RN, PhD Shannon Dirksen é professora associada na College of Nursing and Health Innovation, na Arizona State University, Estados Unidos. É Bacharel em Enfermagem pela Arizona State University, Mestre em Enfermagem pela University of Arizona e Doutora em pesquisa clínica de enfermagem e psi- cologia pela University of Arizona. Tem mais de 23 anos de experiência docente em graduação e pós-graduação na University of Arizona, na Edith Cowan University (Austrália Ocidental), no Inter- collegiate College of Nursing–Washington State University e na University of New Mexico. A Dra. Dirksen é docente na Arizona State University desde 1996. Atualmente ensina teoria e pesquisa de enfermagem, incluindo práticas baseadas em evidências. Sua área de pesquisa é voltada para indi- víduos portadores de câncer, e atualmente, investiga os grupos de sintomas apresentados por homens submetidos ao tratamento do câncer de próstata. S O B R E O S A U T O R E S ix
  9. 9. x SOBRE OS AUTORES Margaret McLean Heitkemper, RN, PhD, FAAN Margaret Heitkemper é professora e diretora do Department of Biobehavioral Nursing and Health Systems da School of Nursing e professora adjunta da Division of Gastroenterology na School of Medicine da University of Washington. É também diretora do Center for Research on Management of Sleep Disturbances, financiado pelo National Institutes of Health - National Institute for Nurs- ing Research na University of Washington. No outono de 2006, recebeu a cátedra Elizabeth Sterling Soule em enfermagem. A Dra. Heitkemper tem bacharelado em Enfermagem pela Seattle University, é mestre em Enfermagem Gerontológica pela University of Washington e doutora em Fisiologia e Biofísica pela University of Illinois–Chicago. Faz parte do corpo docente da University of Washing- ton desde 1981 e recebeu três prêmios School of Nursing Excellence in Teaching e o prêmio Univer- sity of Washington Distinguished Teaching. Além disso, em 2002, recebeu o prêmio Distinguished Nutrition Support Nurse da American Society for Parenteral and Enteral Nutrition (ASPEN), o prê- mio Janssen de Pesquisa Clínica em Gastroenterologia da American Gastroenterological Association em 2003 e, em 2005, foi a primeira ganhadora do prêmio Pfizer and Friends of the National Institutes for Nursing Research por Pesquisa em Saúde da Mulher. Atualmente, é presidente do Council for Advancement of Nursing Science (CANS). Linda Bucher, RN, PhD, CEN Linda Bucher atualmente é professora da University of Delaware em Newark, Delaware, Estados Unidos, e atuou como enfermeira-pesquisadora no Christiana Care Saúde System entre 2002 e 2010. É Bacharel em Enfermagem pela Thomas Jefferson University na Filadélfia, nos Estados Unidos, Mestre em Ciências da Saúde e Doenças do Adulto pela University of Pennsylvania, também na Filadélfia, e Doutora em Enfermagem pela Widener University em Chester, Pensilvânia. Em seus 34 anos de experiência em enfermagem, trabalhou na educação de profissionais e pacientes e foi docente em programas de associação, bacharelado e pós-graduação em enfermagem em Nova Jérsei, Pensilvânia e Delaware. Entre suas áreas preferidas de docência estão a enfermagem em cardiologia e de emergência, além da pesquisa. Mantém sua prática clínica trabalhando como enfermeira no setor de emergência, é membro ativo da American Association of Critical Care Nurses e adora trabalhar como enfermeira voluntária na Operation Smile. Em seu tempo livre, gosta de viajar e de esquiar com a família. Ian M. Camera, RN, MSN, ND Ian M. Camera é professor de Enfermagem na Holyoke Community College em Holyoke, Massa- chusetts, Estados Unidos. É Bacharel em Psicologia pela Connecticut College, Mestre e Doutor em enfermagem pela Frances Payne Bolton School of Nursing na Case Western Reserve University, onde pesquisa a aplicação da teoria de ecologia humana de isomorfismo à população mutável dos serviços de cuidado domiciliar no estado de Ohio, nos Estados Unidos. Foi reitor interino de saúde e membro dos programas de Associate’s Degree in Nursing e Practical Nursing Certificate na Holyoke Commu- nity College. Quando não está lecionando ou escrevendo, diverte-se praticando remo ou andando de bicicleta com sua esposa e filhos.
  10. 10. Richard B. Arbour, RN, MSN, CCRN, CNRN, CCNS, FAAN Critical Care Clinical Nurse Specialist Albert Einstein Medical Center Philadelphia, Pennsylvania Margaret W. Baker, RN, PhD, CNL Associate Professor University of Washington School of Nursing Seattle, Washington Barbara Bartz, RN, MN, CCRN Nursing Instructor Yakima Valley Community College Yakima, Washington Audrey J. Bopp, RN, MSN, CNS Assistant Director, School of Nursing University of Northern Colorado Greeley, Colorado Lynne Dantino Bouffard, RN, DNP, FNP, MSN Director of Cardiovascular Programs Humana Healthcare Louisville, Kentucky Elisabeth G. Bradley, RN, MS,ACNS-BC, CCRN, CCNS Clinical Leader Cardiovascular Prevention Program Christiana Care Health System Newark, Delaware Lucy Bradley-Springer, RN, PhD, ACRN, FAAN Associate Professor University of Colorado School of Medicine Mountain Plains AIDS Education and Training Center Denver, Colorado Linda Bucher, RN, PhD, CEN Professor, School of Nursing College of Health Sciences University of Delaware Newark, Delaware Staff Nurse, Emergency Department Virtua Memorial Hospital Mt. Holly, New Jersey Jormain Cady, DNP,ARNP,AOCN Nurse Practitioner Virginia Mason Medical Center Department of Radiation Oncology Seattle, Washington Ian M. Camera, RN, MSN, ND Professor Holyoke Community College Holyoke, Massachusetts Deborah Castellucci, RN, MPA, CCRN-CMC Clinical Nurse Specialist Thomas Jefferson University Hospital Philadelphia, Pennsylvania Olivia Catolico, RN, PhD Associate Professor, Department of Nursing Dominican University of California San Rafael, California Anne Croghan, MN,ARNP Nurse Practitioner Seattle Gastroenterology Associates Seattle, Washington Judi Daniels, PhD,ARNP Course Coordinator Frontier School of Midwifery and Family Nursing Richmond, Kentucky Rose Ann DiMaria-Ghalili, RN, PhD Associate Professor College of Nursing and Health Professions Drexel University Philadelphia, Pennsylvania Shannon Ruff Dirksen, RN, PhD Associate Professor College of Nursing and Health Innovation Arizona State University Phoenix, Arizona Angela J. DiSabatino, RN, MS Manager, Cardiovascular Clinical Trials Christiana Care Health System Newark, Delaware Laura Dulski, MSN, CNE, RNC-HROB Assistant Professor West Suburban College of Nursing Oak Park, Illinois Mary Ersek, RN, PhD, FAAN Associate Professor University of Pennsylvania Philadelphia, Pennsylvania JoAnn Grove, RN, EIS RN EIS Case Manager Pueblo Community Health Center Pueblo, Colorado Peggi Guenter, RN, PhD, CNSN Managing Editor for Special Projects American Society for Parenteral and Enteral Nutrition Silver Spring, Maryland Debra Hagler, RN, PhD,ACNS-BC, CNE, ANEF Clinical Professor College of Nursing and Health Innovation Arizona State University Phoenix, Arizona Deborah Hamolsky, RN, MS,AOCNS Nurse Clinician, Educator Helen Diller Family Cancer Center Carol Franc Buck Breast Care Center University of California–San Francisco San Francisco, California Carol M. Headley, RN, DNSc, CNN Dialysis Case Manager Veterans Affairs Medical Center Memphis, Tennessee Margaret McLean Heitkemper, RN, PhD, FAAN Professor and Chairperson, Biobehavioral Nursing and Health Systems Elizabeth Sterling Soule Endowed Chair in Nursing School of Nursing; Adjunct Professor, Division of Gastroenterology School of Medicine University of Washington Seattle, Washington Teresa E. Hills, RN, MSN,ACNP-BC, CNRN Neurosurgery/Neurotrauma Critical Care Nurse Practitioner Christiana Care Health System Newark, Delaware Christine R. Hoch, RN, MSN Nursing Instructor Delaware Technical and Community College Newark, Delaware C O L A B O R A D O R E S xi
  11. 11. xii COLABORADORES Joyce A. Jackowski, RN, MS, FNP-BC, AOCNP Nurse Practitioner Fairfax Northern Virginia Hematology and Oncology Arlington, Virginia Vicki Y. Johnson, RN, PhD, CUCNS Assistant Professor University of Alabama School of Nursing at Birmingham Birmingham, Alabama Jane Steinman Kaufman, RN, MS, ANP-BC Clinical Associate Professor University of North Carolina–Chapel Hill School of Nursing Chapel Hill, North Carolina Judy A. Knighton, RegN, MScN Clinical Nurse Specialist–Burns Ross Tilley Burn Centre Sunnybrook Health Sciences Centre Toronto, Ontario, Canada Catherine N. Kotecki, RN, PhD, APN Associate Dean Thomas Edison State College Trenton, New Jersey Nancy Kupper, RN, MSN Associate Professor Tarrant County College Fort Worth, Texas Jeffrey Kwong, RN, DNP, MPH,ANP-BC, ACRN Instructor University of Colorado School of Medicine Division of Infectious Diseases Clinical Education Coordinator Mountain Plains AIDS Education and Training Center Denver, Colorado Carol A. Landis, RN, DNSc, FAAN Professor and Vice Chair for Research Department of Biobehavioral Nursing and Health Systems University of Washington Seattle, Washington Cheryl A. Lehman, RN, PhD, CRRN-A, RN-BC, CNS Associate Professor, Clinical Acute Nursing Department University of Texas Health Science Center at San Antonio San Antonio, Texas Janet Lenart, RN, MN, MPH Senior Lecturer School of Nursing, University of Washington Seattle, Washington Sharon L. Lewis, RN, PhD, FAAN Research Professor Castella Distinguished Professor School of Nursing University of Texas Health Science Center at San Antonio San Antonio, Texas Kathleen Lucke, RN, PhD Associate Dean for Academic Affairs Research Associate Professor School of Nursing University at Buffalo Buffalo, New York Nancy J. MacMullen, PhD, RNC-HROB, APN/CNS, CNE Interim Chairperson Governors State University University Park, Illinois Margaret (Peggy) J. Malone, RN, MN, CCRN Clinical Nurse Specialist, Critical Care St. John Medical Center Longview, Washington Brenda Michel, RN, EdD, CDE Professor of Nursing Lincoln Land Community College Diabetes Educator Southern Illinois University School of Medicine Springfield, Illinois De Ann Fisher Mitchell, RN, PhD Professor of Nursing Tarrant County College Fort Worth, Texas Teri A. Murray, RN, PhD Robert Wood Johnson Executive Nurse Fel- low Dean, School of Nursing Saint Louis University St. Louis, Missouri Sherry Neely, RN, MSN, CRNP Associate Professor Butler County Community College Butler, Pennsylvania Janice A. Neil, RN, PhD Associate Professor East Carolina University College of Nursing Greenville, North Carolina Casey Norris, RN, MSN,APRN-BC Pulmonary Clinical Nurse Specialist East Tennessee Children’s Hospital Knoxville, Tennessee Patricia Graber O’Brien, RN, MA, MSN Former Instructor, College of Nursing University of New Mexico Clinical Research Coordinator Lovelace Scientific Resources Albuquerque, New Mexico DaiWai M. Olson, RN, PhD, CCRN Assistant Professor of Medicine/Neurology Duke University Medical Center Durham, North Carolina Rosemary C. Polomano, RN, PhD, FAAN Associate Professor of Pain Practice– Clinician Educator University of Pennsylvania School of Nursing Philadelphia, Pennsylvania Cory Shaw Retherford, MOM, LAc Traditional Chinese Medicine Practitioner Private Practice; Research Assistant School of Nursing University of Texas Health Science Center at San Antonio San Antonio, Texas Kathleen Rich, RN, PhD, CCNS, CCRN-CSC, CNN Cardiovascular Clinical Specialist La Porte Regional Health System La Porte, Indiana Dottie Roberts, RN, EdD(C), MSN, MACI, CMSRN, ONSC-C Nursing Instructor South University Columbia, South Carolina Sandra Irene Rome, RN, MN,AOCN Hematology/Oncology Clinical Nurse Specialist Cedars-Sinai Medical Center Los Angeles, California Kathleen Rourke, RN, BSN,ANP, ONP-C Orthopedic Nurse Practitioner Harvard Vanguard Medical Associates West Roxbury, Massachusetts Marilee Schmelzer, RN, PhD Associate Professor The University of Texas at Arlington College of Nursing Arlington, Texas
  12. 12. xiiiCOLABORADORES Maureen A. Seckel, RN,APN, MSN, ACNS, BC, CCNS, CCRN Clinical Nurse Specialist Medical Pulmonary Critical Care Christiana Care Health System Newark, Delaware Virginia (Jennie) Shaw, RN, MSN Associate Professor University of Texas Health Science Center School of Nursing San Antonio, Texas Maura M. Sheridan, RN, BSN, CRNA Clinical Site Coordinator Roxanna Canon Arsht Ambulatory Surgery Christiana Care Health Services Wilmington, Delaware Anita Shoup, RN, MSN, CNOR Clinical Nurse Specialist Swedish Medical Center Seattle, Washington Barbara Sinni-McKeehen, MSN,ARNP, DNC Dermatology Nurse Practitioner Bay Pines VA Health Care Center Bay Pines, Florida Sarah C. Smith, RN, MA, CRNO, COA Nurse Manager University of Iowa Health Care Department of Nursing, Eye Clinic Iowa City, Iowa Colleen R.Walsh, RN, MSN, ONC, CS, ACNP-BC Faculty, Graduate Nursing University of Southern Indiana College of Nursing and Health Professions Evansville, Indiana Deirdre D.Wipke-Tevis, RN, PhD Associate Professor, Coordinator of CNS Area of Study Sinclair School of Nursing University of Missouri Columbia, Missouri Juvann M.Wolff, RN,ARNP, MN, FNP Senior Lecturer, Clinical Faculty University of Washington School of Nursing Lake Forest Park, Washington Russell G. Zaiontz, RN, MSN Assistant Professor of Nursing San Antonio College, Department of Nursing Education San Antonio, Texas Meg Zomorodi, RN, PhD Clinical Assistant Professor University of North Carolina–Chapel Hill School of Nursing Chapel Hill, North Carolina
  13. 13. xv Karen M. Aiken, RN, MSN, CNOR Holyoke, Massachusetts Grace M.Angway-Ranesis,RN,BSN,CNOR New York, New York Lyda C. Arévalo-Flechas, RN, PhD San Antonio, Texas Marilee Aufdenkamp, RN, MS Hastings, Nebraska Mary Kay Bader, RN, MSN, CCRN, CNRN, CCNS Mission Viejo, California Nancy Baumhover, RN, MSN, CCRN, CNE Phoenix, Arizona Jan Belden, MSN,APRN-BC, CNP Loma Linda, California Sophia Beydoun, RN, MSN Dearborn, Michigan Mary-Liz Bilodeau, RN, MSN, CCRN, ACNP-BC Boston, Massachusetts Paula H. Blackwell, BS, MBA, MT (ASCP) San Antonio, Texas Deborah Caswell, RN, MSN, NP-C Los Angeles, California Kathryn Ann Caudell, RN, PhD Albuquerque, New Mexico Edana E. Christy, RN, MSN,ANP-C Durham, North Carolina Margaret L. Clifton, RN-BC, MS, CLNC Warwick, Rhode Island Yvette Conley, RN, PhD Pittsburgh, Pennsylvania Claire Cottrell, RN, MSN Perkinston, Mississippi Paula Cox-North, MN,ARNP Seattle, Washington Nancy K. Curry, RN, MSN Shreveport, Louisiana Carole S. Dabbs, RN, PhD Phil Campbell, Alabama Celeste Davis, RN, MSN Russellville, Arkansas Theresa Delahoyde, RN, MSN Lincoln, Nebraska David Derrico, RN, MSN Gainesville, Florida Kristina M. Diaz, RN, MSN Atlanta, Georgia Cynthia L. Donnell, RN, MSN, CNE York, Pennsylvania Ardith Z. Doorenbos, RN, PhD Seattle, Washington Lucy Douglas, RN, MSN, CDE Ruston, Louisiana Susan C. Engle, RN, MSN, OCN Napa, California Orlando M. Enrado, RN,AASN, CNOR New York, New York Dana Epstein, RN, PhD Phoenix, Arizona Monica I. Escamilla, PsyD San Antonio, Texas Lorraine Fallon, RN, MSN, CEN, CCRN Mt. Holly, New Jersey Eleanor R. Fitzpatrick, RN, MSN, CRNP, CCRN Philadelphia, Pennsylvania Jan Foecke, RN, MS, ONC Kansas City, Missouri Rebecca A. Fountain, RN, PhD Tyler, Texas Susan Garbutt, RN, DNP, CIC St. Petersburg, Florida Shirley Garick, RN, PhD Texarkana, Texas Monaliza Alonzo Gaw, RN, MSN Fort Worth, Texas Madeline Gervase, RN, CCRN, FNP, PhD(c) South Orange, New Jersey Joyce Newman Giger, RN, EdD,APRN, BC, FAAN Los Angeles, California Shari Goldberg, RN, MS New London, New Hampshire Stephanie C. Greer, RN, MSN Summit, Mississippi Monty Gross, RN, PhD, CNE Roanoke, Virginia Mariann Harding, RN, MSN New Philadelphia, Ohio Michelle Helderman, RN, MSN Terre Haute, Indiana Thomas Hendrix, RN, PhD Anchorage, Alaska Debbie Hinnen,ARNP, BC-ADM, CDE, FAAN Wichita, Kansas Sandra Hoffman,APRN-BC, MSN Chapel Hill, North Carolina Patricia Hong, RN, MA, CCRN Seattle, Washington Janis Howell, RN, MSN Fulton, Mississippi Beth Hurley, RN, BSN, CRNO, COE Phoenix, Arizona Joyce A. Jackowski, RN, MS, FNP-BC, AOCNP Arlington, Virginia Susan Towle Jarvis, RN, MSN Fort Wayne, Indiana Jean K. Kammerer, RN, BSN, CNN Thousand Oaks, California R E V I S O R E S
  14. 14. xvi REVISORES Cathy R. Kessenich, DSN,ARNP Tampa, Florida Tracy H. Knoll, RN, BSN, CEN St. Louis, Missouri Merita Konstantacos, RN, MSN, CCNS Canton, Ohio Mary Ellen Kopp, RN, APN, MS, CCRN Wilmington, Delaware Krista Krause, RN, MS, FNP Liverpool, New York Jennifer H. Kretzchmar, BBA San Antonio, Texas Kristine Kwekkeboom, RN, PhD Madison, Wisconsin Janice Garrison Lanham, RN, MSN, CCNS, FNP Clemson, South Carolina Marie Lasater, RN, MSN, CCRN, CNRN Houston, Missouri Catherine Lein, RN, MS, FNP-BC East Lansing, Michigan Lois Linden, RN, EdD Omaha, Nebraska Kathy Lopez-Bushnell, RNC (FNP), MPH, COHNS, EdD Albuquerque, New Mexico Elizabeth Madigan, RN, PhD, FAAN Cleveland, Ohio Stephanie R. Maille, RN, MSN, PCCN, CCRN, CCNS Philadelphia, Pennsylvania Anne Martin, RN, MScN, CNE Indianapolis, Indiana Angela Martinelli, RN, PhD, CNOR Bethesda, Maryland Sue Ann McCann, RN, MSN, DNC Pittsburgh, Pennsylvania Mary McCarthy, RN, PhD Tacoma, Washington Michael McEwen, RN, MSN Renton, Washington Regina McFerren, RN, BA, MSN Henderson, Nevada Barbara McGraw, RN, MSN Grand Island, Nebraska Tara McMillan-Queen, MN,APRN, BC Charlotte, North Carolina Julie Miller, RN, BSN, CCRN Tyler, Texas Carolyn M. Moffa, RN, MSN, FNP-C Newark, Delaware Susan Mudd, RN, MSN, CNE,ADN Elizabethtown, Kentucky Margaret Mulhall, RN, MSN, CNE Denver, Colorado Geri B. Neuberger, RN, EdD Kansas City, Kansas Pam Newland, RN, PhD, CMSRN Edwardsville, Illinois Susan Newton, RN, MS,AOCN,AOCNS Dayton, Ohio Casey Norris, MSN,APRN-BC Knoxville, Tennessee Rebecca Crane Okada, RN, PhD,AOCN Duarte, California Maureen O’Malley, RN, PhD Anchorage, Alaska DaiWai M. Olson, RN, PhD, CCRN Durham, North Carolina Judith A. Paice, RN, PhD, FAAN Chicago, Illinois Brenda Condusta Pavill, RN, PhD, CFNP Dallas, Pennsylvania Miki M. Patterson, RN, PhD,APRN, PNP ONP Lowell, Massachusetts Suzanne Pellar, RN, MS, CNS-BC Westville, Indiana Theresa A. Petersen, RN, MSN, FNP Haure, Montana Sarah R. Pool, RN, MS Rochester, Minnesota Barbara Pope, RN, MSN, CCRN, CCNS Philadelphia, Pennsylvania Demetrius J. Porche, DNS,APRN, FNP New Orleans, Louisiana Barbara D. Powe, RN, PhD Atlanta, Georgia Jolee M. Preston, RN, MSN Roanoke, Virginia Richard Pullen, RN, EdD Amarillo, Texas Patricia A. Radovich, RN, MSN, CNS, FCCM Loma Linda, California Patricia S. Regojo, RN, MSN Philadelphia, Pennsylvania Maureen Reilly, RN, PhD, CRNA, MHS San Antonio, Texas Dottie Roberts, RN, MSN, MACI, CMSRN, OCN-S Columbia, South Carolina Terry Rudd, RN, MSN Walnut, California Susan A. Sandstrom, RNC, MSN, CNE Omaha, Nebraska Jana C. Saunders, RN, PhD, CS Lubbock, Texas Mary Schira, RN, PhD,ACNP-BC, CNN-NP Arlington, Texas Chris Seckman, RN, MSN St. Louis, Missouri Virginia Shaw, RN, MSN San Antonio, Texas Mary Shelkey, RN, PhD, GNP Seattle, Washington Susan E. Sitter, RN, MSN Edinboro, Pennsylvania Diana L. Smith, RN, BSA, CGRN Kansas City, Missouri Marcy J.T. Smith, RN, MS, FAIS West Barnstable, Massachusetts Norine D. Smith-Pulliam, RN, MSN, CNS Newark, Delaware
  15. 15. xviiREVISORES Geralyn R. Spollett, RN, MSN, ANP, CDE New Haven, Connecticut Mary A. Stahl, RN, MSN,ACNS-BC, CCNS-CMC, CCRN Kansas City, Missouri Sharon Stone, RN,ANP, MSN Rochester, New York Debra M. Sun, RN, MSN, FNP, BS San Jose, California Karen K. Swenson, RN, PhD,AOCN St. Louis Park, Minnesota Lisa M. Tatko, RN, BS, BSN, CCRN Durham, North Carolina Allison J. Terry, RN, PhD Montgomery, Alabama Darlene M. Thomay, RN, BA, DNC Cleveland, Ohio Patricia Theresa Tutor, RN, EdD Riverside, California Wayne F.Voelmeck, RN, PhD Newark, Delaware Susan R.Volk, RN, MSN, CCRN, CPAN Newark, Delaware Mary Ann Wehmer, RN, DNP, CNOR Evansville, Indiana John J.Whitcomb, RN, PhD, CCRN, CDR/ NC/USN Portsmouth, Virginia Linda Wilson, RN, PhD, CPAN, CAPA, BC, CNE Philadelphia, Pennsylvania Shirley Kay Woolf, RN, MSN, MA, CCRN, CNE Indianapolis, Indiana Patricia Worthington, RN, MSN, CNSN Philadelphia, Pennsylvania Damien Zsiros, RN, MSN, CRNP Uniontown, Pennsylvania REVISORES DO MATERIAL COMPLEMENTAR Joseph F. Carter, RN, MS, MDiv Portland, Maine Dwyna Dean, RN, MSN Pikeville, Kentucky Jennifer Duhon, RN, MS Peoria, Illinois Shelley Fess, RN, MS,AOCN, CRNI Rochester, New York Carol Heitkamper, RN, MS Oklahoma City, Oklahoma Melissa L.M. Henry, RN, PhD, FNP Greeley, Colorado Jamie L. Jones, RN, BSN Little Rock, Arkansas Charles Preston Molsbee, RN, MSN, CNE Little Rock, Arkansas Heidi Monroe, RN, MSN, CPAN, CAPA Green Bay, Wisconsin Terri Moody, RN, MSN,APRN-BC West Memphis, Arkansas Kristin Oneail, RN, MSN Detroit, Michigan Joy A. Price, RN, MSN, CNE Booneville, Mississippi Susan A. Sandstrom, RNC, MSN, CNE Omaha, Nebraska
  16. 16. À Profissão de Enfermagem e às Pessoas Importantes em Nossas Vidas Sharon Meu marido Peter, nossos filhos e suas famílias, Marc e Heidi, Aaron e Roberta, Michael e Jeremy e Monica, e nossos netos Malia, Halle, Aidan, Cian e Layla Shannon Meu marido John, nossos filhos Marshall e Meaghan, minha mãe Marilyn e meus irmãos Michael, Barbara e Brian Margaret Meu marido David, nossas filhas Elizabeth e Ellen e nosso neto Jaxon James Linda Minha mãe Charlotte, meus irmãos Millie, Janet, Barb, Rich e Joanne e minha grande amiga e colega Catherine Ian Minha esposa Sam, meus filhos Jonas e Julian e meus pais, que cuidaram muito bem uns dos outros enquanto eu escrevia
  17. 17. xxi P R E F Á C I O A oitava edição de Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica: Avaliação e Assistência dos Problemas Clínicos foi meticulosamente revisada para incorporar informações atualizadas da enfermagem médico-cirúrgica em formato de fácil uso. Mais do que um livro-texto, é uma fonte abran- gente contendo informações essenciais para que os alunos se preparem para trabalhos, atividades em classe, provas, atuação clínica e o atendi- mento seguro e completo de pacientes. Além do estilo fácil de ler e das ilustrações coloridas, o texto e os recursos que o acompanham trazem muitas informações especiais que ajudam os estudantes a aprenderem os aspectos principais da enfermagem médico-cirúrgica, incluindo o ensino do paciente e seu cuidador, gerontologia, cuidado colaborativo, considerações culturais e étnicas, segurança do paciente, nutrição e tra- tamento farmacológico, prática baseada em evidências, e muito mais. O conteúdo abrangente e adequado, os destaques especiais, o for- mato atrativo e o estilo simples de escrita se combinam para fazer com que este seja o livro texto de enfermagem médico-cirúrgica mais utili- zado nas escolas de enfermagem. Os pontos fortes das primeiras sete edições foram mantidos, incluindo o uso do processo de enfermagem como tema organizacio- nal para as condutas de enfermagem. Diversos novos destaques foram adicionados para abordar as rápidas mudanças na prática clínica. Os colaboradores foram selecionados segundo sua excelência em áreas específicas; um ou mais especialistas de cada área revisaram meticu- losamente cada capítulo, aumentando sua precisão. Os editores foram responsáveis pela reescrita final e pela edição, para obtenção de con- sistência interna. Todos os esforços foram direcionados à construção de uma nova edição ainda mais eficiente, baseada nos pontos fortes do texto anterior. ORGANIZAÇÃO O conteúdo está organizado em duas seções principais. A Seção 1 (Capítulos 1 a 12) discute conceitos gerais relacionados a pacientes adultos. As Seções 2 a 12 (Capítulos 13 a 69) apresentam a avaliação e condutas de enfermagem para os problemas médico-cirúrgicos. Os diversos sistemas orgânicos são agrupados de modo a refletir suas fun- ções inter-relacionadas. Cada seção é organizada segundo dois temas centrais: avaliação e tratamento. Os capítulos relacionados à avaliação de um sistema orgânico discutem os seguintes tópicos: 1. Breve revisão da anatomia e da fisiologia, centrada nas informa- ções que permitem o entendimento do cuidado de enfermagem. 2. História de saúde e exame físico, para ampliar a base de conhe- cimento na tomada de decisões terapêuticas. 3. Exames diagnósticos comuns, resultados esperados e responsa- bilidades da enfermagem em fornecer informações acessíveis. Os capítulos sobre tratamento concentram-se na fisiopatologia, manifestações clínicas, exames diagnósticos, cuidado colaborativo e condutas de enfermagem nas diversas doenças e transtornos. As seções de condutas de enfermagem são organizadas em avaliação, diagnóstico, planejamento, implementação e evolução. Para enfatizar a importância do cuidado do paciente nos diversos ambientes clínicos, a implemen- tação da enfermagem dos principais problemas de saúde é organizada nos seguintes níveis: 1. Promoção da Saúde 2. Intervenção Crítica 3. Cuidado Ambulatorial e Domiciliar ASPECTOS CLÁSSICOS As• condutas de enfermagem estão apresentadas em formato consistente e abrangente, com títulos de Promoção da Saúde, Intervenção Critica e Cuidado Ambulatorial e Domiciliar. Além disso, os planos de cuidados de enfermagem no texto e incorporam a Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC) e a Classificação dos Resultados de Enfermagem (NOC) de uma forma que claramente mostra as relações entre estas duas classificações e os diagnósticos de enfermagem, e sua aplicação à prática diária. As informações sobre as• desigualdades culturais e étnicas em saúde estão integradas no texto e mostradas em quadros especiais que destacam fatores de risco e outras questões importantes relacionadas ao cuidado de grupos étnicos variados. A área especial de Cuidado Culturalmente Competente destaca o conteúdo cultural e étnico expandido e o relaciona a transtornos e doenças específicos. O Capítulo 2: Desigualdades na Saúde e Cuidados Culturalmente Competentes discute as diferenças no estado de saúde dentre grupos de indivíduos em relação ao acesso ao atendimento, os aspectos econômicos do cuidado de saúde, questões de gênero e cultura, e riscos de enfermidades. Os• cuidados colaborativos são destacados nas seções especiais de mesmo título, em todos os capítulos relacionados ao tratamento e apresentam-se em tabelas de Cuidado Colaborativo distribuídas por todo o texto. A• gerontologia e as doenças crônicas são discutidas no Capítulo 5: Doenças Crônicas e Adultos Idosos e incluídas em todo o texto sob o título “Considerações Gerontológicas” e nas tabelas “Diferenças Gerontológicas na Avaliação”. A• nutrição é destacada em todo o livro. As tabelas de “Tratamento Nutricional” resumem as intervenções nutricionais e a promoção de estilos de vida saudáveis em pacientes com diversos problemas de saúde. Os• quadros Healthy People apresentam as metas de saúde deste programa relacionadas a doenças específicas como diabetes, obesidade, câncer e cardiopatia. O• extenso conteúdo sobre tratamento farmacológico inclui tabelas resumidas de “Tratamento Farmacológico” e “Alertas Medicamentosos”concisosquedestacamimportantesconsiderações de segurança aplicáveis às principais drogas. Os• quadros sobre Genética na Prática Clínica resumem a base genética, os testes genéticos e as implicações clínicas das doenças genéticas que afetam adultos. Os• quadros sobre Diferenças de Gênero discutem como mulheres e homens são diferentemente afetados por condições como a dor, síndrome do intestino irritável, cefaleias, dependências químicas, osteoporose, acidentes vasculares cerebrais, doença coronariana, esclerose múltipla e hipertensão, dentre outras. Um capítulo separado sobre• terapias complementares e alternativas discute questões atualizadas nos serviços de saúde relacionadas a estes tratamentos. Além disso, quadros sobre Terapias Complementares e Alternativas, localizados nos capítulos sobre doenças, ampliam a informação apresentada no texto e resumem o que os enfermeiros precisam saber sobre tratamentos como a fitoterapia, a acupuntura e o biofeedback.
  18. 18. xxii PREFÁCIO Os• quadros sobre Dilemas Éticos promovem o raciocínio crítico acerca de questões atuais e delicadas que podem ser enfrentadas por estudantes de enfermagem na prática clínica — tópicos como consentimento informado, diretrizes antecipadas e confidencialidade. O• cuidado domiciliar/comunitário é enfatizado em um capítulo separado (Capítulo 6: Enfermagem Comunitária e Cuidado domiciliar) e sob o título Cuidado Domiciliar e Ambulatorial nos capítulos sobre condutas de enfermagem. As• tabelas de Tratamento de Emergência delineiam o tratamento de emergência dos problemas de saúde com maior necessidade de intervenção emergencial. As• tabelas de Anormalidades Comuns na Avaliação, nos capítulos sobre avaliação, alertam o enfermeiro acerca das alterações frequentemente encontradas e suas possíveis etiologias. As• tabelas de Avaliação de Enfermagem resumem os dados subjetivos e objetivos relacionados a doenças comuns. Os dados subjetivos são organizados segundo os padrões funcionais de saúde. As• tabelas de História de Saúde, nos capítulos sobre avaliação, apresentam as questões importantes a serem respondidas pelos pacientes relacionadas a doenças ou alterações específicas. Os aspectos pedagógicos voltados ao estudante incluem:• Os• Resultados do Aprendizado e os Termos-chave, no início de cada capítulo, ajudam os alunos a identificar as principais infor- mações relacionadas a um dado sistema orgânico ou doença. As• Questões do Exame NCLEX®, ao final de cada capítulo são relacionadas aos resultados da aprendizagem e ajudam os alunos a aprender importantes pontos do texto. As respostas são mos- tradas logo após as perguntas para autoavaliação imediata. Os• Exercícios de Tomada de Decisão Clínica no final de alguns capítulos sobre as condutas de enfermagem incluem: Estudo de Casos, mostrando fotos que “trazem os pacientes à vida” e incor- poram diversos transtornos, de modo que os alunos aprendem a priorizar o atendimento e o controle dos pacientes no ambiente clínico. Os Exercícios de Tomada de Decisão Clínica e suas respostas são encontrados no site www.elsevier.com.br/enfconsult. As• Fontesnofinaldecadacapítulocontêmdadossobreorganizações de enfermagem e de serviços de saúde que promovem a educação do paciente e fornecem informações sobre doenças e transtornos. Entre estas fontes, estão incluídos sites da Internet que ajudam os alunos a obter informações atuais on- line. Um• glossário de termos e definições importantes é fornecido no final do livro. NOVOS ASPECTOS Cada capítulo foi cuidadosamente revisado para garantir• maior facilidade de leitura, fazendo com que o conteúdo seja ainda mais fácil de entender. Os• novos quadros de Avaliação Focalizada, em todos os capítulos de avaliação, fornecem pequenas listas de checagem que ajudam os alunos na realização de avaliações rápidas ou à beira do leito. Estes quadros podem ser usados para evoluir o estado de problemas de saúde anteriormente identificados e monitorar o aparecimento de sinais de novos problemas. Os• novos quadros de Alerta de Segurança destacam importantes questões de segurança do paciente, concentradas nos National Patient Safety Goals dos Estados Unidos. Novos• Mapas de Fisiopatologia delineiam conceitos complexos relacionados a doenças em formato gráfico, facilitando a com- preensão. O• Novo Capítulo 9: Sono e Transtornos do Sono amplia este tópico essencial que tem impacto nas diversas doenças e sistemas orgânicos, assim como quase todos os aspectos do funcionamento diário. Novas• informações sobre doenças crônicas foram adicionadas ao Capítulo 5: Doenças Crônicas e Adultos Idosos. A• nova cobertura sobre delegação e priorização inclui: Quadros de Decisões de Delegação, distribuídos por todo o• texto, destacando tópicos e habilidades específicas relacionadas a esta prática. Os estudos de casos no final dos capítulos de tratamento agora• incluem questões sobre delegação e priorização. As Questões do Exame NCLEX• ® no texto trazem perguntas sobre delegação e priorização. As intervenções de enfermagem distribuídas ao longo do texto• são listadas em ordem de prioridade. Os diagnósticos da enfermagem nos planos de cuidado são lista-• dos em ordem de prioridade. O• Capítulo 3: História de Saúde e Exame Físico foi reformulado, enfatizando os três tipos de avaliação: emergencial, completa e focalizada. A educação do paciente e de seu cuidador é um tema constante• em todo o texto. O Capítulo 4: Ensino do Paciente e do Cuidador agora enfatiza a crescente importância e prevalência do controle de indivíduos portadores de doenças crônicas e o papel do cuidador em seu tratamento. Além disso, este livro traz Guias de Orientações para o Pacientes e Cuidadores, assim como uma seção especial sobre familiares cuidadores no Capítulo 6: Enfermagem Comunitária e Cuidado Domiciliar. O• Capítulo 69: Condutas de Enfermagem: Enfermagem em Emergências, Terrorismo e Catástrofes discute de modo amplo os aspectos envolvidos no atendimento ao terrorismo. Os• Recursos EnfConsult para Alunos estão disponíveis on line em www.elsevier.com.br/enfconsult e incluem os seguintes valiosos auxílios ao aprendizado, organizados por capítulo: Animações em 3D;• Estudo de casos.• AGRADECIMENTOS Os editores são gratos a muitas pessoas da Elsevier que ajudaram neste grande trabalho de revisão. Em particular, gostaríamos de agradecer à equipe de Kristin Geen, Jamie Horn, Lauren Lake, Mary Stueck, Jeff Patterson e Teresa McBryan. Além disso, agradecemos à equipe de marketing de Kim Eaves e Pat Crowe.
  19. 19. xxiiiPREFÁCIO Agradecimentos especiais vão para Peter Bonner, que nos auxiliou em muitos detalhes da preparação e revisão do manuscrito, na fotogra- fia do livro e nos estudos de caso. Debra Hagler, do Center for the Advancement of Evidence-Based Practice, College of Nursing and Health Innovation, da Arizona State University, em Phoenix, Arizona, Estados Unidos, nos ajudou com o conteúdo da prática baseada em evidências. Nossas maravilhosas animações e ilustrações foram preparadas por David Baker e Chris McKee. Somos especialmente gratos às faculdades, enfermeiros e alunos de enfermagem que acreditaram em nosso livro para auxiliá-los no caminho da excelência. A adoção cada vez maior deste livro pelos Estados Unidos, Canadá, Austrália e outras partes do mundo é muito gratificante. Agradecemos aos muitos leitores que compartilharam conosco seus comentários e sugestões nas edições anteriores. Todo contato é bem-vindo. Gostaríamos também de agradecer a nossos colaboradores e revi- sores por seu auxílio durante o processo de revisão. Esperamos, com sinceridade, que este livro ajude alunos e clínicos na prática da enfer- magem realmente profissional. Sharon L. Lewis Shannon Ruff Dirksen Margaret McLean Heitkemper Linda Bucher Ian M. Camera PREFÁCIO DA EDIÇÃO BRASILEIRA A crescente complexidade do cuidado à saúde exige cada vez mais que o enfermeiro seja capaz de integrar conhecimentos de diversas áreas para com- preender as respostas das pessoas aos problemas de saúde. Tal compreensão, aliada ao pensamento crítico, é a base para estabelecer diagnósticos de enfermagem apropriados, projetar resultados desejáveis e possíveis, bem como para escolher as melhores intervenções para alcançá-los. Este livro apresenta informações essenciais sobre os principais problemas de saúde dos adultos e idosos numa perspectiva própria da enfermagem. A sua organização favorece os estudos independentes, pois oferece orientação para planejar a leitura e recursos para verificação do conhecimento apreendido. A primeira edição brasileira do Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica foi cuidadosamente revisada e adaptada para o nosso contexto por especialis- tas brasileiros. Este livro texto é recurso indispensável para o estudante preparar-se para as aulas, provas, discussões de casos clínicos e, acima de tudo, para preparar-se para prestar cuidado de excelente qualidade às pessoas de quem cuidar. Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz Professora Titular do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da EEUSP Doutora em Ciências pela EEUSP Enfermeira
  20. 20. xxiv SEÇÃO 12 xxiv S U M Á R I O VOLUME 1 SEÇÃO 1 Conceitos da Prática de Enfermagem 1 Prática de Enfermagem Contemporânea, 2 2 Desigualdades na Saúde e Cuidados Culturalmente Competentes, 20 Estudo de Caso: Desigualdades na saúde 3 História de Saúde e Exame Físico, 37 4 Ensino do Paciente e do Cuidador, 49 Estudo de Caso: Ensino do paciente e do cuidador 5 Doenças Crônicas e Adultos Idosos, 62 6 Enfermagem Comunitária e Cuidado Domiciliar,80 7 Terapias Complementares e Alternativas, 90 8 Estresse e Controle do Estresse, 99 Estudo de Caso: Queixas induzidas por estresse 9 Sono e Transtornos do Sono, 112 Estudo de Caso: Insônia 10 Dor, 127 Estudo de Caso: Dor 11 Cuidados Paliativos de Final de Vida, 152 12 Comportamentos de Dependência, 166 Estudo de Caso: Mau uso e abuso de substância SEÇÃO 2 Mecanismos Fisiopatológicos das Doenças 13 Inflamação e Cicatrização de Feridas, 185 Estudo de Caso: Inflamação e infecção 14 Genética, Respostas Imunes Alteradas e Transplante, 205 Animação: Função das células B Animação: Função das células T citotóxicas 15 Infecções e a Infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, 233 Estudo de Caso: Sob risco de contrair a doença causada pelo HIV Estudo de Caso: Doença sintomática causada pelo HIV 16 Câncer, 259 17 Desequilíbrios Líquido, Eletrolítico e Acidobásico, 300 Estudo de Caso: Desequilíbrio hidroeletrolítico SEÇÃO 3 Cuidado Perioperatório 18 Condutas de Enfermagem Cuidado Pré-operatório, 334 Estudo de Caso: Paciente do pré-operatório 19 Condutas de Enfermagem Cuidado Intraoperatório, 350 20 Condutas de Enfermagem Assistência Pós-operatória, 366 Estudo de Caso: Paciente no pós-operatório SEÇÃO 4 Problemas Relacionados com as Alterações Sensoriais 21 Avaliação de Enfermagem Sistemas Visual e Auditivo, 384 Animação: Audição - teste de Weber 22 Condutas de Enfermagem Problemas Visuais e Auditivos, 403 Estudo de Caso: Glaucoma e retinopatia diabética 23 Avaliação de Enfermagem Sistema Tegumentar, 436 24 Condutas de Enfermagem Problemas Tegumentares, 448 Estudo de Caso: Melanoma maligno e nevos displásicos 25 Condutas de Enfermagem Queimaduras, 472 Estudo de Caso: Lesão por queimadura SEÇÃO 5 Problemas de Oxigenação: Ventilação 26 Avaliação de Enfermagem Sistema Respiratório, 497 Animação: Padrões respiratórios Animação: Sons de percussão em todo tórax Animação: Circulação pulmonar 27 Condutas de Enfermagem Problemas do Trato Respiratório Superior, 519 Animação: Localização anatômica dos seios da face Estudo de Caso: Câncer de laringe
  21. 21. xxvSUMÁRIO VOLUME 228 Condutas de Enfermagem Problemas do Trato Respiratório Inferior, 545 Estudo de Caso: Pneumonia e câncer de pulmão 29 Condutas de Enfermagem Doenças Pulmonares Obstrutivas, 587 Estudo de Caso: Doença pulmonar obstrutiva crônica SEÇÃO 6 Problemas de Oxigenação: Transporte 30 Avaliação de Enfermagem Sistema Hematológico, 641 31 Condutas de Enfermagem Problemas Hematológicos, 661 Estudo de Caso: Leucemia SEÇÃO 7 Problemas de Oxigenação: Perfusão 32 Avaliação de Enfermagem Sistema Cardiovascular, 715 Animação: Ausculta das valvas cardíacas Animação: Fluxo sanguíneo - sistema circulatório Animação: Ciclo cardíaco durante a sístole e diástole Animação: Variações do pulso 33 Condutas de Enfermagem Hipertensão Arterial, 738 Estudo de Caso: Hipertensão arterial primária 34 Condutas de Enfermagem Doença Arterial Coronariana e Síndrome Coronariana Aguda, 760 Estudo de Caso: Infarto do miocárdio 35 Condutas de Enfermagem Insuficiência Cardíaca, 797 Estudo de Caso: Insuficiência cardíaca 36 Condutas de Enfermagem Arritmias, 818 Estudo de Caso: Arritmia 37 Condutas de Enfermagem Distúrbios Cardíacos Inflamatórios e Estruturais, 841 Estudo de Caso: Doença Cardíaca Valvar 38 Condutas de Enfermagem Distúrbios Vasculares, 866 Estudo de Caso: Doença arterial periférica SEÇÃO 8 Problemas de Ingestão, Digestão, Absorção e Eliminação 39 Avaliação de Enfermagem Sistema Gastrintestinal, 898 Animação: Exame do reto 40 Condutas de Enfermagem Problemas Nutricionais, 920 Estudo de Caso: Subnutrição 41 Condutas de Enfermagem Obesidade, 944 Estudo de Caso: Obesidade 42 Condutas de Enfermagem Problemas do Trato Gastrintestinal Superior, 963 Estudo de Caso: Úlcera péptica 43 Condutas de Enfermagem Problemas do Trato Gastrintestinal Inferior, 1006 Estudo de Caso: Câncer colorretal 44 Condutas de Enfermagem Problemas do Fígado, Pâncreas e Trato Biliar, 1058 Estudo de Caso: Cirrose hepática SEÇÃO 9 Problemas nas Funções Urinárias e Renais 45 Avaliação de Enfermagem Sistema Urinário, 1104 46 Condutas de Enfermagem Problemas Renais e Urológicos, 1123 Estudo de Caso: Infecção do trato urinário 47 Condutas de Enfermagem Lesão Renal Aguda e Doença Renal Crônica, 1164 Estudo de Caso: Doença renal crônica SEÇÃO 10 Problemas Relacionados com os Mecanismos Regulatório e Reprodutivo 48 Avaliação de Enfermagem Sistema Endócrino, 1199 49 Condutas de Enfermagem Diabetes Melito, 1219 Estudo de Caso: Cetoacidose diabética
  22. 22. xxvi SUMÁRIO 50 Condutas de Enfermagem Problemas Endócrinos, 1256 Estudo de Caso: Doença de Graves 51 Avaliação de Enfermagem Sistema Reprodutivo, 1287 Animação: Drenagem linfática da mamas Animação: O ciclo menstrual 52 Condutas de Enfermagem Distúrbios Mamários, 1306 Estudo de Caso: Câncer de mama 53 Condutas de Enfermagem Doenças Sexualmente Transmissíveis, 1330 Estudo de Caso: Gonorreia e infecção clamidial 54 Condutas de Enfermagem Problemas Reprodutivos Femininos, 1345 Estudo de Caso: Prolapso uterino e histerectomia vaginal 55 Condutas de Enfermagem Problemas Reprodutivos Masculinos, 1377 Estudo de Caso: Hiperplasia prostática benigna com retenção urinária aguda SEÇÃO 11 Problemas Relacionados ao Movimento e Coordenação 56 Avaliação de Enfermagem Sistema Nervoso, 1405 Animação: Vias motoras e avaliação clínica do sistema nervoso central Animação: Arco reflexo Animação: Vias sensoriais e avaliação clínica do sistema nervoso central 57 Condutas de Enfermagem Distúrbios Intracranianos Agudos, 1425 Animação: Áreas funcionais do cérebro Estudo de Caso: Traumatismo craniencefálico 58 Condutas de Enfermagem Acidente Vascular Cerebral, 1459 Estudo de Caso: AVC 59 Condutas de Enfermagem Problemas Neurológicos Crônicos, 1485 Estudo de Caso: Epilepsia com cefaleia 60 Condutas de Enfermagem Doença de Alzheimer, Demência e Delirium, 1518 Estudo de Caso: Doença de Alzheimer 61 Condutas de Enfermagem Problemas dos Nervos Periféricos e Coluna Vertebral, 1538 Estudo de Caso: Lesão medular 62 Avaliação de Enfermagem Sistema Musculoesquelético, 1568 Animação: Classificação das articulações - articulação condiloide Animação: Classificação das articulações - articulação deslizante da mão Animação: Classificação das articulações - articulação em dobradiça (Ginglimo) 63 Condutas de Enfermagem Traumatismo Musculoesquelético e Cirurgia Ortopédica, 1583 Estudo de Caso: Fratura de quadril 64 Condutas de Enfermagem Problemas Musculoesqueléticos, 1620 Estudo de Caso: Osteoporose 65 Condutas de Enfermagem Artrite e Doenças do Tecido Conjuntivo, 1641 Estudo de Caso: Artrite reumatoide SEÇÃO 12 Cuidados de Enfermagem em Locais Especializados 66 Condutas de Enfermagem Cuidados Críticos, 1681 Estudo de Caso: Cuidados críticos e ventilação mecânica 67 Condutas de Enfermagem Choque, Síndrome de Resposta Inflamatória Sistêmica e Síndrome de Disfunção de Múltiplos Órgãos, 1716 Estudo de Caso: Choque 68 Condutas de Enfermagem Insuficiência Respiratória Aguda e Síndrome da Angústia Respiratória Aguda, 1744 Estudo de Caso: Síndrome da angústia respiratória aguda 69 Condutas de Enfermagem Enfermagem em Emergências, Terrorismo e Catástrofes, 1764 Estudo de Caso: Trauma APÊNDICES A Ressuscitação Cardiopulmonar e Suporte Básico de Vida para os Profissionais de Saúde, 1788 B Diagnósticos de Enfermagem, 1793 C Limites de Referência para Exames Laboratoriais, 1795 GLOSSÁRIO, G-1 CRÉDITOS DAS ILUSTRAÇÕES, CI-1 ÍNDICE, I-1 çç indica material complementar disponível em www.elsevier.com.br/enfconsult
  23. 23. xxviiCAPÍTULO 66 xxvii C O N T E Ú D O S E S P E C I A I S QUADROS HEALTHY PEOPLE Impacto da Atividade Física Regular na Saúde, 63 Impacto da Higiene Oral Adequada sobre a Saúde, 42 Impacto da Imunização na Saúde, 14 Impacto de Saúde pelo Cuidado Responsável com os Olhos, 22 Impacto do Comportamento Sexual Responsável sobre a Saúde, 53 Impacto na Saúde pelo Uso de Proteção Auricular, 22 Impacto na Saúde quanto ao Acesso aos Serviços de Saúde, 2 Impacto sobre a Saúde de uma Dieta bem Balanceada, 40 Impacto sobre a Saúde na Manutenção de um Peso Saudável, 41 Prevenção da Lombalgia, 64 Prevenção da Osteoartrite, 65 Prevenção de Doenças Cardíacas, 34 Prevenção de Doenças Respiratórias, 28 Prevenção do AVC, 58 Prevenção e Controle da Hipertensão Arterial, 33 Prevenção e Detecção da Doença Renal Crônica, 47 Prevenção e Detecção Precoce do Câncer, 16 Prevenção e Detecção Precoce do Diabetes Melito, 49 Prevenção e Detecção Precoce do HIV, 15 QUADROS DIFERENÇAS DE GÊNERO Adultos Idosos, 5 Asma, 29 Avaliação Cardíaca, 32 AVC, 58 Câncer, 16 Cálculos do Trato Urinário, 46 Câncer de Pulmão, 28 Cefaleias, 59 Colelitíase, 44 Doença Arterial Coronariana, 34 Doença de Alzheimer e Demência, 60 Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), 29 Doenças Sexualmente Transmissíveis, 53 Dor, 129 Fratura de Quadril, 63 Gota, 65 Problemas Endócrinos, 50 Hérnia, 43 Hipertensão Arterial, 33 Incontinência Urinária, 46 Insuficiência Cardíaca, 35 Osteoartrite, 65 Osteoporose, 64 Síndrome do Intestino Irritável, 43 Vasculopatias, 38 QUADROS DESIGUALDADES ÉTNICAS E CULTURAIS EM SAÚDE Anorexia e Bulimia, 40 Artrite e Doenças do Tecido Conjuntivo, 65 AVC, 58 Câncer, 16 Câncer de Mama, 52 Câncer de Pulmão, 28 Cânceres do Sistema Reprodutivo Feminino, 54 Cânceres do Sistema Reprodutivo Masculino, 55 Diabetes Melito, 49 Distúrbios do Fígado, Pâncreas e Vesícula Biliar, 44 Distúrbios Urológicos, 46 Doença Arterial Coronariana, 34 Doença Renal Crônica, 47 Doenças Pulmonares Obstrutivas, 29 Doenças Sexualmente Transmissíveis, 53 Hipertensão Arterial, 33 Insuficiência Cardíaca, 35 Obesidade, 41 Osteoporose, 64 Problemas Hematológicos, 31 Problemas Orais, Faríngeos e Esofágicos, 42 Problemas Tegumentares, 24 Problemas Visuais e Auditivos, 22 Quadros sobre Desigualdades Culturais e Étnicas em Saúde Apresentados em Todo o Livro, 23 Transtornos Colorretais, 43 Tuberculose, 28 Tumores cerebrais, 57 QUADROS TERAPIAS COMPLEMENTARES E ALTERNATIVAS Acupuntura, 64 Agentes Redutores de Lipídios, 34 Biofeedback para a Incontinência Urinária, 46 Cardo-Leiteiro, 44 Echinacea, 27 Erva-de-são-joão, 8 Ervas e Suplementos para a Menopausa, 54 Fitoterápicos e Suplementos que Podem Afetar a Glicose, 49 Gengibre, 42 Ginkgo Biloba, 60 Ginseng, 8 Glucosamina, 65 Hawthorn, 35 Hidraste-do-canadá, 27 Investigação do Uso de Produtos Fitoterápicos e Suplementos Alimentares, 3 Imaginação orientada, 52 Ioga, 8 Kava, 8 Melatonina, 9 Musicoterapia, 19 Óleo de Peixe/Ácidos Graxos Ômega-3, 33 Plantas Medicinais e Suplementos: Efeitos Durante o Período Perioperatório, 18 Quadros de Terapias Complementares e Alternativas Distribuídos em Todo o Livro, 7 Saw Palmetto, 55 Suplementos Dietéticos e Fitoterápicos que Podem Afetar a Coagulação, 38 Valeriana, 9 Zinco, 27
  24. 24. xxviii CONTEÚDOS ESPECIAIS QUADROS PRÁTICA BASEADA EM EVIDÊNCIAS A Acupuntura é Eficaz nas Cefaleias Tensionais?, 59 A doença inflamatória intestinal é um fator de risco da osteoporose?, 43 A Implantação de Stent na Artéria Femoral Melhora a Claudicação Intermitente?, 38 A Infertilidade Masculina Melhora com o Tratamento da Varicocele?, 55 A Infusão de Bolus de Heparina nos Cateteres Venosos Centrais Reduz Oclusões?, 17 A Neuralgia Pós-herpética Pode Ser Prevenida com a Administração Oral de Aciclovir?, 24 A Orientação Nutricional Ajuda nos Sintomas de Insuficiência Cardíaca?, 35 A Radioterapia Após a Cirurgia do Câncer de Mama Reduz a Recorrência?, 52 A Sulfadiazina de Prata Promove a Cicatrização das Feridas?, 25 A Terapia de Reposição Hormonal (TRH) Pode Melhorar a Função Cognitiva?, 54 As Alterações no Estilo de Vida Diminuem os Sintomas de Refluxo Gastrintestinal?, 42 As Intervenções Breves para Parar de Fumar Funcionam?, 12 Beber Chá Verde Diminui o Risco de Desenvolver Câncer?, 16 Como o Enfermeiro Pode Obter Culturas Sanguíneas Precisas, 15 Como os Enfermeiros Auxiliam o Paciente com AVC e seus Cuidadores?, 58 Como os Enfermeiros Podem Ajudar os Pacientes a Considerar a Cirurgia Bariátrica?, 41 Como os Enfermeiros Podem Apoiar os Pacientes com Falta de Ar tendo Doença Avançada?, 29 É Possível Desmamar os Pacientes do Ventilador Mecânico com o Uso de Técnicas Não Invasivas?, 66 O Ácido Fólico Pode Diminuir os Efeitos Colaterais Gastrointestinais do Tratamento com Metotrexato?, 65 O Aconselhamento Reduz a Disseminação das Doenças Sexualmente Transmissíveis?, 53 O Alho Reduz os Níveis de Colesterol?, 34 O Tratamento com Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas Alivia a Apneia Obstrutiva do Sono?, 9 O Treinamento do Músculo do Assoalho Pélvico é Útil para Tratar a Incontinência Urinária?, 46 Os Antibióticos Previnem a Infecção Proveniente das Sondas de Gastrostomia Endoscópica Percutânea (PEG)?, 40 Os Enfermeiros Devem Recomendar o Uso de Antibióticos Antes de Procedimentos Dentários?, 37 Os Enfermeiros Podem Melhorar a Adesão à Terapia com Colírio?, 22 Os Pacientes Obesos Submetidos à Cirurgia têm mais Riscos Cardiovasculares?, 41 Os Profissionais de Enfermagem Podem Reduzir o Uso de Álcool entre os Estudantes Universitários?, 44 Por quanto tempo após a cirurgia os pacientes devem continuar em jejum?, 43 Por Quanto Tempo os Pacientes com Fibrilação Atrial Precisam de Anticoagulantes?, 36 Porque os Pacientes Não Aderem ao Tratamento Anti-Hipertensivo, 33 Quais São os Fatores de Risco para Quedas em Pacientes com Demência?, 60 Quais Soluções Coloides São Mais Seguras para Reposição de Volume Intravascular?, 69 Quais Terapias Complementares São Utilizadas para a Dor nas Costas?, 64 Qual é o Impacto da Rinite Alérgica nos Pacientes com Asma?, 27 Qual Nível de Hemoglobina A1C Está Associado às Menores Complicações do Diabetes Melito?, 49 Qual o Efeito da Ventilação Mecânica na Posição Prona?, 68 Quanto Tempo Deve Durar a Suspensão da Ingestão de Líquidos para o Paciente no Pré-operatório?, 18 Treinamento de Resistência em Adultos Idosos Melhora a Capacidade Física?, 5 Uma Alimentação com Baixo Teor de Proteína Retarda o Início da Doença Renal Crônica?, 47 QUADROS GENÉTICA NA PRÁTICA CLÍNICA Ato de Não Discriminação da Informação Genética (Genetic Information Nondiscrimination Act – GINA), 14 Câncer Colorretal Não Poliposo Hereditário (HNPCC) ou Síndrome de Lynch, 43 Câncer de Mama, 52 Câncer de Ovário, 54 Deficiência de a1-antitripsina (AAT), 29 Diabetes Melito Tipos 1 e 2, 49 Distrofia Muscular de Duchenne (DMD), 64 Doença de Alzheimer (DA), 60 Doença de Huntington, 59 Doença Falciforme, 31 Doença Renal Policística, 46 Espondilite Anquilosante, 65 Fibrose Cística (FC), 29 Hemocromatose, 31 Hemofilias A e B, 31 Hipercolesterolemia Familiar, 34 Polipose Adenomatosa Familiar, 43 Quadros sobre Genética na Prática Clínica que Aparecem ao Longo do Livro, 14 QUADROS DILEMAS ÉTICOS Aborto, 54 Adesão do Paciente, 28 Alocação de Recursos, 47 Competência, 35 Confidencialidade, 53 Consentimento Informado, 18 Controle da Dor, 31 Cuidados de Final de Vida, 11 Curandeiros Alternativos, 50 Desigualdades na Saúde, 2 Direito a Recusar Tratamento, 61 Diretivas Avançadas, 29 Esterilização, 55 Fracasso em Revelar Informações, 66 Interesse Religioso, 31 Interrupção do Tratamento, 47 Inutilidade Médica, 16 Morte Encefálica, 57 Não Reanimar, 37 Poder Durável do Procurador para os Cuidados de Saúde, 29 Proteção Individual versus Proteção da Saúde Pública, 15 Racionamento, 44 Recusando o Tratamento, 57 Teste Genético, 14 Tutela, 42 Venda de Órgãos, 47 QUADRO AVALIAÇÃO FOCALIZADA Sistema Auditivo, 21 Sistema Cardiovascular, 32 Sistema Endócrino, 48 Sistema Gastrintestinal, 39 Sistema Hematológico, 30
  25. 25. xxixCONTEÚDOS ESPECIAIS Sistema Musculosquelético, 62 Sistema Neurológico, 56 Sistema Reprodutivo, 51 Sistema Respiratório, 26 Sistema Tegumentar, 23 Sistema Urinário, 45 Sistema Visual, 21 QUADRO DECISÕES DE DELEGAÇÃO Administração de Oxigênio, 29 Avaliação e Coleta de Dados, 3 Cateteres Urinários, 46 Cateterismo Cardíaco e Intervenção Coronariana Percutânea (ICP), 34 Cuidado da Pele, 24 Cuidados com a Ostomia, 43 Cuidados com o Paciente que Recebe Irrigação da Bexiga, 55 Cuidados do Paciente em Ventilação Mecânica, 66 Cuidando de Um Paciente com Diabetes Melito, 49 Cuidando do Paciente com AVC agudo, 58 Cuidando do Paciente com Doença de Alzheimer, 60 Cuidando do Paciente com Neutropenia, 31 Cuidando do Paciente com um Aparelho Gessado ou Tração, 63 Cuidando do Paciente com um Distúrbio Convulsivo, 59 Cuidando do Paciente Incontinente, 46 Dor, 10 Lentes Corretivas e Aparelhos Auditivos, 22 Quadros de Decisões de Delegação do Livro, 1 Sondas Nasogástrica e Gástrica e Nutrições Enterais, 40 Sucção e Cuidado da Traqueostomia, 27 Terapia Intravenosa, 17 Transfusões de Sangue, 31 Tratamento da Ferida, 13 TABELAS CUIDADO COLABORATIVO Insônia, Tabela 9-3 Catarata, Tabela 22-4 Descolamento da Retina, Tabela 22-8 Glaucoma, Tabela 22-9 Otite Média Crônico, Tabela 22-13 Otosclerose, Tabela 22-15 Doença de Ménière, Tabela 22-16 Paciente com Lesão por Queimadura, Tabela 25-10 Pneumonia, Tabela 28-4 Tuberculose Pulmonar, Tabela 28-10 Câncer de Pulmão, Tabela 28-17 Embolia Pulmonar Aguda, Tabela 28-29 Cor pulmonale, Tabela 28-30 Asma, Tabela 29-4 Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, Tabela 29-18 Anemia por Defi ciência de Ferro, Tabela 31-7 Trombocitopenia, Tabela 31-14 Neutropenia, Tabela 31-23 Hipertensão Arterial, Tabela 33-6 Insuficiência Cardíaca, Tabela 35-6 Hipertensão Arterial, Tabela 36-6 Pericardite Aguda, Tabela 37-9 Febre Reumática, Tabela 37-11 Doença Cardíaca Valvar, Tabela 37-15 Cardiomiopatia, Tabela 37-20 Dissecção da aorta, Tabelo 38-1 Doença Arterial Periférica, Tabela 38-3 Obesidade, Tabela 41-7 Câncer Oral, Tabela 42-5 Doença Por Refluxo Gastroesofágico (DRGE) e Hérnia Hiatal, Tabela 42-8 Câncer Esofágico, Tabela 42-11 Úlcera Péptica, Tabela 42-19 Câncer de Estômago, Tabela 42-26 Peritonite, Tabela 43-13 Doença Infl amatória Intestinal, Tabela 43-16 Câncer Colorretal, Tabela 43-23 Diverticulose e Diverticulite, Tabela 43-32 Hepatite Viral, Tabela 44-6 Cirrose Hepática, Tabela 44-14 Pancreatite Aguda, Tabela 44-19 Colelitíase e Colecistite Aguda, Tabela 44-23 Infecção do Trato Urinário, Tabela 46-4 Pielonefrite Aguda, Tabela 46-7 Glomerulonefrite Aguda, Tabela 46-9 Câncer de Bexiga, Tabela 46-16 Lesão Renal Aguda, Tabela 47-4 Doença Renal Crônica, Tabela 47-7 Diabetes Melito, Tabela 49-2 Cetoacidose Diabética (DKA) e Síndrome Hiperglicêmica Hiperosmolar (SHH), Tabela 49-18 Hipoglicemia, Tabela 49-20 Hipertireoidismo, Tabela 50-8 Hipotireoidismo, Tabela 50-10 Síndrome de Cushing, Tabela 50-15 Doença de Addison, Tabela 50-17 Câncer de Mama, Tabela 52-5 Gonorreia, Tabela 53-2 Sífilis, Tabela 53-4 Infecção Clamidial, Tabela 53-6 Herpes Genital, Tabela 53-7 Infertilidade, Tabela 54-1 Síndrome Pré-menstrual (SPM), Tabela 54-4 Endometriose, Tabela 54-10 Câncer de Ovário, 54-12 Hiperplasia Prostática Benigna, Tabela 55-2 Câncer de Próstata, Tabela 55-6 Disfunção Erétil, Tabela 55-11 Aumento da Pressão Intracraniana, Tabela 57-3 Meningite Bacteriana, Tabela 57-17 AVC, Tabela 58-5 Cefaleias, Tabela 59-3 Distúrbios Convulsivos e Epilepsia, Tabela 59-7 Esclerose Múltipla, Tabela 59-14 Doença de Parkinson, Tabela 59-17 Miastenia Grave, Tabela 59-20 Doença de Alzheimer, Tabela 60-7 Neuralgia do Trigêmeo, Tabela 61-1 Lesão da Medula Cervical, Tabela 61-5 Bexiga Neurogênica, Tabela 61-9 Fraturas, Tabela 63-6 Amputação, Tabela 63-13 Doença do Disco Intervertebral, Tabela 64-8 Osteoporose, Tabela 64-13 Osteoartrite, Tabela 65-2 Artrite Reumatoide, 65-8 Gota, Tabela 65-13 Lúpus Eritematoso Sistêmico, Tabela 65-15 Esclerose Sistêmica, Tabela 65-18 Estratégias Específicas para o Tratamento do Choque, Tabela 67-10 Insufi ciência Respiratória Aguda, Tabela 68-5 Síndrome de Angústia Respiratória Aguda, Tabela 68-10
  26. 26. xxx CONTEÚDOS ESPECIAIS TABELAS TRATAMENTO NUTRICIONAL Como Parar de Fumar e Usar Tabaco, Tabela 12-6 Redução do Risco para Infecção Resistente aos Antibióticos, Tabela 15-8 Uso de Fármacos Antirretrovirais, Tabela 15-17 Sinais e Sintomas a Serem Relatados pelo Paciente Infectado com HIV, Tabela 15-19 Alimentos Proteicos de Alto Valor Biológico, Tabela 16-17 Alimentos de Alto Teor Calórico, Tabela 16-18 Nutrientes Necessários para à Eritropoiese, Tabela 31-5 Abordagem Alimentar para Interromper a Hipertensão (Dietary Approaches to Stop Hypertension - DASH), Tabela 33-7 Mudanças Terapêuticas no Regime Alimentar, Tabela 34-4 Dicas para Implementar as Recomendações da AHA na Dieta e no Estilo de Vida, Tabela 34-5 Dietas Hipossódicas, Tabela 35-10 Alimentos Ricos em Ferro, tabela 40-5 Dieta Rica em Calorias e Proteínas, Tabela 40-11 Dieta de Redução de Peso Restrita a 1.200 Calorias, Tabela 41-8 Síndrome de Esvaziamento Rápido Pós-gastrectomia, Tabela 42-25 Alimentos Ricos em Fibra, Tabela 43-6 Efeitos dos Alimentos na Drenagem do Estoma, Tabela 43-30 Doença Celíaca, Tabela 43-35 Cálculos do Trato Urinário, Tabela 46-13 Recomendações Diárias para o Paciente com Doença Renal Crônica, Tabela 47-10 Alimentos Ricos em Potássio, Tabela 47-11 Recomendações para os Pacientes com Diabetes Melito, Tabela 49-9 Fontes de Cálcio, Tabela 64-14 TABELAS GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PACIENTES E CUIDADORES Fitoterapia, Tabela 7-4 Terapia do Calor e do Frio, Tabela 10-13 Controle da Dor, Tabela 10-15 Como Diminuir as Barreiras para Controle da Dor, Tabela 10-17 Úlcera por Pressão, Tabela 13-16 Redução do Risco para Infecção Resistente aos Antibióticos, Tabela 15-8 Reações Cutâneas à Radiação, Tabela 16-13 Prevenção da Hipocalemia, Tabela 17-7 Paciente no Pré-operatório, Tabela 18-7 Após a Cirurgia do Olho, Tabela 22-6 Prevenção da Otite Externa, Tabela 22-12 Após a Cirurgia da Orelha, Tabela 22-14 Como Reduzir os Sintomas da Rinite Alérgica, Tabela 27-1 Etapas para Realizar a Deglutição Supraglótica, Tabela 27-8 Como Utilizar um Inalador de Pó Seco (IPS), Tabela 29-9 Instruções para Respiração com Lábios Semicerrados (RLSC), Tabela 29-14 Como Utilizar seu Medidor de Pico de Fluxo, Tabela 29-15 Asma, Tabela 29-16 Utilização de Oxigênio Domiciliar, Tabela 29-22 Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Tabela 29-25 Instruções para a Tosse “Huff” Efetiva, Tabela 29-23 Neutropenia, Tabela 31-24 Hipertensão Arterial, Tabela 33-14 Redução dos Fatores de Risco para Doença Arterial Coronariana, Tabela 34-3 Síndrome Coronariana Aguda, Tabela 34-18 Diretrizes FITT de Atividade Física Após a Síndrome Coronariana Aguda, Tabela 34-21 Atividade Sexual Depois de uma Síndrome Coronariana Aguda, Tabela 34-22 Insuficiência Cardíaca, tabela 35-14 Cardioversor-desfibrilador implantável (CDI), Tabela 36-10 Marca-passo, Tabela 36-13 Prolapso Mitral, Tabela 37-14 Miocardiopatia, Tabela 37-21 Cirurgia de Revascularização Arterial Periférica, Tabela 38-5 Terapia Anticoagulante, Tabela 38-13 Boa Nutrição, Tabela 40-10 Doença por Refluxo Gastroesofágico (DRGE), Tabela 42-10 Úlcera Péptica, tabela 42-24 Prevenção da Intoxicação Alimentar, Tabela 42-28 Constipação, Tabela 43-8 Autocuidado com a Ostomia, Tabela 43-29 Irrigação da Colostomia, Tabela 43-31 Cirrose, Tabela 44-17 Colecistectomia Laparoscópica Pós-operatória, Tabela 44-26 Infecção do Trato Urinário, Tabela 46-6 Musculatura do Assoalho Pélvico ou Exercícios de Kegel, Tabela 46-20 Dispositivos de Conduíte Ileal, tabela 46-24 Doença Renal Crônica, Tabela 47-12 Terapia com Insulina, Tabela 49-5 Exercício para o Paciente com Diabetes Melito, Tabela 49-11 Automonitoramento da Glicose Sanguínea (AGS), Tabela 49-12 Controle do Diabetes Melito, Tabela 49-15 Instruções Essenciais para os Pacientes com Diabetes Melito, Tabela 49-16 Cuidados com os Pés, Tabela 49-22 Hipotireoidismotabela, Tabela 50-11 Doença de Addison, Tabela 50-18 Tratamento com Corticosteroides, Tabela 50-21 Características da Menstruação, Tabela 51-2 Doenças Sexualmente Transmissíveis, Tabela 53-9 Prevenção da Violência Sexual, Tabela 54-16 Autoexame dos Testículos, Tabela 55-9 Lesão na Cabeça, Tabela 57-11 Sinais de Alerta do AVC, Tabela 58-9 Cefaleias, Tabela 59-5 Distúrbios Convulsivos e Epilepsia, Tabela 59-12 Sinais Precoces de Alerta da Doença de Alzheimer (DA), Tabela 60-6 Doença de Alzheimer, Tabela 60-10 Disreflexia Autonômica, Tabela 61-7 Controle do Intestino Após a Lesão Medular, Tabela 61-10 Cuidados com a Pele do Paciente com Lesão Medular, Tabela 61-11 Cuidados com o Halo Craniano Associado a Dispositivo Tipo Colete, Tabela 61-12 Prevenção de Problemas Musculoesqueléticos em Idosos, Tabela 63-1 Cuidados com o Aparelho Gessado, Tabela 63-9 Prótese da Cabeça Femoral, Tabela 63-11 Pós-amputação, Tabela 63-14 Problemas Lombares, Tabela 64-6 Exercícios Cervicais, Tabela 64-10 Proteção Articular e Conservação de Energia, Tabela 65-4 Proteção das Pequenas Articulações, Tabela 65-10 Prevenção e Tratamento Precoce da Doença de Lyme, Tabela 65-11 Lúpus Eritematoso Sistêmico, Tabela 65-17 Sinusite Aguda ou Crônica, tabela 27-4 TABELAS DIFERENÇAS GERONTOLÓGICAS NA AVALIAÇÃO Adaptações nas Técnicas de Avaliação Física, Tabela 3-6 Efeitos do Envelhecimento no Funcionamento Mental, Tabela 5-8 Efeitos do Envelhecimento sobre o Sistema Imune, Tabela 14-9 Sistema Visual, Tabela 21-1 Sistema Auditivo, Tabela 21-7 Sistema Tegumentar, Tabela 23-1 Sistema Respiratório, Tabela 26-4 Efeitos do Envelhecimento nos Estudos Hematológicos, Tabela 30-4
  27. 27. xxxiCONTEÚDOS ESPECIAIS Sistema Cardiovascular, Tabela 32-1 Sistema Gastrintestinal, Tabela 39-5 Sistema Urinário, Tabela 45-2 Sistema Endócrino, Tabela 48-5 Sistemas Reprodutivos, Tabela 51-3 Sistema Nervoso, Tabela 56-4 Sistema Musculoesquelético, Tabela 62-1 TABELAS TRATAMENTO DE EMERGÊNCIA Toxicidade por Cocaína e Anfetamina, Tabela 12-11 Overdose de Droga Depressora, Tabela 12-12 Choque Anafilático, Tabela 14-14 Lesão do Olho, Tabela 22-3 Queimaduras Térmicas, Tabela 25-5 Lesão por Inalação, Tabela 25-6 Queimaduras por Eletricidade, Tabela 25-7 Lesão por Inalação, Tabela 25-8 Trauma de Tórax, Tabela 28-21 Lesões Torácicas, Tabela 28-22 Dor no Peito, Tabela 34-13 Arritmias, Tabela 36-6 Dor Abdominal Aguda, Tabela 43-10 Trauma Abdominal, Tabela 43-11 Cetoacidose Diabética, Tabela 49-9 Violência Sexual, Tabela 54-14 Lesão na Cabeça, Tabela 57-9 AVC, Tabela 58-6 Distúrbios Tonicoclônicos, Tabela 59-8 Lesão da Coluna Vertebral, Tabela 61-4 Lesões Agudas de Tecidos Moles, Tabela 63-3 Membro Fraturado, Tabela 63-7 Choque, Tabela 67-7 Tabelas de Tratamento de Emergência, Tabela 69-1 Hipertermia, Tabela 69-8 Hipotermia, Tabela 69-9 Lesões por Submersão, Tabela 69-10 PLANO DE CUIDADOS DE ENFERMAGEM Paciente com Úlcera por Pressão, 13-1 Paciente com Traqueostomia, 27-1 Paciente com Laringectomia Total e/ou Cirurgia Radical de Pescoço, 27-2 Paciente com Pneumonia, 28-1 Paciente Após Toracotomia, 28-2 Paciente com Asma, 29-1 Paciente com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, 29-2 Paciente com Anemia, 31-1 Paciente com Trombocitopenia, 31-2 Paciente com Neutropenia, 31-3DIA Paciente com Síndrome Coronariana Aguda, 34-1G Paciente com Insuficiência Cardíaca, 35-1Ó Paciente com Doença Arterial Periférica de Membros Inferiores, 38-1S Paciente Recebendo Nutrição Enteral, 40-1 Paciente Recebendo Nutrição Parenteral, 40-2T Paciente com Náusea e Vômito, 42-1 Paciente com Úlcera Péptica, 42-2 Paciente com Diarreia Infecciosa Aguda, 43-1CO Paciente com Doença Inflamatória Intestinal, 43-2 Paciente com uma Colostomia/Ileostomia, 43-3 Paciente com Hepatite Viral Aguda, 44-1 Paciente com Cirrose, 44-2 Paciente com Infecção do Trato Urinário, 46-1 Paciente com Litíase Renal Aguda, 46-2 Paciente com Conduíte Ileal, 46-3 Paciente com Doença Renal Crônica, 47-1 Paciente com Diabetes Melito, 49-1 Paciente com Hipertireoidismo, 50-1 Paciente com Hiportireoidismo, 50-1 Paciente após Mastectomia ou Lumpectomia, 52-1 Paciente Após Histerectomia Abdominal, 54-1 Hiperplasia Prostática Benigna, 55-4 Paciente Submetido a Cirurgia de Próstata, 55-1 Paciente com aumento da pressão intracraniana, 57-1 Paciente com Meningite Bacteriana, 57-2 Paciente com AVC, 58-1 Paciente com Cefaleia, 59-1 Pacientes com Distúrbio Convulsivo ou Epilepsia, 59-2 Pacientes com Esclerose Múltipla, 59-3 Paciente com Doença de Parkinson, 59-4 Paciente com Doença de Alzheimer, 60-1 Paciente com Lesão Medular, 61-1 Pacientes com Fratura, 63-1 Pacientes Submetidos à Cirurgia Ortopédica, 63-1 Paciente com Artrite Reumatoide, 65-1IA Paciente com Lúpus Eritematoso Sistêmico, 65-2GN Paciente em Choque, 67-1Ó Insuficiência Respiratória Aguda, 68-4TI TABELAS ANORMALIDADES COMUNS NA AVALIAÇÃO Desequilíbrios de Eletrólito e Líquido, Tabela 17-18 Sistema Visual, Tabela 21-5 Sistema Auditivo, Tabela 21-10 Sistema Tegumentar, Tabela 23-8 Sistema Hematológico, Tabela 30-7 Sistema Cardiovascular, Tabela 32-4 Sistema Gastointestinal, Tabela 39-11 Sistema Endócrino, Tabela 48-7 Mama, Tabela 51-9N Sistema Reprodutivo Feminino, Tabela 51-10 Sistema Reprodutivo Masculino, Tabela 51-11 Sistema Nervoso, Tabela 56-7 Sistema Musculosquelético, Tabela 62-6E Sistema Respiratório, Tabela 26-7D Sistema Urinário, Tabela 45-7 A TABELAS TRATAMENTO FARMACOLÓGICO Causas Comuns de Erros Medicamentosos por Idosos, Tabela 5-14 Medicamentos Utilizados por Idosos, Tabela 5-15 Insônia, Tabela 9-5 Narcolepsia, Tabela 9-8 Controle dos Efeitos Adversos dos Medicamentos para Dor, Tabela 10-7 Analgésicos Não Opioides Selecionados, Tabela 10-8 Analgésicos Opioides, Tabela 10-9 Fármacos Adjuvantes para Controle da Dor, Tabela 10-11 Inflamação e Cicatrização, Tabela 13-4 Terapia Imunossupressora, Tabela 14-19 Indicações para a Iniciação da Terapia Antirretroviral para os Pacientes Infectados pelo HIV, Tabela 15-12 Mecanismos de Ação dos Fármacos Usados no Tratamento da Infecção pelo HIV, Tabela 15-13 Classificação dos Fármacos Quimioterápicos, Tabela 16-7 Métodos de Administração de Quimioterapia, Tabela 16-8 Terapias Biológica e Dirigida, Tabela 16-14 Fatores de Crescimento Hematopoiéticos Utilizados no Tratamento do Câncer, Tabela 16-15 Medicações Comumente Empregadas no Pré-operatório, Tabela 18-10
  28. 28. xxxii CONTEÚDOS ESPECIAIS Anestesia Geral, Tabela 19-6 Adjuntos da Anestesia Geral, Tabela 19-7 Medicamentos Tópicos para a Dilatação da Pupila, Tabela 22-5 Glaucoma Agudo e Crônico, 22-10 Drogas que Podem Causar Fotossensibilidade, Tabela 24-2 Bases Comuns para Medicações Tópicas, Tabela 24-11 Drogas Comumente Usadas nos Cuidados da Queimadura, Tabela 25-14 Rinite Alérgica e Sinusite, Tabela 27-2 Pneumonia Bacteriana Adquirida na Comunidade, Tabela 28-6 Tuberculose (TB), Tabela 28-11 Opções de Esquema para o Tratamento da Tuberculose, Tabela 28-12 Esquemas de Tratamento para Infecção Latente da Tuberculose, Tabela 28-13 Controle a Longo Prazo “versus” Rápido Alívio da Asma, Tabela 29-6 Asma e Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, Tabela 29-7 Reposição dos Fatores Utilizados no Tratamento da Hemofilia, Tabela 31-19 Tratamentos Utilizados na Leucemia, Tabela 31-26 Hipertensão Arterial, Tabela 33-8 Tratamento Farmacológico Combinado da Hipertensão Arterial, Tabela 33-9 Hiperlipidemia, Tabela 34-6 Angina Estável Crônica e Síndrome Coronariana Aguda, Tabela 34-12 Insuficiência Cardíaca, Tabela 35-8 Manifestações de Intoxicação Digitálica, Tabela 35-9 Tratamento Anticoagulante para Pacientes com Fibrilação Atrial, Tabela 36-8 Medicamentos Antiarrítmicos: Classificações, Ações e Efeitos no ECG, Tabela 36-9 Tratamento da Endocardite Infecciosa com Antibioticoterapia, Tabela 37-5 Terapia anticoagulante, Tabela 38-9 Náusea e Vômito, Tabela 42-1 Doença por Refluxo Gastroesofágico (DRGE), Tabela 42-9 Sangramento Gastrintestinal, Tabela 42-14 Infecção com Helicobacter pylori, Tabela 42-17 Úlcera Péptica, Tabela 42-20 Preparações Antiácidas, Tabela 42-21 Efeitos Colaterais da Terapia Antiácida, Tabela 42-22 Drogas Antidiarreicas, Tabela 43-2 Constipação, Tabela 43-5 Doença Inflamatória Intestinal, Tabela 43-17 Efeitos Colaterais do Interferon Alfa e da Ribavirina, Tabela 44-7 Cirrose, Tabela 44-15 Pancreatites Aguda e Crônica, Tabela 44-20 Medicamentos que Influenciam o Funcionamento do Trato Urinário Inferior, Tabela 46-17 Disfunção Miccional, Tabela 46-21 Tipos de Insulina, Tabela 49-3 Regimes de Insulina, Tabela 49-4 Diabetes Melito, Tabela 49-7 Efeitos Sobre o Nível da Glicose Sanguínea, Tabela 49-8 Doenças e Distúrbios Tratados com Corticosteroides, Tabela 50-19 Terapia Hormonal para o Câncer de Mama, Tabela 52-8 Efeitos Colaterais dos Corticosteroides, Tabela 59-20 Infertilidade, Tabela 54-2 Terapia Hormonal para Câncer de Próstata, Tabela 55-7 Distúrbios Convulsivos e Epilepsia, Tabela 59-9 Esclerose Múltipla, Tabela 59-15 Doença de Parkinson, Tabela 59-18 Doença de Alzheimer, Tabela 60-8 Artrite e Doenças do Tecido Conjuntivo, Tabela 65-3 Choque, Tabela 67-9
  29. 29. xxxiii L I S T A D E S Í M B O L O S E A B R E V I A T U R A S The Joint Commission LISTA OFICIAL DE SÍMBOLOS A EVITAR1 NÃO USAR POSSÍVEL PROBLEMA COMO PODE SER SUBSTITUÍDO U (unidade) Pode ser confundido com “0” (zero), o número “4” (quatro) ou “cc” Escreva “unidade” UI (Unidades Internacionais) Pode ser confundido com IV (intravenoso) ou o número “10” Escreva “Unidades Internacionais” Q.D., QD, q.d., qd (diariamente) Q.O.D., QOD, q.o.d., qod (em dias alternados) Podem ser confundidos uns com os outros O ponto após o “Q” pode ser confundido com “I” e o “O”, por “I” Escreva “diariamente” Escreva “em dias alternados” Zero após a vírgula (X.0 mg)* Ausência de zero à esquerda, antes da vírgula (.X mg) A vírgula indicativa de decimal pode não ser vista Escreva X mg Escreva 0.X mg MS MSO4 e MgSO4 Pode significar sulfato de morfina ou sulfato de magnésio Podem ser confundidos Escreva “sulfato de morfina” Escreva “sulfato de magnésio” 1Aplica-se a todas as receitas médicas e documentos relacionados a medicamentos escritos à mão (incluindo texto livre em computador) ou formulários pré-impressos. *Exceção: Um “zero após a vírgula” pode ser usado somente quando necessário para demonstrar o nível de precisão do valor que está sendo relatado como em resultados laboratoriais, técnicas de diagnóstico por imagem com relato de tamanho de lesões ou tamanhos de tubos/cateteres. Pode não ser utilizado em prescrições de medicamentos ou outros documentos relacionados. ABREVIATURAS ADICIONAIS, ACRÔNIMOS E SÍMBOLOS (PARA POSSÍVEL INCLUSÃO FUTURA NA LISTA OFICIAL DE SÍMBOLOS A EVITAR) NÃO USAR POSSÍVEL PROBLEMA COMO PODE SER SUBSTITUÍDO > (maior que) < (menor que) Pode ser confundido com o número “7” (sete) ou a letra “L” Podem ser confundidos um com o outro Escreva “maior que” Escreva “menor que” Abreviaturas de nomes de drogas Confusão, dada a existência de abreviaturas similares para diversas drogas Escreva o nome completo da droga Unidades farmacêuticas Não familiar a diversos profissionais de saúde Confusão com unidades métricas Use as unidades métricas @ Confusão com o número “2” (dois) Escreva “arroba” cc Confusão com U (unidades) quando mal escrito Escreva “mL” ou “ml” ou “mililitros” (“mL” é preferível) µg Confusão com mg (miligramas), resultando na multiplicação da dose por mil Escreva “mcg” ou “microgramas” ©The Joint Commission, 2010. Reimpresso com permissão.
  30. 30. A B R E V I A T U R A S SIGLA INGLES PORTUGUES AACN American Association of Colleges of Nursing Associação Americana de Escolas de Enfermagem AACN American Association of Critical-Care Nurses Associação Americana de Enfermeiros de Cuidados Críticos - UTI AAP Lung American association Associação Americana de Pulmão ACP Anesthesia Care Provider Prestador de Assistência Anestésica ACTH Adrenocorticotropic hormone Hormônio adrenocorticotrófico ACV / VCA Assit-control ventilation Ventilação assistida-controlada ACV Costovertebral angle Ângulo costovertebral AD Right atrium Átrio direito ADA American Diabetes Association Associação Americana de Diabetes ADL Activities of daily living - AVD Atividades da vida diária ADH Antidiuretic Hormone Hormônio antidiurético ADM Range of motion Amplitude de movimento ADP Adenosine diphosphate Difosfato de adenosina AE Left atrium Átrio esquerdo AEM Breast self-examination Autoexame de mama AESP Pulseless electrical activity Atividade elétrica sem pulso AFP Alfa fetoprotein Alfa fetoproteína AGS Self-monitoring of blood glucose Auto-monitoramento da glicose sanguínea AHA American Heart Association Associação americana de cardiologia AHRQ Agency for health-care Research and Quality Agência de cuidados de saúde de Pesquisa e Qualidade AI Unstable angina Angina instável AIDS Acquired immunodeficiency syndrome Síndrome de Imunodeficiência Adquirida AIE Exercise induced asthma Asma induzida pelo exercício AINEs Nonsteroidal antiinflammatory –NSAIDs Anti-inflamatórios não esteroidais AIVD atividades instrumentais da vida diária ALFA1- AAT Antitrypsin alfa 1 ALFA1-Antitripsina ALT alanine aminotransferase Alanina aminotransferase - TGP AMAs antimitochondrial antibodies Anticorpos antimitocondriais AMM Methylmalonic acid Ácido metilmalônico AMPc Cyclic adenosine monophosphate monofosfato de adenosina cíclica ANA American Nurses Association Associação Americana de Enfermeiros ANAs antinuclear antibodies Anticorpos antinucleares AND Allow natural death Permitir morte natural Angio-TC Coronary tomography angiography Angiotomografia coronariana ANP Atrial natriuretic peptide Peptídeo natriurético atrial Anti-HCV Antibodies to hepatites C virus anticorpo contra o vírus da hepatite C AoA Administration on Aging Administração do/no envelhecimento AOS Obstructive sleep apnea Apnéia obstrutiva do sono AORN Association of Perioperative Registered Nurses Associação de Enfermeiros Perioperatórios AP Pulmonary artery Artéria Pulmonar APN Advanced practice nurse Enfermeiro de prática avançada Apo A-I Apolipoprotein A-I Apolipoproteína A-I Apo B Apolipoprotein B Apolipoproteína B Apo E Apolipoprotein Apolipoproteína E APP Amyloid precursor protein Gene da proteína precursora amilóide APRN Advanced Prctice Registered Nurse Enfermeira de Práticas Avançadas APRV Airway pressure release ventilation Ventilação por liberação de pressão nas vias aéreas ARL Leukotriene receptor antagonists Antagonistas dos receptores de leucotrieno ARDS Acute respiratory distress syndrome - SARA Síndrome de Angústia Respiratória Aguda ARM Magnetic resonance angiography Angiografia por ressonância magnética ASA American Society of Anesthesiologists Sociedade Americana de Anestesiologistas ASC Body surface area Área de superfície corporal ASIA American Spinal Injury Association Associação Americana de Trauma Espinal AOS Obstructive sleep apnea Apneia obstrutiva do sono ASPAN American Society of Perianesthesia Nurses Sociedade americana de Enfermeiros Anestesistas ASPEN American Society for Parenteral and Enteral Nutrition Sociedade Americana de Nutrição Enteral e Parenteral AST aspartate aminotransferase Aspartato aminotransferase - TGO ATC Automatic tube compensation Compensação automática do tubo ATG Antithymocyte globulin Globulina antitimócito ATP Percutaneous transluminal angioplasty Angioplastia transluminal percurtânea ATP Adenosine triphosphate Trifosfato de adenosina ATP7B - atepease (gene que transporta cobre) AUA American Urological Association Associação Americana de Urologia SIGLA INGLES PORTUGUES AVC / AVE Cerebrovascular accident / brain infarction / stroke Acidente vascular cerebral / Encefálico AV Atrioventricular node Nódulo atrioventricular AVD Activities of daily life - ADL Atividades da vida diária BAAR Alcool acid fast baccili Bacilo ácido-álcool resistente B1 First heart sound Primeira bulha B2 Second heart sound Segunda bulha B3 Third heart sound Terceira bulha B4 Fourth heart sound Quarta bulha BAC Blood alcohol concentration Concentração de álcool no sangue BAL / LAB Bronchoalveolar lavage Lavagem broncoalveolar BC Barchelor certificate Diploma de bacharel BP / PA Blood pressure Pressão arterial BCG Bacille Calmette-Guerin - BEM Endomyocardial biopsy - EMB Biopsia endomiocárdica BGA Adjustable gastric banding Bandagem gástrica ajustável BIA Intraaortic balloon pump - IABP Balão intra-aórtico BID Twice a day Duas vezes por dia BIPAP Bilevel positive airway pressure pressão positiva binivelada nas vias aéreas BMI Body mass index Índice de massa corporal BMR Basal metabolic rate Taxa metabólica basal BNP b-type natriuretic peptide Peptídeo natriurético tipo B BP Barometric pressure - PB Pressão barométrica BP Blood pressure Pressão Arterial BRA Angiotensin II receptor blockers – ARBs Bloqueadores dos receptores de angiotensina II BS Bachelor of Science Bacharel em Ciências BSN Bachelor of Science in Nursing Bacharel em Ciências de Enfermagem BUN Blood urea nitrogen Nitrogênio ureico sanguíneo / Uréia CABG Coronary artery bypass graft Enxerto de ponte da artéria coronária CAB Circulation Arway Breathing Avaliação emergencial, com base nos princípios de circulação, vias aéreas e respiração. CAD Diabetic ketoacidosis - DKA Cetoacidose diabetica CADs Circulatory assit devices Dispositivos de assistência circulatória CAM Confusion Assessment Method Método de Avaliação da Confusão CAP Pulmonary artery cateter - PA Cateter da artéria pulmonar CAP Premature atrial contraction Contração atrial Prematura CBE Charting by exception Registro por exceção CBG Capillary blood glucose Glicose sanguínea capilar CBLTC Community-based long-term care Atendimento de longa permanência na comunidade CBP Primary biliary cirrosis Cirrose biliar primária CBS White blood cells - WBCs Células brancas sanguíneas - leucócitos CCI Inhaled corticosteroids corticoides inaláveis CCNS Critical care nurse specialist Enfermeira Especialista em Terapia Intensiva CCRC Continuing care retirement community Comunidade de aposentados com atendimento continuado CCRN Critical Care Registered Nurse Enfermeira de Terapia Intensiva / Cuidados críticos CCK Cholecystokinin hormone Hormônio Colecistocinina CCIPs Centrally inserted catheters Cateteres centrais de inserção periférica CDC Centers for Disease Control and Prevention Centro de Controle e Prevenção de Doenças CDI Implantable cardioverter- desfibrillator Cardioversor-desfibrilador implantável CEA Carcinoembryonic antigen Antígeno carcinoembrionário CEN Certified Emergency Nurse Enfermeiro de Emergências CEC Cardiopulomonary bypass Circulação extra-corpórea CERTs Community emergency response teams Equipes de resposta a emergências na comunidade CFC Chlorofluorocarbons clorofluorcarbonos CGH Comparative genomic hybridization Hibridização genômica comparativa CHCM Mean corpuscular hemoglobin concentration Concentração de hemoglobina corpuscular média CIVD Disseminated intravascular coagulation Coagulação intravascular disseminada CI Inspiratory capacity – CI Capacidade inspiratória CI Interstitial cystitis Cistite intersticial CIEOM Sternal-occipital-mandibular immobilizer – SOMI Colete imobilizador esterno-occipital com apoio de mandíbula CIS carcinoma “in situ” carcinoma “in situ” CK Creatine quinase Creatinoquinase CK-BB Creatine quinase Creatinoquinase – fração especifica do tecido nervoso

×